A Vida e Nada Mais - Ed. 2019

Ao Vivo, do Inenarrável Mundo do Desassossego

Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Comecei a escrever essas crônicas por engano, devo confessar desde logo.

Achava que era uma conversa entre amigos e, de repente, notei que esse estilo literário nos permite falar sobre nós mesmos, a pretexto de falar sobre nossa geração ou nossa sociedade, espalhando um pouco de ideias e crenças íntimas, com um toque de bom humor, se possível.

Já não sei exatamente como foi que o barco adernou.

Que eu tenha passado noites em claro com medo da fúria das redes sociais já o enfatizei várias vezes ao longo dos textos: essa página espero ter virado nas primeiras experiências literárias. Que a reforma trabalhista de 2017 atropelou os planos de falar sobre assuntos variados do cotidiano também não gostaria mais de ter de relatar, pois se tratou de um período complexo e povoado de incertezas e apreensões.

No entanto, como deveríamos fazer em todas as áreas de nossa existência, a página pública me permitiu tirar proveito da adversidade: a fim de relatar os casos mais dramáticos que chegavam diariamente a meu conhecimento – em sua maioria, por iniciativa dos próprios leitores –, passei a adotar uma forma talvez mais amena ou, como eu não prefiro dizer, mais poética.

A vida já é suficientemente hostil para a gente imprimir a linguagem jornalística aos textos jurídicos ou, tanto pior, gastar o juridiquês castiço para falar de temas universais, como a sede do conhecimento, a vontade de crescer e, sobretudo, os sonhos de prosperidade e de afeto.

Foi mais ou menos assim que nascia a primeira coletânea de crônicas do mundo do trabalho, a que nós demos o nome de E agora, Tarsila?, título irreverente de uma crônica publicada originalmente em 25 de abril de 2017, em que eu questionava a rapidez com que a Câmara dos Deputados havia aprovado um projeto com mais de uma centena de modificações na legislação trabalhista, sem fazer uma única menção a temas candentes, como a depauperação da saúde e da segurança do trabalho – minha área de dedicação precípua na Faculdade de Direito do Largo de São Francisco – e sem levar em consideração a inevitabilidade da negociação coletiva autêntica para o desenvolvimento de qualquer país industrializado.

Lembro-me de cada detalhe...

Uma experiência inovadora de pesquisa jurídica em doutrina, a um clique e em um só lugar.

No Jusbrasil Doutrina você acessa o acervo da Revista dos Tribunais e busca rapidamente o conteúdo que precisa, dentro de cada obra.

  • 3 acessos grátis às seções de obras.
  • Busca por conteúdo dentro das obras.
Ilustração de computador e livro
jusbrasil.com.br
3 de Dezembro de 2021
Disponível em: https://thomsonreuters.jusbrasil.com.br/doutrina/secao/1153089839/ao-vivo-do-inenarravel-mundo-do-desassossego-a-vida-e-nada-mais-ed-2019