Comentários à Lei da Liberdade Econômica - Lei 13.874/2019

Comentários à Lei da Liberdade Econômica - Lei 13.874/2019

Introdução

Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Em sua celebre conferencia de 1848, Julius Hermann von Kirchmann afirmou que a lei e uma arma sem vontade propria, submissa tanto a sabedoria do legislador quanto as paixoes do despota. 1 E dele ainda a repetida frase: “Tres palavras retificadoras do legislador e bibliotecas inteiras transformam-se em papel de embrulhar resmas”. 2 Como ainda acentua von Kirchmann: o legislador ou o governante nao precisam ser homens de ciencia, mas o direito positivo ofereceria um nivel de segurança juridica muito superior ao direito natural, ainda que se trate de uma falsa ideia de estabilidade e previsibilidade.

Essa visao critica e acida sobre o carater pseudocientifico do Direito correu a Europa da segunda metade do seculo XIX e ate hoje ecoa em livros propedeuticos, tendo conseguido se instalar no imaginario coletivo dos juristas. Se o alvo em 1848 era a Jurisprudencia dos Conceitos e a pretensao do Direito a um estatuto de cientificidade, com o passar de 170 anos, a predicao quase perpetua de von …

Uma experiência inovadora de pesquisa jurídica em doutrina, a um clique e em um só lugar.

No Jusbrasil Doutrina você acessa o acervo da Revista dos Tribunais e busca rapidamente o conteúdo que precisa, dentro de cada obra.

  • 3 acessos grátis às seções de obras.
  • Busca por conteúdo dentro das obras.
Ilustração de computador e livro
jusbrasil.com.br
20 de Agosto de 2022
Disponível em: https://thomsonreuters.jusbrasil.com.br/doutrina/secao/1196957771/introducao-comentarios-a-lei-da-liberdade-economica-lei-13874-2019