Código de Processo Civil Comentado - Ed. 2020

Abreviaturas

Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

A

a. – ano

AASP – Associação dos Advogados de São Paulo

AA.VV. – autores vários

ABGB – Allgemeines bürgerliches Gesetzbuch (Código Civil Geral da Áustria) (Patente Imperial de 1.6.1811)

ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas

Abs. – Absatz (parte [do texto de artigo de lei]; parágrafo [de texto]); Abschnitt (seção [de texto de lei])

a.C. – antes de Cristo

ac. – acórdão

AC – apelação cível

ACM – Revista da ACM (Associação Cearense de Magistrados) (periódico)

ACOr – ação cível originária

AcP – Archiv für die civilistische Praxis (Arquivo para a Prática Civilística) (periódico) (J.C.B.Mohr) – de v. 1 (1923) a v. 149 (1944) e de v. 150 (1948) em diante – sucessor de “Archivs für bürgerliches Recht” (ArchBürgR)

ACP – ação civil pública

ADC – ação declaratória de constitucionalidade

Adcoas – Série – Jurisprudência Adcoas

AdcoasPrev – Revista Adcoas Previdenciária (periódico) (Esplanada)

AdcoasTrab – Revista Adcoas Trabalhista (periódico) (Esplanada)

ADCT – Ato das Disposições Constitucionais Transitórias

ADCT-SP – Ato das Disposições Constitucionais Transitórias da CF-SP

ADESF – Associação de Defesa da Saúde do Fumante

ADI – ação declaratória incidental; ação direta de inconstitucionalidade

ADIn – ação direta de inconstitucionalidade

ADInt – ação direta de inconstitucionalidade interventiva

ADIO – ação declaratória de inconstitucionalidade por omissão

ADPF – arguição de descumprimento de preceito fundamental

ADV – Advocacia Dinâmica

AF – Atualidades Forenses (periódico) (Forense)

AG – Amtsgericht (Tribunal local)

Ag – agravo de instrumento

AGBG – Gesetz zur Regelung des Rechts der allgemeinen Geschäftsbedingungen (Lei alemã sobre as Cláusulas Contratuais Gerais, de 9.12.1976)

AgInt – agravo interno

AgPt – agravo de petição

AgRg – agravo regimental

AgRt – agravo retido

AGU – Advogado Geral da União; Advocacia Geral da União

AI – ato institucional

AJ – Arquivo Judiciário (periódico); administrador judicial

Ajufe – Associação dos Juízes Federais do Brasil

Ajuris – Revista da Associação dos Juízes do Rio Grande do Sul (periódico)

Amagis – Revista da Associação dos Magistrados Mineiros (periódico)

AMB – Associação dos Magistrados Brasileiros

AMJ – Arquivos do Ministério da Justiça (periódico)

AMS – apelação em mandado de segurança

Anatel – Agência Nacional de Telecomunicações

Aneel – Agência Nacional de Energia Elétrica

AöR – Archiv des öffentlichen Rechts (Arquivo do Direito Público) (periódico) (J.C.B.Mohr) (desde 1886) (sucessor de Archiv für öffentliches Recht – Arquivo para o Direito Público: até 1910)

Ap – apelação

AP – ação popular

Ap c/ Rev. – apelação com revisão

Ap. crim. – apelação criminal

APA – área de preservação ambiental

Apamagis – Associação Paulista de Magistrados

APD – Archives de philosophie du droit (periódico temático) (Sirey)

APMP – Fichas de jurisprudência da Associação Paulista do Ministério Público (citação: abreviatura e n. da ficha); Associação Paulista do Ministério Público

ApMS – apelação em mandado de segurança

APn – ação penal

APP – área de preservação ambiental permanente

AR – ação rescisória

ArchBürgR – Archivs für bürgerliches Recht (Arquivos de Direito Civil) (periódico) (J.C.B.Mohr) – vs. 1 (1888) a 43 (1919) – sucedidos pelo “Archiv für die civilistische Praxis” (AcP)

AREsp – agravo de denegação de recurso especial

ARE – agravo de denegação de recurso extraordinário

Arpen-SP – Associação de Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo

art. – artigo

Assentos - Collecção Chronológica dos Assentos das Casas da Supplicação e do Cível, 2.ª ed., augmentada em 33 Assentos, Real Imprensa da Universidade (por Resolução de S. Magestade de 2 de Setembro de 1786), Coimbra, 1817

Ass Comp – assunção de competência

ATARJ – Arquivos dos Tribunais de Alçada do Estado do Rio de Janeiro (periódico)

B

Bacen – Banco Central do Brasil

BDA – Boletim de Direito Administrativo (periódico)

BFDUC – Boletim da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra (periódico)

BGB – Bürgerliches Gesetzbuch (Código Civil alemão) (L Imperial de 18.8.1896)

BGBl – Bundesgesetzblatt (Diário Oficial Federal Alemão) (substituiu o RGBl)

BGH – Bundesgerichtshof (Superior Tribunal Federal da RFA)

BGHZ – Entscheidungen des BGH in Zivilsachen (Decisões do Superior Tribunal Federal da Alemanha em matéria civil) (periódico) (Carl Heymanns Verlag)

BMJ – Boletim do Ministério da Justiça (de Portugal) (periódico)

BNH – Banco Nacional da Habitação

BolAASP – Boletim da Associação dos Advogados de São Paulo (periódico)

BolIBCCrim – Boletim do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais (periódico)

BRD – Bundesrepublik Deutschland (República Federal da Alemanha)

BSTJ – Boletim do Superior Tribunal de Justiça (periódico)

BVerfG – Bundesverfassungsgericht (Tribunal Constitucional Federal da RFA)

BVerfGE – Entscheidungen des Bundesverfassungsgerichts (Decisões do Tribunal Constitucional Federal da RFA) (periódico) (J.C.B.Mohr)

BVerfGG – Bundesverfassungsgerichtsgesetz (Lei sobre o BVerfG)

BVerwG – Bundesverwaltungsgericht (Tribunal Administrativo Federal da RFA)

BVerwGE – Entscheidungen des Bundesverwaltungsgericht (Decisões do Tribunal Administrativo Federal da RFA) (periódico) (Carl Heymanns Verlag))

BVerwGG – Bundesverwaltungsgerichtsgesetz (Lei sobre o BVerwG)

C

c/ – com

CADE – Conselho Administrativo de Defesa Econômica

CadIn – Cadastro Informativo de créditos não quitados do setor público federal (L 10522/02)

CAg – Código de Águas (D 24643/34)

Câm. – Câmara

Câm.Civ. – Câmara Cível

Câm.Crim. – Câmara Criminal

Câm.Dir.Amb. – Câmara Especial de Direito Ambiental

Câm.Dir.Empr. – Câmara Especial de Direito Empresarial

Câm.Dir.Priv. – Câmara de Direito Privado

Câm.Dir.Púb. – Câmara de Direito Público

Câm.Esp. – Câmara Especial

Câm.Extr.Dir.Priv. – Câmara Extraordinária de Direito Privado

Câm.Fal.Rec. – Câmara Especial de Falências e Recuperação Judicial de Empresas

Can. – Cânone (artigo do CDCan)

Cap. – capítulo

CAP – Código de Autorregulamentação Publicitária

CArb – carta arbitral

cass. – cassação

CAt – conflito de atribuições

CBACódigo Brasileiro de Aeronáutica (L 7565/86)

CBTCódigo Brasileiro de Telecomunicações (L 4117/62) (revogado pela LGT — L 9472/97, salvo quanto à matéria penal não tratada na LGT e quanto à radiodifusão)

c/c – combinado com

CCCódigo Civil brasileiro (L 10406/02)

CC/1916Código Civil brasileiro antigo (L 3071/16) (revogado pela L 10406/02)

CC arg. – Código Civil argentino (L 26994, de 1.º.10.2014)

CC arg./1869 – Código Civil argentino (L 340, de 25.9.1869) (revogado pela L 26994/14)

CC calif. – California Civil Code (Código Civil do Estado da Califórnia – EUA, de 21.3.1872)

CC chil. – Código Civil chileno (D 373, de 30.4.1997)

CC cub. – Código Civil cubano (L 59, de 16.7.1987)

CC esp. – Código Civil espanhol (Real D de 24.7.1889)

CC fr. – Código Civil francês (Code Napoléon) (D de 5.3.1803)

CC ital. – Código Civil italiano (Real D 262, de 16.3.1942)

CC louis. – The revised Civil Code of the State of Louisiana (Código Civil do Estado da Louisiana – EUA, de 1870)

CC par. – Código Civil paraguaio (L 1183, de 18.12.1985)

CC per. – Código Civil peruano (DLeg 295, de 25.7.1984)

CC port. – Código Civil português (DL 47344, de 25.11.1966)

CC queb. – Código Civil da Província de Québec – Canadá (D 712/93)

CC suíço – Código Civil suíço, de 10.12.1907 (v. ZGB)

CC urug. – Código Civil uruguaio (D de 20.3.1866, atualizado pela L 16603, de 19.10.1994)

CCB – cédula de crédito bancário

CComCódigo Comercial (L 556/1850)

CComp – conflito de competência

CCond – Código de Conduta

CCondAAdmFed – Código de Conduta da Alta Administração Federal (21.8.2000)

CCondAgentes – Código de Conduta Ética dos Agentes Públicos da Presidência e Vice-Presidência da República (D 4081/02)

CCV – Lei do Compromisso de Compra e Venda (DL 58/37)

CD – certificação digital; certificado digital

CDA – Certidão da Dívida Ativa; Certificado de Deposito Agropecuario

CDB – Certificado de Depósito Bancário

CDCCódigo de Defesa do Consumidor (L 8078/90)

CDCA – Certificado de Direitos Creditórios do Agronegócio

CDCan – Código de Direito Canônico (promulgado em 25 de janeiro de 1983 pelo Papa João Paulo II) (em vigor desde 27.11.1983)

CDCan/1917 – Código de Direito Canônico (promulgado em 27.5.1917 pelo Papa Benedito XV), revogado pelo CDCan de 1983

CDCCP – Cadernos de Direito Constitucional e Ciência Política (periódico) (RT)

CDTFP – Cadernos de Direito Tributário e Finanças Públicas (periódico) (RT)

CE – Constituição do Estado (citação: abreviatura seguida da sigla do Estado correspondente)

Cedam – Casa Editrice Dott. Antonio Milani

CEDH – Convenção Européia dos Direitos do Homem (Roma, 25.8.1950, em vigor a partir de 3.9.1953, data do depósito do 10.º instrumento de ratificação) (V. EMRK)

CEDM – Convenção sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra a Mulher (Nova Iorque, 31.3.1981) (DLeg 26/94; D 4377/02)

CEF – Caixa Econômica Federal

CEI – Comissão Estadual de Inquérito (parlamentar)

CEM – Código de Ética Médica (Res. 1246, de 8.1.1988, Conselho Federal de Medicina)

CEsp – Corte Especial (STJ)

CEDOAB – Código de Ética e Disciplina da OAB (de 19.10.2015)

CEDOAB/1995 – Código de Ética e Disciplina da OAB (de 13.2.1995)

CEP – Código de Ética Profissional (dos advogados)

CEPAC – Certificados de potencial adicional construtivo

CEsp – Corte Especial (STJ)

CFConstituição Federal (CF de 5.10.1988)

CF/1891Constituição Federal (1891)

CF/1934Constituição Federal (1934)

CF/1937Constituição Federal (1937)

CF/1946Constituição Federal (1946)

CF/1967Constituição Federal (1967)

CF/1969 – Constituição Federal (1969) (Emenda Constitucional 1/69 )

cf. – conforme

CFDD – Conselho Gestor do Fundo Federal de Defesa de Direitos Difusos e Coletivos (v. L 9008/95 no título “Ação Civil Pública – LACP”)

CFlor – Código Florestal (L 12651/12)

CFOAB – Conselho Federal da OAB

CGJE-BA – Coordenação Geral dos Juizados Especiais do Estado da Bahia. Conclusões tomadas no Encontro dos Magistrados dos Juizados Cíveis e Criminais de Salvador e Região, realizado de 27 a 29.5.1998 (citação: abreviatura seguida do número da conclusão)

CGSN – Conselho Gestor do Simples Nacional

CGR – Consultor Geral da República

CI/1824 – Constituição do Império do Brasil (1824)

CIC – Codex Iuris Canonici (Código de Direito Canônico), promulgado em 25.1.1983 pelo Papa João Paulo II, em vigor desde 27.11.1983

CIDACI – Convenção Interamericana sobre o Direito Aplicável aos Contratos Internacionais (CIDIP V, México, 1994)

CIDH – Convenção Interamericana de Direitos Humanos (Pacto de San José da Costa Rica, de 27.11.1969) (DLeg 27/92, D 678/92)

CIDIP – Conferência Interamericana de Direito Internacional Privado (CIDIP I, Panamá, 1975; CIDIP II, Montevidéu, 1979; CIDIP III, La Paz, 1984; CIDIP IV, Montevidéu, 1989; CIDIP V, México, 1994; CIDIP VI, Washington, 2002)

CIDPD – Convenção Internacional sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência (Nova Iorque, 30.3.2007) (DLeg 186/08; D 6949/09)

CIR – Cédula Imobiliária Rural

CISG – Convenção de Viena sobre Contratos de Compra e Venda Internacional de Mercadorias) (Convention on Contracts for the International Sale of Goods) (10.4.1980) (DLeg 538/2012; D 8327/2014)

cit. – citado; citação

civ. – civil; cível

CJ – Ciência Jurídica (periódico)

CJF – Conselho da Justiça Federal

CLTConsolidação das Leis do Trabalho (DL 5452/43)

CM – Código de Mineracao (DL 227/67)

CMED – Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (v. L 10742/03 5.º)

CMN – Conselho Monetário Nacional

CNB – Colégio Notarial do Brasil

CNB-CF – Conselho Federal do Colégio Notarial do Brasil

CND – certidão negativa de débito

CNIR – Cadastro Nacional de Imóveis Rurais (L 10267/01 e D 4449/02)

CNJ – Conselho Nacional de Justiça

CNMP – Conselho Nacional do Ministério Público; Congresso Nacional do Ministério Público

CNPDC – Comissão Nacional Permanente de Defesa do Consumidor

CNPS – Conselho Nacional de Previdência Social

CNT – Código Nacional de Trânsito (L 5108/66 – revogado pelo CTB)

CObr. suíço – Código das Obrigações suíço, de 30.3.1911 (v. OR)

CodBustamante – Código Bustamante (Código de Direito Internacional Privado [Projeto de Antônio S. de Bustamante y Sirvén], Havana, 1928 – Vigente no Brasil pelo DLeg 5647/29, mandado executar pelo D 18871/29, Coleção das Leis do Brasil, v. 3 [1929], p. 588)

CodEl – Código Eleitoral (L 4737/65)

CodEtDecParlCâmDep – Código de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados

CodÉticaMN – Código de Ética da Magistratura Nacional (Res. CNJ 60, de 19.9.2008)

Codex – Código de Justiniano

COFINS – Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social

col. – coluna

coment (s). – comentário, comentários

Coment. – Comentários (obra jurídica)

Conamp – Associação Nacional dos Membros do Ministério Público

CONANDA – Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente

CONAR – Conselho de Autorregulamentação Publicitária

CONDEPHAAT – Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico (SP)

CongressoNMP – Congresso Nacional do Ministério Público

Conmetro – Conselho Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial

Contran – Conselho Nacional de Trânsito

Cons. – Conselheiro

const. – Constituição; constitucional

Const. amer. – Constituição dos Estados Unidos da América, de 17.7.1787

Const. esp. – Constituição da Espanha, de 27.12.1978

Const. franc. – Constituição Francesa, da V República, de 4.10.1958

Const. ital. – Constituição da República Italiana, de 27.12.1947

Const. port. – Constituição da República Portuguesa, de 2.4.1976

Const. suíça – Constituição da Confederação Suíça, de 18.4.1999

coord. – coordenador, coordenação, coordenadores

COPOM – Comitê de Política Monetária do Banco Central do Brasil

Corde – Coordenadoria Nacional para a Pessoa Portadora de Deficiência

CorregNJ – Corregedoria Nacional da Justiça

CPCódigo Penal (DL 2848/40); Código Penal

CP ital. – Código Penal italiano

CPCCódigo de Processo Civil (L 13105/15)

CPC/1973 – Código de Processo Civil de 1973 (L 5869/73) (revogado pela L 13105/15)

CPC/1939 – Código de Processo Civil de 1939 (DL 1608/39)

CPC-BA – Código do Processo do Estado da Bahia (LE-BA 1121, de 21.8.1915) CPC-CE – Código do Processo Civil e Commercial do Estado do Ceará (LE-CE 1952, de 30.12.1921) CPC-DF/1910 – Código do Processo Civil e Commercial do Districto Federal (D 8332, de 3.11.1910) CPC-DF/1924 – Código do Processo Civil e Commercial para o Districto Federal (D 16752, de 31.12.1924) CPC-MG – Código do Processo Civil do Estado de Minas Gerais (LE-MG 830, de 7.9.1922) CPC-PE – Código do Processo Civil e Commercial do Estado de Pernambuco (LE-PE 1156, de 5.12.1922) CPC-PI – Código do Processo Civil e Commercial do Estado do Piauhy (LE-PI 964, de 17.6.1920) CPC-PR – Código do Processo Civil e Commercial do Estado do Paraná (LE-PR 1915, de 23.2.1920) CPC-RS – Código do Processo Civil e Comercial do Estado do Rio Grande do Sul (LE-RS 65, de 16.1.1908) CPC-SP – Código do Processo Civil e Commercial do Estado de São Paulo (LE-SP 2421, de 14.1.1930)

CPC esp. – Código de Processo Civil espanhol (Ley de Enjuiciamiento Civil – Ley 1/2000)

CPC fr. – Código de Processo Civil francês (Nouveau Code de Procédure Civile – D 75/1123, de 5.12.1975)

CPC ital. – Código de Processo Civil italiano (Codice di Procedura Civile – Real D 1443, de 28.10.1940)

CPC port. – Código de Processo Civil português (L 41, de 26.6.2013)

CPC port./1961 – Código de Processo Civil português revogado (DL 44129, de 28.12.1961)

CPI – Comissão Parlamentar de Inquérito (federal ou municipal)

CPInd – Código da Propriedade Industrial (L 5772/71) – Revogado expressamente pela LPI (Lei da Propriedade Industrial – L 9279, de 14.5.1996, DOU 15.5.1996, p. 8353)

CPMCódigo Penal Militar (DL 1001/69)

CPMF – Contribuição Permanente sobre Movimentações Financeiras

CPMI – Comissão Parlamentar Mista de Inquérito

CPPCódigo de Processo Penal (DL 3689/41)

CPP ital. – Código de Processo Penal italiano (D do Pres. da República n. 447, de 22.9.1988)

CPP port. – Código de Processo Penal português (DL 78, de 17.2.1987)

CPPMCódigo de Processo Penal Militar (DL 1002/69)

CPRCedula de Produto Rural (L 8929/94 4.º)

CRA – Certificado de Recebiveis do Agronegocio

CRI – Cartório de Registro de Imóveis

CRog – carta rogatória

CRSFN/MP – Conselho de Recursos do Sistema Financeiro Nacional

CSCom port. – Código das Sociedades Comerciais (de Portugal) (DL 262, de 2.9.1986)

CSM – Conselho Superior da Magistratura

CSM-SP – Conselho Superior da Magistratura do Estado de São Paulo

CSMP – Conselho Superior do Ministério Público

CSMP-DFT – Conselho Superior do Ministério Público do Distrito Federal e dos Territórios

CSMPF – Conselho Superior do Ministério Público Federal

CSMPM – Conselho Superior do Ministério Público Militar

CSMPT – Conselho Superior do Ministério Público do Trabalho

CSNU – Conselho de Segurança das Nações Unidas

CSSL – contribuição social sobre o lucro líquido

CTBCódigo de Trânsito Brasileiro (L 9503/97)

CTNCódigo Tributário Nacional (L 5172/66)

CTNBio – Comissão Técnica Nacional de Biossegurança

CVM – Comissão de Valores Mobiliários

D

d. – dia

D – decreto

d.C. – depois de Cristo

DC – Revista de Direito do Consumidor (periódico) (RT)

DCM – Decreto do Conselho de Ministros

DDR – Deutsche Demokratische Republik (República Democrática Alemã)

DE – Decreto Estadual (citação: abreviatura seguida da sigla da unidade da federação)

DecTrab – Decisório Trabalhista (periódico) (Ed. Decisório Trabalhista)

De Jure – Revista Jurídica do Ministério Público do Estado de Minas Gerais (periódico)

Dep. – Deputado

Des. – Desembargador (juiz do TJ)

Des. Fed. – Desembargador federal (juiz do TRF)

Des. Trab. – Desembargador do trabalho (juiz do TRT)

Detran – Departamento Estadual de Trânsito

DI – dissísio individual

Dig. – Digesto de Justiniano (citação: abreviatura, livro [romano], título [romano] e fragmento [arábico]. Exemplo: Dig. V, I, 30)

Dig.Civ. – Digesto delle discipline privatistiche (UTET) (4.ª ed. do Digesto Italiano) (seção de Direito Civil e Direito Processual Civil) (obra coletiva) (citação: autor, verbete, volume, página)

Dig.Comm. – Digesto delle discipline privatistiche (UTET) (4.ª ed. do Digesto Italiano) (seção de Direito Comercial) (obra coletiva) (citação: autor, verbete, volume, página)

Dig.Ital. – Digesto Italiano, Torino: UTET (obra coletiva) (citação: autor, verbete, volume, página)

Dig.Pen. – Digesto delle discipline penalistiche (UTET) (4.ª ed. do Digesto Italiano) (seção de Direito Penal) (obra coletiva) (citação: autor, verbete, volume, página)

Dig.Proc. – Digesto de Processo, 5 vs., Forense, RJ, 1980/1988 (obra coletiva citada por autor, verbete, volume do Digesto e página)

Dig.Pubb. – Digesto delle discipline pubblicistiche (UTET) (4.ª ed. do Digesto Italiano) (seção de Direito Público) (obra coletiva) (citação: autor, verbete, volume, página)

DIPr – Direito Internacional Privado

DIPub – Direito Internacional Público

Dir. – Direito

DirJustiça – Direito & Justiça (periódico) (PUC-RS)

Direito-PUC-SP – Revista do Programa de Pós-Graduação em Direito da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) (periódico) (citação: número e página)

Dir.Priv. – Direito Privado

div. – divulgado

DJE – Diário Oficial da Justiça do Estado (citação: abreviatura seguida da sigla do Estado)

DJU – Diário Oficial da Justiça da União

DJUE / DJUe – Diário Oficial da Justiça da União – Eletrônico

DJEE / DJEe – Diário Oficial da Justiça do Estado – Eletrônico (citação: abreviatura seguida da sigla do Estado)

DL – decreto-lei

DLeg – decreto legislativo

DM – Decreto municipal (citação: abreviatura seguida do nome do município, sigla do Estado a que pertence, número, ano e artigo)

DNPM – Departamento Nacional de Produção Mineral

DNRC – Departamento Nacional de Registro do Comércio

DOE – Diário Oficial do Estado (citação: abreviatura seguida da sigla do Estado)

DOU – Diário Oficial da União

DOUE / DOUe – Diário Oficial da União – Eletrônico

DPDC – Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor

DRiG – Deutsches Richtergesetz (Lei Orgânica da Magistratura Alemã)

DT – Decisório Trabalhista (periódico) (Ed. Decisório Trabalhista)

DUDH – Declaração Universal dos Direitos do Homem

E

EAC – embargos em apelação cível

EAR – embargos em ação rescisória

EC – emenda constitucional

ECAEstatuto da Criança e do Adolescente (L 8069/90)

ECAD – Escritório Central de Arrecadação e Distribuição

ECid – Estatuto da Cidade (L 10257/01)

ECR – Emenda Constitucional de Revisão

ed. – edição

EDcl – embargos de declaração

edit. – editor, editores

EDiv – embargos de divergência

EE – Estatuto do Estrangeiro (L 6815/80) (revogado pela LMig – L 13445/2017)

e.g. – exempli gratia

EGBGB – Einführungsgesetz zum Bürgerlichen Gesetzbuch (Lei de Introdução ao Código Civil Alemão)

EGZPO – Einführungsgesetz zur Zivilprozessordnung (Lei de Introdução à Ordenança Processual Civil Alemã)

EI – embargos infringentes

EIA – Estudo de Impacto Ambiental

EId – Estatuto do Idoso (L 10741/03)

EIV – Estudo de Impacto de Vizinhança

EJ – Estudos Jurídicos (periódico)

EJEF-TJMG – Escola Judicial Desembargador Edésio Fernandes (TJMG) (Enunciados)

EJSTJ – Ementário de Jurisprudência do STJ

EJu – Estatuto da Juventude (L 12852/13)

EJUD – Escola Judicial

em. – ementa; ementário

EmbDecl – embargos de declaração

EmbDiv – embargos de divergência

EmbInfr – embargos infringentes

EmentSTJ – Ementário da Jurisprudência do STJ (periódico) (citação: volume, n. da ementa e página)

EmReg – emenda regimental

EMRK – Europäische Konvention zum Schutz der Menschenrechte und Grundfreiheiten – Europäische Menschenrechtskonvention (Convenção Européia para a Proteção dos Direitos Humanos e das Liberdades Fundamentais, de 4.11.1950) (V. CEDH)

EncDir. – Enciclopedia del diritto, Giuffrè, Milano (obra coletiva) (citação: autor, verbete, volume, página)

EncSaraiva – Enciclopédia Saraiva de Direito (Saraiva) (obra coletiva) (citação: autor, verbete, volume, página)

ENFAM – Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados Ministro Sálvio de Figueiredo Teixeira

ENFAM (número) – Enunciados aprovados no seminário O Poder Judiciário e o Novo Código de Processo Civil, realizado em Brasília-DF entre os dias 26 e 28.8.2015 pela Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados Ministro Sálvio de Figueiredo Teixeira

ENJE – Encontro Nacional de Coordenadores de Juizados Especiais Cíveis e Criminais do Brasil. Conclusões tomadas nos encontros (citação: abreviatura, precedida do número do encontro e seguida do número da conclusão). III ENJE, realizado em Curitiba, em 4 e 5.5.1998; V ENJE, realizado em Salvador-BA, de 18 a 21.5.1999 (BolAASP 2126/12-supl.). VII ENJE, realizado no Espírito Santo, 24 a 27.5.2000 (BolAASP 2166/1-supl.)

ENM – Estatuto Nacional da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte (LC 123/06)

ENTA – Encontro Nacional de Tribunais de Alçada (v. V ENTA e VI ENTA)

EOABEstatuto da Ordem dos Advogados do Brasil (L 8906/94)

EPD – Estatuto da Pessoa com Deficiência (L 13146/2015)

ER – Emenda Regimental

ERE – embargos em recurso extraordinário

EReO – embargos em remessa oficial (ex officio)

ERR – embargos em recurso de revista

esp. – especial

ESPCU – Estatuto dos Servidores Públicos Civis da União, das Autarquias e Fundações Públicas Federais (L 8112/90)

est. – estadual

Est. – Estudos

Estadão – Jornal “O Estado de S. Paulo”, diário de circulação nacional

EstDesarm – Estatuto do Desarmamento (L 10826/03)

EstMilit – Estatuto dos Militares (L 6880/80)

EstMuseus – Estatuto de Museus (L 11904/09)

EstRefug – Estatuto do Refugiado (DLeg 11/1960; D 50215/1961; Protocolo de 1967; L 9474/97)

ETEstatuto da Terra (L 4504/64)

ETor – Estatuto de Defesa do Torcedor (L 10671/03)

et seq. – e seguintes

Exeg. – Exegese

ExImp – exceção de impedimento

ExInc – exceção de incompetência

ExSusp – exceção de suspeição

Ext – extradição

ExVerd – exceção da verdade

F

fed. – federal

FDD – Fundo Federal de Defesa de Direitos Difusos (D 1306/94) (v. L 9008/95 e LACP 13)

FG – Festgabe (escritos em honra de)

FGG – Gesetz über die Angelegenheiten der freiwilligen Gerichtsbarkeit (Lei sobre os assuntos de jurisdição voluntária da RFA)

FGV – Fundação Getúlio Vargas

FMU – FMU Direito – Revista da Faculdade de Direito das Faculdades Metropolitanas Unidas de São Paulo

FNMA – Fundo Nacional do Meio Ambiente

FNCA – Fundo Nacional para a Criança e para o Adolescente

FNPP – Forum Nacional do Poder Público (Advocacia Pública) (Enunciados)

FNPT – Forum Nacional de Processo do Trabalho (Curitiba-PR, 4 e 5.3.2016)

FNPT (número) – Enunciados do Forum Nacional de Processo do Trabalho (Curitiba-PR, 2016)

FNSP – Força Nacional de Segurança Pública

FONAJE – Fórum Nacional dos Juizados Especiais (Enunciados)

Foro Italiano – Il Foro Italiano (periódico) (Società Editrice del Foro Italiano)

FPPC – Forum Permanente de Processualisrtas Civis (Enunciados)

FUNAI – Fundação Nacional do Índio

FS – Festschrift (escritos em homenagem a)

G

Gaio – Institutas de Gaio

GCE – Câmara de Gestão da Crise de Energia Elétrica (MedProv 2198-5/01)

GenesisProc – Genesis Revista de Direito Processual Civil (periódico) (Ed. Genesis)

GenesisTrab – Genesis Revista de Direito do Trabalho (periódico) (Ed. Genesis)

GG – Grundgesetz (Lei Fundamental [Constituição Federal]da RFA, de 8.5.1949)

GmSOGB – Gemeisamer Senat der obersten Gerichtshöfe des Bundes (Câmara Comum dos mais altos Tribunais da Federação da RFA)

GS – Gedächtnisschrift (escritos em memória)

GVG – Gerichtsverfassungsgesetz (Lei de Organização Judiciária Alemã)

H

HC – habeas corpus

HD – habeas data

I

IAC – incidente de assunção de competência

IBAMA – Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis

IBDFAM – Instituto Brasileiro de Direito de Família

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

IBRI – Instituto Brasileiro de Relações Internacionais (UnB-Brasília-DF)

IC – inquérito civil

ICMS – imposto sobre circulação de mercadorias e prestação de serviços

ICP-Brasil – Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira

IDC – incidente de deslocamento de competência

ID-Doutrina – Doutrina (periódico editado pelo Instituto de Direito, RJ-RJ)

IDEC – Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor

IF – intervenção federal

IImp – imposto de importação

IINAMS – incidente de inconstitucionalidade em ação de mandado de segurança

Inform. – informativo

INPC – Índice Nacional de Preços ao Consumidor

INPI – Instituto Nacional da Propriedade Industrial

Inq. – inquérito

Inst. – Institutas de Justiniano

Instit. – Instituições

IOB – Informações Objetivas (boletim de jurisprudência)

IP – inquérito policial

IPEM – Instituto de Pesos e Medidas

IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional

IPI – imposto sobre produtos industrializados

IPTU – imposto predial e territorial urbano

IPub – Interesse Público (periódico) (Notadez)

IRB – Instituto de Resseguros do Brasil

IRDR – incidente de resolução de demandas repetitivas

IRPF – imposto sobre a renda de pessoa física

IRIB – Instituto de Registro Imobiliário do Brasil

IRPJ – imposto sobre a renda de pessoa jurídica

ISS – imposto sobre serviços de qualquer natureza

ITBI – imposto sobre transmissão de bens imóveis

ITRimposto sobre a propriedade territorial rural

J

j. – julgado em

JA – Juristische Arbeitsblätter (Folhas Jurídicas de Trabalho) (periódico) (Metzner)

JB – Jurisprudência Brasileira – Cível e Comercial (periódico) (Juruá)

JBCrim – Jurisprudência Brasileira – Criminal (periódico) (Juruá)

JBTrab – Jurisprudência Brasileira – Trabalhista (periódico) (Juruá)

JC – Jurisprudência Catarinense (periódico)

JCESP – Junta Comercial do Estado de São Paulo

JCJ – Junta de Conciliação e Julgamento (extintas – EC 24/99)

JD – Jurisprudência e Doutrina (periódico) (Jurídica)

JECC-BR – Enunciados do Fórum Permanente de Juízes Coordenadores dos Juizados Especiais Cíveis e Criminais do Brasil (citação: abreviatura seguida do número do enunciado tudo em negrito; conteúdo do enunciado entre aspas e em itálico. Exemplo: JECC-BR 12: “A perícia informal é admissível na hipótese do art. 35 da Lei 9099/95”.)

JEC-SP – Juizados Especiais Cíveis de São Paulo (v. 1.º JEC-SP)

JE-RJ – Juizados Especiais: Um novo tempo na justiça (periódico) (Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro) (citação: número, ano e ementa)

JherJb1 – Jherings Jahrbücher für die Dogmatik des heutigen römischen und deutschen Privatrechts (periódico) – 1.ª parte (vs. 1 a 36 – 1856-1896)

JherJb2 – Jherings Jahrbücher für die Dogmatik des bürgerlichen Rechts (periódico) – 2.ª parte (vs. 37 a 90 – 1897-1943)

JM – Jurisprudência Mineira (periódico)

Jornada I DirCiv STJ – Enunciados aprovados na I Jornada de Direito Civil, promovida pelo Centro de Estudos Judiciários do Conselho da Justiça Federal, sob os auspícios do Superior Tribunal de Justiça, no período de 11 a 13 de setembro de 2002, sob a coordenação científica do Ministro Ruy Rosado de Aguiar Junior (citação: abreviatura em negrito, número do enunciado em negrito e texto em itálico e entre aspas. Exemplo: Jornada I DirCiv STJ 110: É inaplicável o CC 1621 § 2.º às adoções realizadas com base no Estatuto da Criança e do Adolescente”). Os enunciados foram publicados no site do Conselho da Justiça Federal na internet – [www.jf.jus.br/cjf/CEJ-Coedi/jornadas-cej/enunciados-aprovados-daiiii-ivev-jornada-de-direito-civil/jornadas-de-direito-civil-enunciados-aprovados], no link Publicações (Jornadas de Direito Civil – Enunciados Aprovados)–, consultado em 5.2.2013. Participaram da Jornada como Presidentes e Relatores das Comissões: PARTE GERAL: Humberto Theodoro Junior (Presidente), João Baptista Villela (Presidente), Nelson Nery Junior (Relator), Renan Lotufo (Relator); DIREITO DAS OBRIGAÇÕES: Paulo Távora (Presidente), Antônio Junqueira de Azevedo (Presidente e Relator), Cláudia Lima Marques (Relatora), Wanderlei de Paula Barreto (Relator); RESPONSABILIDADE CIVIL: Roberto Rosas (Presidente), Irineu Antonio Pedrotti (Presidente), Iran Velasco Nascimento (Relator), Adalberto Pasqualotto (Relator); DIREITO DA EMPRESA: Alfredo de Assis Gonçalves Neto (Presidente), Newton De Lucca (Relator), Jorge Luiz Lopes do Canto (Relator); DIREITO DAS COISAS: Munir Karam (Presidente), Joel Dias Figueira Junior (Relator); DIREITO DE FAMÍLIA E SUCESSÕES: Gustavo Tepedino (Presidente), Regina Helena Afonso Portes (Presidente), Luiz Edson Fachin (Relator), Adriana da Silva Ribeiro (Relatora). Participaram também da Jornada, entre outros: Acáccio Cambi, Adriana da Silva Ribeiro, Adroaldo Furtado Fabrício, Alfredo Abinagem, Álvaro Manoel Rosindo Bourguignon, Ana Luíza Nevares, Ana Rita Vieira de Albuquerque, Anderson Schreiber, André Ricardo Cruz Fontes, Antonio Horácio da Silva Neto, Antonio José Silveira Paulilo, Antonio Marson, Bruno Lewicki, Carison Venicius Manfio, Carlos Alberto Ghersi (Argentina), Carlos Augusto Pires Brandão, Carlos Eduardo Thompson Flores Lenz, Celso Jerônimo de Souza, César Pontes Clark, Cláudia Valéria Bastos Fernandes, Cláudio Antonio Soares Levada, Cláudio Fortunato Michelon Junior, Cláudio José Coelho Costa, Denise Henriques Sant’Anna, Eduardo Kraemer, Erik Gramstrup, Érika Moura Freire, Érika Schmitz, Eugênio Facchini Neto, Flávio Roberto de Souza, Francisco Auricélio Pontes, Francisco José Moesch, Guilherme Calmon Nogueira da Gama, Giovanna Teixeira de Souza, Guilherme Couto de Castro, Heriberto Roos Maciel, Ivori da Silva Scheffer, João Batista Lazzari, João Maria Lós, Jorge Américo Pereira de Lira, Jorge Cesa Ferreira da Silva, Jorge Luiz Lopes do Canto, Jorge Mosset Iturraspe (Argentina), José Carlos Moreira Alves, José Francisco da Silva Neto, José Osório de Azevedo Junior, Judith Hofmeister Martins-Costa, Juliana Pinheiro, Kennedy Josué Greca de Mattos, Leda de Oliveira Pinho, Lindoval Marques de Brito, Liyssandro Norton Siqueira, Luís Renato Ferreira da Silva, Luiz César Medeiros, Luiz Paulo Vieira de Carvalho, Mairan Gonçalves Maia Junior, Marcelo Andrade Féres, Marcelo De Nardi, Marcelo Roberto Ferro, Márcia Helena Abinagem, Márcia Maria Nunes de Barros, Márcio Souza Guimarães, Marco Aurélio Bezerra de Melo, Marcos Mairton da Silva, Maria Alice Paim Lyard, Maria Cristina Barongeno Cukierkorn, Maria Lúcia Lencastre Ursaia, Maria Paula Gouvêa Galhardo, Miguel Reale, Nelson Nery Costa, Nilza Maria Costa dos Reis, Otávio de Souza Gomes, Paulo Cerqueira Campos, Paulo Cézar Alves Sodré, Paulo de Tarso Vieira Sanseverino, Paulo Eduardo Razuk, Paulo Roberto Moglia Thompson Flores, Paulo Roberto Stöberl, Raymundo Amorim Cantuária, Regina Helena Afonso de Oliveira Portes, Régis Fichtner Pereira, Ricardo César Pereira Lira, Roberto Schaan Ferreira, Rogério de Meneses Fialho Moreira, Rosa Maria Barreto Borriello de Andrade Nery, Rosana Amara Girardi Fachin, Rose Venceslau, Sérgio José Porto, Silvio Rodrigues, Sílvio de Salvo Venosa, Teresa Negreiros, Tycho Brahe Fernandes, Vera Maria Jacob de Fradera

Jornada III DirCiv STJ – Enunciados aprovados na III Jornada de Direito Civil, promovida pelo Centro de Estudos Judiciários do Conselho da Justiça Federal, sob os auspícios do Superior Tribunal de Justiça, no mês de dezembro de 2004, sob a coordenação científica do Ministro Ruy Rosado de Aguiar Junior (citação: abreviatura em negrito, número do enunciado em negrito e texto em itálico e entre aspas. Exemplo: Jornada III Dir-Civ STJ 243: “A presunção de que trata o CC 1276 § 2.º não pode ser interpretada de modo a contrariar a norma-princípio da CF 150 IV”). Os enunciados foram publicados no site do Conselho da Justiça Federal na internet – [www.jf.jus.br/cjf/CEJ-Coedi/jornadas-cej/enunciados-aprovados-daiiii-ivev-jornada-de-direito-civil/jornadas-de-direito-civil-enunciados-aprovados] –, no link Publicações (Jornadas de Direito Civil – Enunciados aprovados), consultado em 5.2.2013. Participaram da Jornada como Coordenadores e Relatores das Comissões: PARTE GERAL E DIREITO DAS COISAS: Gustavo Tepedino (Coordenador), Erik Frederico Gramstrup (Relator); DIREITO DAS OBRIGAÇÕES E RESPONSABILIDADE CIVIL: Antônio Junqueira de Azevedo (Coordenador), José Osório de Azevedo Jr. (Coordenador), Luis Renato Ferreira da Silva (Relator), Claudia Lima Marques (Relatora); DIREITO DE EMPRESA: Newton de Lucca (Coordenador), Márcio Souza Guimarães (Relator); DIREITO DE FAMÍLIA E SUCESSÕES: Luiz Edson Fachin (Coordenador), Marilene Guimarães (Relatora). Participaram também da Jornada, entre outros: Alberto Junior Veloso, Alcir Luiz Lopes Coelho, Alexandre Ferreira de Assumpção Alves, Alfredo de Assis Gonçalves Neto, Álvaro Villaça de Azevedo, Ana Rita Vieira Albuquerque, André Ricardo Cruz Fontes, Arion d’Almeida Monteiro Filho, Arnaldo Rizzardo, Artur César de Souza, Benedito Gonçalves, Bruno Lewicki, Carlos Eduardo Thompson Flores Lenz, Carlos Rebelo Junior, Carlos Roberto Alves dos Santos, Cláudio Fortunato Michelon Jr., Clayton Reis, Edílson Pereira Nobre Jr., Eduardo Kraemer, Elena Gomes, Eliene Bastos, Érica Verícia de Oliveira Canuto, Eva Evangelista, Fabíola Albuquerque, Francisco José Cahali, Fabrício Fontoura Bezerra, Fernanda Mathias de Souza, Flávia Pereira Hill, Flávio Murilo Tartuce Silva, Francisco José de Oliveira, Francisco José Moesch, Frederico Henrique Viegas de Lima, Glauco Gumerato Ramos, Guilherme Calmon Nogueira da Gama, Guilherme Couto de Castro, Guilherme Magalhães Martins, Gustavo Mourão, Heloisa Carpena, João Baptista Villela, João Luis Fischer Dias, João Luis Nogueira Mathias, Jorge Américo Pereira de Lima, Josué de Oliveira, Judith Martins-Costa, Julier Sebastião da Silva, Jussara Maria Leal de Meirelles, Luís Alberto d’Azevedo Aurvalle, Luis Paulo Cotrim Guimarães, Luiz Felipe Brasil Santos, Manoel de Oliveira Erhardt, Marcelo Andrade Féres, Marcelo Navarro Ribeiro Dantas, Marcelo Roberto Ferro, Márcio Tadeu G. Nunes, Marco Aurélio Bezerra de Melo, Marcos Mairton da Silva, Maria Isabel Diniz Gallotti Rodrigues, Maria Isabel Pezzi Klein, Marlon Tomazette, Maurício Andrade de Salles Brasil, Mauricio Mendonça Menezes, Melhim Namem Chalhub, Miguel Kfouri Neto, Mônica Neves Aguiar da Silva, Noeval de Quadros, Paulo de Tarso Vieira Sanseverino, Paulo Penalva Santos, Paulo Roque Khouri, Rafael Castegnaro Trevisan, Régis Bigolin, Renato Luís Benucci, Roberto Rosas, Rodolfo Pinheiro de Moraes, Rodrigo Barrego Cogo, Rogério de Meneses Fialho Moreira, Ronald Amaral Sharp Junior, Rosana Fachin, Ruy Eduardo Almeida Britto, Sérgio Mourão Corrêa Lima, Sidney Hartung Buarque, Silvio de Salvo Venosa, Simone Lahorgue, Suzana de Camargo Gomes, Valéria Medeiros de Albuquerque, Vera Andrighi, Wladimir Alcibíades Marinho Falcão Cunha, Yussef Said Cahali

Jornada IV DirCiv STJ – Enunciados aprovados na Jornada de Direito Civil, promovida pelo Centro de Estudos Judiciários do Conselho da Justiça Federal, sob os auspícios do Superior Tribunal de Justiça, no mês de outubro de 2006 (citação: abreviatura em negrito, número do enunciado em negrito e texto em itálico e entre aspas. Exemplo: Jornada IV DirCiv STJ 272: “Não é admitida em nosso ordenamento jurídico a adoção por ato extrajudicial, sendo indispensável a atuação jurisdicional, inclusive para a adição de maiores de dezoito anos”). Os enunciados foram publicados no site do Conselho da Justiça Federal na internet – [www.jf.jus.br/cjf/CEJ-Coedi/jornadas-cej/enunciados-aprovados-daiiii-ivev-jornada-de-direito-civil/jornadas-de-direito-civil-enunciados-aprovados] – no link Publicações (Jornadas de Direito Civil – Enunciados aprovados), consultado em 5.2.2013. Participaram da Jornada, como Coordenadores e Relatores das Comissões: PARTE GERAL: Gustavo Tepedino e Silvio Romero Beltrão (coordenadores), Ana Carolina Lobo Gluck Paul e Jorge Eustácio da Silva Frias (relatores); DIREITO DAS OBRIGAÇÕES: Paulo de Tarso V. Sanseverino e Nelson Nery Junior (coordenadores), Cláudia Lima Marques, Flávio Tartuce, José Fernando Simão e Luis Renato Ferreira da Silva (relatores); RESPONSABILIDADE CIVIL: Eugênio Facchini Neto e Carlos Roberto Gonçalves (coordenadores); DIREITO DE EMPRESA: Newton De Lucca e Sérgio Mourão Correa Lima (coordenadores), Alexandre Ferreira de Assumpção Alves (relator); DIREITO DE FAMÍLIA E SUCESSÕES: Luis Edson Fachin e Luiz Felipe Brasil Santos (coordenadores), Marilene Silveira Guimarães e Carlos Eduardo Pianovsk (relatores); DIREITO DAS COISAS: Marcelo Roberto Ferro (relator). Participaram também da Jornada, entre outros: Carlos Vieira Von Adamek; Erik Frederico Gramstrup; Flávia Pereira Hill; Gustavo Tepedino; Jones Figueiredo Alves; Jorge Eustácio da Silva Frias; Maria Celina Bodin de Moraes; Sílvio de Salvo Venosa; Jorge Cesa Ferreira da Silva; Anderson Schreiber; Carlos Santos de Oliveira; Christiano Cassettari; Claudia Lima Marques; Flávio Tartuce; Jan Peter Schmidt; José Fernando Simão; Munir Karam; Rosilda Lacerda Rocha; Paulo de Tarso Vieira Sanseverino; Roberto Augusto Castellano Pfeiffer; Antônio Sérvulo dos Santos; Miguel Kfouri Neto; Roque Antonio Mesquita de Oliveira; Alfredo de Assis Gonçalves Neto; André Ricardo Cruz Fontes; Arnaldo Rizzardo; Marcelo Andrade Féres; Marlon Tomazette; Newton de Lucca; Eduardo de Oliveira Leite; Euclides Benedito de Oliveira; Francisco José Cahali; Guilherme Calmon Nogueira da Gama; Luiz Edson Fachin; Luiz Felipe Brasil Santos; Mairan Maia; Rosana Amara Girardi Fachin; Yussef Said Cahali; Zeno Augusto Basto Veloso; Antonio Herman Benjamin; Glauco Gumerato Ramos; José Osório de Azevedo Júnior; Melhim Namem Chalhub; Rodrigo Reis Mazzei; Wagner Pessoa Vieira

Jornada V DirCiv STJ – Enunciados aprovados na Jornada de Direito Civil, promovida pelo Centro de Estudos Judiciários do Conselho da Justiça Federal, sob os auspícios do Superior Tribunal de Justiça, no mês de novembro de 2011 (citação: abreviatura em negrito, número do enunciado em negrito e texto em itálico e entre aspas. Exemplo: Jornada V DirCiv STJ 397: “A emancipação por concessão dos pais ou por sentença do juiz está sujeita à desconstituição por vício de vontade.”). Os enunciados foram publicados no site do Conselho da Justiça Federal na internet – [www.jf.jus.br/cjf/CEJ-Coedi/jornadas-cej/enunciados-aprovados-daiiii-ivev-jornada-de-direito-civil/jornadas-de-direito-civil-enunciados-aprovados] – no link Publicações (Jornadas de Direito Civil – Enunciados aprovados), consultado em 5.2.2013. Particparam da Jornada, como Coordenadores e Relatores das Comissões: PARTE GERAL: Gustavo Tepedino (coordenador), Milena Donato Oliva (relatora); DIREITO DAS OBRIGAÇÕES: Paulo Roque Khouri (coordenador), José Fernando Simão e Jorge Cesa Ferreira da Silva (relatores); RESPONSABILIDADE CIVIL: Paulo de Tarso Sanseverino (coordenador), Flávio Tartuce e Rafael Peteffi da Silva (relatores); DIREITO DE EMPRESA: Ana Frazão (coordenadora), Márcio Souza Guimarães (relator); DIREITO DAS COISAS: Otávio Luiz Rodrigues (coordenador), Pablo Renteria (relator); DIREITO DE FAMÍLIA E SUCESSÕES: Ruy Rosado (coordenador), Rose Melo Vencelau Meireles e Marilene Guimarães (relatoras). Participaram também da Jornada, entre outros: Adriano Marteleto Godinho; Edilson Pereira Nobre Júnior; Gustavo Tepedino; Judith Hofmeister Martins Costa; Marcio Mello Casado; Paulo R. Thompson Flores; Rogério de Meneses Fialho Moreira; Araken de Assis; Christiano Cassettari; Cristiano de Sousa Zanetti; Daniel Ustarroz; Ernesto Tzirulnik; João Hora Neto; José Fernando Simão; José de Oliveira Ascensão; Lucas Abreu Barroso; Luciano Timm; Luciano de Camargo Penteado; Marcelo Cintra Zarif; Marcos Jorge Catalan; Mário Luiz Delgado Régis; Adalberto de Souza Pasqualotto; Bruno Nubens Barbosa Miragem; Claudio Luiz Bueno de Godoy; Patrícia Faga Iglecias Lemos; Rosana Amara Girardi Fachin; Rui Stoco; Sílvio de Salvo Venosa; Teresa Ancona Lopez; Alexandre Ferreira de Assumpção Alves; Alfredo de Assis Gonçalves Neto; Arnaldo Rizzardo; Carlos Klein Zanini; Fábio Ulhoa Coelho; Gladston Mamede; Newton de Lucca; Alcir Luiz Lopes Coelho; James Eduardo Oliveira; José Osório de Azevedo Júnior; Luiz Edson Fachin; Melhim Namem Chalhub; Otávio Luiz Rodrigues Junior; Rolf Stüner; Caetano Levi Lopes; Carlos Eduardo Thompson Flores Lenz; Celso Souza Guerra Junior; Francisco Eduardo Loureiro; Francisco José Cahali; Guilherme Calmon Nogueira da Gama; Heloísa Helena Barboza; Jones Figueirêdo Alves; Regina Beatriz Tavares da Silva

Jornada VI DirCiv STJ – Enunciados aprovados na Jornada de Direito Civil, promovida pelo Centro de Estudos Judiciários do Conselho da Justiça Federal, sob os auspícios do Superior Tribunal de Justiça, em 11 e 12 de março de 2013 (citação: abreviatura em negrito, número do enunciado em negrito e texto em itálico e entre aspas. Exemplo: Jornada VI DirCiv STJ 554: “Independe de indicação do local específico da informação a ordem judicial para que o provedor de hospedagem bloqueie determinado conteúdo ofensivo na internet”). Os enunciados foram publicados no site do Conselho da Justiça Federal na internet – [www.jf.jus.br/cjf/CEJ-Coedi/jornadas-cej/enunciados-aprovados-daiiii-ivev-jornada-de-direito-civil/jornadas-de-direito-civil-enunciados-aprovados]no link Publicações (Jornadas de Direito Civil – Enunciados aprovados), consultado em 11.4.2013. Participaram da Jornada, como Coordenadores e Relatores das Comissões: Ruy Rosado de Aguiar Junior; Paulo de Tarso Vieira Sanseverino; Rogério de Meneses Fialho Moreira; Ana de Oliveira Frazão; Gustavo Tepedino; Otavio Luiz Rodrigues Junior; Paulo Roque Khouri. Participaram também da Jornada, entre outros: Alexandre Ferreira de Assumpção Alves; Adalberto de Souza Pasqualotto; Adriano Marteleto Godinho; Ana Carolina Victalino de Oliveira: Ana Maria Blanco Montiel Alvarez; Ana Rita Vieira Albuquerque; André Borges de Carvalho Barros; André Fernandes Estevez; André Luis Alves de Melo; André Ricardo Cruz Fontes; André Vasconcelos Roque; Andréa Ronzoni; Angela Cristina Viero ; Anna Luiza Bandeira Guimarães da Silva; Antonio José Almeida de Moraes; Arthur Cunha Da Costa Lima; Augusto Passamani Bufulin; Bruna Barbieri Waquim; Bruno Ricardo Bioni; Carlos Eduardo Elias de Oliveira ; Carlos Santos de Oliveira; Célia Barbosa Abreu; Cesar Calo Peghini; Christiano Cassettari; Claúdio Antonio Soares Levada; Clayton Brito Correia dos Santos; Daniel Ustárroz; Diego Rodrigues Mendonça Galvão; Dimitre Braga Soares De Carvalho; Edilson Pereira Nobre Júnior; Eduardo José de Oliveira Costa; Eduardo Tomasevicius Filho; Eliane Leve; Érica Verícia Canuto De Oliveira Veras; Erik Frederico Gramstrup; Euler Da Cunha Peixoto; Fabiana Rodrigues Barletta; Fabio de Oliveira Azevedo; Fabrício Irun Silveira Martins; Felipe Teixeira Neto; Fernanda Paes Leme Peyneau Rito; Flávio Garcia Cabral; Flávio Tartuce; Frederico Guilherme Dornellas Piclum; George Antonio De Oliveira Veras; Guilherme Calmon Nogueira da Gama; Guilherme Couto De Castro; Guilherme Magalhães Martins; Gustavo Brum; Gustavo Luís da Cruz Haical; Helena Elias Pinto; Heloisa Helena Gomes Barboza; Ivana Fernandes Vieira; João Gabriel Britto Borges; João Victor Rozatti Longhi; Joel Dias Figueira Júnior; José Fernando Simão; José Osório de Azevedo Júnior; Juliano Rebelo Marques; Julio Garcia Morais; Lazaro Adelmo Mendonça; Léia Comar Riva; Leonardo de Medeiros Fernandes; Leonardo Estevam De Assis Zanini; Leonardo Gomes de Aquino; Leonardo Netto Parentoni; Lívia Ferreira Maioli Soares; Luiz Carlos Nemetz; Luiz Edson Fachin; Marcelo Cama Proença Fernandes; Marcelo Dickstein; Márcia Santana Fernandes; Márcio Tadeu Guimarães Nunes; Marco Aurélio Bezerra de Melo; Marcos Catalan; Marcos Paulo Félix da Silva; Marcos Pitanga Caeté Ferreira; Marcus Vinícius Lisbôa Vignoli; Maria Bernadete Miranda; Maria Isabel Pezzi Klein; Maurício Andere von Bruck Lacerda; Mauricio de Freitas Silveira; Melhim Namem Chalhub; Moacyr Petrocelli de Ávila Ribeiro; Mônica de Cavalcanti Gusmão; Nadime Meinberg Geraige; Nildo Masini; Pablo Malheiros da Cunha Frota; Patrícia Faga Iglecias Lemos; Pedro Gomes de Queiroz; Pedro Mansur Gonçalves; Plínio Saraiva Melgaré; Priscilla Menezes da Silva; Rafael Gomes Bastos; Rafael Pettefi da Silva; Rayssa Gutterres Costa; Regina Beatriz Tavares da Silva; Renata Malta Vilas-Bôas; Ricardo Barros Coelho da Silva; Ricardo Cesar Pereira Lira; Robson Guimarães José Filho; Rodrigo da Cunha Pereira; Rodrigo de Oliveira Caldas; Rodrigo Pessoa Pereira da Silva; Rodrigo Toscano de Brito; Rogério Roberto Gonçalves de Abreu; Rosana Amara Girardi Fachin; Rose Melo Vencelau Meireles; Silvano José Gomes Flumignan; Tereza Ancona Lopes; Thiago Cordero Pivotto; Thiago Drummond de Paula Lins; Tiago Cardoso Vaitekunas Zapater; Vinicius Dinis Monteiro de Barros; Vinicius Martins Pereira; Vitor de Azevedo Almeida Junior; Wendel de Brito Lemos Teixeira; William Bossaneli Araujo; Wladimir Alcibíades Marinho Falcão Cunha

Jornada I DirCom STJ – Enunciados aprovados na Jornada de Direito Comercial, promovida pelo Centro de Estudos Judiciários do Conselho da Justiça Federal, sob os auspícios do Superior Tribunal de Justiça, de 22 a 24 de outubro de 2012 (citação: abreviatura em negrito, número do enunciado em negrito e texto em itálico e entre aspas. Exemplo: Jornada I DirCom STJ 56: “A Fazenda Pública não possui legitimidade ou interesse de agir para requerer a falência do devedor empresário”). Os enunciados foram publicados no site do Conselho da Justiça Federal na internet – < http://www.cjf.jus.br/cjf/cej-coedi> – no link

Publicações – Outras Publicações (Enunciados aprovados na 1.ª Jornada de Direito Comercial), consultado em 5.2.2013. Participaram da Jornada, como Coordenador científico geral: Ministro Ruy Rosado de Aguiar Junior; como coordenadores científicos das Comissões: EMPRESA E ESTABELECIMENTO: Professor Alfredo de Assis Gonçalves Neto; DIREITO SOCIETÁRIO: Professora Ana Frazão; OBRIGAÇÕES EMPRESARIAIS, CONTRATOS E TÍTULOS DE CRÉDITO: Professor Fábio Ulhoa Coelho; CRISE DA EMPRESA: FALÊNCIA E RECUPERAÇÃO: Professor Paulo Penalva Santos.

Jornada I DirProcCiv STJ – Enunciados aprovados na I Jornada de Direito Processual Civil, promovida pelo Centro de Estudos Judiciários do Conselho da Justiça Federal, sob os auspícios do Superior Tribunal de Justiça em 24 e 25 de agosto de 2017 (citação: abreviatura em negrito, número do enunciado em negrito e texto em itálico e entre aspas. Exemplo: Jornada I DirProc-Civ STJ 19: “O prazo em dias úteis previsto no art. 219 do CPC aplica-se também aos procedimentos regidos pelas Leis n. 9.099/1995, 10.259/2001 e 12.153/2009”). Os 107 enunciados aprovados foram publicados, em 1.9.2017, no site do Conselho da Justiça Federal na internet – http://www.cjf.jus.br/cjf/noticias/2017/setembro/cej-divulga-enunciados-daijornada-de-direito-processual-civil (Enunciados aprovados na 1.ª Jornada de Direito Processual Civil, divulgados em 1.9.2017), consultado em 7.9.2017. Participaram da Jornada: COMISSÃO CIENTÍFICA: Coordenador Geral: Ministro Mauro Campbell Marques (STJ); Coordenador Científico Geral: Ministro Raul Araújo (STJ); Secretário Executivo Geral: Fabiano Tesolin; Secretários Executivos Gerais Adjunutos: André de Azevedo Machado e Renata de Assis Calsing; COMISSÕES DE TRABALHO: PARTE GERAL: Presidente: Ministra Nancy Andrighi (STJ), Coordenadores Científicos: Nelson Nery Junior e José Miguel Garcia Medina; Especialistas: Georges Abboud, Gilson Delgado Miranda, Rafael de Oliveira Guimarães e Olavo de Oliveira Neto; Secretários Executivos: Adriana Gerhard Delforge Siqueira e Marco Antônio Teixeira de Lucena; PROCESSO DE CONHECIMENTO: Presidente: Ministra Isabel Gallotti (STJ); Coordenadores Científicos: Humberto Theodoro Junior e Fredie Souza Didier Junior; Especialistas: Alexandre Freire, Antônio do Passo Cabral, Leonardo Carneiro da Cunha e Tais Schilling Ferraz; Secretários Executivos: Evandro Lucas Faleiros e Marcelo dos Santos Soeiro; TUTELAS DE URGÊNCIA E PROCEDIMENTOS ESPECIAIS: Presidente: Ministro Sérgio Kukina (STJ); Coordenadores Científicos: José Roberto dos Santos Bedaque e Liuiz Guilherme Marinoni; Especialistas: Clarisse Frechiani Lara Leire, Daniel Mitidiero, Lia Carolina Batista Cintra e Sérgio Cruz Arenhart; Secretários Executivos: Maximiliano Ferreira Tamer e Vinicius Ferreira Dias; RECURSOS E PRECEDENTES JUDICIAIS: Presidente: Ministro Humberto Martins (STJ); Coordenadores Científicos: Teresa Arruda Alvim e Cassio Scarpinella Bueno; Especialistas: André Pagani de Souza, Eduardo Talamini, Ricardo Paes Barreto e Guilherme Peres; Secretárias Executivas: Fernanda Teotonia Vale Carvalho e Raíssa Saback Maltez Gurgel; EXECUÇÃO E CUMPRIMENTO DE SENTENÇA: Presidente: Ministro Marcelo Navarro Ribeiro Dantas; Coordenadores Científicos: Araken de Assis e Eduardo Arruda Alvim; Especialistas: Alberto Camiña Moreira, Darci Ribeiro, Ivan Nunes Ferreira e Patrícia Miranda Pizzol; Secretários Execurtivos: Marcos Teixeira Junior e Otávio Augusto Buzar Perroni

JR – Juristische Rundschau (periódico) (De Gruyter)

JSTF – Lex-Jurisprudência do Supremo Tribunal Federal (periódico) (Lex)

JSTJ – Lex-Jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça e dos Tribunais Regionais Federais (periódico) (Lex) (citação: quando citada só abreviatura e página, refere-se a julgado do STJ; decisões dos TRFs: sigla do TRF, região, abreviatura, página. Exemplo: TRF-3.ª-JSTJ 41/235)

JTACivSP – Julgados dos Tribunais de Alçada Civil de São Paulo (periódico) (Lex do v. 1 ao 70; Saraiva do v. 71 ao 82; RT do v. 83 em diante)

JTACrimSP – Julgados do Tribunal de Alçada Criminal de São Paulo (periódico) (Lex)

JTAMG – Revista de Julgados do Tribunal de Alçada do Estado de Minas Gerais (periódico)

JTARS – Julgados do Tribunal de Alçada do Rio Grande do Sul (periódico)

JTFR – Lex-Jurisprudência do Tribunal Federal de Recursos (periódico) (Lex Editora)

JTJ – Jurisprudência do Tribunal de Justiça (periódico) (Lex) (do v. 140 em diante) (V. RJTJSP, do v. 1 ao 139)

JTS – Julgados dos Tribunais Superiores (periódico) (Vellenich)

Juis – Jurisprudência Informatizada Saraiva (Saraiva)

Jur.It. - Juris Itinera – Revista do Ministério Público do Estado do Maranhão (periódico)

JurSTJ – Jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça (periódico) (Brasília Jurídica)

JuS – Juristische Schulung (Formação Jurídica) (periódico) (Beck)

Just. – Revista Justitia, órgão oficial do Ministério Público de São Paulo (periódico)

JZ – Juristenzeitung (Jornal dos Juristas) (periódico) (J.C.B.Mohr) (a partir de 6.1951)

K

KapMuG – Kapitalanleger-Musterverfahrensgesetz (Gesetz über Musterverfahren in kapitalmarktrechtlichen Streitigkeiten)

KO – Konkursordnung (Lei de Falências e Insolvência Civil Alemã)

L

L – Lei (federal)

LA – Lei de Alimentos (L 5478/68)

LACPLei da Ação Civil Pública (L 7347/85)

LAD – Lei das Ações Discriminatórias (L 6383/76)

LAdo – Lei de Adoção (L 12010/09)

LADIn – Lei que regula o processo e julgamento da ação direta de inconstitucionalidade e da ação declaratória de constitucionalidade (L 9868/99)

LADInt – Lei que regulamenta o processo e o julgamento da ação direta interventiva (representação interventiva) perante o STF (L 12562/11)

LADPF – Lei sobre o processo e julgamento da arguição de descumprimento de preceito fundamental (L 9882/99)

LAF – Lei das Alienações Fiduciárias (DL 911/69)

LAFIm – Lei do Sistema de Financiamento Imobiliário (L 9514/97)

LAGrav – Disciplina a concessão de alimentos ao nascituro – Lei dos alimentos “gravídicos” (L 11804/08)

LAgro – Lei do Agro (agronegócio) (L 13986/20)

LAI – Lei de Acesso a Informações (L 12527/11)

LAJLei de Assistência Judiciária (L 1060/50)

LAM – Letra de Arrendamento Mercantil

LAnistia – Lei da Anistia (L 6683/79)

LAPLei da Ação Popular (L 4717/65)

LArb – Lei da Arbitragem (L 9307/96)

LArq – Lei da Arqueologia (L 3924/61)

LAT – Lei Antitruste (Lei do Abuso do Poder Econômico) (L 8884/94)– revogada pela LDC

LATerror – Lei Antiterrorismo (L 13260, de 16.3.2018)

LBF – Lei da impenhorabilidade do bem de família (L 8009/90)

LBio – Lei de Biosseguranca (L 11105/05)

LC – Lei Complementar Federal

LCA – Letra de Credito do Agronegocio

LCadIn – Lei do CadIn (L 10522/02)

LCE – Lei Complementar Estadual (citação: abreviatura seguida da sigla do Estado correspondente)

LCh – Lei do Cheque (L 7357/85)

LCI – Lei do Condomínio e Incorporações (L 4591/64)

LCM – Lei da Correção Monetária (L 6899/81)

LCons – Lei do Consórcio (L 11795/08)

LCPLei das Contravencoes Penais (DL 3688/41)

LCrimAmb – Lei dos Crimes Ambientais (L 9605/98)

LCrimHed – Lei dos Crimes Hediondos (L 8072/90)

LCrimResp – Lei dos Crimes de Responsabilidade (L 1079/50)

LCTST – Lei que estabelece Competências do TST (L 7701/88)

LD – Lei das Desapropriações (DL 3365/41)

LDALei de Direitos Autorais (L 9610/98)

LDBLei de Diretrizes e Bases da Educacao Nacional (L 9394/96)

LDC – Lei de Defesa da Concorrencia (L 12529/11)

LDel – Lei Delegada

LDepInf – Lei do Depositário Infiel (L 8866/94)

LDi – Lei do Divórcio (L 6515/77)

LDO – Lei de Diretrizes Orçamentárias

LDP – Lei da Defensoria Pública (LC 80/94)

LDrog – Lei de Drogas (L 11343/06)

LDRA – Lei de Desapropriação de Imóvel Rural para fins de Reforma Agrária (LC 76/93)

LDup – Lei das Duplicatas (L 5474/68)

LE – Lei Estadual (citação: abreviatura seguida da sigla do Estado-membro e do número e ano da lei)

LECCI – Lei de Execução de Cédula de Crédito Industrial (DL 413/69)

LECCR – Lei de Execução de Cédula de Crédito Rural (DL 167/67)

LECH – Lei de Execução de Cédula Hipotecária (DL 70/66)

LEE – Lei das Empresas Estatais (L 13303/16)

LEFLei de Execução Fiscal (L 6830/80)

LEG – Lei de Engenharia Genética (L 8974/95) (revogada pela LBio – L 11105/05)

LEH – Lei de Execução Hipotecária (L 5741/71)

LEJ – Livro de Estudos Jurídicos (periódico) (Instituto de Estudos Jurídicos – RJ)

LEP – Lei de Economia Popular (L 1521/51)

LER – lesão por esforço repetitivo

LEUD – Livraria e Editora Universitária de Direito

LExP – Lei de Execução Penal (L 7210/84)

Lex-JTA – Lex-Jurisprudência dos Tribunais de Alçada Civil de São Paulo (Lex) (a partir do v. 71)

LFLei de Falencias (L 11101/2005)

LF/1945 – Lei de Falencias (DL 7661/45) (revogada pela LF)

LFerrari – Lei da Concessão e Distribuição Comercial (Lei Ferrari) (L 6729/79)

LG – Landgericht (Tribunal regional)

LGr – Lei de Greve (L 7783/89)

LGT – Lei Geral de Telecomunicações (L 9472/97) (revogou o Código Brasileiro de Telecomunicação — L 4117/62)

LHD – Lei do Habeas Data (L 9507/97)

LI – Lei do Inquilinato (L 8245/91)

LIALei de Improbidade Administrativa (L 8429/92)

LICCLei de Introdução ao Código Civil (DL 4657/42)– denominação alterada para LINDB (v. abaixo)

LICPLei de Introdução ao Código Penal (DL 3914/41)

LICPPLei de Introdução ao Código de Processo Penal (DL 3931/41)

LImp – Lei de Imprensa (L 5250/67)

LINDB – Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro (DL 4657/42)– nova denominação da LICC (Lei de Introdução ao Código Civil)

LIP – Lei da Investigacao de Paternidade (L 8560/92)

LIPSD – Lei do Inventário, Partilha, Separação e Divórcio Extrajudiciais (L 11441/07)

LIT – Lei das Interceptações Telefônicas (L 9296/96)

Litis – Revista Trimestral de Direito Processual (periódico) (vs. 1 a 4, 1974 a 1976)

LJELei dos Juizados Especiais Civeis e Criminais (L 9099/95) (v. LPC – L 7244/84)

LJEFed – Lei dos Juizados Especiais Civeis e Criminais Federais (L 10259/01)

LJEFP – Lei dos Juizados Especiais da Fazenda Pública (L 12153/09)

LL – Lei de Luvas (D 24150/34)

LLC – Lei da Letra de Câmbio e da Nota Promissória (D 2044/1908)

LLE – Lei da Intervenção e Liquidações Extrajudiciais de Instituições Financeiras (L 6024/74)

LLEcon – Lei da Liberdade Econômica (L 13874/19)

LLic – Lei de Licitações (L 8666/93)

LM – Lei Municipal (citação: abreviatura seguida do nome do município, sigla do Estado a que pertence, número e ano)

LMC – Lei de Medidas Cautelares (L 8437/92)

LMCF – Lei da Medida Cautelar Fiscal (L 8397/92)

LMCI – Lei do Marco Civil da Internet (L 12965/14)

LMed – Lei da Mediacao (L 13140/15)

LMI – Lei do Mandado de Injunção (L 13300/16)

LMig – Lei de Migração (L 13445/2017)

LMP – Lei que cria mecanismos para coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher (Lei Maria da Penha) (L 11340/06)

LMSLei do Mandado de Segurança (L 12016/09)

LMS/1951 – Lei do Mandado de Segurança (L 1533/51) (revogada pela LMS)

LMU – Lei Modelo UNCITRAL (Lei modelo da UNCITRAL para arbitragem)

LNB – Lei da Nacionalidade Brasileira (L 818/49)

LNR – Lei dos Notários e Registradores (L 8935/94)

LOAGU – Lei Orgânica da Advocacia Geral da União (LC 73/93)

LOAS – Lei de Organização da Assistência Social (L 8742/93)

loc. – local

LOEMP – Lei Orgânica Estadual do Ministério Público (citação: abreviatura seguida da sigla do Estado correspondente)

LOEMP-SP – Lei Orgânica do Ministério Público do Estado de São Paulo (LCE-SP 734/93)

LOJDFLei de Organização Judiciária do Distrito Federal (L 8185/91 – revogada pela L 11697/08)

LOJF – Lei de Organização da Justiça Federal (L 5010/66)

LOM – Lei Orgânica do Município (citação: abreviatura seguida do nome do município respectivo)

LOMN – Lei Orgânica da Magistratura Nacional (LC 35/79)

LOMP – Lei Orgânica Nacional do Ministério Público (L 8625/93)

LOMPU – Lei Orgânica do Ministério Público da União (LC 75/93)

LOPP – Lei Orgânica dos Partidos Políticos (L 9096/95)

LOPR – Lei de Organização da Presidencia da Republica (L 9649/98)

LOPS – Lei Orgânica da Previdência Social (L 3807/60)

LP – Lei das Locações Prediais Urbanas (L 6649/79)

LPA – Lei do Processo Administrativo Federal (L 9784/99)

LPAF – Lei do Processo Administrativo Fiscal (D 70235/72)

LPAII – Lei do Patrimônio de Afetação em Incorporações Imobiliárias (L 10931/04)

LPBPS – Lei de Planos e Benefícios da Previdência Social (L 8213/91)

LPC – Lei do Juizado Especial de Pequenas Causas (L 7244/84) (revogada pela LJE – L 9099/95)

LPDados – Lei de Proteção de Dados Pessoais (L 13709/2018)

LPE – Lei do Processo Eletrônico (L 11419/06)

LPF – Lei do Planejamento Familiar (L 9263/96)

LPILei da Propriedade Industrial (L 9279/96) (Revogou expressamente o Código da Propriedade Industrial – L 5772/71)

LPL – Lei do Processo Legislativo (LC 95/98)

LPN – Lei do Protesto Notarial (L 9492/97)

LPNId – Lei de Política Nacional do Idoso (L 8842/94)

LPNMA – Lei de Política Nacional do Meio Ambiente (L 6938/81)

LPPP – Lei da Parceria Público-Privada (L 11079/04)

LPS – Lei do Parcelamento do Solo (L 6766/79)

LR – Lei dos Recursos (que regula o procedimento dos recursos extraordinário e especial em matéria criminal) (L 8038/90)

LRCom – Lei da Representação Comercial (L 4886/65)

LRJET – Lei do Regime Jurídico Emergencial e Transitório das Relações de Jurídicas de Direito Privado no Período da Pandemia do Coronavirus (COVID 19) (L 14010/20)

LRPLei dos Registros Publicos (L 6015/73)

LSALei das Sociedades por Acoes (Lei das SA) (L 6404/76)

LSF – Lei do Sistema Financeiro (L 4595/64)

LSN – Lei de Segurança Nacional (L 7170/83)

LSV – Lei da Súmula Vinculante (L 11417/06)

LT – Lei do Tombamento (DL 25/37)

LTr – Revista Legislação Trabalhista (periódico) (LTr)

LTRF – Lei sobre os Tribunais Regionais Federais (L 7727/89)

LTur – Lei de Política Nacional de Turismo (L 11771/08)

LU – Lei da Usura (D 22626/33)

LUE – Lei do Usucapião Especial (L 6969/81)

LUnEst – Lei da União Estável (L 9278/96)

LUnif – Leis Uniformes sobre o Cheque e a Nota Promissória (Convenções de Genébra)

M

m. – mês

Man. – Manual

MC – Medida cautelar

MDR – Monatsschrift für Deutsches Recht (Escrito mensal de Direito Alemão) (periódico) (O.Schmidt)

MedProv – medida provisória

MI – mandado de injunção

MIC – mandado de injunção coletivo

Min. – Ministro

MJ – Ministério de Justiça

MP – Ministério Público

MPDFT – Ministério Público do Distrito Federal e Territórios

MPE – Ministério Público dos Estados

MPEleit – Ministério Público Eleitoral

MPF – Ministério Público Federal

MPM – Ministério Público Militar

MPPR – MP (Órgão oficial do Ministério Público do Estado do Paraná) (periódico)

MPT – Ministério Público do Trabalho

MPU – Ministério Público da União

MS – mandado de segurança

MSC – mandado de segurança coletivo

MünchKommBGB Münchener Kommentar zum Bürgerlichen Gesetzbuch (“Comentário de Munique sobre o Código Civil Alemão (BGB)”), 6.ª ed., 11 vs., München: Beck, a partir de 2012; 5.ª ed., 11 vs., a partir de 2006; 3.ª ed., 10 vs., a partir de 1992. Obra coletiva (citado: v., autor, § do BGB, número e página)

MünchKommZPO Münchener Kommentar zur Zivilprozeßordnung (“Comentário de Munique sobre a Ordenança Processual Civil Alemã (ZPO)”), 3 vs., 5.ª ed., München: Beck, 2016, v. 1: §§ 1-354, v.2: §§ 355-945b; v. 3: §§ 946-1117 + EGZPO, GVG, EGGVG, UKlaG, Internationales und Europäisches Zivilprozessrecht; 3.ª ed., vs. I e III: 2008, v. II: 2007; 2.ª ed., 2000. Obra coletiva editada por Wolfgang Krüger e Thomas Rauscher. 3.ª ed., editada por Thomas Rauscher, Peter Wax e Joachim Wenzel (citado: v., autor, § da ZPO, número e página)

m.v. – maioria de votos

N

n. – número

NDI – Nuovo Digesto Italiano, Torino: UTET (obra coletiva) (citação: autor, verbete, volume, página)

NNDI – Novissimo Digesto Italiano, Torino: UTET (obra coletiva) (citação: autor, verbete, volume, página)

NJW – Neue Juristische Wochenschrift (Novo Escrito Jurídico Semanal) (periódico) (Beck) (citação: ano da revista e página. Ex.: NJW 1989, 234)

NRDF – Nova Realidade do Direito de Família (periódico)

ns. – números

NSC – Normas de Serviço da Corregedoria Geral da Justiça de São Paulo (Prov. 50/89)

Núcleo – Boletim informativo do Núcleo Fé e Cultura, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) (periódico)

O

OAB – Ordem dos Advogados do Brasil

OAB-CF – Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil

OAB-CF-CP – Conselho Pleno do Conselho Federal da OAB

OAB-CF-OE – Órgão Especial do Conselho Pleno do Conselho Federal da OAB

ob. – obra

obs. – observação

OE – órgão especial

OGM – organismo geneticamente modificado

OIT – Organização Internacional do Trabalho

OJ – Orientação jurisprudencial (v. TST-OJ)

OLG – Oberlandesgericht (Tribunal Estadual Superior)

OMC – Organização Mundial do Comércio

OMS – Organização Mundial da Saúde

ONG – Organização não governamental (3.º setor)

ONU – Organização das Nações Unidas

OR – Obligationenrecht (Código das Obrigações suíço, de 30.3.1911) (v. CObr. suíço)

Ord. Afons. – Ordenações Afonsinas

Ord. Fil. – Ordenações Filipinas

Ord. Man. – Ordenações Manuelinas

org. – organizador, organizadores

org.jud. – organização judiciária

OSCIP – Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (v. L 9790/99)

P

p. – página

p/ – para

PA – processo administrativo

PADO – procedimento de apuração de descumprimento de obrigação

PAJ – Procuradoria de Assistência Judiciária par. ou § – parágrafo

par.ún. – parágrafo único

PASEPPrograma de Formacao do Patrimonio do Servidor Público

Pet – petição

PF – Polícia Federal

PGE – Procurador Geral do Estado; Procuradoria Geral do Estado

PGJ – Procurador Geral de Justiça; Procuradoria Geral de Justiça

PGM – Procurador Geral do Município; Procuradoria Geral do Município

PGR – Procurador Geral da República; Procuradoria Geral da República

PISPrograma de Integracao Social

PJ – Paraná Judiciário (periódico) (Juruá)

PLC – Projeto de Lei da Câmara dos Deputados

PLS – Projeto de Lei do Senado Federal

PN – precedente normativo

PNE – Plano Nacional de Educação (aprovado pela L 10172/01)

Port. – Portaria

pp. – páginas

PPP – parceria público privadas

Prec. – precatório

Preced – precedente

prelim. – preliminar; preliminares

PROCON – Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor

I ENJE – 1.º Encontro Nacional de Coordenadores de Juizados Especiais Cíveis e Criminais, realizado em Natal-RN, maio de 1997

1.º JEC-SP – Enunciados do 1.º Encontro de Juízes de Juizados Especiais Cíveis da Capital e da Grande São Paulo (publicados em “Tribuna da Magistratura”, dez./98, p. 23) (citação: abreviatura seguida do número do enunciado)

1.º TACivSP – Primeiro Tribunal de Alçada Civil de São Paulo (extinto – EC 45/04)

princ. – princípio; princípios

proc. – processo; processual

ProdHaftG – Gesetz über die Haftung für fehlerhafte Produkte (Produkthaftungsgesetz), de 15.11.1989 (Lei alemã de responsabilidade pelo fato do produto)

Prov. – provimento

PU – Pedido de uniformização da jurisprudência das decisões divergentes das Turmas Recursais dos Juizados Especiais Federais

publ. – publicado

Q

QO – questão de ordem

quest. – questões

quinz. – quinzenal

R

RA – Revista do Advogado (periódico) (Associação dos Advogados de São Paulo – AASP)

RAET – Regime de Administração Especial Temporária

RAM – Revista de Arbitragem e Mediação (periódico) (RT)

RAMPR – Revista da Associação dos Magistrados do Paraná (periódico)

RArpen-SP – Revista da Arpen (Associação de Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo)

RBA – Revista Brasileira da Advocacia (periódico) (RT)

RBCC – Revista Brasileira de Ciências Criminais (periódico) (RT)

RBDAmb – Revista Brasileira de Direito Ambiental (periódico) (Fiúza)

RBDCCC – Revista Brasileira de Direito Civil, Constitucional e Relações de Consumo (periódico) (Fiúza)

RBDF – Revista Brasileira de Direito de Família (periódico) (Síntese)

RBDP – Revista Brasileira de Direito Processual (periódico) (Forense) (vs. 1 a 58, 1975 a 1988)

RBDProRevista Brasileira de Direito Processual (periódico) (Fórum) – sucessora da RBDP (a partir do v. 59, 2007)

RBEP – Revista Brasileira de Estudos Políticos – BH – MG – Brasil

RBPI – Revista Brasileira de Política Internacional (periódico) (IBRI – UnB-Brasília-DF)

RCADE – Revista do CADE (periódico)

RCCN – Regimento Comum do Congresso Nacional (Resolução n. 1, de 11.8.1970)

RCD – pedido de reconsideração

RCDC – Regulamento do Código de Defesa do Consumidor (D 2181, de 20.3.1997)

RCDUFU – Revista do Curso de Direito da Universidade Federal de Uberlândia (v. RFDUU)

RCGRS – Revista da Consultoria Geral do Estado do Rio Grande do Sul (periódico)

RCiJur – Revista Ciência Jurídica (periódico) (Ed. Ciência Jurídica)

RCJ – Revista de Crítica Judiciária (periódico) (Forense) (vs. 1 a 5, 1987 a 1989)

RCJFRegimento de Custas da Justiça Federal (L 9289/96)

Recl – reclamação

RDA – Revista de Direito Administrativo (periódico) (FGV)

RDAI – Revista de Direito Administrativo e Infraestrutura (periódico) (Thomson Reuters/RT)

RDAmb – Revista de Direito Ambiental (periódico) (RT)

RDB – Revista de Direito Bancário e do Mercado de Capitais (periódico) (RT)

RDC – Revista de Direito Civil, Imobiliário, Agrário e Empresarial (periódico) (RT)

RDCC – Revista de Direito Civil Contemporâneo (periódico) (RT)

RDCI – Revista de Direito Constitucional e Internacional (periódico) (RT) (sucessora dos Cadernos de Direito Constitucional e Ciência Política – CDCCP) – V. CDCCP

RDCom – Revista de Direito das Comunicações (periódico) (RT)

RDCons – Revista de Direito do Consumidor (periódico) (RT)

RDDP – Revista Dialética de Direito Processual (periódico) (Dialética) (a partir de abril/2003)

RDDP-RJ – Revista de Direito da Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro (periódico)

RDE – Revista de Direito Econômico (periódico)

RDEmp – Revista de Direito Empresarial (periódico) (RT)

RDI – Revista de Direito Imobiliário (periódico) (RT)

RDIJ – Revista de Direito da Infância e da Juventude (periódico) (RT)

RdialéticaTrib – Revista Dialética de Direito Tributário (periódico) (Oliveira Rocha)

RDIE – Revista de Direito Internacional e Econômico (Ed. Síntese)

RDFS – Revista de Direito de Família e Sucessões (periódico) (RT)

RDJ – Revista de Doutrina e Jurisprudência (periódico)

RDJTJDF – Revista de Doutrina e Jurisprudência do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (periódico)

RDM – Revista de Direito Mercantil, Industrial, Econômico e Financeiro (periódico) (RT)

RDMPG – Revista de Direito do Ministério Público do Estado da Guanabara (periódico)

RDP – Revista de Direito Público (periódico) (RT) (ns. 1 a 100, 1967 a 1991)

RDPC – Revista de Direito Processual Civil (periódico) (Saraiva) (vs. 1 a 6, 1960 a 1967)

RDPGEG – Revista de Direito da Procuradoria-Geral do Estado da Guanabara (periódico)

RDPen – Revista de Direito Penal (periódico) (RT – Forense)

RDPriv – Revista de Direito Privado (periódico) (RT)

RDR – Revista de Direito Renovar (periódico) (Renovar)

RDRE – Revista de Direito Recuperacional e Empresa (periódico) (RT)

RDT – Revista de Direito do Trabalho (periódico) (RT)

RDTJRJ – Revista de Direito do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (periódico)

RDTr – Revista de Direito Tributário (periódico) (RT)

RE – recurso extraordinário

RE repet – recurso extraordinário repetitivo

Rec. – Recurso

Recom. – Recomendação

ReDAC – Revista de Direito Administrativo Contemporâneo (periódico) (RT)

REDB – Repertório Enciclopédico do Direito Brasileiro (Borsoi) (obra coletiva em 49 vs. dirigida por Carvalho Santos) (citação: autor, verbete, volume, página)

Reformatio – Reformatio – Zeitschrift für Kultur, Politik, Kirche (Bern: Theologischen Verlag Zürich TVZ) (periódico) (desde 1952)

reimp. – reimpressão

REJ-Unesp – Revista de Estudos Jurídicos da Unesp (Universidade Estadual Paulista) (periódico)

rel. – relator, relatora

rel. orig. – relator (a) original

rel. p/ ac. – relator (a) para acórdão

Rel. NCPC Senado – Relatório da Comissão de Juristas encarregada de elaborar o Novo Código de Processo Civil (dez. 2009)

Renovar – Revista de Direito Renovar (periódico) (Ed. Renovar Ltda.)

RENM – Revista da Escola Nacional da Magistratura (AMB) (periódico)

REO – remessa ex officio

Rep – representação

REPM – Revista da Escola Paulista da Magistratura (periódico) (editada pela Associação Paulista de Magistrados – Apamagis e Escola Paulista da Magistratura)

Res. – resolução

REsp – recurso especial

REsp repet – recurso especial repetitivo

ret. – retificação; retificado

RETrib – Revista de Estudos Tributários (periódico) (Síntese)

Rev.Der.Proc. – Revista de Derecho Procesal (periódico) (Edersa, Madrid)

Rev.EMERJ – Revista da EMERJ – Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro (periódico)

Rev.Fac.Dir. PUC-RS – Revista da Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS)

Rev.Fac.Dir. Taubaté – Revista da Faculdade de Direito de Taubaté – UNITAU (periódico)

RF – Revista Forense (periódico) (Forense)

RFA – República Federal da Alemanha

RFAAP – Revista da Faculdade de Direito da FAAP (Fundação Armando Álvares Penteado) (periódico)

RFDDD – Regulamento do Fundo Federal de Defesa de Direitos Difusos e Coletivos (D 1306/94) (v. CFDDD)

RFDUFGO – Revista da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Goiás (periódico)

RFDUFMG – Revista da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais (periódico)

RFDUFPe – Revista da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Pelotas-RS (periódico)

RFDUFPR – Revista da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Paraná (periódico)

RFDUSP – Revista da Faculdade de Direito da USP (periódico)

RFDUU – Revista da Faculdade de Direito da Universidade de Uberlândia (v. RCDUFU)

RFS-CPC – Parecer final da Comissão Temporária do Código de Processo Civil no Senado Federal, sobre o Substitutivo da Câmara dos Deputados ao PLS 166/10, que estabelece o Código de Processo Civil, aprovado em 4.12.2014

RG – repercussão geral

RGBl – Reichsgesetzblatt (Diário Oficial do Reich Alemão) (foi substituído pelo BGBl)

RGZ – Entscheidungen des Reichsgerichts in Zivilsachen (periódico) (Decisões do Tribunal do Reich em Matéria Civil)

RHC – recurso ordinário em habeas corpus

RHD – recurso ordinário em habeas data

RI – regimento interno

RIAB – Revista do Instituto dos Advogados Brasileiros (periódico)

RIAPR – Revista do Instituto dos Advogados do Paraná (periódico)

RIASP – Revista do Instituto dos Advogados de São Paulo (periódico) (RT)

RIBRAC – Revista do IBRAC (Instituto Brasileiro de Estudos das Relações de Concorrência e de Consumo) (Periódico)

RICADE – Regimento Interno do Conselho Administrativo de Defesa Econômica – CADE (Resolução n. 1, de 29.5.2012)

RICâmDep – Regimento Interno da Câmara dos Deputados (Resolução n. 17, de 21.9.1989)

RICMS – Regulamento do ICMS

RICNJ – Regimento Interno do Conselho Nacional de Justiça

RICNMP – Regimento Interno do Conselho Nacional do Ministério Público

RIConsJurMJ – Regimento Interno da Consultoria Jurídica do Ministério da Justiça

RIDP – Revista Iberoamericana de Derecho Procesal (periódico)

RIL – Revista de Informação Legislativa (periódico) (Senado Federal)

RIMA – Relatório de Impacto Ambiental

RIP – Revista Interesse Público (periódico) (Notadez)

RIPE – Revista do Instituto de Pesquisas e Estudos (periódico) (Instituições Toledo de Ensino – Bauru)

RISenFed – Regimento Interno do Senado Federal (Ato da Mesa n. 1, de 22.12.2006)

RISTF – Regimento Interno do Supremo Tribunal Federal

RISTJ – Regimento Interno do Superior Tribunal de Justiça

RISTM – Regimento Interno do Superior Tribunal Militar

RITJSP – Regimento Interno do Tribunal de Justiça de São Paulo

RITRF – Regimento Interno do Tribunal Regional Federal (citação: abreviatura seguida da região. Ex.: RITRF-3.ª)

RIV – Relatório de Impacto de Vizinhança

Riv.Dir.Civ. – Rivista di Diritto Civile (periódico) (Cedam)

Riv.Dir.Comm. – Rivista di Diritto Commerciale (periódico) (Vallardi)

Riv.Dir.Proc. – Rivista di Diritto Processuale (periódico) (Cedam)

Riv.Dir.Proc.Civ. – Rivista di Diritto Processuale Civile (periódico) (Cedam)

Riv.Trim.Dir.Proc.Civ. – Rivista Trimestrale di Diritto e Procedura Civile (periódico) (Giuffrè)

RJ – Revista Jurídica (periódico) (Porto Alegre); recuperação judicial

RJAdcoas – Revista de Jurisprudência ADCOAS (periódico) (Esplanada)

RJConsulex – Revista Jurídica Consulex (periódico) (Consulex)

RJDTACrimSP – Revista de Julgados e Doutrina do Tribunal de Alçada Criminal do Estado de São Paulo (periódico) (publicação oficial do TACrimSP)

RJE – Revue juridique de l’environnement (periódico) (Société française pour le droit de l’environnement – SFDE)

RJEsc – Revista de Jurisprudência Escolhida (Revista do Primeiro Tribunal de Alçada Civil de São Paulo) (periódico)

RJEsp – Revista dos Juizados Especiais (periódico) (Fiúza Editores)

RJEsp-DF – Revista dos Juizados Especiais do Distrito Federal e Territórios (periódico)

RJLEMI – Revista Jurídica LEMI (periódico)

RJM – Revista Jurisprudência Mineira (periódico)

RJMin – Revista Jurídica Mineira (periódico)

RJMPC – Revista Jurídica do Ministério Público Catarinense (periódico)

RJTAMG – Revista de Jurisprudência do Tribunal de Alçada de Minas Gerais (periódico)

RJTJE – Revista de Jurisprudência do Tribunal de Justiça dos Estados (periódico) (Vellenich)

RJTJEG – Revista de Jurisprudência do Tribunal de Justiça do Estado da Guanabara (periódico)

RJTJMS – Revista de Jurisprudência do Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso do Sul (periódico)

RJTJRJ – Revista de Jurisprudência do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (periódico)

RJTJRS – Revista de Jurisprudência do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (periódico)

RJTJSP – Revista de Jurisprudência do Tribunal de Justiça de São Paulo (periódico) (Lex) (n. 1 a 139) (V. JTJ, do v. 140 em diante)

RLPNId – Regulamento da Lei de Política Nacional do Idoso (D 1948/96)

RMDUnifieo – Revista Mestrado em Direito do Centro Universitário FIEO – Osasco

RMI – recurso ordinário em mandado de injunção

RMP – Revista do Ministério Público (periódico)

RMPBA – Revista do Ministério Público do Estado da Bahia (periódico)

RMPRJ – Revista do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (periódico)

RMPRS – Revista do Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul (periódico)

RMPT – Revista do Ministério Público do Trabalho (periódico)

RMS – recurso ordinário em mandado de segurança

RN – remessa necessária (CPC 475)

RNDJ – Revista Nacional de Direito e Jurisprudência (periódico) (Nacional de Direito Livraria Editora)

RO – recurso ordinário

ROAB – Revista da OAB (Conselho Federal) (periódico)

ROABRJ – Revista da OAB do Rio de Janeiro (periódico)

ROABSP – Revista da OAB de São Paulo (periódico)

ROC – recurso ordinário constitucional

ROCrim – recurso ordinário em matéria criminal

ROMS – recurso ordinário em mandado de segurança

RP – Revista de Processo (periódico) (RT)

Rp – representação

RPC – Revista de Processo Comparado (periódico) (Thomson Reuters/RT)

RpflG – Rechtspflegergesetz (Lei dos Administradores Judiciais da RFA)

RPGEBA – Revista da Procuradoria Geral do Estado da Bahia (periódico)

RPGECE – Revista da Procuradoria Geral do Estado do Ceará (periódico)

RPGEGB – Revista de Direito da Procuradoria Geral do Estado da Guanabara (periódico)

RPGEGO – Revista de Direito da Procuradoria Geral do Estado de Goiás (periódico)

RPGEMS – Revista da Procuradoria Geral do Estado do Mato Grosso do Sul (periódico)

RPGERJ – Revista de Direito da Procuradoria Geral do Estado do Rio de Janeiro (periódico)

RPGERS – Revista da Procuradoria Geral do Estado do Rio Grande do Sul (periódico)

RPGESP – Revista da Procuradoria Geral do Estado de São Paulo (periódico)

RPGJRJ – Revista de Direito da Procuradoria Geral de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (periódico)

RPGR – Revista da Procuradoria Geral da República (periódico) (RT)

RPS – Revista da Previdência Social (periódico) (Ed. LTr)

RR – recurso de revista

RSCD – Parecer do Relator, na Câmara dos Deputados, do PL 6025/05, do PL 8046/10 e outros apensos, que tratam do Código de Processo Civil, revogando a L 5869/73. Apresentado à Comissão Especial da Câmara em 2.7.2013 pelo relator, Dep. Paulo Teixeira. Disponível em: [www.câmara.gov.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra?codteor=1086929&filename=Tramitacao-PL+6025/2005]. Acesso em 6.9.2013

RSDCPC – Revista Síntese de Direito Civil e Processual Civil (periódico) (Síntese)

RST – Revista Síntese Trabalhista (periódico) (Síntese)

RSTJ – Revista do Superior Tribunal de Justiça (periódico)

RT – Revista dos Tribunais (periódico) (RT)

RT-SP – Revista dos Tribunais São Paulo (periódico) (RT)

RTCMSP – Revista do Tribunal de Contas do Município de São Paulo (periódico)

RTCSP – Revista do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (periódico)

RTCU – Revista do Tribunal de Contas da União (periódico)

RTDC – Revue Trimestrielle de Droit Civil (periódico) (Dalloz)

RTDCiv – Revista Trimestral de Direito Civil (periódico) (Ed. Padma)

RTDP – Revista Trimestral de Direito Público (periódico) (Malheiros)

RTFP – Revista Tributária e de Finanças Públicas (periódico) (RT)

RTFR – Revista do Tribunal Federal de Recursos (periódico) (Lex)

RTInf – RT Informa (boletim da Revista dos Tribunais)

RTJ – Revista Trimestral de Jurisprudência (do STF) (periódico)

RTJE – Revista Trimestral de Jurisprudência dos Estados (periódico)

RTJPA – Revista do Tribunal de Justiça do Estado do Pará (periódico)

RTRF-3.ª – Revista do Tribunal Regional Federal da 3.ª Região (São Paulo) (periódico)

RTRT-5.ª – Revista do Tribunal Regional do Trabalho da 5.ª Região (periódico)

RTRT-8.ª – Revista do Tribunal Regional do Trabalho da 8.ª Região (periódico)

RTRT-9.ª – Revista do Tribunal Regional do Trabalho da 9.ª Região (periódico)

RUCSP – Revista da Universidade Católica de São Paulo (periódico)

RvCr – revisão criminal

S

s/ – sobre

SA – sociedade anônima

s/d – sem data

SchwJZ – Schweizerische Juristen-Zeitung (periódico)

SDC – Seção Especializada em Dissídios Coletivos (do TST) – L 7701/88 2.º

SDE – Secretaria de Direito Econômico (Ministério da Justiça)

SDI – Seção Especializada em Dissídios Individuais (do TST) – L 7701/88 3.º

SDP – Revista Síntese de Direito Penal e Processual Penal (periódico) (Ed. Síntese)

SE – sentença estrangeira

SEAE – Secretaria de Acompanhamento Econômico (Ministério da Fazenda)

seç. – seção

SEC – sentença estrangeira contestada

II ENJE – 2.º Encontro Nacional de Coordenadores de Juizados Especiais Cíveis e Criminais, realizado em Cuiabá-MT, dezembro de 1997

2.º TACivSP – Segundo Tribunal de Alçada Civil de São Paulo (extinto – EC 45/04)

2.º TACivSP Jubileu – Segundo Tribunal de Alçada Civil de São Paulo, Trabalhos Jurídicos, Edição Comemorativa do Jubileu de Prata (1972-1997), Ed. Oliveira Mendes, SP, 1997

SELIC – Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (taxa prevista em norma interna do Banco Central do Brasil)

Sen. – Senador

Serasa – Centralização dos Serviços dos Bancos S/A

SFH – Sistema Financeiro da Habitação

SIMP – Simpósio de Direito Processual Civil, realizado em Curitiba (outubro/1975) (citadas as conclusões publicadas em RT 482/270). Conclusões também publicadas, com outra numeração, em RF 252/24, RP 3/142, Ajuris 6/148 e RBDP 5/191. Exemplo: SIMP XXI

Simp RJ – Simpósio sobre os resultados obtidos nos primeiros meses de aplicação do novo Código de Processo Civil, realizado no Rio de Janeiro, de 28 a 30 de agosto de 1974, promovido pela AMB (Associação dos Magistrados Brasileiros) e UEG (Universidade do Estado da Guanabara). Proposições aprovadas publicadas na RAMPR 1 (nov-dez/1974), pp. 11/36. Exemplo de citação: Simp RJ III (3.ª comissão)

Simples – Regime Especial Unificado de Arrecadação de Tributos e Contribuições devidos pelas Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (v. ENM)

Sinase – Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (L 12594/12)

SJ – Seção Judiciária

SJZ – Süddeutsche Juristenzeitung (periódico) (J.C.B.Mohr) (1.1946 a 5.1950 – depois: JZ)

SL – suspensão de liminar

s/n – sem número

SNDC – Sistema Nacional de Defesa do Consumidor

SNDE – Secretaria Nacional de Direito Econômico

SPC – Serviço de Proteção ao Crédito

SPU – Serviço do Patrimônio da União

SRF – Secretaria da Receita Federal

ss. – seguintes

SS – suspensão de segurança

ST – Revista Síntese Trabalhista (periódico) (Ed. Síntese)

StA – Staatsanwalt; Staatsanwaltschaft (Promotor de Justiça; Ministério Público)

STA – suspensão de tutela antecipada

StAMG – Gesetz über die Mitwirkung des Staatsanwalt in bürgerlichen Rechtssachen (Staatsanwaltsmitwirkungsgesetz) (Lei sobre a Intervenção do Ministério Público em Matéria Civil, de 15.7.1941 – RGBl I, 1941, p. 383)

STF – Supremo Tribunal Federal

STF (número) – Súmula simples do STF (citação: abreviatura seguida do número do verbete, ambos em negrito; texto do enunciado entre aspas e em itálico)

STF-V (número) – Súmula vinculante do STF (citação: abreviatura seguida do número do verbete, ambos em negrito; texto do enunciado entre aspas e em itálico)

StGB – Strafgesetzbuch (Código Penal)

STJ – Superior Tribunal de Justiça

STJ (número) – Súmula do STJ (citação: abreviatura seguida do número do verbete, ambos em negrito; texto do enunciado entre aspas e em itálico)

STJ-A (número) – Enunciado administrativo do STJ (citação: abreviatura seguida do número do verbete, ambos em negrito; texto do enunciado entre aspas e em itálico)

StPO – Strafprozeßordnung (Ordenança Processual Penal)

supl. – suplemento

SUDECO – Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste

SUDEPE – Superintendência do Desenvolvimento da Pesca

SUSEP – Superintendência de Seguros Privados

T

T – Turma

t. – tomo

TA – Tribunal de Alçada (extintos – EC 45/04)

TAC – termo de ajustamento de conduta

TACivMG, TAMG – Tribunal de Alçada Civil de Minas Gerais (extinto – EC 45/04)

TACivRJ – Tribunal de Alçada Civil do Rio de Janeiro (extinto – EC 45/04)

TACivSP – Tribunal de Alçada Civil de São Paulo (extinto – EC 45/04)

TACrimSP – Tribunal de Alçada Criminal de São Paulo (extinto – EC 45/04)

TARS – Tribunal de Alçada do Rio Grande do Sul (extinto e incorporado pelo TJRS – LE-RS 11133/98)

tb. – também

TCiv. – Turma Cível

TDA – títulos da dívida agrária

TDF – títulos da dívida pública federal

TEDH – Tribunal Europeu dos Direitos do Homem

TED-OAB – Tribunal de Ética e Disciplina da OAB. As citações identificarão o local: TED-OAB-SP, TED-OAB-RJ etc.

III ENJE – 3.º Encontro Nacional de Coordenadores de Juizados Especiais Cíveis e Criminais do Brasil, realizado em Curitiba-PR (4 e 5 de maio de 1998) (citação: abreviatura seguida do número da conclusão)

III ENJE-Crim – 3.º Encontro Nacional de Coordenadores de Juizados Especiais Cíveis e Criminais do Brasil, realizado em Curitiba-PR (4 e 5 de maio de 1998). Conclusões em matéria criminal (citação: abreviatura seguida do número da conclusão)

TFR – Tribunal Federal de Recursos (extinto – CF/1988)

Tít. – título

TJ – Tribunal de Justiça (citação: abreviatura seguida da sigla do Estado)

TJAL – Tribunal de Justiça de Alagoas

TJMG – Tribunal de Justiça de Minas Gerais

TJSP – Tribunal de Justiça de São Paulo

trad. – tradução; tradutor

Trat. – Tratado

TRE – Tribunal Regional Eleitoral (citação: abreviatura seguida do Estado)

TRF – Tribunal Regional Federal (citação: abreviatura seguida da região. Exemplo: TRF-3.ª)

TRR – Turmas Recursais Reunidas de Juizados Especiais Federais (LJEFed 14 § 2.º)

TRRJ-Civ – Turma Recursal dos Juizados Especiais do Rio de Janeiro (enunciados cíveis) (citação: abreviatura seguida do número do enunciado)

TRRJ-Crim – Turma Recursal dos Juizados Especiais do Rio de Janeiro (enunciados criminais) (citação: abreviatura seguida do número do enunciado)

TRRS – Turmas Recursais dos Juizados Especiais do Rio Grande do Sul (enunciados de sua súmula) (citação: abreviatura seguida do número do enunciado)

TRT – Tribunal Regional do Trabalho (citação: abreviatura seguida da região. Exemplo: TRT-2.ª)

ts. – tomos

TSE – Tribunal Superior Eleitoral

TST – Tribunal Superior do Trabalho

TST-IN – Instrução Normativa do Tribunal Superior do Trabalho (citação: abreviatura seguida do número e ano da Instrução Normativa))

TST-OJ-SDC – Orientação jurisprudencial da Seção de Dissídio Coletivo do Tribunal Superior do Trabalho (citação: abreviatura seguida do número da Orientação)

TST-OJ-SDI-1 – Orientação jurisprudencial da Seção de Dissídio Individual 1 do Tribunal Superior do Trabalho (citação: abreviatura seguida do número da Orientação)

TST-OJ-SDI-2 – Orientação jurisprudencial da Seção de Dissídio Individual 2 do Tribunal Superior do Trabalho (citação: abreviatura seguida do número da Orientação)

TST-OJ-SDI-Tr – Orientação jurisprudencial da Seção de Dissídio Individual Transitória do Tribunal Superior do Trabalho (citação: abreviatura seguida do número da Orientação)

TST-OJ-TP – Orientação jurisprudencial do Tribunal Pleno do Tribunal Superior do Trabalho (citação: abreviatura seguida do número da Orientação)

TUJ – Turma de Uniformização das Decisões das Turmas Recursais dos Juizados Especiais Federais

TUJ (número) – Súmula da Turma de Uniformização das Decisões das Turmas Recursais dos Juizados Especiais Federais (citação: abrevitura e número da súmula em negrito, texto da súmula em itálico e entre aspas)

U

UJur – uniformização da jurisprudência

ult. – ulterior; ulteriormente

UmweltHG – Umwelthaftungsgesetz (Lei alemã sobre a responsabilidade por danos causados ao meio ambiente, de 10.12.1990)

un. – unânime; único

UnB – Universidade de Brasília (Distrito Federal)

UNCITRAL – United Nations Commission on International Trade Law (Comissão das Nações Unidas sobre Direito Comercial Internacional)

UNIDROIT – International Institute for the Unification of Private Law (Instituto Internacional para a Unificação do Direito Privado)

V

v. – ver; veja; volume

V ENJE – 5.º Encontro Nacional de Coordenadores de Juizados Especiais Cíveis e Criminais do Brasil, realizado em Salvador-BA (18 a 21 de maio de 1999). Conclusões cíveis, publicadas no BolAASP 2126/12-supl. (citação: abreviatura seguida do número da conclusão)

V ENJE-Crim – 5.º Encontro Nacional de Coorde-nadores de Juizados Especiais Cíveis e Criminais do Brasil, realizado em Salvador-BA (18 a 21 de maio de 1999). Conclusões criminais, publicadas no BolAASP 2126/12-supl. (citação: abreviatura seguida do número da conclusão)

V ENTA – 5.º Encontro Nacional dos Tribunais de Alçada, realizado no Rio de Janeiro (23 a 26 de novembro de 1981) (citação das conclusões) (Conclusões publicadas em JTACivSP 72/9 e nos Anais do V Encontro dos Tribunais de Alçada do Brasil - Cíveis, Ed. Esplanada, RJ, 1982)

Valor – Valor Econômico (jornal periódico econômico – SP)

VerbrKrG – Verbraucherkreditgesetz (Lei alemã sobre crédito ao consumidor, de 17.12.1990)

VerwArch – Verwaltungsarchiv (Arquivo Administrativo) (periódico, Köln-Berlin-Bonn-Müinchen: Carl Heymanns Verlag)

VwGO – Verwaltungsgerichtsordnung (Ordenança alemã sobre o tribunal administrativo, de 19.3.1991)

VwVfG – Verwaltungsverfahrensgesetz (Lei federal alemã sobre o Processo Administrativo, de 25.5.1976)

VI ENTA – 6.º Encontro Nacional dos Tribunais de Alçada, realizado em Belo Horizonte (31 de maio a 3 de junho de 1983) (citação das conclusões) (Conclusões publicadas em Ajuris 28/127, RBDP 42/211, RT 580/297, RF 289/408 e nos Anais do VI Encontro dos Tribunais de Alçada do Brasil, TAMG, Ed. Littera Maciel, Belo Horizonte, 1984)

v.g. – verbi gratia

Vox – Vox Legis (periódico)

vs. – volumes

v.u. – votação unânime

W

WA – warrant agrário

WRV – Die Verfassung des Deutschen Reichs, von 11. August 1919 (Weimarer Reichsverfassung) (Constituição de Weimar, de 11.8.1919)

Z

ZGB – Zivilgesetzbuch (Código Civil suíço, de 10.12.1907) (v. CC suíço)

ZPO – Zivilprozeßordnung (Ordenança Processual Civil alemã, de 30.1.1877)

ZPO austr. – Zivilprozeßordnung (Ordenança Processual Civil austríaca, de 1.º.8.1895)

ZPR – Zivilprozeßrecht (Direito Processual Civil)

ZdZP – Zeitschrift für deutschen Zivilprozeß (Revista do Processo Civil Alemão) (periódico) (Carl Heymanns Verlag)

ZZP – Zeitschrift für Zivilprozeß (Revista de Processo Civil) (periódico) (Carl Heymanns Verlag)

ZZPInt – Zeitschrift für Zivilprozeß International (Jahrbuch des Internationalen Zivilprozeßrechts) (Revista de Processo Civil Internacional) (Anuário do Direito Processual Civil Internacional) (periódico) (Carl Heymanns)

ABREVIATURAS (OBRAS CITADAS)

A

Abboud. Discricionariedade – Georges Abboud. Discricionariedade administrativa e judicial: o ato administrativo e a decisão judicial, SP: RT, 2014

Abboud. Jurisdição constitucional – Georges Abboud. Jurisdição constitucional e direitos fundamentais, SP: RT, 2011

Abboud. Processo Constitucional – Georges Abboud. Processo constitucional brasileiro, 4.ª ed., SP: RT/Thomson Reuters, 2020; 3.ª ed., 2019; 2.ª ed., 2018; 1.ª ed. 2016

Abboud-Carnio-Oliveira. Introdução- – Georges Abboud, Henrique Garbellini Carnio e Rafael Tomaz de Oliveira. Introdução ao direito: teoria, filosofia e sociologia do direito. 5.ª ed., SP: RT/Thomson Reuters, 2020; 4.ª ed., 2019. Desde a 4.ª ed., nova edição, reformulada, de Introdução à teoria e à filosofia do direito, 3.ª ed., SP: RT, 2015; 2.ª ed., 2014; 1.ª ed., 2013

Abelha. ACP – Marcelo Abelha Rodrigues. Ação civil pública e meio ambiente, 2.ª ed., RJ: Forense Universitária, 2004

Abelha. Elementos Dir. Ambiental – Marcelo Abelha Rodrigues. Elementos de direito ambiental, 2.ª ed., SP: RT, 2005

Abelha. Elementos DPC – Marcelo Abelha Rodrigues. Elementos de direito processual civil, SP: RT, 2003. v. I, 3.ª ed.; v. II, 2.ª ed. (abrev.: v. I; v. II)

Abelha. Execução – Marcelo Abelha Rodrigues. Manual da execução civil, 2.ª ed., RJ: Forense Universitária, 2007

Abelha. Instit. Dir. Ambiental 1 – Marcelo Abelha Rodrigues. Instituições de Direito Ambiental, v. 1 (Parte Geral), SP: Max Limonad, 2002

Abelha. Manual DPC – Marcelo Abelha Rodrigues. Manual de direito processual civil, 6.ª ed., RJ: GEN/Forense, 2016; 4.ª ed., SP, RT, 2008

Abelha. Proc. civ. ambiental – Marcelo Abelha Rodrigues. Processo civil ambiental, SP: RT, 2008

Abelha. Suspensão – Marcelo Abelha Rodrigues. Suspensão de segurança (Sustação da eficácia de decisão judicial proferida contra o Poder Público), 2.ª ed. revista, atualizada e ampliada, SP: RT, 2006

Abelha-Didier-Jorge. Nova reforma – Marcelo Abelha Rodrigues, Fredie Souza Didier Junior e Flávio Cheim Jorge. A nova reforma processual, 2.ª ed., SP: Saraiva, 2003

Abelha-Didier-Jorge. Reforma 3 – Marcelo Abelha Rodrigues. Fredie Souza Didier Junior e Flávio Cheim Jorge. A terceira etapa da reforma processual civil, SP: Saraiva, 2006

Abilio Neto. CPC anotado – Abílio Neto. Código de Processo Civil anotado, 22.ª ed., Lisboa-Coimbra: Ediforum-Coimbra Ed., 2009; 20.ª ed., 2008

Abrão. Adm. concursal – Nelson Abrão. A administração concursal, SP: Rumo Gráfica Editora, 1987

Abrão. Protesto – Carlos Henrique Abrão. Do protesto, SP: LEUD, 1999

Abrão. Revocatória – Nelson Abrão. Da ação revocatória, 2.ª ed., SP: LEUD, 1997

Abrão. Soc. quotas – Nelson Abrão. Sociedade por quotas de responsabilidade limitada, 7.ª ed., revista, atualizada e amplicada por Carlos Henrique Abrão, SP: Saraiva, 2000

Abreu. Duração razoável – Gabrielle Cristina Machado Abreu. A duração razoável do processo como elemento constitutivo do acesso à justiça: novas perspectivas após a Emenda Constitucional n. 45, de dezembro de 2004, RJ: Conceito, 2008

Abreu. Dir. Comercial – Jorge Manuel Coutinho de Abreu. Curso de Direito Comercial, 2 vs., Coimbra: Almedina. V. I (Introdução, actos de comércio, comerciantes, empresas, sinais distintivos), 1999 (reimpressão); v. II (Das sociedades), 2002

Achterberg. Allg. Verwaltungsrecht – Norbert Achterberg. Allgemeines Verwaltungsrecht: Ein Lehrbuch, 2.ª ed., Heidelberg: C.F. Müller Juristischer Verlag, 1986

Achterberg. Bes. Verwaltungsrecht – Norbert Achterberg. Besonderes Verwaltungsrecht: Ein Lehrbuch, 2 vs., 2.ª ed., Heidelberg: C.F. Müller Juristischer Verlag, 2000

Achterberg. Parlamentsrecht – Norbert Achterberg. Parlamentsrecht, Tübingen: J.C.B.Mohr (Paul Siebeck), 1984

Accioly. Manual – Hildebrando Accioly. Manual de direito internacional público, 16.ª ed., São Paulo: Saraiva, 2008

Adamek. Abuso de minoria – Marcelo von Adamek. Abuso de minoria em direito societário (abuso das posições subjetivas minoritárias), tese (doutorado), SP: Malheiros, 2014

Adolphsen. Zivilprozessrecht – Jens Adolphsen. Zivilprozessrecht, 4.ª ed., Baden-Baden: Nomos, 2014

Agamben. Estado de exceção – Giorgio Agamben. Estado de exceção, SP: Boitempo, 2004

Agamben. Stato di eccezione – Giorgio Agamben. Stato di eccezione, Torino: Bollati Boringhieri, 2004

Agostinho Alvim. Inexecução – Agostinho Neves de Arruda Alvim. Da inexecução das obrigações e suas conseqüências, 5.ª ed., SP: Saraiva, 1980

Agrícola. Gewere – Alfred Agrícola. Die Gewere zu rechter Vormundschaft als Princip des sächsischen ehelichen Güterrechts, Gotha: Friedrich Andreas Perthes, 1869

Aguiar. Comentários CPC – João Carlos Pestana de Aguiar. Comentários ao Código de Processo Civil, v. IV, 2.ª ed., SP: RT, 1977

Aguiar. Provas – João Carlos Pestana de Aguiar Silva. As provas no cível, RJ: Forense, 2003

Aguiar. Resp. Civil – Roger Silva Aguiar. Responsabilidade civil: a culpa, o risco e o medo, SP: Atlas, 2011

Aguiar. Resp. objetiva – Roger Silva Aguiar. Responsabilidade civil objetiva: do risco à solidariedade, SP: Atlas, 2007

Aguiar Dias. Resp. civil – José de Aguiar Dias. Da responsabilidade civil, 11.ª ed., RJ-SP: Renovar, 2006; 10.ª ed., RJ: Forense, vs. I e II, 10.ª ed., 1995; 8.ª ed., 1987; 6.ª ed., 1979

Aimonetto. Durata ragionevole – M. Gabriella Aimonetto. La durata ragionevole del processo penale, Torino: Giappichelli, 1997

Alarcão. Obrigações – Rui de Alarcão. Direito das Obrigações, Coimbra, 1983

Alarcón. Proc. Administrativo – Lucía Alarcón Sotomayor. El procedimiento administrativo sancionador y los derechos fundamentales, Madrid: Thomson-Civitas, 2007

Alberto dos Reis. BreveJosé Alberto dos Reis. Breve estudo sobre a reforma do processo civil e comercial, 2.ª ed., Coimbra: Coimbra Editora, 1929

Alberto dos Reis. Comentários CPC – José Alberto dos Reis. Comentário ao Código de Processo Civil, 3 vs., Coimbra: Coimbra Editora, v. I, 1944; v. II, 1945; v. III, 1946

Alberto dos Reis. CPC Anotado – José Alberto dos Reis. Código de Processo Civil Anotado, 6 vs., Coimbra: Coimbra Editora, v. I, 3.ª ed., 1948; v. II, 3.ª ed., 1949; v. III, 1950; v. IV, 1962 (reimpressão); v. V, 1981 (reimpressão); v. VI, 1981 (reimpressão)

Albrecht. Gewere – Wilhelm Eduard Albrecht. Die Gewere als Grundlage des älteren deutschen Sachenrechts, Königsberg: Verlage der Gebrüder Bornträger, 1828

Albuquerque Mello. Alto-mar – Celso Renato Duvivier de Albuquerque Mello. Alto-mar, RJ-SP: Renovar, 2001

Albuquerque Mello. Dir.const.internacionalCelso Renato Duvivier de Albuquerque Mello. Direito constitucional internacional: uma introdução, 2.ª ed., RJ-SP: Renovar, 2000

Albuquerque Mello. Dir.intern.público – Celso Renato Duvivier de Albuquerque Mello. Curso de direito internacional público, 2 vs., 15.ª ed., RJ-SP-Recife: Renovar, 2004

Albuquerque Mello. Plataforma – Celso Renato Duvivier de Albuquerque Mello. Plataforma continental: principais aspectos, RJ-SP: Freitas Bastos, 1965

Albuquerque Mello. Ratificação – Celso Renato Duvivier de Albuquerque Mello. Ratificação de tratados: estudo de direito internacional e constitucional, RJ-SP: Freitas Bastos, 1966

Alessi. Principi – Renato Alessi. Principi di diritto amministrativo, 2 vs., 4.ª ed., Milano: Giuffrè, 1978

Alessi. Responsabilità – Renato Alessi. La responsabilità della pubblica amministrazione, 3.ª ed., Milano: Giuffrè, 1955

Alessi. RevocaRenato Alessi. La revoca degli atti amministrativi, 2.ª ed., Milano: Giuffrè, 1956

Alessi. Revocabilità – Renato Alessi. La revocabilità dell’atto amministrativo, Milano: Giuffrè, 1936

Alessi. SistemaRenato Alessi. Sistema istituzionale dell diritto amministrativo italiano, 3.ª ed., Milano: Giuffrè, 1960

Alessi-Pisciotta. Contratti agrari – Rosalba Alessi e Guiseppina Pisciotta. I contratti agrari, Milano: Giuffrè, 2002, vol. XXXIV do “Trattato di diritto civile e commerciale”, sob a direção de Antonio Cicu e Francesco Messineo e continuado por Luigi Mengoni

Alexy. Argumentação – Robert Alexy. Teoria da argumentação jurídica: a teoria do discurso racional como teoria da fundamentação jurídica, tradução de Zilda Hutchinson Schild Silva, revisão técnica de Cláudia Toledo, 2.ª ed., SP: Landy, 2005

Alexy. Argumentation – Robert Alexy. Theorie der juristischen Argumentation: die Theorie des rationalen Diskurses als Theorie der juristischen Begründung, Frankfurt am Main: Surhkamp, 1978

Alexy. Begriff – Robert Alexy. Begriff und Geltung des Rechts, Freiburg: Karl Alber, 2002

Alexy. Constit. rights – Robert Alexy. A Theorie of constitutional rights, tradução de Julian Rivers, Oxford: Oxford University Press, 2002

Alexy. Constitucionalismo – Robert Alexy. Constitucionalismo discursivo, Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2007

Alexy. Derechos – Robert Alexy. Teoría de los derechos fundamentales, 3.ª reimp. da 1.ª ed. (1993), Madrid: Centro de Estudios Políticos y Constitucionales, 2002

Alexy. Discurso – Robert Alexy. Teoría del discurso y derechos humanos, Bogotá: Universidad Externado de Colombia, 2001

Alexy. Grundrechte – Robert Alexy. Theorie der Grundrechte, Baden-Baden: Suhrkamp, 1994

Alexy. Neukantianismus – Robert Alexy (editor). Neukantianismus und Rechtsphilosophie, Baden-Baden: Nomosverlagsgesellschaft, 2002

Alexy. Teoria – Robert Alexy. Teoria dos direitos fundamentais, tradução de Virgílio Afonso da Silva, SP: Malheiros, 2008

Aliende-Marcato. Competência – Aniceto Lopes Aliende e Antonio Carlos Marcato. Competência: conflitos de competência, exceções de impedimento e de suspeição do juiz, SP: RT, 1991

Alla. Agravo – Valentina Jungman Cintra Alla. O recurso de agravo e a Lei 9139, de 30.11.1995, SP: RT, 1998

Allende. Tratado de Enfiteusis – Guillermo L. Allende. Tratado de enfiteusis y demás derechos reales suprimidos o restringidos por el Código Civil, Buenos Aires: Abeledo-Perrot, 1964

Allorio-outro. Comment. CPC – Enrico Allorio (diretor). Commentario del codice di procedura civile, 3 vs., Torino: UTET, 1973 (Libro Primo, ts. I e II) e 1980 (Libro Secondo). Obra coletiva dirigida por Enrico Allorio, com a participação de Aldo Attardi, Tullio Segrè, Giuseppe Franchi, Alberto Massari, Mario Vellani, Crisanto Mandrioli, Eduardo Grasso, Andrea Proto Pisani, Bruno Cormío, Carmine Punzi, Nicola Picardi, Giuseppe Martinetto, Augusto Cerino Canova e Piero Pajardi

Allorio. Problemi – Enrico Allorio. Problemi di diritto, 3 vs., Milano:Giuffrè, 1957. V. I (L’ordinamento giuridico nel prisma dell’accertamento giudiziale e altri studi), v. II (Sulla dottrina della giurisdizione e del giudicato e altri studi), v. III (La vita e la scienza del diritto in Italia e in Europa e altri studi)

Almeida. CursoAmador Paes de Almeida. Curso prático de processo do trabalho, 11.ª ed., SP: Saraiva, 1999

Almeida. CLT Coment. – Amador Paes de Almeida. CLT Comentada, SP: Saraiva, 2003

Almeida. Direitos trabalhistas – Amador Paes de Almeida. Os direitos trabalhistas na falência e concordata do empregador, SP: LTr, 1996

Almeida. Aspectos ACP – João Batista de Almeida. Aspectos controvertidos da ação civil pública, SP: RT, 2001

Almeida-Gomes Junior. Novo CPCGregório Assagra de Almeida e Luiz Manoel Gomes Junior. Um novo Código de Processo Civil para o Brasil: análise teórica e prática da proposta apresentada ao Senado Federal, RJ: GZ, 2010

Almeida Baptista. Emb.Declaração – Sônia Márcia Hase de Almeida Baptista. Dos embargos de declaração, 2.ª ed., SP: RT, 1993

Almeida Costa. Obrigações – Mário Júlio de Almeida Costa. Direito das obrigações, 7.ª ed., Coimbra: Almedina, 1998

Almeida Costa. Noções – Mário Júlio de Almeida Costa. Noções fundamentais de direito civil, 4.ª ed., Coimbra: Almedina, 2001

Alpa-Zatti-outro. Comm. Breve CC – Guido Alpa e Paolo Zatti (coordenadores). Commentario breve al codice civile – Leggi complementari, 2 vs., 3.ª ed., Padova: Cedam, v. I, 1999; v. II, 2000. Obra coletiva coordenada por Guido Alpa e Paolo Zatti

Alterini-Ameal-Lopez Cabaña. Obligaciones – Atílio Aníbal Alterini, Oscar José Lameal, Roberto M. Lopez Cabaña. Derecho de obligaciones civiles y comerciales, Buenos Aires: Abeledo-Perrot, 1995

Aluísio Mendes. IRDR – Aluísio Gonçalves de Castro Mendes. Incidente de resolução de demandas repetitivas: sistematização, análise e interpretação do novo instituto processual, RJ: GEN/Forense, 2017

Aluísio Mendes. Comp. JFAluísio Gonçalves de Castro Mendes. Competência cível da Justiça Federal, 4.ª ed., SP: RT, 2012; 3.ª ed., 2010

Alvarado. Derecho Procesal – Adolfo Alvarado Velloso (diretor). Derecho procesal civil y comercial: Doctrinas esenciales, 4 vs., obra coletiva, Buenos Aires: La Ley, 2010

Alvaro de Oliveira. Eficácia – Carlos Alberto Alvaro de Oliveira (organizador). Eficácia e coisa julgada (atualizada de acordo com o Código Civil de 2002), RJ: Forense, 2006 (obra coletiva)

Alvaro de Oliveira. Prova cível – Carlos Alberto Alvaro de Oliveira (organizador). Prova cível, RJ: Forense, 1999. Obra coletiva

Alves. CC – João Luiz Alves. Código Civil da República dos Estados Unidos do Brasil, 3 vs., 2.ª ed., SP: Saraiva, 1.º v., 1935; 2.º v., 1935; 3.º v., 1936

Alves. Prescr. e Decadência – Vilson Rodrigues Alves. Da prescrição e da decadência no novo Código Civil, Campinas: Bookseller, 2003

Alves. Trat. Pet. Inicial – Vilson Rodrigues Alves. Tratado da petição inicial, 4 vs. 6 t., Campinas: Bookseller, 1999 – v. I em 3 ts.

Alves Dinamarco. Rescisória – Márcia Conceição Alves Dinamarco. Ação rescisória, SP: Atlas, 2004

Alvim. Dir. proc. juízo – Thereza Celina Diniz de Arruda Alvim. O direito processual de estar em juízo, SP: RT, 1996

Alvim. Questões – Thereza Celina Diniz de Arruda Alvim. Questões prévias e os limites objetivos da coisa julgada, SP: RT, 1977

Alvim Wambier. Ag. Instrumento – Teresa Arruda Alvim Wambier. Agravo de Instrumento, SP: RT, 1991

Alvim Wambier. Agravos – Teresa Arruda Alvim Wambier. Os agravos no CPC brasileiro, 3.ª ed., SP: RT, 2006; 3.ª ed., 2000 (Agravos)

Alvim Wambier. Controle – Teresa Arruda Alvim Wambier. Controle das decisões judiciais por meio de recursos de estrito direito e de ação rescisória (Recurso especial, recurso extraordinário e ação rescisória: o que é uma decisão contrária à lei?), SP: RT, 2001

Alvim Wambier. Direito jurisprudencial – Teresa Arruda Alvim Wambier (coordenadora). Direito jurisprudencial, SP: RT, 2012. Obra coletiva

Alvim Wambier. Execução 1 – Teresa Arruda Alvim Wambier (coordenadora). Processo de execução e assuntos afins, v. 1, SP: RT, 1998

Alvim Wambier. Execução 3 – Teresa Arruda Alvim Wambier (coordenadora). Aspectos polêmicos da nova execução de títulos judiciais – Lei 11232/2005, v. 3, SP: RT, 2006

Alvim Wambier. Med.Cautelar – Teresa Arruda Alvim Wambier. Medida cautelar, mandado de segurança e ato judicial, SP: RT, 1994

Alvim Wambier. Novo agravo – Teresa Arruda Alvim Wambier. O novo regime do agravo, 2.ª ed., SP: RT, 1996

Alvim Wambier. Nulidades – Teresa Arruda Alvim Wambier. Nulidades do processo e da sentença, 6.ª ed., SP: RT, 2007; 5.ª ed., 2004; 4.ª ed., 1988

Alvim Wambier. Omissão – Teresa Arruda Alvim Wambier. Omissão judicial e embargos de declaração, SP: RT, 2005

Alvim Wambier. Recursos I – Teresa Arruda Alvim Wambier (coordenadora). Aspectos polêmicos e atuais do recurso especial e do recurso extraordinário, v. 1, SP: RT, 1998

Alvim Wambier. REsp e RE – Teresa Arruda Alvim Wambier. Recurso especial, recurso extraordinário e ação rescisória, 2.ª ed., SP: RT, 2008. Edição reformulada e atualizada da obra Controle das decisões judiciais por meio de recursos de estrito direito e de ação rescisória (Recurso especial, recurso extraordinário e ação rescisória: o que é uma decisão contrária à lei?), SP: RT, 2001 (Alvim Wambier. Controle)

Alvim Wambier-Conceição-Ribeiro-Mello. Primeiros ComentáriosTeresa Arruda Alvim Wambier, Maria Lúcia Lins Conceição, Leonardo Ferres da Silva Ribeiro e Rogerio Licastro Torres de Mello, Primeiros comentários ao Novo Código de Processo Civil: artigo por artigo, 2.ª ed., SP: RT, 2016; 1.ª ed., 2015

Alvim Wambier-Dantas – REsp e RE – Teresa Arruda Alvim Wambier e Bruno Dantas Nascimento. Recurso especial, recurso extraordinário e a nova função dos tribunais superiores no direito brasileiro, 3.ª ed. (de acordo com o CPC de 2015 e a Lei 13256/2016), SP: RT, 2016.

Alvim Wambier-Didier-Talamini-Dantas. Breves Comentários CPCTeresa Arruda Alvim Wambier, Fredie Souza Didier Junior, Eduardo Talamini e Bruno Dantas Nascimento (coords.), Breves comentários ao novo Código de Processo Civil, 3.ª ed., SP: RT, 2016; 1.ª ed., 2015

Alvim Wambier-Medina. Coisa julgada – Teresa Arruda Alvim Wambier e José Miguel Garcia Medina. O dogma da coisa julgada: hipóteses de relativização, SP: RT, 2003

Alvim Wambier-Nery. Recursos II – Teresa Arruda Alvim Wambier e Nelson Nery Junior (coordenadores). Aspectos polêmicos e atuais dos recursos cíveis de acordo com a Lei 9756/98, v. 2, SP: RT, 1999

Alvim Wambier-Nery-Eduardo Alvim. Recursos III – Eduardo Pellegrini de Arruda Alvim, Nelson Nery Junior e Teresa Arruda Alvim Wambier (coordenadores). Aspectos polêmicos e atuais dos recursos, v. 3, SP: RT, 2000

Alvim Wambier-Nery. Recursos IV – Teresa Arruda Alvim Wambier e Nelson Nery Junior (coordenadores). Aspectos polêmicos e atuais dos recursos cíveis e de outras formas de impugnação às decisões judiciais, v. 4, SP: RT, 2001

Alvim Wambier-Nery. Recursos V – Teresa Arruda Alvim Wambier e Nelson Nery Junior (coordenadores). Aspectos polêmicos e atuais dos recursos cíveis (de acordo com a Lei 10.352/2001), v. 5, SP: RT, 2002

Alvim Wambier-Nery. Recursos VI – Teresa Arruda Alvim Wambier e Nelson Nery Junior (coordenadores). Aspectos polêmicos e atuais dos recursos cíveis e de outros meios de impugnação às decisões judiciais (com especial ênfase aos temas da Lei 10.352/2001), v. 6, SP: RT, 2002

Alvim Wambier-Nery. Recursos VII – Teresa Arruda Alvim Wambier e Nelson Nery Junior (coordenadores). Aspectos polêmicos e atuais dos recursos cíveis e de outros meios de impugnação às decisões judiciais, v. 7, SP: RT, 2003

Alvim Wambier-Nery. Recursos VIII – Teresa Arruda Alvim Wambier e Nelson Nery Junior (coordenadores). Aspectos polêmicos e atuais dos recursos cíveis e de outros meios de impugnação às decisões judiciais, v. 8, SP: RT, 2005

Alvim Wambier-Nery. Recursos IX – Teresa Arruda Alvim Wambier e Nelson Nery Junior (coordenadores). Aspectos polêmicos e atuais dos recursos cíveis e assuntos afins, v. 9, SP: RT, 2006

Alvim Wambier-Nery. Recursos X – Teresa Arruda Alvim Wambier e Nelson Nery Junior (coordenadores). Aspectos polêmicos e atuais dos recursos cíveis e assuntos afins, v. 10, SP: RT, 2006

Alvim Wambier-Nery. Recursos XI – Teresa Arruda Alvim Wambier e Nelson Nery Junior (coordenadores). Aspectos polêmicos e atuais dos recursos cíveis e assuntos afins, v. 11, SP: RT, 2007

Alvim Wambier-Nery. Recursos XII – Teresa Arruda Alvim Wambier e Nelson Nery Junior (coordenadores). Aspectos polêmicos e atuais dos recursos cíveis e assuntos afins, v. 12, SP: RT, 2011

Alvim Wambier-Shimura. Execução 2 – Teresa Arruda Alvim Wambier e Sérgio Seiji Shimura (coordenadores). Processo de execução, v. 2, SP: RT, 2001

Alvim Wambier-Wambier. Reforma – Luiz Rodrigues Wambier e Teresa Arruda Alvim Wambier. Breves comentários à 2.ª fase da Reforma do Código de Processo Civil: Lei 10352, de 16.12.2001; Lei 10358, de 27.12.2001; Lei 10444, de 7.5.2002, 2.ª ed., SP: RT, 2002

Alzaga. Coment. Constitución – Oscar Alzaga Villaamil. Comentario sistematico a la Constitución española de 1978, Madrid: Ediciones Del Foro, 1978

Amado Gomes. Prevenção – Carla Amado Gomes. A prevenção à prova no direito do ambiente, Coimbra: Coimbra Editora, 2000

Amaral. Direito do Ambiente – Diogo Freitas do Amaral (organizador). Direito do Ambiente, Lisboa: Instituto Nacional de Administração, 1994

Amaral. Curso – Diogo Freitas do Amaral. Curso de direito administrativo, 2 vs. Coimbra: Almedina. V. I (A organização administrativa), 2.ª ed., 2002; v. II (O poder administrativo e os direitos dos particulares), 2001

Amaral. Domínio público – Diogo Freitas do Amaral. A utilização do domínio público pelo particular, SP: Juriscredi, 1972

Amaral. Soc. limitada – Hermano de Villemor Amaral. Das sociedades limitadas, 2.ª ed., RJ: F. Briguiet, 1938

Amaral Jr. Introdução – Alberto do Amaral Junior. Introdução ao direito internacional público, SP: Atlas, 2008

Amaral Jr. OMC – Alberto do Amaral Junior (organizador). OMC e o comércio internacional, SP: Aduaneiras, 2002

Amaral Santos. Comentários CPC – Moacyr Amaral Santos. Comentários ao Código de Processo Civil, v. IV, 6.ª ed., RJ: Forense, 1994

Amaral Santos. PLDPC – Moacyr Amaral Santos. Primeiras Linhas de Direito Processual Civil, 1.º v., 15.ª ed., 1992; 2.º v., 14.ª ed., 1991; 3.º v., 12.ª ed., 1992, SP: Saraiva

Amaral Santos. Prova – Moacyr Amaral Santos. Prova Judiciária no Cível e Comercial, vs. I e II, 5.ª ed., SP: Saraiva, 1983; v. III, 4.ª ed., SP: Max Limonad, 1966; vs. IV e V, 3.ª ed., SP: Max Limonad, 1966 e 1968 (citação: volume, número e página)

Amaral Santos. Reconvenção – Moacyr Amaral Santos. Da reconvenção no direito brasileiro, 4.ª ed., SP: Max Limonad, 1973

Amaro. Dir. tributário – Luciano da Silva Amaro. Direito tributário brasileiro, 14.ª ed., SP: Saraiva, 2008; 12.ª ed., 2006

Ambra. Embargos de terceiro – Luiz Ambra. Dos embargos de terceiro, SP: RT, 1971

Amauri. Curso – Amauri Mascaro Nascimento. Curso de direito processual do trabalho, 19.ª ed., SP: Saraiva, 1999

Americano. Applicações – Jorge Americano. Applicações do Direito, RJ: Freitas Bastos, 1930

Americano. Comentários CPC – Jorge Americano. Comentários ao Código de Processo Civil do Brasil [de 1939], 4 vs., 2.ª ed., SP; Saraiva: v. 1, 1958; v. 2, 1959; vs. 3 e 4, 1960

Americano. Processo – Jorge Americano. Processo Civil e Commercial no direito brasileiro. Phases probatoria, decisoria e executoria. Proseguimento do programma de 1922 para a Faculdade de Direito de S. Paulo, SP: Saraiva, 1925

Amorim-Oliveira. Inventários – Sebastião Luiz Amorim e Euclides Benedito de Oliveira. Inventários e partilhas: direito das sucessões – Teoria e prática, 14.ª ed., SP: Ed. Universitária de Direito, 2001

Amorim Araújo. Curso dir.intern.público – Luís Ivani de Amorim Araújo. Curso de direito internacional público, 10.ª ed., RJ: Forense, 2002

Amorim Araújo. Universalidade – Luís Ivani de Amorim Araújo. Da universalidade do direito internacional público: os impactos americano e soviético, RJ: Forense, 2005

Amorth. Merito – Giorgio Amorth. Il merito dell’atto amministrativo, Milano: Giuffrè, 1939

Ana Nery. Arbitragem coletiva – Ana Luiza de Andrade Nery. SP: RT/Thomson Reuters, 2016

Ana Nery. Class arbitration - Ana Luiza de Andrade Nery. Class arbitration: instauração de processo arbitral para a resolução de conflitos envolvendo direitos de natureza transindividual, Tese de Doutoramento, SP: PUC-SP, 2016

Ana Nery. Compromisso Ana Luiza de Andrade Nery. Compromisso de ajustamento de conduta: teoria e análise de casos práticos – Principiologia, reflexos na teoria geral do direito, existência e validade, natureza jurídica, indisponibilidade de direitos, discricionariedade da administração pública, eficácia e efetividade, funcionalidade eficacial, aspectos da homologação judicial, 3.ª ed., SP: RT, 2018; 2.ª ed., 2012

Ana Nery. Teoria TAC – Ana Luiza de Andrade Nery. Teoria geral do termo de ajustamento de conduta, SP: RT, 2016

Anais Jurídicos – Simpósio sobre as condições gerais dos contratos bancários e a Ordem Pública Econômica, Curitiba: Juruá, 1988

Ancona Lopez. Comentários CC – Teresa Ancona Lopez. Comentários ao Código Civil (coordenados por Antonio Junqueira de Azevedo), v. 7 (arts. 565 a 652), SP: Saraiva, 2003

Andolina. Tit. esecutivo – Italo Andolina. Contributo alla dottrina del titolo esecutivo, Milano: Giuffrè, 1982

Andrade. Dever de fundamentação – José Carlos Vieira de Andrade. O dever da fundamentação expressa de actos administrativos. Coimbra: Almedina, 2007

Andrade. Revogação – José Robin de Andrade. A revogação dos actos administrativos, 2.ª ed., Coimbra: Coimbra Editora, 1985

Andrade. Inovações – Luís Antonio de Andrade. Aspectos e Inovações do Código de Processo Civil, RJ: Francisco Alves, 1974

Andrade. Proibições – Manuel da Costa Andrade. Sobre as proibições de prova em processo penal, Coimbra: Coimbra Editora, 1992

Andrioli. Commento CPC – Virgilio Andrioli. Commento al codice di procedura civile, 4 vs., 3.ª ed., Napoli: Jovene, 1957/1964 (citação: vol., n., pág.)

Andrioli. DPC – Virgilio Andrioli. Diritto processuale civile, v. I, Napoli: Jovene, 1979

Annoni. Responsabilidade – Danielle Annoni. Responsabilidade do Estado pela não duração razoável do processo, Curitiba: Juruá, 2008

Anschütz. Weimarer Verfassung – Gerhard Anschütz. Die Verfassung des Deutschen Reichs vom 11. August 1911: Ein Kommentar für Wissenschaft und Praxis en 4. Bearbeitung, reimpressão inalterada da 14.ª ed., Berlin: Verlag Georg Stilke, 1933, Aalen: Scientia Verlag, 1987

Antunes Rocha. Direito – Carmen Lúcia Antunes Rocha. Direito de e para todos, Belo Horizonte: Forum, 2004

Antunes Rocha. Dir. vida digna – Carmen Lúcia Antunes Rocha (coordenadora). O direito à vida digna, Belo Horizonte: Forum, 2004. Obra coletiva

Antunes Rocha. Igualdade – Carmen Lúcia Antunes Rocha. O princípio constitucional da igualdade, Belo Horizonte: Editora LE, 1990

Antunes Rocha. Princípios – Carmen Lúcia Antunes Rocha. Princípios constitucionais da administração pública, Belo Horizonte: Del Rey, 1994

Antunes Rocha-Velloso. Dir. Eleitoral – Carmen Lúcia Antunes Rocha e Carlos Mário da Silva Velloso (coordenadores). Direito eleitoral, Belo Horizonte: Del Rey, 1996. Obra coletiva

Antunes Varela. Obrigações- – João de Matos Antunes Varela. Das obrigações em geral, v. I, 10.ª ed., Coimbra: Almedina, 2000; 7.ª ed., 1997

Approbato. Comentários LF – Rubens Approbato Machado (coord.). Comentários à nova Lei de Falências e de Recuperação de Empresas, SP: Quartier Latin, 2005

Aprigliano. Apelação – Ricardo de Carvalho Aprigliano. A apelação e seus efeitos, SP: Atlas, 2003

Aragão. Rec. Adesivo – Paulo Cézar Aragão. Recurso adesivo, SP: Saraiva, 1974

Araken. Alimentos – Araken de Assis. Da execução de alimentos e prisão do devedor, 2.ª ed., SP: RT, 1993

Araken. Comentários CPC VI – Araken de Assis. Comentários ao Código de Processo Civil, v. VI, 3.ª ed., RJ: Forense, 2009; 1.ª ed., 1999; 2.ª ed., 2003

Araken. Comentários CPC-RT v. 9 – Araken de Assis. Comentários ao Código de Processo Civil, v. 9 (Processo de execução – arts. 646-73 Alexandre Freitas 5), SP: RT, 2000

Araken. Comentários CPC IX – Araken de Assis. Comentários ao Código de Processo Civil, v. IX, Porto Alegre: Lejur, 1985

Araken. Concurso – Araken de Assis. Concurso especial de credores no CPC, SP: RT, 2003

Araken. CumulaçãoAraken de Assis. Cumulação de ações, 4.ª ed., SP: RT, 2002

Araken. Cumprimento – Araken de Assis. Cumprimento da sentença, atualizado de acordo com a Lei n. 11.232, de 22 de dezembro de 2005 (Da Sentença e da Coisa Julgada; Da Liquidação de Sentença; Do Cumprimento da Sentença; Dos Embargos à Execução contra a Fazenda Pública), 2.ª ed., RJ: Gen/Forense, 2009; 1.ª ed., RJ: Forense, 2006

Araken. Eficácia – Araken de Assis. Eficácia civil da sentença penal, 2.ª ed., SP: RT, 2000

Araken. Execução – Araken de Assis. Manual da Execução, 17.ª ed., SP: RT, 2015; 16.ª ed., 2013; 15.ª ed., 2013; 13.ª ed., 2010; 10.ª ed., SP: RT, 2006 (citação: número e página); 8.ª ed., 2002

Araken. PC Brasileiro – Araken de Assis. Processo civil brasileiro, v. I (Parte geral: fundamentos e distribuição de conflitos), v. II, ts. I e II (Parte geral: institutos fundamentais), v. III (Parte especial: procedimento comum [da demanda à coisa julgada]), SP: RT, 2015

Araken. Recursos – Araken de Assis. Manual dos recursos, 7.ª ed., SP: RT, 2015; 6.ª ed., 2014; 5.ª ed., 2013; 4.ª ed., 2012; 2.ª ed., 2008; 1.ª ed., 2007

Araken. Resolução – Araken de Assis. Resolução do contrato por inadimplemento, 3.ª ed., SP: RT, 1999

Arana-Cachapuz. Direito internacional – Josycler Arana e Rozane da Rosa Cachapuz (coordenadoras). Direito internacional: seus tribunais e meios de solução de conflitos, Curitiba: Juruá, 2007

Araújo. Dir.intern.privado – Nádia de Araújo. Direito internacional privado: teoria e prática brasileira, 4.ª ed., RJ-SP: Renovar, 2008

Araújo. Água – Luiz Alberto David Araújo. A tutela da água e algumas implicações nos direitos fundamentais, Bauru: Instituições Toledo de Ensino, 2000

Araújo. Coisa julgada – José Aurélio de Araújo. Cognição sumária, cognição exaustiva e coisa julgada, SP: RT/Thomson Reuters, 2017

Araújo. Defesa – Luiz Alberto David Araújo (coordenador). Defesa das pessoas portadoras de deficiências, SP: RT, 2006

Araújo. Deficiência – Luiz Alberto David Araújo. A proteção constitucional das pessoas portadoras de deficiência, 2.ª ed., Brasília: CORDE, 1996

Araújo. Imagem – Luiz Alberto David Araújo. A proteção constitucional da própria imagem: pessoa física, pessoa jurídica, Belo Horizonte: Del Rey, 1996

Araújo. Motivação – Florivaldo Dutra de Araújo. Motivação e controle do ato administrativo, Belo Horizonte: Del Rey, 1992

Araújo. Separação – Luiz Alberto David Araújo. A separação dos poderes do Estado: o Poder Executivo, Poder Judiciário e Poder Legislativo, SP: CPC, 2002

Araújo. Transexual – Luiz Alberto David Araújo. A proteção constitucional do transexual, SP: Saraiva, 2000

Araújo-Almeida. Dir.intern.refugiados – Nádia de Araújo e Guilherme Assis de Almeida (organizadores). Direito internacional dos refugiados: uma perspectiva brasileira, RJ-SP, 2001

Araújo Cintra. Comentários CPC – Antonio Carlos de Araújo Cintra. Comentários ao Código de Processo Civil, v. IV, RJ: Forense, 2000

Araújo Cintra. Motivo – Antonio Carlos de Araújo Cintra. Motivo e motivação do ato administrativo, SP: RT, 1979

Araújo-Serrano. Curso – Luiz Alberto David Araújo e Vidal Serrano Nunes Júnior. Curso de direito constitucional, 12.ª ed., SP: Saraiva, 2008; 3.ª ed., 1999

Arazi. Prueba – Roland Arazi. La prueba en el proceso civil (teoría y práctica), 2.ª ed., Buenos Aires: Ed. La Rocca, 1998

Arbex. Cartilha – Sergei Cobra Arbex (organizador). Cartilha de prerrogativas: Comissão de Direitos e Prerrogativas, 2.ª ed., SP: OAB-SP e Lex Ed. 2009,; 1.ª ed., 2008

Archives phil. droit. Obligation – Archives de philosophie du droit, tome 44, L’Obligation, Paris: Librairie Générale de Droit et de Jurisprudence, 2000. Obra coletiva

Arens-Lüke. ZPR – Peter Arens e Wolfgang Lüke. Zivilprozeßrecht, 7.ª ed., München: Beck, 1999

Arieta-De Santis-Montesano. Corso DPC – Giovanni Arieta, Francesco de Santis e Luigi Montesano. Corso base di diritto processuale civile, 3.ª ed., Padova: Cedam, 2008

Armelin. Emb. Terceiro – Donaldo Armelin. Embargos de terceiro, Tese, SP: PUC-SP, 1981

Armelin. Legitimidade – Donaldo Armelin. Legitimidade para agir no direito processual civil brasileiro, SP: RT, 1979

Arndts. Gesamm. Civ. Schriften – Ludwig Arndts Ritter von Arnesberg. Gesammelte Civilistische Schriften, 3 vs., Stuttgart: Verlag der J. G. Cotta’schen Buchhandlung, 1873/1874

Arndts. PandektenLudwig Arndts Ritter von Arnesberg. Lehrbuch der Pandekten, 12.ª ed. (atualizada por L. Pfaff e F. Hofmann), Stuttgart: Verlag der J.G. Cotta’schen Buchhandlung, 1883

Arnoldo Wald. Dir. Família – Arnoldo Wald. O novo direito de família, 13.ª ed., SP: Saraiva, 2000

Arruda. Liquidação – Antonio Carlos Matteis de Arruda. Liquidação de sentença, SP: RT, 1981

Arruda. Duração razoável – Samuel Miranda Arruda. O direito fundamental à razoável duração do processo, Brasília: Brasília Jurídica, 2006

Arruda Alvim. Arg. relevância – José Manoel de Arruda Alvim Netto. A argüição de relevância no recurso extraordinário, SP: RT, 1988

Arruda Alvim. Comentários CC – José Manoel de Arruda Alvim Netto. Comentários ao Código Civil brasileiro, v. XI, t. I (Livro Introdutório ao Direito das Coisas e o Direito Civil), comentários coordenados por Arruda Alvim, Thereza Alvim e Alexandre Laizo Clápis, RJ: Forense-GEN, 2009

Arruda Alvim. CPC Comentado – José Manoel de Arruda Alvim Netto. Código de Processo Civil Comentado, v. I, 1975; v. II, 1975; v. III, 1976; v. V, 1979; v. VI, 1981, RT, SP

Arruda Alvim. CPCLE – José Manoel de Arruda Alvim Netto. Código de Processo Civil e legislação extravagante, SP: RT, 1986

Arruda Alvim. Curso DPC – José Manoel de Arruda Alvim Netto. Curso de Direito Processual Civil, 2 vs., SP: RT, v. 1 (1971), v. 2 (1972)

Arruda Alvim. DPC – José Manoel de Arruda Alvim Netto, Direito Processual Civil (Teoria Geral do Processo de Conhecimento), 2 vs., SP: RT, 1972

Arruda Alvim. Estudos e pareceres – José Manoel de Arruda Alvim Netto, Coleção Estudos e Pareceres, 5 vs., SP: RT, 2002

Arruda Alvim. Manual DPC – José Manoel de Arruda Alvim Netto. Manual de Direito Processual Civil, 13.ªedição unificada, SP: RT, 2010; vs. I e II, 12.ª ed., SP: RT, 2008; 8.ª ed., 2003; 7.ª ed., 2000 (citação: volume, número e página)

Arruda Alvim. Soluções práticas – José Manoel de Arruda Alvim Netto. Soluções práticas de direito, 4 vs., SP: RT, 2011. V.1: Direito Público (Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Tributário, Direito Trabalhista); v. 2: Direito Privado I (Direito das Obrigações, Contratos, Títulos de Crédito, Responsabilidade Civil); v. 3: Direito Privado II (Pessoas Jurídicas, Direitos Reais, Direito de Família e Sucessões, Direito da Empresa); v. 4: Direito Processual Civil (Processo de Conhecimento, Sentença, Coisa Julgada e Ação Rescisória, Recursos, Execução, Processo Cautelar e demais procedimentos); v. 5: Índices.

Arruda Alvim. Tratado DPC – José Manoel de Arruda Alvim Netto. Tratado de Direito Processual Civil, SP: RT, v. I, 1990; v. II, 1996

Arruda Alvim-Araken-Eduardo Alvim. Comentários CPC- – José Manoel de Arruda Alvim Netto, Araken de Assis e Eduardo Pellegrini de Arruda Alvim. Comentários ao Código de Processo Civil, 2.ª ed., SP: RT, 2012; 1.ª ed., RJ: GZ, 2012

Arruda Alvim-Couto. Comentários CC – José Manoel de Arruda Alvim Netto e Mônica Bonetti Couto. Comentários ao Código Civil brasileiro, v. XI, t. II (Do Direito das Coisas – arts. 1196 a 1224), comentários coordenados por Arruda Alvim, Thereza Alvim e Alexandre Laizo Clápis, RJ: Forense-GEN, 2009. Arruda Alvim (coments. CC 1196-1213, 1223/1224); Mônica Bonetti Couto (coments. CC 1214/1222)

Arruda Alvim-outro. JCPC – José Manoel de Arruda Alvim e outros. Jurisprudência do CPC, 21 vs., SP: RT, 1978/1989

Artur Marques. Adoção – Artur Marques da Silva Filho. Adoção: regime jurídico, requisitos, efeitos, inexistência, anulação, 2.ª ed., SP: RT, 2009

Ascarelli. Corso – Tullio Ascarelli. Corso di diritto commerciale (Introduzione e teoria dell’impresa), 3.ª ed., Milano: Giuffrè, 1962

Ascarelli. Ensaios – Tullio Ascarelli. Ensaios e pareceres, SP: Saraiva, 1952

Ascarelli. Moneta – Tullio Ascarelli. La moneta (Considerazioni di diritto privato), Padova: Cedam, 1928

Ascarelli. Saggi – Tullio Ascarelli. Saggi giuridici, Milano: Giuffrè, 1949

Ascarelli. Saggi dir. commerciale – Tullio Ascarelli. Saggi di diritto commerciale, Milano: Giuffrè, 1955

Ascarelli. Studi contratti – Tullio Ascarelli. Studi in tema di contratti, Milano: Giuffrè, 1952

Ascarelli. Studi moneta – Tullio Ascarelli. Studi giuridici sulla moneta, Milano: Giuffrè, 1952

Ascarelli. Teoria – Tullio Ascarelli. Teoria della concorrenza e dei beni immateriali (Istituzioni di diritto industriale), 3.ª ed., Milano: Giuffrè, 1960

Ascarelli. Teoria Geral – Tullio Ascarelli. Teoria geral dos títulos de crédito, 2.ª ed., SP: Saraiva, 1969

Ascensão. Direito – José de Oliveira Ascensão. O direito: introdução e teoria geral, 2.ª ed., RJ-SP: Renovar, 2001

Ascensão. Direito autoralJosé de Oliveira Ascensão. Direito autoral, 2.ª ed., RJ: Renovar, 1997

Ascensão. Direito da internet – José de Oliveira Ascensão. Estudos sobre Direito da Internet e da Sociedade da Informação, Coimbra: Almedina, 2001

Ascensão. Teoria-Relações jurídicas – José de Oliveira Ascensão. Direito civil: teoria geral, relações e situações jurídicas, v. III, Coimbra: Coimbra Editora, 2002

Assentos - Collecção chronológica dos Assentos das Casas da Supplicação e do Cível, 2.ª ed., augmentada em 33 Assentos, Real Imprensa da Universidade (por Resolução de S. Magestade de 2 de Setembro de 1786), Coimbra, 1817

Assis. Comentários CPC – Jacy de Assis. Comentários ao Código de Processo Civil, v. II, t. II, RJ: Forense, 1979

Assumpção Neves. CPC Comentado – Daniel Amorim Assumpção Neves. Novo Código de Processo Civil Comentado artigo por artigo, 2.ª ed., Salvador: Jus Podivm, 2017; 1.ª ed., 2016

Assumpção Neves. Manual DPC – Daniel Amorim Assumpção Neves. Manual de Direito Processual Civil, volume único, 9.ª ed. (conforme o novo CPC), Salvador: Jus Podivm, 2017; 8.ª ed., 2016.

Atteslander-Dürrenmatt. Prozessvergleich – Agnes H. Atteslander-Dürrenmatt. Der Prozessvergleich im internationalen Verhältnis, Tübingen: Mohr Siebeck, 2006

Atzeri-Vacca. Rinunzie – Francesco Atzeri-Vacca. Delle rinunzie secondo il Codice Civile italiano, 2.ª rf., Torino: UTET (Unione Tipográfico-Editrice Torinese), 1915

Augenti. Onere – Giacomo Primo Augenti. L’onere della prova, Roma: Foro Italiano, 1932

Auletta. Società – Giuseppe Giacomo Auletta. Il contratto di società commerciale, Milano: Giuffrè, 1937

Auletta-Salanitro. Dir. Commerciale – Giuseppe Giacomo Auletta e Niccolò Salanitro. Diritto commerciale, Milano: Giuffre, 18.ª ed., 2010

Ávila. Besteuerungsgewalt – Humberto Ávila. Materiell verfassungsrechtliche Beschränkungen der Besteuerungsgewalt in der brasilianischen Verfassung und im deutschen Grundgesetz, Baden-Baden: Nomos Verlagsgesellschaft, 2001

Ávila. Med. Provisória – Humberto Ávila. Medida Provisória na Constituição de 1988, Porto Alegre: Sérgio Antonio Fabris, 1997

Ávila. Rechtsprinzipien – Humberto Ávila. Theorie der Rechtsprinzipien, Berlin: Duncker e Humblot, 2006

Ávila. Sistema – Humberto Ávila. Sistema constitucional tributário, 3.ª ed., SP: Saraiva, 2008; 1.ª ed., 2004

Ávila. Teoria – Humberto Ávila. Teoria dos princípios: da definição à aplicação dos princípios jurídicos, 8.ª ed., SP: Malheiros, 2008

Ávila. Theory – Humberto Ávila. Theory of legal principles, Dordrecht (The Netherlands): Springer, 2007

Ayres Britto. Humanismo – Carlos Ayres Britto. Humanismo como categoria constitucional, Belo Horizonte: Forum, 2008

Ayres Britto. Licitação – Carlos Ayres Britto. Perfil constitucional da licitação, Campinas: ZNT, 1997

Ayres Britto. Teoria – Carlos Ayres Britto. Teoria da Constituição, RJ: Forense, 2003

Azevedo. Testamentos – Manoel Ubaldino de Azevedo. Teoria e prática dos testamentos, SP: Saraiva, 1965

Azevedo Souto. Lei soc. quotas – A. de Azevedo Souto. Lei das sociedades por quotas anotada, 3.ª ed., Coimbra: Coimbra Editora, 1941

Azulay. Teoria – Fortunato Azulay. A teoria do contrato de compra e venda condicional e a reserva de domínio, RJ, 1945

Azpiri. Derecho de família – Jorge Azpiri. Derecho de família, Buenos Aires: Editorial Hamurabi, 2000

B

Bacellar Filho. Dir. Administrativo – Romeu Felipe Bacellar Filho. Direito administrativo. 4.ª ed., SP: Saraiva, 2008

Bacellar Filho. Dir. adm. CC – Romeu Felipe Bacellar Filho. Direito administrativo e o novo Código Civil. Belo Horizonte: Forum, 2007

Bacellar Filho. Dir. adm. Contemporâneo – Romeu Felipe Bacellar Filho. Direito administrativo contemporâneo. Belo Horizonte: Forum, 2004

Bacellar Filho. Proc. administrativo – Romeu Felipe Bacellar Filho. Processo administrativo disciplinar. SP: Max Limonad, 2003

Bacigalupo. Discrecionalidad – Mariano Bacigalupo. La discrecionalidad administrativa (estrutura normativa, control judicial y limites constitucionales de su atribución), Madrid: Marcial Pons, 1997

Badura. Staatsrecht – Peter Badura. Staatsrecht: Systematische Erläuterung des Grundgesetzes für die Bundesrepublik Deutschland, München: Beck, 1986

Baleeiro. Limitações – Aliomar Baleeiro. Limitações constitucionais ao poder de tribuar, 7.ª ed., RJ: Forense, 2005; 2.ª ed., 1960

Balera. Noções preliminares – Wagner Balera. Noções preliminares de direito previdenciário, SP: Quartier Latin, 2004

Ballon. EinführungOskar J. Ballon. Einführung in das österreichische Zivilprozeßrecht Streitiges Verfahren, 8.ª ed., Graz: Leykam, 1999

Bandeira de Mello. Apontamentos – Celso Antônio Bandeira de Mello. Apontamentos sobre agentes e órgãos públicos, SP: RT, 1987

Bandeira de Mello. Autarquias – Celso Antônio Bandeira de Mello. Natureza e regime jurídico das autarquias, SP: RT, 1968

Bandeira de Mello. CursoCelso Antônio Bandeira de Mello. Curso de direito administrativo, 30.ª ed., SP: Malheiros, 2013; 25.ª ed., 2008; 20.ª ed., 2006; 16.ª ed., 2004; 14.ª ed., 2002; 10.ª ed., 1999

Bandeira de Mello. Discricionariedade – Celso Antônio Bandeira de Mello. Discricionariedade e controle jurisdicional, SP: Malheiros, 1992

Bandeira de Mello. Igualdade – Celso Antônio Bandeira de Mello. Conteúdo jurídico do princípio da igualdade, 3.ª ed., SP: Malheiros, 2007

Bandeira de Mello. MS – Celso Antônio Bandeira de Mello. Curso de mandado de segurança, SP: RT, 1986

Bandeira de Mello. Serviços públicos – Celso Antonio Bandeira de Mello. Prestação de serviços públicos e administração indireta, 2.ª ed., SP: RT, 1987

Bandeira de Mello. Servidores – Celso Antônio Bandeira de Mello. Regime dos servidores da administração direta e indireta, 3.ª ed., SP: Malheiros, 1995

Bandeira de Mello. Princípios – Oswaldo Aranha Bandeira de Mello. Princípios gerais de direito administrativo, 2 vs., RJ: Forense; v. I, 2.ª ed., 1979; v. II (Das Pessoas), 1969

Baptista. Dano – Silvio Neves Baptista. Teoria geral do dano: de acordo com o Novo Código Civil Brasileiro, SP: Atlas, 2003

Baptista. Preempção – Mario Neves Baptista. O pacto de preempção e o terceiro adquirente de má-fé: conceito, história e efeitos do pacto de preempção. Recife: Imprensa Industrial, 1948

Baptista-Rodas-Soares. Normas – Luiz Olavo Baptista, João Grandino Rodas e Guido Fernando da Silva Soares (organizadores). Normas de direito internacional, 3 ts., 4 vs., SP: LTr, 2001. T. 1: Normas de caráter geral; t. 2: Direito internacional da pessoa; t. 3, v. 1: Direito empresarial – Economia internacional; t. 3, v. 2: Comércio internacional – OMC

Barão de Ramalho. Praxe brasileira – Barão de Ramalho. Praxe brasileira, 2.ª ed. aumentada com anotações pelo Dr. Pamphilo d’Assumpção, RJ: J. Ribeiro dos Santos, 1904

Barbalho. Comentários CF – João Barbalho de Uchôa Cavalcanti. Constituição da Republica dos Estados Unidos do Brasil – 1891, 2.ª ed., Paris, 1924

Barbi. ADPI – Celso Agrícola Barbi. Ação declaratória principal e incidente, 7.ª ed., RJ: Forense, 1995 (citação: número e página)

Barbi. Comentários CPC – Celso Agrícola Barbi, Comentários ao Código de Processo Civil, v. I, 11.ª ed., RJ: Forense, 2002 (citação: número e página)

Barbi. MS – Celso Agrícola Barbi. Do mandado de segurança, 11.ª ed., RJ: Forense, 2008; 9.ª ed., 2000 (citação: número e página)

Barbi Filho. Dissolução parcial – Celso Barbi Filho. Dissolução parcial de sociedades limitadas, BH: Mandamentos, 2004

Barbosa Gomes. Ação afirmativa – Joaquim Benedito Barbosa Gomes. Ação afirmativa e princípio constitucional da igualdade, RJ-SP: Renovar, 2001

Barbosa Gomes. Cour Suprême – Joaquim Benedito Barbosa Gomes. La Cour Suprême dans le système politique brésilien, Paris: Librairie Générale de Droit et de Jurisprudence, 1994

Barbosa Moreira. Comentários CPC – José Carlos Barbosa Moreira. Comentários ao Código de Processo Civil, v. V, 17.ª ed., RJ: Forense, 2013; 16.ª ed., 15.ª ed., 2009; Coment.14, 2008; Coment.11, 2003; Coment.10, 2002; Coment.9, 9.ª ed., 2001; Coment.8, 8.ª ed., 1999; Coment.7, 7.ª ed., 1998 (citação: número e página)

Barbosa Moreira. Dir.Aplicado – José Carlos Barbosa Moreira. Direito aplicado, RJ: Forense, 1987

Barbosa Moreira. Dir. aplicado II – José Carlos Barbosa Moreira. Direito aplicado II (pareceres), RJ: Forense, 2000

Barbosa Moreira. DPC – José Carlos Barbosa Moreira. Direito Processual Civil (Ensaios e Pareceres), RJ: Borsoi, 1971

Barbosa Moreira. Estudos – José Carlos Barbosa Moreira. Estudos sobre o novo Código de Processo Civil, RJ: Liber Juris, 1974

Barbosa Moreira. Juízo – José Carlos Barbosa Moreira. O juízo de admissibilidade no sistema dos recursos civis, RJ: s/ed., 1968

Barbosa Moreira. Litisc. unitário – José Carlos Barbosa Moreira. Litisconsórcio unitário, RJ: Forense, 1972

Barbosa Moreira. NPC – José Carlos Barbosa Moreira. O novo processo civil brasileiro, 26.ª ed., RJ: Forense, 2008; 22.ª ed., 2002

Barbosa Moreira. Questões – José Carlos Barbosa Moreira. Questões prejudiciais e coisa julgada, RJ: s/ed., 1967

Barbosa Moreira. Reconvenção – José Carlos Barbosa Moreira. A conexão de causas como pressuposto da reconvenção, SP: Saraiva, 1979

Barbosa Moreira. Temas – José Carlos Barbosa Moreira. Temas de Direito Processual, SP: Saraiva, 1.ª série, 1977; 2.ª série, 1980; 3.ª série, 1984; 4.ª série, 1989; 5.ª série, 1994; 6.ª série, 1997; 7.ª série, 2001; 8.ª série, 2004; 9.ª série, 2007 (citação: abreviatura, série, página. Ex.: Temas3, 122)

Barboza. Precedentes – Estefânia Maria de Queiróz Barboza. Precedentes judiciais e segurança jurídica: fundamentos e possibilidades para a jurisdição constitucional brasileira, SP: Saraiva, 2014

Barcellona. Profili della teoria dell’errore – Pietro Barcellona. Profili della teoria dell’errore nel negozio giuridico, Milano: Giuffrè, 1962

Barona-outro. Comentários – Silvia Barona Vilar (coordenadora). Comentários a la Ley de Arbitraje (Ley 60/2003, de 23 de diciembre), Madrid: Thomson-Civitas, 2004. Obra coletiva comentada por Juan Montero Aroca, Silvia Barona Vilar, Carlos Espluges Mota, Vicente Guzmán Fluja, Jesús Olavarría Iglesia, Rafael Verdera Server, Guillermo Palao Moreno, Elena Martinez García, Virginia Pardo Iranzo e Sergio González Malabia

Barreto. CEDH – Ireneu Cabral Barreto. A Convenção Européia dos Direitos do Homem – Anotada, 2.ª ed., Coimbra: Coimbra Editora, 1999

Barreto Filho. Estabelecimento – Oscar Barreto Filho. Teoria do estabelecimento comercial (fundo de comércio ou fazenda mercantil), SP: Max Limonad, 1969

Barros. Comentários CPC – Hamilton de Moraes e Barros. Comentários ao Código de Processo Civil, v. IX, 4.ª ed., RJ: Forense, 1993

Barros. Constitucionalismo – Sérgio Resende de Barros. Contribuição dialética para o constitucionalismo, Campinas: Millennium, 2008

Barros. Dir. humanos – Sérgio Resende de Barros. Direitos humanos: paradoxo da civilização, Belo Horizonte: Del Rey, 2003

Barros. Liberdade – Sérgio Resende de Barros. Liberdade e contrato: a crise da licitação, 2.ª ed., Piracicaba: UNIMEP, 1999

Barroso. CF Anot.Luís Roberto Barroso. Constituição da Republica Federativa do Brasil anotada e legislação complementar, 5.ª ed., SP: Saraiva, 2006; 4,ª ed., 2003

Barroso. Controle – Luís Roberto Barroso. O controle de constitucionalidade no direito brasileiro, 5.ª ed., SP: Saraiva, 2011; 2.ª ed., 2006

Barroso. Curso – Luís Roberto Barroso. Curso de direito constitucional contemporâneo: os conceitos fundamentais e a construção do novo modelo, SP: Saraiva, 2009

Barroso. Temas – Luís Roberto Barroso. Temas de direito constitucional, 3 vs., RJ-SP: Renovar. V. I, 2.ª ed., 2002; v. II, 2003; v. III, 2.ª ed., 2008

Barruffini. Dir. constitucional – José Carlos Tosetti Barruffini. Direito constitucional, 2 vs., 3.ª ed., SP: Saraiva, 2008

Barruffini. Usucapião – José Carlos Tosetti Barruffini. Usucapião constitucional urbano e rural, SP: Atlas, 1998

Bartole-Bin-outro. Comm. breve Costituzione – Sergio Bartole e Roberto Bin (diretores). Commentario breve alla Costituzione, 2.ª ed., Padova: Cedam, 2008. Obra coletiva, fundada por Vezio Crisafulli e Livio Paladin e dirigida por Sergio Bartole e Roberto Bin, com comentários de Andrea Ambrosi, Adriana Apostoli, Filippo Benelli, Michelle Belletti, Chiara Bergonzini, Francesca Biondi, Chiara Bologna, Quirino Camerlengo, Leopoldo Coen, Angela Cossiri, Marco Cuniberti, Rosella Di Cesare, Giovanni Di Cosimo, Flavia Dimora, Gian Paolo Dolso, Federico Furlan, Federico Gambini, Mitja Gialuz, Marco Giampieretti, Dimitri Girotto, Tommaso F. Giupponi, Andrea Guazzarotti, Michele Magrini, Cesare Mainardis, Maurizio Malo, Enrico Marello, Ludovico Mazzarolli, Davide Monego, Carlo Padula, Paolo Pittaro, Chiara Tripodina, Giulio Enea Vigevani. 1.ª ed., 1990, dirigida por Vezio Cisafulli e Livio Paladin (citação: autor, abreviatura, artigo, número do comentário, página. Exemplo: Bartole-Bin-Gialuz, Comm.breve Costituzione, art. 25, n. I.5, p. 251)

Bartolini-Dubolino. CPC Annotato – Francesco Bartolini e Pietro Dubolino (organizadores). Il Codice di Procedura Civile annotato com la giurisprudenza, 3.ª ed., Piacenza: CELT (Casa Editrice La Tribuna), 2004

Basenghi. Agenzia – Francesco Basenghi (Coordenador). Contratto di agenzia, Milano: Giuffrè, 2008. Obra coletiva (citação: Bizarro-Basenghi. Agenzia, CC ital. 1742 parte II, n. 1, p. 55).

Bastos. Curso – Celso Ribeiro Bastos. Curso de direito constitucional, SP: Celso Bastos Editora, 2002; 3.ª ed., SP: Saraiva, 1999

Bastos-Assis-Santos-outro. Família e jurisdição III – Eliane Ferreira Bastos, Arnoldo Camanho de Assis, Marlouve Moreno Sampaio Santos (coordenadores). Família e jurisdição III, Belo Horizonte: Del Rey-IBDFAM, 2010. Obra coletiva com artigos de Ana Liési Thurler, Ana Maria Gonçalves Louzada, Arnoldo Camanho de Assis, Cristian Fetter Mold, Eliene Ferreira Bastos, Fernanda Dias Xavier, Flávio Gonçalves Louzada, Francisco Cláudio de Almeida Santos, Gelson Leite, James Eduardo Oliveira, José Britto da Cunha Júnior, Lúcia Eugênia Velloso Passarinho, Luiz Antonio Guerra, Maércia Correia de Mello, Marlouve Moreno Sampaio Santos, Pedro Oto de Quadros, Pedro Thomé de Arruda Neto, Sandra Alcione Souza de Albuquerque Beze, Sérgio Domingos, Suzana Borges Viegas de Lima, Wanessa Alpino Bigonha Alvim. (Citação: abreviatura e página. Exemplo: (Bastos-Assis-Santos-Thurler. Família e jurisdição III, pp. 1/34)

Bastos-Luz. Família e jurisdição II – Eliane Ferreira Bastos e Antonio Fernandes da Luz (coordenadores). Família e jurisdição II, Belo Horizonte: Del Rey-IBDFAM, 2007

Bastos-Martins. Comentários CF – Celso Ribeiro Bastos e Ives Gandra da Silva Martins. Comentários à Constituição do Brasil (promulgada em 5 de outubro de 1988), 9 vs., 15 ts., SP: Saraiva, 1988/1998

Bastos-Sousa. Família e jurisdição I – Eliane Ferreira Bastos e Asiel Henrique de Sousa (coordenadores). Família e jurisdição I, Belo Horizonte: Del Rey, 2006

Batalha. DPColetividades- – Wilson de Souza Campos Batalha. Direito processual das coletividades e dos grupos, 2.ª ed., SP: LTr, 1992

Batalha. Sistema – Wilson de Souza Campos Batalha. Sistema de direito processual (civil, tributário, trabalhista), 2 vs., SP: LTr, 1998/1999

Batalha. Tratado – Wilson de Souza Campos Batalha. Tratado de direito judiciário do trabalho, 2 vs., 3.ª ed., SP: LTr, 1995

Battaglini-Novelli. CPC – M. Battaglini e T. Novelli. Codice di procedura civile e norme complementari con il commento della giurisprudenza della cassazione, 8.ª ed., Milano: Giuffrè, 1990

Batoque-Abranches. Processo – António Batoque e António César Abranches. Curso de processo ordinário, sumário e sumaríssimo civil e comercial – Extracto das lições do Doutor José Alberto dos Reis, Coimbra, Coimbra Editora, 1932

Baudry-Lacantinerie. Biens – G. Baudry-Lacantinerie e M. Chauveau, Traité théorique et pratique de droit civil – Des biens, 2.ª ed., Paris: Librairie de la Société du Recueil Général des Lois et des Arrêts, 1899

Baudry-Lacantinerie. Donations – G. Baudry-Lacantinerie e Maurice Colin. Traité théorique et pratique de droit civil – Des donations entre vifs et dês testaments, 2.ª ed., 2 ts., Paris: Librairie de la Société du Recueil Général des Lois et des Arrêts, 1899

Baudry-Lacantinerie. Louage – G. Baudry-Lacantinerie e Albert Wahl. Traité théorique et pratique de droit civil – Du contrat de louage, 2.ª ed., 2 ts., Paris: Librairie de la Société du Recueil Général des Lois et des Arrêts, 1900

Baudry-Lacantinerie. Mandat – G. Baudry-Lacantinerie e Albert Wahl. Traité théorique et pratique de droit civil – Des contrats aléatoires: du mandat, du cautionnement, de la transaction, 2.ª ed., Paris: Librairie de la Société du Recueil Général des Lois et des Arrêts, 1900

Baudry-Lacantinerie. Mariage – G. Baudry-Lacantinerie e J. Le Courtois e F. Surville. Traité théorique et pratique de droit civil – Du contrat de mariage, 2.ª ed., 3 ts., Paris: Librairie de la Société du Recueil Général des Lois et des Arrêts, 1901

Baudry-Lacantinerie. Obligations – G. Baudry-Lacantinerie e L. Barde. Traité théorique et pratique de droit civil – Des obligations,3.ª ed., 4 ts., Paris: Librairie de la Société du Recueil J.-B. Sirey et du Journal du Palais, 1906

Baudry-Lacantinerie. Personnes – G. Baudry-Lacantinerie e M. Houques-Fourcade. Traité théorique et pratique de droit civil – Des personnes, 2.ª ed., 3 ts., Paris: Librairie de la Société du Recueil Général des Lois et des Arrêts, 1902

Baudry-Lacantinerie. Prescription – G. Baudry-Lacantinerie e Albert Tissier. Traité théorique et pratique de droit civil – De la prescription, 2.ª ed., Paris: Librairie de la Société du Recueil Général des Lois et des Arrêts, 1899

Baudry-Lacantinerie. Privilèges – G. Baudry-Lacantinerie e P. de Loynes. Traité théorique et pratique de droit civil – Du nantissement des privilèges & hypothéques et de l’expropriation forcée, 2.ª ed., 3 ts., Paris: Librairie de la Société du Recueil Général des Lois et des Arrêts, 1899

Baudry-Lacantinerie. Société – G. Baudry-Lacantinerie e Albert Wahl. Traité théorique et pratique de droit civil – De la société, du prêt, du dépot, 2.ª ed., Paris: Librairie de la Société du Recueil Général des Lois et des Arrêts, 1900

Baudry-Lacantinerie. Successions – G. Baudry-Lacantinerie e Albert Wahl. Traité théorique et pratique de droit civil – Des successions, 2.ª ed., 3 ts., Paris: Librairie de la Société du Recueil Général des Lois et des Arrêts, 1899

Baudry-Lacantinerie. Supplément – G. Baudry-Lacantinerie e Julien Bonnecase. Traité théorique et pratique de droit civil – Supplément par Julien Bonnecase, 6 ts., Paris: Librairie de la Société du Recueil Général des Lois et des Arrêts, 1924/1935

Baudry-Lacantinerie. Vente – G. Baudry-Lacantinerie e Léo Saignat. Traité théorique et pratique de droit civil – De la vente et de l’échange, 2.ª ed., Paris: Librairie de la Société du Recueil Général des Lois et des Arrêts, 1900

Baumbach-Hefermehl. WG-ScheckG – Adolf Baumbach e Wolfgang Hefermehl. Wechselgesetz und Scheckgesetz mit Nebengesetzen und einer Einführung in das Wertpapierrecht, 21.ª ed., München: Beck, 1999

Baumbach-Hopt-Duden. HGB – Adolf Baumbach, Klaus J. Hopt e Konrad Duden. Handelsgesetzbuch mit GmbH & Co., Handelsklauseln. Bank– und Börsenrecht, Transportrecht (ohne Seerecht), 33.ª ed., München: Beck, 2007; 29.ª ed., 1995

Baumbach-Hueck-outro. GmbH-Gesetz – Adolf Baumbach, Alfred Hueck, Götz Hueck, Joachim Schulze-Osterloh e Wolfgang Zöllner. GmbH-Gesetz: Gesetz betreffend die Gesellschaften mit beschänkter Haftung (Lei sobre as Sociedades de Responsabilidade Limitada Comentada), 18.ª ed., München: C.H.Beck, 2006; 16.ª ed., 1996

Baumbach-Lauterbach-Albers-Hartmann. ZPO – Adolf Baumbach, Wolfgang Lauterbach, Jan Albers e Peter Hartmann. Zivilprozessordnung mit Gerichts-verfassungsgesetz und anderen Nebengesetzen, 66.ª ed., München: Beck, 2008; 65.ª ed., 2007; 62.ª ed., 2004; 60.ª ed., 2002

Baumgärtel-Laumen-Prütting. Beweislast – Gottfried Baumgärtel (fundador), Hans-Willi Laumen e Hanns Prütting (editores). Handbuch der Beweislat (Manual do Ônus da Prova), obra coletiva, 10 vs., 3.ª ed. (só v. 1 [Grundlagen] na 2.ª ed., 2009), 2007/2011, Köln-München: Carl Heymanns Verlag

Baumgärtel-Prütting. EZPRGottfried Baumgärtel e Hanns Prütting. Einführung in das Zivilprozeßrecht, 8.ª ed., Neuwied-Kriftel-Berlin: Luchterhand, 1994

Baur. Beiträge – Fritz Baur. Beiträge zur Gerichtsverfassung und Zivilprozeßrecht, Tübingen: Mohr, 1983

Baur. Verfahren – Fritz Baur. Beiträge zum materiellen Recht und Verfahrensrecht, Tübingen: Mohr, 1986

Baur-Grunsky. ZPR – Fritz Baur e Wolfgang Grunsky. Zivilprozeßrecht, 11.ª ed., München: Luchterhand, 2006; 7.ª ed., Neuwied-Kriftel-Berlin: Alfred Metzner, 1991

Baur-Stürner. Sachenrecht – Fritz Baur, Jürgen F. Baur e Rolf Stürner. Sachenrecht, 17.ª ed., München: Beck, 1999 (Direito das coisas)

Bazán. Inconstitucionalidad – Víctor Bazán (coordenador). Inconstitucionalidad por omisión, Santa Fe de Bogotá: Temis, 1997. Obra coletiva

Beatson-Friedmann. Good faith – Jack Beatson e Daniel Friedmann (coordenadores). Good faith and fault in contract law, Oxford: Clarendon, 1997. Obra coletiva. Citação: nome do autor, título do artigo, abreviatura da obra

Beaud-Pasquino. Kelsen vs. Schmitt – Olivier Beaud e Pasquale Pasquino (organizadores). La controverse sur “le gardien de la Constitution” et la justice constitutionnelle: “Kelsen contre Schmitt”, Paris: LGDJ, 2007. Obra coletiva

Becker. Carnaval – Alfredo Augusto Becker. Carnaval tributário, 2.ª ed., SP: Lejus, 2004

Becker. Teoria geral – Alfredo Augusto Becker. Teoria geral do direito tributário, 4.ª ed., SP: Lejus, 2002

Bedaque. DireitoJosé Roberto dos Santos Bedaque. Direito e processo, 4.ª ed., SP: Malheiros, 2006; 3.ª ed., 2003

Bedaque. Efetividade – José Roberto dos Santos Bedaque. Efetividade do processo e técnica processual, 3.ª ed., SP: Malheiros, 2010; 2.ª ed., 2007; 1.ª ed., 2006

Bedaque. Poderes – José Roberto dos Santos Bedaque. Poderes instrutórios do juiz, 5.ª ed. atualizada, revista e ampliada, SP: RT, 2011; 4.ª ed., 2009; 3.ª ed., 2001

Bedaque. Tutela – José Roberto dos Santos Bedaque. Tutela cautelar e tutela antecipada: tutelas sumárias e de urgência (tentativa de sistematização), 3.ª ed., SP: Malheiros, 2003

Bekker. Besitz – Ernst Immanuel Bekker. Das Recht des Besitzes bei den Römern (Festgabe an Johann Caspar Bluntschli zum Doktorjubiläum), Leipzig: Breitkopf und Härtel, 1880

Bekker. Pandekten – Ernst Immanuel Bekker. System des heutigen Pandektenrechts, 2 vs., Weimar: Hermann Böhlau, 1886/1889

Belluscio. Derecho de família – Augusto Cesar Belluscio. Derecho de Família. t. I, Buenos Aires: Ediciones Depalma, 1979

Beltrame. Embargos – José Alonso Beltrame. Dos embargos do devedor: teoria e jurisprudência, 3.ª ed., SP: RT, 2002

Benatti. Resp. precontrattuale – Francesco Benatti. La responsabilità precontrattuale, Milano: Giuffrè, 1963

Benda-outro. Hdb Verfassungsrecht – Ernst Benda (org.). Handbuch des Verfassungsrechts der Bundesrepublik Deutschland, 2 vs., Berlin: Walter de Gruyter, 1984. Obra coletiva: Ernst Benda, Konrad Hesse, Hans-Jochen Vogel, Werner Maihofer (organizadores)

Benda-outro. Man. Der. Constitucional – Ernst Benda (org.). Manual de derecho constitucional, Madrid: Instituto Vasco de Administración Pública, Marcial Pons, 1996. Obra coletiva: Ernst Benda, Konrad Hesse, Hans-Jochen Vogel, Werner Maihofer, Wolfgang Heyde (organizadores)

Benda-Klein. VerfPR- – Ernst Benda, Eckart Klein, Oliver Klein. Verfassungsprozessrecht. Ein Lehr- und Handbuch, 3.ª ed., Heidelberg-München-Landsberg-Frechen-Hamburg: Müller, 2012

Benjamin. Dano ambiental – Antonio Herman de Vasconcellos e Benjamin (coord.). Dano ambiental: prevenção, reparação e repressão, SP: RT, 1993

Benjamin-Marques-Bessa. Manual DCAntonio Herman V. Benjamin, Claudia Lima Marques e Leonardo Roscoe Bessa. Manual de direito do consumidor, 3.ª ed., SP: RT, 2010

Bentham. Oeuvres – Jérémie Bentham. Oeuvres de Jérémie Bentham, par Étienne Dumont, 3 vs., 3.ª ed., Bruxelles: Société Belge de Librairie, 1840

Bentham. Traité – Jérémie Bentham. Traité des preuves judiciaires, 2 vs., Paris: Bossange Frères, 1823

Bercovici. Const. Econômica – Gilberto Bercovici. Constituição econômica e desenvolvimento: uma leitura a partir da Constituição de 1988, SP: Malheiros, 2005

Bercovici. Exceção – Gilberto Bercovici. Constituição e estado de exceção permanente: atualidade de Weimar, SP: Azougue Editorial, 2004

Bercovici. Soberania – Gilberto Bercovici. Soberania e Constituição: para uma crítica do constitucionalismo, SP: Quartier Latin, 2008

Berenice Dias. Terceiro – Maria Berenice Dias. O terceiro no processo, RJ: Aide, 1993

Bermudes. Comentários CPC – Sérgio Bermudes. Comentários ao Código de Processo Civil, v....

Uma experiência inovadora de pesquisa jurídica em doutrina, a um clique e em um só lugar.

No Jusbrasil Doutrina você acessa o acervo da Revista dos Tribunais e busca rapidamente o conteúdo que precisa, dentro de cada obra.

  • 3 acessos grátis às seções de obras.
  • Busca por conteúdo dentro das obras.
Ilustração de computador e livro
jusbrasil.com.br
18 de Janeiro de 2022
Disponível em: https://thomsonreuters.jusbrasil.com.br/doutrina/secao/1147570814/abreviaturas-codigo-de-processo-civil-comentado-ed-2020