Clássicos Jurídicos - Ed. 2018

Capítulo XXVI - Exortação para Tomar a Itália, Libertando-A das Mãos dos Bárbaros - O Príncipe – Maquiavel

Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

A Itália “sem chefe, sem ordem, vencida, espoliada, lacerada e invadida”.

142. Consideradas, 1 então, todas as coisas acima narradas e pensando, comigo mesmo se, atualmente, na Itália seria tempo de prestar honras a um novo príncipe, e se haveria matéria que desse ocasião a um prudente e valoroso príncipe, para introduzir uma forma que o honrasse e fizesse bem à generalidade dos homens, 2 parece-me que tanta coisa concorre em benefício de um príncipe novo, que não sei qual o tempo mais propício para isso. 3 E se, como eu disse, era necessário, querendo ver o valor de Moisés, que o povo de Israel fosse escravo no Egito, e, para conhecer a grandeza de alma de Ciro, que os Persas fossem oprimidos pelos Medas e a excelência de Teseu, que os Atenienses estivessem dispersos, do mesmo modo, no presente, querendo conhecer o valor de um espírito italiano, seria necessário que a Itália se reduzisse ao ponto em que hoje se encontra: e que fosse mais escravizada que os Hebreus, mais oprimida que os Persas, mais dispersa que os Atenienses; sem chefe, sem ordem, vencida, espoliada, lacerada, invadida e tivesse suportado toda espécie de desgraças. 4

A Itália está “inteiramente pronta e disposta a seguir uma bandeira, desde que haja alguém que a erga”.

143. E até que se tenha mostrado um raio de luz em alguém, que se pudesse achar que foi mandado por Deus para sua redenção, viu-se, depois, como, no momento decisivo de suas ações, foi abandonado pela sorte. De modo que, permanecendo sem vida, 5 a Itália aguarda quem lhe possa curar as feridas e ponha fim aos saques da Lombardia, aos impostos do Reino de Nápoles e da Toscana e que a livre de suas chagas, já há muito tempo infectadas. 6 Vê-se que ela roga a Deus que lhe envie alguém que a redima das crueldades e insolências dos estrangeiros. 7 Vê-se ainda que está pronta e disposta a seguir uma bandeira, desde que haja alguém que a erga. Nem se vê, no presente, em quem se possa esperar mais do que na Vossa ilustre Casa, 8 a qual, com sorte e valor, auxiliada pela Igreja, da qual agora é príncipe, possa fazer-se chefe desta redenção. 9 Isso não será muito difícil, se vos voltardes às ações e para a vida dos acima mencionados. 10 E, embora aqueles homens tenham sido excepcionais e maravilhosos, 11 não obstante eram homens, 12 e cada um teve oca­siões menos favoráveis que a presente, pois seus feitos não foram mais justos...

Uma experiência inovadora de pesquisa jurídica em doutrina, a um clique e em um só lugar.

No Jusbrasil Doutrina você acessa o acervo da Revista dos Tribunais e busca rapidamente o conteúdo que precisa, dentro de cada obra.

  • 3 acessos grátis às seções de obras.
  • Busca por conteúdo dentro das obras.
Ilustração de computador e livro
jusbrasil.com.br
7 de Dezembro de 2021
Disponível em: https://thomsonreuters.jusbrasil.com.br/doutrina/secao/1197098784/capitulo-xxvi-exortacao-para-tomar-a-italia-libertando-a-das-maos-dos-barbaros-o-principe-maquiavel-classicos-juridicos-ed-2018