Ética Geral e Profissional - Ed. 2020

Bibliografia

Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

ABI-EÇAB, Pedro; GAIO, Alexandre. Lei da Política Nacional do Meio Ambiente: 30 anos. Campo Grande: Contemplar, 2012.

ABRÃO, Carlos Henrique. Processo eletrônico – Processo digital. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2011.

ADEODATO, João Maurício. Filosofia do direito – Uma crítica à verdade na ética e na ciência. São Paulo: Saraiva, 1996.

ADORNO, Theodor W.; HORKHEIMER, Max. Dialética do esclarecimento – Fragmentos filosóficos. reimp. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2006.

AGOSTINHO. Confissões. Trad. e notas de SANTO, Arnaldo do Espírito; BEATO, João; PIMENTEL, Maria Cristina de Castro­Maia de Sousa. Lisboa: Imprensa Nacional‑Casa da Moeda, 2000. Livro III.

______. A cidade de Deus. Trad. e prefácio de J. Dias Pereira. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1996. Livro XIV.

AGUILÓ, Alfonso. Luzes e sombras na Igreja – Pontos discutidos sobre a história e a vida da Igreja. São Paulo: Quadrante, 2011.

ALMARAZ, Maria Jesús Moro. Aspectos civiles de la inseminación artificial y la fecundación in vitro. Barcelona: Bosch, 1988.

ALMEIDA, Alberto Carlos. O dedo na ferida – Menos imposto, mais consumo. Rio de Janeiro/São Paulo: Record, 2010.

ALMEIDA, Dom Luciano Mendes de. Economia solidária. Folha de S. Paulo, 01.02. 1997.

ALMEIDA, José Maurício Pinto de; LEARDINI, Márcia. Recrutamento e formação de magistrados no Brasil. Curitiba: Juruá, 2007.

ALONSO, E. Estrada. Las uniones extramatrimoniales en el derecho civil español. Madrid: Civitas, 1986.

ALONSO, Eduardo Serrano. El depósito de esperma o de embriones congelados y los problemas de la fecundación post mortem. La filiación a finales del siglo XX. Ponencias y Comunicaciones del II Congreso Mundial Basco. Departamento de Derecho Privado de la Universidad del País Vasco. Madrid: Trivium, 1988.

ALONSO, Félix Ruiz; LÓPEZ, Francisco Granizo; CASTRUCCI, Plínio de Lauro. Curso de ética em administração. São Paulo: Atlas, 2006.

ALONSO, Javier Urcelay. Televisión y disolución familiar. Verbo. série XXXIV. n. 339‑340, 1995.

ALTAMIRANO, Alejandro C. Objeción de conciencia en materia tributária. Revista Ibero‑Americana de Direito Público. n. XIX. Rio de Janeiro, 2005.

AMBOS, Kai, ZILLI, Marcos, MENDES, Paulo de Sousa, coordenadores, Corrupção. Ensaios sobre a Operação Lava Jato, São Paulo: Marcial Pons-CEDPAL, 2019.

AMORIM, José Roberto Neves; SILVEIRA, João José Custódio da (coords.). A nova ordem das soluções alternativas de conflitos e o Conselho Nacional de Justiça. Brasília: Gazeta Jurídica, 2013.

ANDERS, Günther. L’uomo è antiquato. Considerazioni sull’anima nell’era della seconda rivoluzione industriale. Milano: Il Saggiatore, 1963.

ANOREG‑SP. Serviços notariais e de registro. São Paulo: Escola Nacional da Magistratura/Anoreg/Assesp, 1996. (Teses apresentadas no 1.º Simpósio Nacional de Serviços Notariais e Registrais).

ANTONIL, André João. Cultura e opulência do Brasil. Belo Horizonte/São Paulo: Itatiaia/EDUSP, 1982.

ANZENBACHER, Arno. Introdução à filosofia ocidental. Petrópolis: Vozes, 2009.

AQUINO, Tomás de. Summa teológica. Trad. Alexandre Corrêa. 2. ed. Caxias do Sul: Escola Superior de Teologia São Lourenço de Brindes/Universidade de Caxias do Sul/Livraria Sulina Editora/UFRS‑Grafosul – Ind.Gráfica Editora Ltda, 1980.

ARENDT, Hannah. A condição humana. 11. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2010.

ARISTÓTELES. Ética a Nicômaco. São Paulo: Abril Cultural, 1973. Coleção Os Pensadores. Livro II, 25­‑30.

______. Ética a Nicômaco. Trad. do grego e notas de António C. Caieiro. Lisboa: Quetzal Editores, 2004; São Paulo: Atlas, 2009. II, 6, 1107.ª.

ARMSTRONG, Karen. Em defesa de Deus – O que a religião realmente significa. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.

ASH, William. Marxismo e moral. Rio de Janeiro: Zahar, 1965.

ASHLEY, Patrícia Almeida (coord.). Ética e responsabilidade social nos negócios. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 2005.

ASPIAZU, Joaquin. La moral del hombre de negocios. Madrid: Razón y Fe, 1944.

ASSIS, Joaquim Maria Machado de. Memórias póstumas de Brás Cubas/Dom Casmurro. São Paulo: Abril Cultural, 1971.

AZEVEDO, Álvaro Villaça. Estatuto da família de fato. São Paulo: Jurídica Brasileira, 2001.

BALERA, Wagner; SAYEG, Ricardo. O capitalismo humanista – Filosofia humanista de direito econômico. Petrópolis: KBR, 2011.

BARBOSA FILHO, André; CASTRO, Cosette. O cenário de convergência: as inovações de modelo de negócio com o SBTVD. In: RAMOS, Murilo César; SANTOS, Suzy dos (org.). Políticas de comunicação: buscas teóricas e práticas. São Paulo: Paulus, 2007.

BARBOSA MOREIRA, José Carlos. O direito do nascituro à vida. In: MARTINS, Ives Gandra (coord.). Direito fundamental à vida. São Paulo: Quartier Latin, 2005.

BARRETO, Adalberto. Exclusão e doenças da alma. In: BINDÉ, Jérôme (coord.). Para onde vão os valores? Lisboa: Instituto Piaget, 2006.

BARRETO, António (coord.). Justiça em crise? Crises da justiça. Lisboa: Dom Quixote, 2000.

BARROS, Daniel, País Mal Educado - Por que se aprende tão pouco nas escolas brasileiras? São Paulo: Record, 2018.

BARROS FILHO, Clóvis de e POMPEU, Júlio, Somos Todos Canalhas – Filosofia para uma sociedade em busca de valores, Rio de Janeiro: Casa da Palavra, 2015.

BARROSO, Luís. Interpretação e aplicação da Constituição. 6. ed. São Paulo: Saraiva, 2004.

BASSETTE, Fernanda. Hit no You Tube, vídeo de pacientes faz doação de medula crescer 180%. Vida, O Estado de S. Paulo, 25.12.2012, p. A12

BASTOS, Celso Ribeiro; TAVARES, André Ramos. O Estado de S. Paulo, 31.01.1998.

BAUDRILLARD, Jean. A sociedade de consumo, Lisboa: Editora 70, 2011.

______. Cool memories III – Fragmentos 1991‑1995. São Paulo: Estação Liberdade, 2000.

______. Cool memories IV – Crônicas 1996‑2000. São Paulo: Estação Liberdade, 2002.

BAUMAN, Zygmunt. Ética pós‑moderna. 3. ed. São Paulo: Paulus, 2006.

BEAUDOT, Alain. A criatividade na escola. São Paulo: Editora Nacional, 1975.

BENSUSAN, Nurit et alii. Biodiversidade: para comer, vestir ou passar no cabelo? Para mudar o mundo! São Paulo: Peirópolis, 2006.

BENTHAM, Jeremy. Science of morality (1834). São Paulo: Abril Cultural, 1974. Coleção Os Pensadores.

______. An introduction to the principles of morals and legislation. Oxford: Blackwell, 1967.

BERGOGLIO, Jorge; SKORKA, Abraham. Sobre o céu e a terra. São Paulo: Paralela, 2013.

BERISTAIN, Antonio. Crisis del derecho represivo – Orientaciones de organismos nacionales y internacionales. Madrid: Edicusa, 1977.

______. Ética policial según las Naciones Unidas. Justitia. vol. 46. 1995.

BERLIN, Isaiah. O sentido da liberdade. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1999.

BERNARD, J. The future of marriage. New York: Bantam Books, 1973.

BERNARD, Philippe J. Perversões da utopia moderna. Bauru: EDUSC, 2000.

BERNARDO, Maristela Veloso Campos e SERBINO, Raquel Volpato, Educadores para o século XXI. Uma visão multidisciplinar. São Paulo: Editora Unesp, 1992.

BERTI, Enrico. No princípio era a maravilha – As grandes questões da filosofia antiga. São Paulo: Edições Loyola, 2010.

BEVILAQUA, Clóvis. Direito das obrigações. 3. ed. Rio de Janeiro: Freitas Bastos, 1931.

BEVORT, Antoine. Pour une démocratie participative. Paris: Presses de Sciences Politiques, La Bibliothèque du Citoyen, 2002.

BÍBLIA SAGRADA. São Paulo: Paulinas, 1953.

BINDÉ, Jérôme (coord.). Para onde vão os valores? Lisboa: Instituto Piaget, 2006.

BITTAR, Carlos Alberto. O direito civil na Constituição de 1988. São Paulo: Ed. RT, 1990.

BITTENCOURT, Edgard de Moura. O juiz. 2. ed. São Paulo: Leud, 1982.

BLOCH, Ernst. O princípio esperança. Rio de Janeiro: Ed.UERJ/Contraponto, 2006. vols. 1 e 2.

BOBBIO, Norberto. Da estrutura à função – Novos estudos de teoria do direito. São Paulo: Manole, 2007.

______; MATEUCCI, Nicola; PASQUINO, Gianfranco. Dicionário de política. 5. ed. São Paulo: UNB, 2000. vol. 1.

BODEI, Remo. A filosofia do século XX. Bauru: EDUSC, 2000.

BONAVIDES, Paulo. Teoria constitucional da democracia participativa. Por um Direito Constitucional de luta e resistência. Por uma nova hermenêutica. Por uma repolitização da legitimidade, 3. ed. São Paulo: Malheiros, 2008.

BONHOEFFER, Dietrich. Ética. São Leopoldo: Sinodal, 1988.

BOSI, Alfredo. Dialética da colonização. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.

BOTTINI, Pierpaolo; RENAULT, Sérgio Rabello Tamm. Reforma do Judiciário – Comentários à Emenda Constitucional 45/2004. São Paulo: Saraiva, 2005.

BRANDÃO, Ignácio de Loyola. Manifesto verde. 7. ed. São Paulo: Global, 2001.

BRAZIL, Horus Vital. Uma ética de reconhecimento e renúncia. In: FRANÇA, Maria Inês (org.). Ética, psicanálise e sua transmissão. Petrópolis: Vozes, 1996.

BRITO, Adriano Naves de (org.). Ética – Questões de fundamentação. Brasília: UnB, 2007.

BRITTO, Carlos Ayres. Teoria da constituição. Rio de Janeiro: Forense, 2003.

BROSCHI, L. Trigo. Família, representação e cotidiano – Reflexões sobre um trabalho de campo. São Paulo: CERU/CODAC/USP, 1989.

BRUNI, Luigino. A ferida do outro – Economia e relações humanas. Lisboa: Cidade Nova, 2010.

BRYM, Robert J., LIE, John, HAMLIN, Cynthia Lins, MUTZEMBERG, Remo, SOARES, Eliane Veras, SOUTO MAIOR, Heraldo Pessoa, Sociologia – Sua Bússola para um Novo Mundo, São Paulo: Cengage Learning, 2010.

BURGOS, Marcelo Baumann, MELO, Manuel Palacios Cunha, CARVALHO, Maria Alice Resende de, VIANNA, Luiz Werneck. A judicialização da política e das relações sociais no Brasil. Rio de Janeiro: Editora Revan, 1999.

CALAMANDREI, Piero. Eles, os juízes, vistos por nós, os advogados. 6. ed. Lisboa: Livraria Clássica, 1977.

CALDEIRA, Jorge. A nação mercantilista – Ensaio sobre o Brasil. São Paulo: Editora 34, 1999.

CAMPILONGO, Celso Fernandes. Interpretação do direito e movimentos sociais. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012.

CANARIS, Claus‑Wilhelm. Pensamento sistemático e conceito de sistema na ciência do direito. Trad. de A. Menezes Cordeiro. 3. ed. Lisboa: Fundação Calouste‑Gulbenkian, 2002.

CANDIDO, Fábio Rogério, Direito Policial. O Ciclo Completo de Polícia, Curitiba-Juruá Editora, 2016.

CANÊDO, Carlos; FONSECA, David S. (orgs.). Ambivalência, contradição e volatilidade no sistema penal. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2012.

CANOTILHO, José Joaquim Gomes. Direito constitucional. 6. ed. Coimbra: Almedina, 1993.

CAPRIGLIONE, Laura. Alta infidelidade. Família brasileira (publicação especial da Folha de S. Paulo), 2007.

CARDELLA, Haroldo; CREMASCO, José Antonio. Manual de ética profissional do advogado. Campinas: Millennium, 2005.

CARDOSO, Ruth. A cidadania em sociedades multiculturais. In: Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania (diversos autores). O preconceito. São Paulo: IMESP, 1996/1997.

CARELLI, Gabriela; MELO, Carolina. Um novo tipo de avós. Revista Veja de 26.10.2011.

CARNIO, Henrique Garbellini; GONZAGA, Alvaro de Azevedo. Curso de sociologia jurídica. São Paulo: Ed. RT, 2011.

CARVALHO, Amilton Bueno de. Direito alternativo e processo. Lições alternativas de direito processual. São Paulo: Acadêmica, 1995.

CARVALHO, Gisele Mendes de. A nova lei de biosseguranca (Lei 11.105/2005) e a polêmica em torno à utilização de embriões humanos para fins terapêuticos. Boletim IBCCrim, n. 155, out. 2005.

CARVALHO, José Maurício de. Experiência moral e valores no pensamento ético de Max Scheler. In: ______ (org.). Problemas e teorias da ética contemporânea. Porto Alegre: EdiPUCRS, 2004.

CASTORIADIS, Cornelius. Sujeito e verdade no mundo social histórico. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2007.

CASTRO, Lídia Rosalina Folgueira; SILVA, Evani Zambon Marques da. Psicologia judiciária para concursos da magistratura. São Paulo: Edipro, 2011.

CASTRO, Messias Mercadante de; OLIVEIRA, Lúcia Maria Alves de. A gestão ética, competente e consciente – Tributo à memória de E. F. Schumacher. São Paulo: M. Books do Brasil, 2008.

CASTRO, Moacir Werneck de. A máscara do tempo – Visões da era global. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1996.

CASTRUCCI, Plínio de Lauro; ALONSO, Félix Ruiz; LÓPEZ, Francisco Granizo. Curso de ética em administração. São Paulo: Atlas, 2006.

CATTANEO, Mario A. Pena, diritto e dignità umana – Saggio sulla filosofia del diritto penale. Torino: Giappichelli, 1990.

CAUPERS, João. A administração periférica do Estado – Estudo de ciência da administração. Lisboa: Aequitas, 1994.

CHADE, Jamil. Para todos e sem censura. O Estado de S. Paulo, LINK, 13 jun. 2011, p. L4.

CHALITA, Gabriel. Os dez mandamentos da ética. São Paulo: Nova Fronteira, 2003.

_______, MARTINS, Ives Gandra da Silva e NALINI, José Renato, coordenadores, Consequencialismo No Poder Judiciário, Indaiatuba: Editora Foco, 2019.

CHÂTEAU, Jean. Os grandes pedagogistas. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1978.

CHAVES, Carlos Fernando Brasil; REZENDE, Afonso Celso F. Tabelionato de notas e o notário perfeito. 7. ed. São Paulo: Saraiva, 2013.

CHORÃO, Mário Bigotte. O conceito de direito. Introdução ao direito. Coimbra: Almedina, 1988. vol. 1.

CHUNG, Fay. As mulheres e o futuro da educação. In: BINDÉ, Jérôme (coord.). Para onde vão os valores? Lisboa: Instituto Piaget, 2006.

CIORAN, Emile M. Breviário de decomposição. Rio de Janeiro: Rocco, 2011.

CLOSS, Darcy; PRIETO, Virgínia Daudt. Subsídios à implantação da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados. Brasília: Superior Tribunal de Justiça, 2006/2007. vol. 1 a 8.

CLUNY, António. Uma justiça dúctil para um país normal. In: BARRETO, António (coord.). Justiça em crise? Crises da justiça. Lisboa: Dom Quixote, 2000.

COELHO, Marcelo. A doação de órgãos e o horror à própria morte. Folha de S. Paulo, 29.01.1997.

______. A família arruma a cama. Folha de S. Paulo, 07.10.2007, p. 9.

COELHO, Sacha Calmon Navarro. Comentários à Constituição de 1988 – Sistema tributário. 8. ed. Rio de Janeiro: Forense, 1999.

COLTRO, Antonio Carlos Mathias; ZIMERMAN, David (org.). Aspectos psicológicos na prática jurídica. Campinas: Millennium, 2002.

COMPARATO, Fábio Konder. Ética – Direito, moral e religião no mundo moderno. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.

______. Sobre a legitimidade das constituições. In: BONAVIDES, Paulo; BEDÊ, Fayga Silveira; LIMA, Francisco Gérson Marques de (coord.). Constituição e democracia – Estudos em homenagem ao Professor J. J. Gomes Canotilho. São Paulo: Malheiros, 2006.

COMTE‑SPONVILLE, André. Pequeno tratado das grandes virtudes. São Paulo: Martins Fontes, 1996.

CONCHE, Marcel, O Sentido da Filosofia, São Paulo: Martins Fontes, 2006.

CORTINA, Adela. Ética aplicada y democracia radical. 2. ed. Madrid: Tecnos, 1997.

COUTINHO, Heliana Maria de Azevedo. O juiz agente político. Campinas: Copola, 1998.

...

Uma experiência inovadora de pesquisa jurídica em doutrina, a um clique e em um só lugar.

No Jusbrasil Doutrina você acessa o acervo da Revista dos Tribunais e busca rapidamente o conteúdo que precisa, dentro de cada obra.

  • 3 acessos grátis às seções de obras.
  • Busca por conteúdo dentro das obras.
Ilustração de computador e livro
jusbrasil.com.br
8 de Dezembro de 2021
Disponível em: https://thomsonreuters.jusbrasil.com.br/doutrina/secao/1197015338/bibliografia-etica-geral-e-profissional-ed-2020