Inteligência Artificial e Direito - Ed. 2020

O Princípio da Precaução na Regulação de Inteligência Artificial: Seriam as Leis de Proteção de Dados o Seu Portal de Entrada?

Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Autores:

Bruno Ricardo Bioni

Maria Luciano

1.Introdução e apontamentos metodológicos

Concessões de crédito, apólices de seguro, direcionamento de anúncios em redes sociais, autocorretor em aplicativos de mensageria, reconhecimento facial e etc. Decisões automatizadas estão cada vez mais presentes no dia a dia das pessoas. Elas compreendem uma das técnicas de Inteligência Artificial (IA), que, em geral, procuram identificar padrões a partir da análise de dados por meio de uma lógica matemática (algoritmo) e aprendizado de máquina ( machine learning ).

Contudo, acreditar que algoritmos sejam isentos de subjetividade, erro ou manipulação é uma “ficção cuidadosamente construída” (GILLESPIE, 2014). A escolha...

Uma experiência inovadora de pesquisa jurídica em doutrina, a um clique e em um só lugar.

No Jusbrasil Doutrina você acessa o acervo da Revista dos Tribunais e busca rapidamente o conteúdo que precisa, dentro de cada obra.

  • 3 acessos grátis às seções de obras.
  • Busca por conteúdo dentro das obras.
Ilustração de computador e livro
jusbrasil.com.br
26 de Outubro de 2021
Disponível em: https://thomsonreuters.jusbrasil.com.br/doutrina/secao/1196969645/o-principio-da-precaucao-na-regulacao-de-inteligencia-artificial-seriam-as-leis-de-protecao-de-dados-o-seu-portal-de-entrada-inteligencia-artificial-e-direito-ed-2020