Processo Penal - Ed. 2020

Referências Bibliográficas

Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

ABREU, Florêncio de. Comentários ao Código de Processo Penal. Rio de Janeiro: Forense, 1945. v. 5.

ACOSTA, Walter P. O processo penal. 21. ed. Rio de Janeiro: Editora do Autor, 1991.

ALBUQUERQUE, Francisco Manoel Xavier de. Aspectos da conexão. Tese (Titular). Faculdade de Direito do Amazonas, Manaus. 1956.

ALCALÁ-ZAMORA Y CASTILLO, Niceto. Prólogo. Lecciones sobre el proceso penal. Tradução de Santiago Sentís Melendo. Buenos Aires: Bosch, 1950. v. 1.

ALCALÁ-ZAMORA Y CASTILLO, Niceto; LEVENE HIJO, Ricardo. Derecho procesal penal. Buenos Aires: Editorial -Guillermo Kraft, 1945. t. II.

ALLEN, Ronald. J. Factual ambiguity and a theory of evidence. Northwestern University Law Review, 88, 1994.

ALEXY, Robert. Teoria dos direitos fundamentais. Tradução de Virgílio A. da Silva. São Paulo: Malheiros, 2008.

ALMEIDA, Carlos Alberto Simões de. Medidas cautelares e de polícia do processo penal, em direito comparado. Coimbra: Almedina, 2006.

ALMEIDA, Gevan de Carvalho. Modernos movimentos de política criminal e seus reflexos na legislação brasileira. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2002.

ALMEIDA, Joaquim Canuto Mendes de. A contrariedade na instrução criminal. São Paulo: Saraiva, 1937.

ALMEIDA JÚNIOR, João Mendes. Direito judiciário brasileiro. 2. ed. Rio de Janeiro: Typographia Baptista de Souza, 1918.

ALMEIDA JÚNIOR, João Mendes. O processo criminal brasileiro. 4. ed. Rio de Janeiro: Freitas Bastos, 1959. v. 2.

ALTAVILLA, Enrico. Psicologia judiciária. Tradução de Fernando de Miranda. 3. ed. Coimbra: Coimbra, 1981. v. 1.

ALTAVILLA, Enrico. Psicologia judiciária. Tradução de Fernando de Miranda. 3. ed. Coimbra: Coimbra, 1982. v. 2.

ÁLVAREZ GARCÍA, Francisco Javier; QUERALT JIMÉNEZ, Argelia. Derecho a la libertad y a la seguridad y su sistema de garantías en el Convenio de Roma: un standard mínimo europeo (Art. 5 CEDH). in Garcia Roca; Santolaya (Coord.) La Europa de los Derechos, 2. ed. Madrid: Centro de Estudos Políticos y Constitucionales, 2009.

ALVES, Rogério Pacheco. O poder geral de cautela no processo penal. Revista dos Tribunais, São Paulo, n. 799, maio 2002.

AMARAL SANTOS, Moacyr. Primeiras linhas de direito processual civil. 14. ed. São Paulo: Saraiva, 1990. v. 1.

AMARAL SANTOS, Moacyr. Prova Judiciária no cível e comercial. 3. ed. São Paulo: Max Limonad, 1966. v. 1.

AMARAL SANTOS, Moacyr. Prova Judiciária no cível e comercial. 4. ed. São Paulo: Max Limonad, 1970. v. 4.

AMBOS, Kai. Las prohibiciones de utilización de pruebas en el proceso penal alemán, in Gómes Colomer, Juan Luis (Coord.), Prueba y proceso penal. Análisis especial de la prueba prohibida en el sistema español y en el derecho comparado, Valencia, Tirant lo Blanch, 2008.

AMODIO, Ennio. Libertà e legalità nella disciplina della testimonianza, Rivista italiana di diritto e procedura penale, 1973.

AMODIO, Ennio. Motivazione della sentenza penale. Enciclopedia del diritto. Milano: Giuffrè, 1977. v. 27.

ANDRADE, Manuel da Costa. Sobre as Proibições de Prova Em Processo Penal. Coimbra: Coimbra, 1992.

ANDRADE, Mauro Fonseca; ALFLEN, Pablo Rodrigo. Audiência de custódia: Comentários à Resolução 213 do Conselho Nacional de Justiça. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2016.

ANDRADE, Mauro Fonseca; ALFLEN, Pablo Rodrigo. Audiência de custódia no processo penal brasileiro. 3. ed. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2018.

ANDRÉ, Patrícia dos Santos. Prisão temporária: medida cautelar para crimes leves? Revista dos Tribunais, São Paulo, n. 691, p. 396-398, maio 1993.

ANDRIOLI, Virgilio. Commento al Codice di Procedura Civile. 3. ed. Napoli: Jovene, 1956. v. 2, p. 81.

AQUINO, José Carlos G. Xavier de. A prova testemunhal no processo penal brasileiro. 4. ed. São Paulo: Juarez de Oliveira, 2002.

ARANHA, Adalberto José Q. T. de Camargo. Da prova no processo penal. 3. ed. São Paulo: Saraiva, 1994.

ARANHA, Adalberto José Q. T. de Camargo. Dos recursos no processo penal. São Paulo: Saraiva, 1988.

ARANHA, Adalberto José Q. T. de Camargo. Dos recursos no processo penal. 3. ed. São Paulo: Saraiva, 2010.

ARANTES FILHO, Márcio Geraldo Britto. A interceptação de Comunicação entre Pessoas Presentes. Brasília: Gazeta Jurídica, 2013

ARAS, Vladimir. O réu colaborador como testemunha. In: SALGADO, Daniel de Resende; QUEIROZ, Ronaldo Pinheiro de. A prova no enfrentamento à macrocriminalidade. 2. ed. Salvador: JusPodivm, 2017.

ARAÚJO, Sérgio Luiz Souza. Teoria geral do processo penal. Belo Horizonte: Mandamentos, 1999.

ARENHART, Sérgio Cruz. A verdade substancial. Gênesis. Revista de Direito Processual Civil, Curitiba, n. 3, p. 685-695, set./dez. 1996.

ARENHART, Sérgio Cruz; MARINONI, Luiz Guilherme. Prova. São Paulo: Ed. RT, 2009.

ARIETA, Giovanni. I provvedimenti d’urgenza ex art. 700 C.P.C. Padova: Cedam, 1982.

ARMELIN, Donaldo. Legitimidade para agir no processo civil brasileiro. São Paulo: Ed. RT, 1979.

ARMENTA DEU, Tereza. La prueba ilícita (un estudio comparado). Madrid: Marcial Pons, 2009.

ARRUDA ALVIM, José Manoel de; Arruda Alvim, Tereza. Manual de direito processual civil. 4. ed. São Paulo: Ed. RT, 1991. v. 2.

ASSIS, Araken de. Eficácia civil da sentença penal. 2. ed. São Paulo: Ed. RT, 2000.

ASSIS, Araken de. Cumulação de Ações. 4. ed. São Paulo: Ed. RT, 2002, v.1.

ASSIS, Araken de. Manual dos recursos. 2. ed. São Paulo: Ed. RT, 2008.

ASSIS, Araken de. Manual dos Recursos. 8. ed. São Paulo: Ed. RT, 2016.

ASSUNÇÃO, Hélcio Alves de. Recurso extraordinário: requisitos constitucionais de admissibilidade. In: Adroaldo Furtado Fabrício (Org.). Meios de impugnação ao julgado civil. Estudos em homenagem a José Carlos Barbosa Moreira. Rio de Janeiro: Forense, 2007.

ASÚA, Luis Jimènez de. Tratado de derecho penal. Buenos Aires: Losada, 1952. v. 4.

ÁVILA, Humberto Bergmann. Teoria dos princípios: da definição à aplicação dos princípios jurídicos. 10. ed. São Paulo: Malheiros, 2009.

AVOGLIO, Luis Francisco Torquato. Provas ilícitas: interceptações telefônicas e gravações clandestinas. 3. ed. São Paulo: Ed. RT, 2003.

AULETE, Caldas. Dicionário contemporâneo da língua portuguesa. 3. ed. Rio de Janeiro: Delta, 1974. v. 1 e 2

AULETE, Caldas. Dicionário contemporâneo da língua portuguesa. 3. ed. Rio de Janeiro: Delta, 1978. v. 4.

AZEVEDO, Yuri; VASCONCELOS, Caroline Regina Oliveira. Ensaios sobre a cadeia de custódia das provas no processo penal brasileiro. Florianópolis: Empório do Direito, 2017.

BADARÓ, Gustavo Henrique Righi Ivahy. A colaboração premida: meio de prova, meio de obtenção de prova ou um novo modelo de justiça penal não epistêmica? In: Pierpaolo Cruz Bottini e Maria Thereza Rocha de Assis Moura (Coords.). Colaboração Premiada. São Paulo: Ed. RT, 2017, p. 127-149.

BADARÓ, Gustavo Henrique Righi Ivahy. A Lei Estadual n. 11.819, de 05.01.2005, e o interrogatório por videoconferência: primeiras impressões. Boletim IBCCrim, São Paulo, v. 12, n. 148, p. 2, mar. 2005.

BADARÓ, Gustavo Henrique Righi Ivahy. A nova regulamentação da identificação criminal. Boletim IBCCrim, São Paulo, n. 100, p. 9-10, mar. 2001.

BADARÓ, Gustavo Henrique Righi Ivahy. A prisão preventiva e o princípio da proporcionalidade. In: LIMA, Marcellus Polastri; RIBEIRO, Bruno de Morais (Org.). Estudos criminais em homenagem a Weber Martins Batista. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2008. p. 159-185.

BADARÓ, Gustavo Henrique Righi Ivahy. A valoração probatória da colaboração premida, In: Daniel Resende Salgado, Luís Felipe Schneider Kircher; Ronaldo Pinheiro Queiroz (Coords). Altos estudos sobre a prova no processo penal. Salvador: JusPodivm, 2020, p. 649-667.

BADARÓ, Gustavo Henrique Righi Ivahy. Correlação entre acusação e sentença. 2. ed. São Paulo: Ed. RT, 2009.

BADARÓ, Gustavo Henrique Righi Ivahy. Direito ao julgamento por juiz imparcial: como assegurar a imparcialidade objetiva no juiz nos sistemas em que não há a função do juiz de garantias. Processo penal, Constituição e crítica: estudos em homenagem ao Prof. Dr. Jacinto Nelson de Miranda Coutinho. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2011. p. 343-363.

BADARÓ, Gustavo Henrique Righi Ivahy. Direito intertemporal. In: MOURA, Maria Thereza Rocha de Assis (Coord.). As reformas no processo penal. As novas leis de 2008 e os Projetos de Reforma. São Paulo: Ed. RT, 2008.

BADARÓ, Gustavo Henrique Righi Ivahy. Da impronúncia e o ne bis in idem. In: SILVEIRA, Renato de Mello Jorge; e RASSI, João Daniel (Orgs.) Estudo em homenagem a Vicente Greco Filho. São Paulo: Ed. Libers Ars, 2014.

BADARÓ, Gustavo Henrique Righi Ivahy. Hipóteses que autorizam os meios excepcionais de obtenção de prova. In: Kai Ambos; Enéas Romero. (Org.). Crime Organizado - Análise da Lei 12.850/2013. 1ed.São Paulo: Marcial Pons, 2017, p. 13-49.

BADARÓ, Gustavo Henrique Righi Ivahy. Juiz natural no processo penal. São Paulo: Ed. RT, 2014.

BADARÓ, Gustavo Henrique Righi Ivahy. Medidas cautelares alternativas à prisão preventiva. Comentários aos artigos 319-320 do CPP, na redação da Lei 12.403/2011. In: FERNANDES, Og (Coord.). Medidas cautelares no processo penal: prisões e suas alternativas. Comentários à Lei 12.403, de 04.05.2011. São Paulo: Ed. RT, 2011.

BADARÓ, Gustavo Henrique Righi Ivahy. Ônus da prova no habeas corpus: in dubio pro libertate. In: PRADO, -Geraldo; MALAN, Diogo (Coord.). Processo penal e democracia: estudos em homenagem aos 20 anos da Constituição da República de 1988. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2009.

BADARÓ, Gustavo Henrique Righi Ivahy. Ônus da prova no processo penal. São Paulo: Ed. RT, 2003.

BADARÓ, Gustavo Henrique Righi Ivahy. Provas atípicas e provas anômalas: inadmissibilidade da substituição da prova testemunhal pela juntada e declarações escritas de quem poderia ser testemunha. In: YARSHELL, Flávio Luiz; MORAES, Maurício Zanoide (Coord.). Estudos em homenagem à professora Ada Pellegrini Grinover. São Paulo: DPJ, 2005.

BADARÓ, Gustavo Henrique Righi Ivahy. Tribunal do Júri e soberania dos veredictos: desconfiança e enfraquecimento de um falso soberano. In: MARTINS, Ives Gandra da Silva; JOBIM, Eduardo (Org.). O Processo na Constituição. São Paulo: Quartier Latin, 2008. p. 361-381.

BADARÓ, Gustavo Henrique Righi Ivahy. Tribunal do Júri. Lei 11.689, de 09.06.2008. In: MOURA, Maria Thereza Rocha de Assis (Coord.). As reformas no processo penal. As novas leis de 2008 e os Projetos de Reforma. São Paulo: Ed. RT, 2008.

BADARÓ, Gustavo Henrique Righi Ivahy. Tutela cautelar no processo penal e a restituição de coisa apreendida. Revista Brasileira de Ciências Criminais, São Paulo, n. 59, p. 260-286, mar./abr. 2006.

BADARÓ, Gustavo Henrique Righi Ivahy. Um novo agravo contra decisão que não admite recurso especial e extraordinário no processo penal? Reflexos da Lei 12.322, de 9 de setembro de 2010, no processo penal. Boletim IBCCrim, São Paulo, n. 218, p. 16-18, jan. 2011.

BADARÓ, Gustavo Henrique Righi Ivahy. Vícios de motivação da sentença penal. Revista Brasileira de Ciências Criminais, São Paulo, n. 38, p. 122-141, abr./jun. 2002.

BADARÓ, Gustavo Henrique Righi Ivahy; LOPES JR., Aury. Direito ao processo penal no prazo razoável. 2. ed. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2009.

BADARÓ, Gustavo Henrique Righi Ivahy; GOMES FILHO, Antonio Magalhães. Prova e sucedâneos de provas. Revista Brasileira de Ciências Criminais, n. 65, mar./abr. 2007.

BALTAZAR JÚNIOR, José Paulo. Standards probatórios no processo penal. Revista AJUFERGS, Porto Alegre, n. 4, p. 161-185, nov. 2007.

BAPTISTA, Francisco das Neves. Mito da verdade real na dogmática do processo penal. Rio de Janeiro: Renovar, 2001.

BARANDIER, Antonio Carlos. As garantias fundamentais e a prova (e outros temas). Rio de Janeiro: Lumen Juris, 1997.

BARBI, Celso Agrícola. Comentários ao Código de Processo Civil. Rio de Janeiro: Forense, 1975, v. 1, t. II.

BARBOSA MOREIRA, José Carlos. A Constituição e as provas ilicitamente obtidas. In: BARBOSA MOREIRA, José Carlos. Temas de direito processual: sexta série. São Paulo: Saraiva, 1997.

BARBOSA MOREIRA, José Carlos. A motivação das decisões judiciais como garantia inerente ao Estado de Direito. In: BARBOSA MOREIRA, José Carlos. Temas de direito processual: segunda série. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 1988.

BARBOSA MOREIRA, José Carlos. Apontamentos para um estudo sistemático da legitimação extraordinária. In: BARBOSA MOREIRA, José Carlos. Direito processual civil: ensaios e pareceres. Rio de Janeiro: Borsoi, 1971.

BARBOSA MOREIRA, José Carlos. A sentença penal como título executório civil. Revista de Direito Penal, v. 4, 1971.

BARBOSA MOREIRA, José Carlos. As presunções e a prova. In: BARBOSA MOREIRA, José Carlos. Temas de direito processual: primeira série. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 1988.

BARBOSA MOREIRA, José Carlos. Citação de pessoa falecida. In: BARBOSA MOREIRA, José Carlos. Temas de direito processual: quinta série. São Paulo: Saraiva, 1994.

BARBOSA MOREIRA, José Carlos. Comentários ao Código de Processo Civil. 16. ed. rev. e atual. Rio de Janeiro: Forense, 2011. v. 5.

BARBOSA MOREIRA, José Carlos. Correlação entre o pedido e a sentença. Revista de Processo, São Paulo, n. 83, p. 207-215, jul./set. 1993.

BARBOSA MOREIRA, José Carlos. Direito processual civil: ensaios e pareceres. Rio de Janeiro: Borsoi, 1971.

BARBOSA MOREIRA, José Carlos. Julgamento e ônus da prova. In: BARBOSA MOREIRA, José Carlos. Temas de direito processual: segunda série. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 1988.

BARBOSA MOREIRA, José Carlos. Legitimação para agir. Indeferimento da petição inicial. In: BARBOSA MOREIRA, José Carlos. Temas de direito processual: primeira série. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 1988.

BARBOSA MOREIRA, José Carlos. O juiz e a prova. Revista de Processo, São Paulo, n. 35, p. 178-184, jul./set. 1984.

BARBOSA MOREIRA, José Carlos. O juízo de admissibilidade no sistema dos recursos cíveis. Rio de Janeiro, 1968.

BARBOSA MOREIRA, José Carlos. O problema da “divisão de trabalho” entre juiz e partes: aspectos terminológicos. In: BARBOSA MOREIRA, José Carlos. Temas de direito processual: quarta série. São Paulo: Saraiva, 1989.

BARBOSA MOREIRA, José Carlos. O processo cautelar. In: BARBOSA MOREIRA, José Carlos. Estudos sobre o novo Código de Processo Civil. Rio de Janeiro: Liber Juris, 1974.

BARBOSA MOREIRA, José Carlos. Os poderes do juiz na direção e na instrução do processo. In: BARBOSA MOREIRA, José Carlos. Temas de direito processual: quarta série. São Paulo: Saraiva, 1989.

BARBOSA MOREIRA, José Carlos. Problemas da ação popular. In: BARBOSA MOREIRA, José Carlos. Direito processual civil: ensaios e pareceres. Rio de Janeiro: Borsoi, 1971.

BARBOSA MOREIRA, José Carlos. Processo civil e processo penal: mão e contramão? In: BARBOSA MOREIRA, José Carlos. Temas de direito processual: sétima série. São Paulo: Saraiva, 2001.

BARBOSA MOREIRA, José Carlos. Questões prejudiciais e a coisa julgada. Revista de Direito da Procuradoria Geral do Estado da Guanabara, Rio de Janeiro, n. 16, 1967.

BARBOSA MOREIRA, José Carlos. Questões prejudiciais e questões preliminares. In: BARBOSA MOREIRA, José Carlos. Direito processual civil: ensaios e pareceres. Rio de Janeiro: Borsoi, 1971.

BARBOSA MOREIRA, José Carlos. Reflexões sobre a imparcialidade do juiz. In: BARBOSA MOREIRA, José Carlos. Temas de direito processual: sétima série. São Paulo: Saraiva, 2001.

BARBOSA MOREIRA, José Carlos. Sobre pressupostos processuais. In: BARBOSA MOREIRA, José Carlos. Temas de direito processual: quarta série. São Paulo: Saraiva, 1989.

BARBOSA MOREIRA, José Carlos. Súmula, jurisprudência, precedente: uma escalada e seus riscos. Revista Síntese de Direito Civil e Processual Civil, n. 35, maio/jun. 2005.

BARBOSA, Marcelo Fortes. Garantias constitucionais de direito penal e de processo penal na Constituição de 1988. São Paulo: Malheiros, 1993.

Barbosa, Ruy. Lições de Ruy. Heitor Dias (Org.). Bahia: Imprensa Oficial, 1949.

Barbosa, Ruy. Oração aos moços. São Paulo: Martin Claret, 2004.

BARCELLOS, Ana Paula de. A eficácia jurídica dos princípios constitucionais. Rio de Janeiro: Renovar, 2002.

BARCELLOS, Ana Paula de. Ponderação, racionalidade e atividade jurisdicional. Rio de Janeiro: Renovar, 2005.

BARGI, Alfredo. Procedimento probatorio e giusto processo. Napoli: Jovene, 1990.

BARONA VILAR, Silvia. El proceso cautelar. In: MONTERO AROCA, Juan; GÓMEZ COLOMER, Juan Luis; MONTÓN REDONDO, Alberto; BARONA VILAR, Silvia. Derecho Jurisdicional III: proceso penal. 18. ed. Valencia: Tirant lo Blanch, 2010.

BARRETO, Irineu Cabral. A Convenção Europeia dos Direitos do Homem anotada. 3. ed. Coimbra: Coimbra Ed., 2005.

BARROS, Marco Antonio de. A busca da verdade no processo penal. São Paulo: Ed. RT, 2002.

BARROS, Marco Antonio de. Teleaudiência, interrogatório on-line, videoconferência e o princípio da liberdade da prova. Revista dos Tribunais, São Paulo, n. 818, p. 424-434, dez. 2003.

BARROS, Romeu Pires de Campos. Da correlação entre acusação e sentença no processo penal. Revista de Direito Processual Civil, n. 2, p. 136-145, jul./dez. 1960.

BARROS, Romeu Pires de Campos. O interrogatório do acusado e o princípio da verdade real. Estudos de direito e de processo penal em homenagem a Nelson Hungria. Rio de Janeiro: Forense, 1962. p. 315-327.

BARROS, Romeu Pires de Campos. Processo penal cautelar. Rio de Janeiro: Forense, 1982.

BARROS, Romeu Pires de Campos. Sistema do processo penal brasileiro. Rio de Janeiro: Forense, 1987. v. 1.

BARROS, Suzana de Toledo. O princípio da proporcionalidade e o controle de constitucionalidade das leis restritivas de direitos fundamentais. 3. ed. Brasília: Brasília Jurídica, 1996.

BARROSO, Luís Roberto. Interpretação e aplicação da Constituição: fundamentos de uma dogmática constitucional transformadora. 6. ed. São Paulo: Saraiva, 2004.

BASTOS, Celso Ribeiro; MARTINS, Ives Gandra. Comentários à Constituição do Brasil. São Paulo: Saraiva, 1989. v. 2.

BATISTA, Luís Osório da Gama e Castro de Oliveira. Comentário ao Código de Processo Penal português. Coimbra: Coimbra, 1932. v. 1.

BATISTA, Luís Osório da Gama e Castro de Oliveira. Comentário ao Código de Processo Penal português. Coimbra: Coimbra, 1934. v. 6.

BATISTA, Weber Martins. Direito penal e direito processual penal. 2. ed. Rio de Janeiro: Forense, 1996.

BATISTA, Weber Martins. Liberdade provisória. Rio de Janeiro: Forense, 1981.

BATISTA, Weber Martins. O saneamento no processo penal. Direito penal e direito processual penal. 2. ed. Rio de Janeiro: Forense, 1996.

BATISTA, Weber Martins. Suspensão condicional do processo. In: BATISTA, Weber Martins; FUX, Luiz. Juizados Especiais Cíveis e Criminais e suspensão condicional do processo. Rio de Janeiro: Forense, 1996,

BATTAGLINI, Giulio. Direito penal: parte geral. Tradução de Paulo José da Costa Jr. e Ada Pellegrini Grinover. São Paulo: Saraiva, 1964.

BECHARA, Fábio Ramazzini. Da assistência no processo penal. Boletim IBCCrim, São Paulo, a. 10, n. 117, ago. 2002, p. 11-13.

BECHARA, Fábio Ramazzini. Prisão cautelar. São Paulo: Malheiros, 2005.

BEDAQUE, José Roberto dos Santos. Direito e processo. São Paulo: Malheiros, 1995.

BEDAQUE, José Roberto dos Santos. Efetividade do processo e técnica processual. São Paulo: Malheiros, 2006.

BEDAQUE, José Roberto dos Santos. Pressupostos processuais e condições da ação. Justitia, São Paulo, n. 156, p. 48-66, out./dez. 1991.

BEDAQUE, José Roberto dos Santos. Tutela cautelar e tutela antecipada: tutelas sumárias e de urgência (tentativa de sistematização). São Paulo: Malheiros, 1998.

BEDÊ JÚNIOR, Américo; SENNA, Gustavo. Princípios do processo penal. Entre o garantismo e a efetividade da sanção. São Paulo: Ed. RT, 2009.

BELING, Ernest. Derecho procesal penal. Tradução de Miguel Fenech. Barcelona: Labor, 1943.

BELLAVISTA, Girolamo. Competenza Penale, Novissimo digesto italiano. Torino: Utet, 1957, v. III.

BELLAVISTA, Girolamo. Contributo allo studio della patologia della motivazione della sentenza penale. In: BELLAVISTA, Girolamo. Studi sul processo penale. Milano: Giuffrè, 1976. v. 4.

BELLAVISTA, Girolamo. Il litigante temerario nel processo penale. In: BELLAVISTA, Girolamo. Studi sul processo penale. Milano: Giuffrè, 1952. v. 1.

BELLAVISTA, Girolamo. In tema di sentenza resa a non judice e di ricorso straordinario per cassazione. Studi sul Processo Penale II (1953-1960). Milano: Giuffrè, 1960.

BELLAVISTA, Girolamo. La sentenza suicida. In: BELLAVISTA, Girolamo. Studi sul processo penale. Milano: Giuffrè, 1976. v. 4.

BELLAVISTA, Girolamo. L’intepretazione della legge penale. Ristampa. Milano: Giuffrè, 1975.

BELLAVISTA, Girolamo; Tranchina, Giovanni. Lezione di diritto processuale penale. 9. ed. Milano: Giuffrè, 1984.

BELOQUE, Juliana Garcia. Sigilo Bancário: análise crítica da LC 105/2001. São Paulo: Ed. RT, 2003.

BENETTI, Sidnei. Prisão provisória: direito alemão e brasileiro. Revista dos Tribunais, São Paulo, n. 669, 1991.

BENTHAM, Jeremías. Tratado de las Pruebas Judiciales. Trad. de Manuel Ossorio Florit, Buenos Aires: Ejea, 1971. v. I e II.

BENTO DE FARIA. Código de Processo Penal. 2. ed. Rio de Janeiro: Record, 1960. v. 1 e 2.

BENVENUTI, Feliciano. Funzione amministrativa, procedimento, processo. Rivista Trimestrale di Diritto Pubblico, Milano: Giuffrè, 1952, I.

BERMUDES, Sérgio. Comentários ao Código de Processo Civil. São Paulo: Ed. RT, 1975. v. 7.

BERTOLINO, Pedro J. El debido proceso penal. La Plata: Platense, 1986.

BESSO, Chiara. Sentenza civile inesistente. Torino: Giappichelli, 1997.

BETTIOL, Giuseppe. Istituzioni di diritto e procedura penale. Padova: Cedam, 1966.

BETTIOL, Giuseppe. La regola “in dubio pro reo” nel diritto e nel processo penale. In: BETTIOL, Giuseppe. Scritti Giuridici. Padova: Cedam, 1966. t. I.

BEVERE, Antonio. La chiamata di correo. Itinerario del sapere dell’imputato nel processo penale, Milano: Giuffrè, 1993

BEVILAQUA, Clóvis. Código Civil comentado. 11. ed. Rio de Janeiro: Livraria Francisco Alves, 1956. v. 1.

BIANCHINI, Alice; GOMES, Luiz Flávio; CUNHA, Rogério Sanches; OLIVEIRA, Willian Terra de. Drogas. In: GOMES, Luiz Flávio; CUNHA, Rogério Sanches (Coord.). Legislação Criminal Especial. São Paulo: Ed. RT, 2009.

BIELLI, Daniele. Competenza per connessione. Milano: Giuffrè, 1985.

BINDER, Alberto M. Introdução ao Direito Processual Penal. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2003.

BIONDIOLI, Luís Guilherme Aidar. Embargos de Declaração. São Paulo: Saraiva, 2005.

BITENCOURT, Cezar Roberto. Aspectos procedimentais e político-criminais dos crimes disciplinados na nova Lei Falimentar. Boletim IBCCrim, São Paulo, n. 148, p. 7-10, mar. 2005.

BITENCOURT, Cezar Roberto. Código Penal comentado. 4. ed. São Paulo: Saraiva, 2007.

BITENCOURT, Cezar Roberto. Competência para execução de pena de multa à luz da Lei 9.268. Boletim -IBCCrim, São Paulo, n. 69, p. 17-18, ago. 1998.

BITENCOURT, Cezar Roberto. Juizados Especiais Criminais e alternativas à pena de prisão. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 1995.

BITTAR, Walter Barbosa. Delação premiada: direito estrangeiro, Doutrina e Jurisprudência, Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2011.

BITTENCOURT, Edgard de Moura. A instituição do júri. São Paulo: Saraiva, 1939.

BLOOM, Robert; BRODIN, Mark. Constitutional criminal procedure: examples and explanations. Boston: Little Brown and Company, 1992.

BOBBIO, Norberto. Teoria do ordenamento jurídico. Tradução de Maria Celeste Cordeiro Leite dos Santos. 5. ed. Brasília: EUB, 1994.

BONACCORSO, Norma Sueli. Aplicação do exame de DNA na elucidação de crimes , São Paulo, Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Direito, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005.

BONAVIDES, Paulo. Curso de direito constitucional. 12. ed. São Paulo: Malheiros, 2002.

BONFIM, Edilson Mougenot. Reforma do Código de Processo Penal. Comentários à Lei 12.403, de 4 de maio de 2001. São Paulo: Saraiva, 2011.

BOTTINI, Pierpaolo Cruz. Medidas cautelares (Projeto de Lei 4.208/2008). In: MOURA, Maria Thereza Rocha de Assis (Coord.). As reformas no processo penal. As novas leis de 2008 e os projetos de reforma. São Paulo: Ed. RT, 2008.

BOTTINI, Pierpaolo Cruz. A homologação e a sentença na colaboração premiada na ótica do STF. In: MOURA, Maria Thereza de Assis; BOTTINI, Pierpaolo Cruz (Coord.). Colaboração Premiada. São Paulo: Ed. RT, 2018 (no prelo).

BOTTINO, Thiago. Colaboração premiada e incentivos à cooperação no processo penal: uma análise crítica dos acordos firmados na “Operação Lava-Jato”. In Revista Brasileira de Ciências Criminais, ano 24, n. 122, agosto/2016.

BRANCO, Tales Castelo. Da prisão em flagrante. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 1984.

BRANCO, Tales Castelo. Teoria e prática dos recursos criminais. São Paulo: Saraiva, 2003.

BREDA, Antonio Acir. Efeitos da declaração de nulidade no processo penal. Revista do Ministério Público do Paraná, Curitiba, n. 9, 1980.

BREDA, Antonio Acir. Notas sobre o anteprojeto de Código de Processo Penal. Revista de Direito Penal, Rio de Janeiro, n. 11-12, jul./dez. 1973

BROUN, Kenneth S (Edit.). McCormick on Evidence, 7 ed. St. Paul: West Academic Publ., 2014.

BRUNO, Aníbal. Direito penal: parte especial. 2. ed. Rio de Janeiro: Forense, 1972. t. IV.

BRUNO, Aníbal. Lições de direito penal: parte geral. 4. ed. Rio de Janeiro: Forense, 1980.

BUENO, Francisco Silveira. Grande dicionário etimológico-prosódico da língua portuguesa. São Paulo: Saraiva, 1967, v. 7.

BUENO, José Antonio Pimenta. Apontamentos sobre o processo criminal brasileiro....

Uma experiência inovadora de pesquisa jurídica em doutrina, a um clique e em um só lugar.

No Jusbrasil Doutrina você acessa o acervo da Revista dos Tribunais e busca rapidamente o conteúdo que precisa, dentro de cada obra.

  • 3 acessos grátis às seções de obras.
  • Busca por conteúdo dentro das obras.
Ilustração de computador e livro
jusbrasil.com.br
7 de Dezembro de 2021
Disponível em: https://thomsonreuters.jusbrasil.com.br/doutrina/secao/1153085593/referencias-bibliograficas-processo-penal-ed-2020