Direito de Transportes - Ed. 2020

Direito de Transportes - Ed. 2020

Transporte de Bens Digitais - Capítulo 12

Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Capítulo 12

12.1. Bens digitais e sua intangibilidade

É curioso para a experiência jurídica cogitar-se da circulação de riquezas que se constituam como coisas intangíveis e, especificamente, de coisas cuja intangibilidade seja exatamente o principal ponto referencial de sua valia, principalmente pela facilidade com que essas coisas se apresentam por codificações digitais e se transmitem com rapidez entre e para muitas pessoas ao mesmo tempo, muitas vezes sem que nunca se materializem em algum instrumental tangível, embora esses bens existam, sejam de múltiplas qualidades e exteriorizem riquezas fenomenais, na atualidade.

No estudo do direito dos contratos, impõe-se mais agora que nunca perceber que o fenômeno jurídico tem lugar em espaços que antes não existiam e que a realidade hoje é, também, um fato tecnológico. O espaço onde o fenômeno jurídico ocorre, já não é mais a terra, o ar, o mar, o espaço sideral, apenas, mas, também, o espaço criado pelo desenvolvimento tecnológico onde, curiosamente ocorrem fenômenos jurídicos, cada vez mais diversificados e cada vez mais …

Uma experiência inovadora de pesquisa jurídica em doutrina, a um clique e em um só lugar.

No Jusbrasil Doutrina você acessa o acervo da Revista dos Tribunais e busca rapidamente o conteúdo que precisa, dentro de cada obra.

  • 3 acessos grátis às seções de obras.
  • Busca por conteúdo dentro das obras.
Ilustração de computador e livro
jusbrasil.com.br
12 de Agosto de 2022
Disponível em: https://thomsonreuters.jusbrasil.com.br/doutrina/secao/1152960773/transporte-de-bens-digitais-capitulo-12-direito-de-transportes-ed-2020