Tratamento de Dados Pessoais e Discriminação Algorítmica nos Seguros - Ed. 2020

Tratamento de Dados Pessoais e Discriminação Algorítmica nos Seguros - Ed. 2020

Tratamento de Dados Pessoais e Discriminação Algorítmica nos Seguros - Ed. 2020

Tratamento de Dados Pessoais e Discriminação Algorítmica nos Seguros - Ed. 2020

Referências

Referências

Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

ABBASI, Ahmed; LI, Jingiing; CLIFFORD, Gari; TAYLOR, Herman. Make “Fairness by Design” Part of Machine Learning. Harvard Business Review, Cambridge, August 2018. Disponível em: < https://hbr.org/2018/08/make-fairness-by-design-part-of-machine-learning> . Acesso em: 03 dez. 2019.

AGÊNCIA DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS DA UNIÃO EUROPEIA. Manual sobre a legislação europeia antidiscriminação. Luxemburgo: Serviço das Publicações da União Europeia, 2011.

AGUIAR JÚNIOR, Ruy Rosado de. O princípio da igualdade e o direito das obrigações. In: TEPEDINO, Gustavo; FACHIN, Luiz Edson (Coord.). O Direito & o Tempo: embates jurídicos e utopias contemporâneas. Rio de Janeiro: Renovar, 2008. p. 531-563.

ALIZADEH, Fatemeh; JAKOBI, Timo; BOLDT, Jens; STEVENS, Gunnar. GDPR-Reality Check on the Right to Access Data: Claiming and Investigating Personally Identifiable Data from Companies. In: ALT, Florian; BULLING, Andreas; DÖRING, Tanja (Ed.). MuC’19Proceedings of Mensch und Computer. ACM: Hamburg, 2019.

ALLEN, Michael G.; CROOK, Jamie L; RELMAN, John P. Assessing HUD’s Disparate Impact Rule: A Practitioner’s Perspective. Harvard Civil Rights-Civil Liberties Law Review, Vol. 49, 2014.

ALPA, Guido. Le assicurazioni private, Tomo I. Torino: Utet, 2006.

_______. Rischio. In: Enciclopedia del diritto, vol. XL. Milano: Giuffrè, 1989.

ALVIM, Pedro. O Contrato de Seguro, 3ª ed. Rio de Janeiro: Forense, 2001.

AMERICAN ACADEMY OF ACTUARIES. Risk Classification Statement of Principles. Disponível em: < http://www.actuarialstandardsboard.org/wp-content/uploads/2014/07/riskclassificationSOP.pdf> . Acesso em: 12 set. 2019.

ARAÚJO, Edna Maria de et al. A utilização da variável raça/cor em Saúde Pública: possibilidades e limites. Interface - Comunicação, Saúde, Educação, Botucatu, v. 13, n. 31, p. 383-394, out./dez. 2009.

ARRUDA, Henrique Furtado. Noções de atuária. Rio de Janeiro: Uniasselvi, 2017.

ARTICLE 29 DATA PROTECTION WORKING PARTY. Guidelines on Automated individual decision-making and Profiling for the purposes of Regulation 2016/679, 17/EN WP 251 rev. 01, p. 21, last Revised and Adopted on 6 February 2018. Disponível em: < https://ec.europa.eu/newsroom/article29/item-detail.cfm?item_id=612053> . Acesso em: 10 jul. 2019.

_______. Opinion 03/2013 on purpose limitation – Adopted on 2 April 2013. p. 45-47. Disponível em: < https://ec.europa.eu/justice/article-29/documentation/opinion-recommendation/files/2013/wp203_en.pdf> . Acesso em: 14 jun. 2019.

ASSERVATHAM, Vijay; LEX, Christoph; SPINDLER, Martin. How do unisex rating regulations affect gender differences in insurance premiums? The Geneva Papers on Risk and Insurance – Issues and Practice, Geneva, v. 41, n. 1, p. 128-160, Jan. 2016.

AUCOCK, Richard. Car insurance gender gap grows since EU equality directive. Disponível em: < https://www.motoringresearch.com/car-news/car-insurance-gender-gap-grows/> . Acesso em: 20 abr. 2019.

AUSTIN, Regina. The Insurance Classification Controversy. University of Pennsylvania Law Review, Philadelphia, v. 131, n. 3, p. 517-583, Jan. 1983.

AUSTRALIAN GOVERNMENT. Office of the Australian Information Commissioner. Guide to undertaking privacy impact assessments. Sydney: OAIC, 2014. 40 p.

ÁVILA, Ana Paula Oliveira; RIOS, Roger Raupp. Mutação Constitucional e proibição de discriminação por motivo de sexo. Direito e Práxis, Rio de Janeiro, v. 07, n. 13, p. 21-47, 2016.

AVRAHAM, Ronen. Discrimination and insurance. The University of Texas School of Law: Law and Economic Research Paper No. E574, Austin, p. 1-27, 2018.

AVRAHAM, Ronen; LOGUE, Kyle D.; SCHWARCZ, Daniel Benjamin. Towards a universal framework for insurance Anti-discrimination Laws. Connecticut Insurance Law Journal, Hartford, v. 21, n. 1, p. 1-52, 2014.

AVRAHAM, Ronen; LOGUE, Kyle D.; SCHWARCZ, Daniel Benjamin. Understanding Insurance Anti-Discrimination Laws. Law & Economics Working Papers, Ann Arbor, n. 52, p. 1-51, 2013.

AYUSO, Mercedes; GUILLEN, Montserrat; PÉREZ-MARÍN, Ana María. Telematics and Gender Discrimination: Some Usage-Based Evidence on Whether Men’s Risk of Accidents Differs from Women’s. Risks, Barcelona, p. 1-10, 2016.

AZEVEDO, Antonio Junqueira de. Insuficiências, deficiências e desatualização do Projeto de Código Civil na questão da boa-fé objetiva nos contratos. Revista Trimestral de Direito Civil, Rio de Janeiro, v. 1, p. 3-12, jan.-mar. 2000.

BALASUBRAMANIAN, Ramnath; LIBARIKIAN, Ari; McElhaney, Doug. Insurance 2030 – The impact of AI on the future of insurance. Disponível em: < https://www.mckinsey.com/industries/financial-services/our-insights/insurance-2030-the-impact-of-ai-on-the-future-of-insurance> . Acesso em: 11 set. 2019.

BANDEIRA, Paula Greco. Contratos Aleatórios no Direito Brasileiro. Rio de Janeiro: Renovar, 2010.

BANKS-LOUIE, Sasha. How A Small Clinic Is Having A Big Impact On Healthcare In Brazil. https://www.forbes.com/sites/oracle/2017/09/26/howasmall-clinic-is-havingabig-impact-on-healthcare-in-brazil/ #67cad4af3ab5. Acesso em: 11 out. 2019.

BAROCAS, Solon; SELBST, Andrew D. Big Data’s Disparate Impact. California Law Review, Berkeley, i. 104, p. 671-732, 2016.

BARON, Jessica. Don’t bet your life on wearable fitness trackers. Disponível em: < https://www.huffingtonpost.com/entry/opinion-john-hancock-stepcounter-fitbit-insurance-health_us_5bbe49d0e4b0876edaa4e79a> . Acesso em: 10 jul. 2019.

BARROS, Bruno Mello Correa de; ALBRECHT, Rita Mara. A discriminação racial no Brasil e a ascensão do povo negro: um olhar a partir dos princípios constitucionais na luta pela cidadania inclusiva. Revista Brasileira de Políticas Públicas, Brasília, v. 9, n. 1, p. 15-33, 2019.

BARROSO, Luís Roberto. A vinculação dos particulares aos direitos fundamentais no direito comparado e no Brasil. In: BARROSO, Luís Roberto (org.). A nova interpretação constitucional: ponderação, direitos fundamentais e relações privadas, 2ª ed. Rio de Janeiro: Renovar, 2006.

BARROSO, Luís Roberto; OSORIO, Aline Rezende Peres. “Sabe com quem está falando?”: Notas sobre o princípio da igualdade no Brasil contemporâneo. Direito & Práxis. Rio de janeiro, v. 07, n. 13, 2016, p. 204-232.

BASEDOW, Jürgen. Em direção a uma lei contratual securitária europeia? Tradução de Thiago Villela Junqueira. Revista de Direito do Consumidor, São Paulo, v. 98, ano 24, p. 55-75, mar./abr. 2015.

BASEDOW, Jürgen et al. Principles of European Insurance Contract Law. Munich: Sellier, 2009.

BASILIEN-GAINCHE, Marie-Laure. Egalité homme - femme (Directive 2004/113/CE): Discrimination fondée sur le sexe et calcul des primes d’assurance. Lettre Actualités Droits-Libertés, Nanterre, 2011.

BEIGNIER, Bernard. Droit des assurances. Paris: Montchrestien, Lextenso éditions, 2011.

BÉLANGER, André. Interrogations critiques sur l’uberrima fides dans le contrat d’assurance. Assurances et gestion des risques, Québec, v. 77, n. 3-4, p. 203-236, oct. 2009-janv. 2010.

BENES, Victor Augusto. Os impactos da lei geral de proteção de dados no seguro de pessoa. Disponível em: < https://www.migalhas.com.br/dePeso/16,MI305916,51045-> . Acesso em: 02 dez. 2019.

BENJAMIN, Ruha. Race after technology: abolitionist tools for the new Jim Code. Cambridge: Polity Press, 2019.

BESSA, Leonardo Roscoe. Limites jurídicos dos bancos de dados de proteção ao crédito. Revista de Direito do Consumidor, São Paulo, v. 44, p. 1040 et seq., out./dez. 2002.

_______. Nova lei do cadastro positivo: comentários à Lei 12.414, com as alterações da Lei Complementar 166/2019 e de acordo com a LGPD. São Paulo: Thomson Reuters Brasil, 2019.

BIDU. Como funciona o cancelamento do seguro auto? Disponível em: < https://www.bidu.com.br/seguro-auto/cancelamento-seguro-auto/> . Acesso em: 14 set. 2019.

BINENBOJM, Gustavo. Poder de polícia, ordenação, regulação: transformações político-jurídicas, econômicas e institucionais do direito administrativo ordenador. Belo Horizonte: Fórum, 2016.

BINON, Jean-Marc. 21 décembre 2012: L’“Apocalypse maya” pour le sexe en assurance? Revue de Droit Commercial Belge, Bruxelles, 2012. p. 220-230.

BIONI, Bruno. Proteção de Dados Pessoais: a função e limites do consentimento. Rio de Janeiro: Forense, 2019.

BIONI, Bruno; LUCIANO, Maria. O princípio da precaução na regulação de inteligência artificial: seriam as leis de proteção de dados o seu portal de entrada? In: MULHOLLAND, Caitlin; FRAZÃO, Ana (Coord.). Inteligência Artificial e Direito: Ética, Regulação e Responsabilidade. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2019. p. 207-231.

BIONI, Bruno; MENDES, Laura Schertel. Regulamento Europeu de Proteção de Dados Pessoais e a Lei Geral brasileira de Proteção de Dados: mapeando convergências na direção de um nível de equivalência. In: TEPEDINO, Gustavo; FRAZÃO, Ana; OLIVA, Milena Donato (Coord.). Lei Geral de Proteçâo de Dados Pessoais e suas repercussões no Direito brasileiro. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2019. p. 797-819.

BIRNBAUM, Birny. The Challenges and Opportunities of Big Data: Reforming State-Based Insurance Regulation in the 21 Century – Federal Advisory Committee on Insurance. Austin: Center for Economic Justice, 2017. 45 p.

BOBBIO, Norberto. Igualdade e Liberdade. Tradução de Carlos Nelson Coutinho. 3. ed. Rio de Janeiro: Ediouro, 1997.

BORGESIUS, Frederik Zuiderveen. Discrimination, artificial intelligence, and algorithmic decision-making. Strasbourg: Directorate General of Democracy - Council of Europe, 2018.

BRASIL. Ministério da Justiça. Nota Técnica nº 92/2018/CSA-SENACON/CGCTSA/GAB-DPDC/DPDC/SENACON/MJ, Processo nº 08012.002116/2016-21. Disponível em: < http://www.mpsp.mp.br/portal/page/portal/cao_consumidor/SENACON/SENACON_NOTA_TECNICA/SENACON%20DECIS%C3%83O%20geo%20pricing%20e%20geo%20blocking%20multa.pdf> . Acesso em: 02 dez. 2019.

_______. Ministério da Justiça – Secretaria Nacional do Consumidor. Nota Técnica nº 2/2017/GAB-DPDC/DPDC/SENACON. Disponível em: < https://www.conjur.com.br/dl/nota-tecnica-homem-mulher.pdf> . Acesso em: 30 nov. 2019.

_______. Ministério da Justiça e Segurança Pública – Secretaria Nacional do Consumidor. Nota Técnica n.º 11/2019/CGEMM/DPDC/SENACON/MJ. Disponível em: < https://www.justiça.gov.br/seus-direitos/consumidor/notas-tecnicas/anexos/11-2019.pdf> . Acesso em: 30 nov. 2019.

_______. Ministério da Saúde. Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa. Departamento de Apoio à Gestão Participativa e ao Controle Social. Política Nacional de Saúde Integral da População Negra: Uma Política do SUS. 3. ed. Brasília: Editora do Ministério da Saúde, 2017. 44 p.

_______. Superior Tribunal de Justiça (2. Seção), Recurso Especial n. 1.419.697/RS , Relator: Ministro Paulo de Tarso Sanseverino, Brasília, j. 12 nov. 2014.

_______. Superior Tribunal de Justiça (3. Turma), Recurso Especial n. 988.044/ES , Relatora: Ministra Nancy Andrighi, Brasília, p. 02 fev. 2010.

_______. Superior Tribunal de Justiça (3. Turma), Recurso Especial n. 1.340.100/GO Relator: Ministro Ricardo Villas Bôas Cueva, Brasília, p. 08 set. 2014.

_______. Superior Tribunal de Justiça (3. Turma). Recurso Especial n. 1.300.116/SP . Relatora: Ministra Nancy Andrighi, Brasília, DF, p. DJe 13 nov. 2012.

_______. Superior Tribunal de Justiça (3. Turma), Recurso Especial n. 1.419.731/PR , Relator do acórdão: Ministro Ricardo Villas Bôas Cueva, Brasília, p. 09 set. 2014.

_______. Superior Tribunal de Justiça (3. Turma), Recurso Especial n. 1.594.024/SP , Relator: Ministro Ricardo Villas Bôas Cueva, Brasília, j. 27 nov. 2018, p. DJe 05 dez. 2018.

_______. Superior Tribunal de Justiça (4. Turma), AgInt no AREsp n. 1.542.090/MS , Relatora: Ministra Maria Isabel Gallotti, Brasília, j. 06 fev. 2019, p. DJe. 06 fev. 2019.

_______. Superior Tribunal de Justiça (4. Turma), Recurso Especial n. 1.348.532/SP , Relator: Ministro Luis Felipe Salomão, Brasília, j. 10 out. 2017, p. 30 nov. 2017.

_______. Supremo Tribunal Federal (2. Turma), Agravo de Instrumento n. 82.517/SP , Relator: Ministro Cordeiro Guerra, Brasília, j. 28 abr. 1981.

_______. Supremo Tribunal Federal (2. Turma), Recurso Extraordinário n. 161.243-6 , Relator: Ministro Carlos Velloso, Brasília, j. 29 out. 1996.

_______. Supremo Tribunal Federal (Tribunal Pleno), Ação de Descumprimento de Preceito Fundamental n. 132, Relator: Ministro Ayres Britto, Brasília, j. 05 maio 2011.

_______. Supremo Tribunal Federal (Tribunal Pleno), Ação Declaratória de Constitucionalidade n. 41/DF, Relator: Ministro Luís Roberto Barroso, Brasília, j. 08 jun. 2017.

_______. Supremo Tribunal Federal (Tribunal Pleno), Ação Direta de Inconstitucionalidade n. 1.946/DF , Relator: Ministro Sydney Sanches, Brasília, j. 03 abr. 2003, p. DJ 16 maio 2003.

_______. Supremo Tribunal Federal (Tribunal Pleno), Ação Direta de Inconstitucionalidade n. 4.277/DF , Relator: Ministro Ayres Britto, Brasília, j. 05 maio 2011, p. DJe 14 out. 2011.

_______. Supremo Tribunal Federal (Tribunal Pleno), Recurso Extraordinário n. 658.312/SC , Relator: Ministro Dias Toffoli, Brasília, j. 27 nov. 2014.

_______. Supremo Tribunal Federal (Tribunal Pleno), Repercussão Geral no Recurso Extraordinário n. 845.779 , Relator: Ministro Roberto Barroso, Brasília, j. 31 out. 2014.

_______. Tribunal Regional Federal 5. Região (1. Turma), APELREEX n. 30.923/SE, Relator: Desembargador Manoel de Oliveira Erhardt, Salvador, j. 09 out. 2014.

BRIBIOSA, Emanuelle; RORIVE, Isabelle. Reasonable Accommodation beyond Disability in Europe? Luxembourg: European Commission, 2013. 94 p.

BRILMAYERT, Lea; HEKELERTT, Richard W.; LAYCOCKTTT, Douglas; SULLIVAN, Teresa A. Sex Discrimination in Employer-Sponsored Insurance Plans: A Legal and Demographic Analysis. The University of Chicago Law Review, Chicago, issue 47, p. 505-560, 1980.

BRONZATI, Aline. Susep corta capital mínimo para atrair novatas em ‘sandbox’ regulatório. Disponível em: < https://economia.uol.com.br/noticias/estadao-conteudo/2019/10/01/susep-corta-capital-minimo-para-atrair-novatas-em-sandbox-regulatorio.htm> . Acesso em: 05 dez. 2019.

BUTLER, Judith. Problemas de gênero: feminismo e subversão de identidade. 6. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2013.

CALDERS, Toon; ŽLIOBAITĖ, Indrė. Why Unbiased Computational Processes Can Lead to Discriminative Decision Procedures. In: CUSTERS, Bart; CALDERS, Toon; SCHERMER, Bart; ZARSKY, Tal (Ed.). Discrimination and Privacy in the Information Society: Data Mining and Profiling in Large Databases. Heidelberg: Springer, 2013. p. 43-57.

CAMPOS, Andrelino. Do quilombo à favela: a produção do espaço criminalizado no Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2005.

CANADA. Court of Appeal of Alberta. Case Co-Operators General Insurance Co. v. Alberta (Human Rights Commission), [1993] A.J. No. 828, DRS 95-02920, Appeal No. 9103-0466-AC (Alta. C.A.).

_______. Supreme Court, Case British Columbia (Public Service Employee Relations Commission) vs BCGSEU, 26274, 1999 3 SCR 3.

_______. Supreme Court, Case British Columbia (Superintendent of Motor Vehicles) vs British Columbia (Council of Human Rights), 26481, 1999, 3 SCR 868.

_______. Supreme Court, Case Zurich Insurance Co. v. Ontario (Human Rights Commission) (Case no. 21.737), Report [1992] 2 S. C.R. 321, Ottawa, j. 25 Jun. 1992. Disponível em: < https://scc-csc.lexum.com/scc-csc/scc-csc/en/item/895/index.do> . Acesso em: 17 abr. 2019.

CANOTILHO, José Joaquim Gomes; MOREIRA, Vital. Constituição da Republica Portuguesa anotada. 4. ed. v. 1. Coimbra: Coimbra Editora, 2007.

CANOTILHO, Mariana. Brevíssimos apontamentos sobre a não discriminação no direito da União Europeia. JULGAR, n. 14, p. 101-111, maio/ago. 2011.

CARBONE, Matteo; SILVELLO, Andrea. All the Insurance Players Will Be Insurtech: A wave of innovation is finally reshaping the insurance industry. Beau Bassin: Scholars’ Press, 2017.

CARLA, Joyce. 10 mitos e verdades sobre o Serasa Score. Disponível em: < https://www.serasaconsumidor.com.br/ensina/aumentar-score/score-mitos-verdades/> . Acesso em: 01 dez. 2019.

CARLINI, Angélica. Lei de Liberdade Econômica e novos tempos para a regulação de seguros privados no Brasil. Disponível em: < https://www.migalhas.com.br/MigalhasContratuais/136,MI313364,61044-Lei+de+Liberdade+Economica+e+novos+tempos+para+a+regulacao+de+seguros >. Acesso em: 22 out. 2019.

_______. Lei Geral de Proteção de Dados ou LGPD. Revista Jurídica de Seguros, Rio de Janeiro, v. 10, p. 234-257, maio 2019.

CARLINI, Angélica; SARLET, Ingo Wolfgang. Dignidade da pessoa humana e contratos de saúde privada no Brasil. Revista de Direito do Consumidor, São Paulo, v. 26, p. 139-162, mar./abr. 2017.

CARNEIRO, Maria Luiza Tucci. O racismo na História do Brasil – Mito e realidade. São Paulo: Ática, 2002.

CARVALHO, Ana Paula Gambogi. O consumidor e o direito à autodeterminação informacional. Revista de Direito do Consumidor, São Paulo, v. 46, p. 77-119, abr./jun. 2003.

CARVALHO, Isadora. O preço do seu seguro será definido pela forma como você dirige. Disponível em: < https://quatrorodas.abril.com.br/noticias/o-preco-do-seu-seguro-sera-definido-pela-forma-como-voce-dirige/> . Acesso em: 31 out. 2019.

CAVOUKIAN, Ann. Privacy by Design: The 7 Foundational Principles. Toronto: Information and Privacy Commissioner of Ontario, 2011. 2 p.

CBS. Tech Experts: What You Post Online Could Be Directly Impacting Your Insurance Coverage. Disponível em: < https://newyork.cbslocal.com/2019/03/21/online-posting-dangerous-selfies-insurance-coverage/> . Acesso em: 03 dez. 2019.

CENTRE FOR DATA ETHICS AND INNOVATION. CDEI Snapshot Series: AI and Personal Insurance. London: CDEI, 2019. 28 p.

CENTRE FOR REGULATORY STRATEGY. AI and risk management: innovating with confidence. Londres: Deloitte LLP, 2018. 25 p.

CERQUEIRA, Daniel R. C.; MOURA, Rodrigo Leandro de. Vidas Perdidas e Racismo no Brasil. In: IPEA. Nota Técnicanº 10. IPEA: Brasília, 2013. 25 p.

CHANDER, Anupam. The Racist Algorithm? Michigan Law Review, Ann Arbor, v. 115, i. 6, p. 1023-1045, 2017.

CHEN, Angela. Why the future of life insurance may depend on your online presence. Disponível em: < https://www.theverge.com/2019/2/7/18211890/social-media-life-insurance-new-york-algorithms-big-data-discrimination-online-records/> . Acesso em: 29 out. 2019.

CHENEY, Catherine. How alternative credit scoring is transforming lending in the developing world. Disponível em: < https://www.devex.com/news/how-alternative-credit-scoring-is-transforming-lending-in-the-developing-world-88487> . Acesso em: 10 jun. 2019.

CNDL; SPC BRASIL. Gastos dos brasileiros com saúde, janeiro 2018. Disponível em: < https://www.spcbrasil.org.br/wpimprensa/wp-content/uploads/2018/02/An%C3%A1lise-Gastos-com-Sa%C3%BAde.pdf> . Acesso em: 02 out. 2019.

COBO, Barbara; SANTOS, Caroline; AGOSTINHO, Cíntia Simões. Abordagem de gênero nas estatísticas sociais. In: SIMÕES, André; ATHIAS, Leonardo; BOTELHO, Luanda (Org.). Panorama Nacional e Internacional da Produção de Indicadores Sociais. IBGE: Rio de Janeiro, 2018. p. 266-308.

COFONE, Ignacio N. Algorithmic Discrimination Is an Information Problem. Hastings Law Journal, San Francisco, v. 70, n. 6, p. 1389-1444, Aug. 2019.

COLLINS, Hugh; KHAITAN, Tarunabh. Indirect discrimination law: controversies and critical questions. In: COLLINS, Hugh; KHAITAN, Tarunabh (Ed). Foundations of Indirect Discrimination Law. Hart Publishing: Oxford, 2018. p. 1-30.

COLLINSON, Patrick. How an EU gender equality ruling widened inequality. Disponível em: < https://www.theguardian.com/money/blog/2017/jan/14/eu-gender-ruling-car-insurance-inequality-worse> . Acesso em: 10 abr. 2019.

_______. Motoring myths: what ‘black boxes’ reveal about our driving habits. Disponível em: < https://www.theguardian.com/money/2017/dec/16/motoring-myths-black-boxes-telematics-insurance> . Acesso em: 28 out. 2019.

COLOMBO, Cristiano; FACCHINI NETO, Eugênio. Mineração de dados e análise preditiva: reflexões sobre possíveis violações ao direito de privacidade na sociedade da informação e critérios para sua adequada implementação à luz do ordenamento brasileiro. Revista de Direito, Governança e Novas Tecnologias, Maranhão, vol. 3, n.º 2, p. 59-80, jul./dez. 2017.

COMPARATO, Fábio Konder. O seguro de crédito: estudo jurídico. São Paulo: Revista dos Tribunais, 1968.

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DAS EMPRESAS DE SEGUROS GERAIS, PREVIDÊNCIA PRIVADA E VIDA, SAÚDE SUPLEMENTAR E CAPITALIZAÇÃO-CNSEG. Propostas do setor segurador brasileiro 2019-2020. Rio de Janeiro: CNseg, 2019.

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA. CFM reitera críticas à criação de planos populares de saúde. Disponível em: < https://portal.cfm.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=26765 :2017-03-08-18-10-59&catid=3>. Acesso em: 22 out. 2019.

CONSUMER FEDERATION OF AMERICA. Most Large Auto Insurers Charge 40 and 60-Year-Old Women Higher Rates Than Men, Often More Than $100 Per Year. Disponível em: < https://consumerfed.org/press_release/large-auto-insurers-charge-40-60-year-old-women-higher-rates-men-often-100-per-year/> . Acesso em: 10 abr. 2019

CONSUMER REPORTS. The secret score behind your rates. Disponível em: < https://www.consumerreports.org/cro/car-insurance/credit-scores-affect-auto-insurance-rates/index.htm> . Acesso em: 10 jul. 2019.

CORBO, Wallace. Discriminação indireta: conceito, fundamentos e uma proposta de enfrentamento à luz da Constituição de 1988. Lumen Juris: Rio de Janeiro, 2017.

_______. Discriminação indireta: o que é e como superá-la?. Disponível em: < https://www.jota.info/opiniaoeanalise/artigos/discriminacao-indiretaoqueee-como-supera-la-09112017> . Acesso em: 10 ago. 2019.

_______. O direito à adaptação razoável e a teoria da discriminação indireta: uma proposta metodológica. RFD - Revista da Faculdade de Direito da UERJ, Rio de Janeiro, n. 34, p. 201-239, dez. 2018.

CORDEIRO, Antônio Barreto Menezes. Dados pessoais: conceito, extensão e limites. Revista de Direito Civil, Lisboa, ano III, n. 2, p. 297-321, 2018.

CORDEIRO, António Menezes. Direito dos Seguros. Coimbra: Almedina, 2013.

CORNIDES, Jakob. Three Case Studies on ‘Anti-Discrimination’. The European Journal of International Law, Firenze, v. 23, n. 2, p. 517-542, 2012.

CORREIA, Pedro Miguel Alves Ribeiro; JESUS, Inês Oliveira Andrade de Jesus. O lugar do conceito de privacidade numa sociedade cada vez mais orwelliana. Direito, Estado e Sociedade, Rio de Janeiro, n. 43, p. 135-161, jul./dez. 2013.

COSTA, Leonel Carlos da. Registro Nacional de Sinistro viola direito do consumidor. Disponível em: < http://www.conjur.com.br/2006-fev-10/lista_negra_segurados_viola_direito_consumidor?> . Acesso em: 25 mai. 2019.

COUSY, Herman. Discrimination in Insurance Law. In: SCHULZE, Reiner (Ed.). Non-discrimination in European private law. Tübingen: Mohr Siebeck, 2011.

_______. The Principles of European Insurance Contract Law: the Duty of Disclosure and the Aggravation of Risk. ERA Forum, Heidelberg, v. 9, s. 1, p. 119-132, Sep. 2008.

_______. The ugly duckling in the pond? About the specificity of insurance law. In: KOTSIRIS, Lambros; NOUSSIA, Kyriaki (Ed.). Liber Amicorum in Honor of Ioannis K. Rokas. Athens: Nomiki Bibliothiki, 2017.

COUTINHO, Carlos Marden Cabral; CIDRÃO, Taís Vasconcelos. A regulação da saúde suplementar no Brasil: perspectivas e ameaças. Revista Brasileira de Políticas Públicas, Brasília, v. 8, n. 3, p. 329-341, dez. 2018.

COUTINHO, Diogo; KIRA, Beatriz. Por que (e como) regular algoritmos? Disponível em: < https://www.jota.info/paywall?redirect_to=//www.jota.info/tributoseempresas/regulacao/por-queecomo-regular-algoritmos-02052019> . Acesso em: 26 out. 2019

COVER. Insurance is unfair. Here’s how machine learning can fix it. Disponível em: < https://medium.com/ @coverinsurance/insurance-is-unfair-heres-how-machine-learning-can-fix-it-bfd6bbf02802>. Acesso em: 20 out. 2019.

CPDPConferences. CPDP 2017: Is Big Data Steering Insurance Towards a Cliff, or a Superhighway? Disponível em: < https://www.youtube.com/watch?v=Gx910bkfsrU> . Acesso em: 10 jul. 2019.

CUTHBERTSON, Neil. The data dilemma: personality profiling in lending and insurance. Disponível em: < https://www.cartermurray.com/blog/2018/07/the-data-dilemma-personality-profiling-in-lending-and-insurance> . Acesso em: 22 jun. 2019.

DANIS-FATÔME, Anne. La lutte contre la discrimination en droit des assurances. In: GRÜNDLER, Tatiana; THOUVENIN, Jean-Marc. La lutte contre les discriminations a l’epreuve de son effectivite: les obstacles à la reconnaissance juridique des discriminations. Paris: Mission de recherche Droit et Justice, 2016. p. 387-407.

DASTIN, Jeffrey. Amazon scraps secret AI recruiting tool that showed bias against women. Disponível em: < https://www.reuters.com/article/us-amazon-com-jobs-automation-insight/amazon-scraps-secret-ai-recruiting-tool-that-showed-bias-against-women-idUSKCN1MK08G> . Acesso em: 15 dez. 2019.

DIAKOPOULOS, Nicholas. Accountability in Algorithmic Decision-making. Queue, New York, v. 13, n. 9, p. 1-24, Nov./Dec. 2015.

DIAS, Daniel; NOGUEIRA, Rafaela; QUIRINO, Carina de Castro. Vedação à discriminação de preços sem justa causa: uma interpretação constitucional e útil do art. 39, X, do CDC. Revista de Direito do Consumidor, São Paulo, v. 121, p. 51-97, jan./fev. 2019.

DONEDA, Danilo. Da privacidade à proteção de dados pessoais: elementos da formação da Lei geral de proteção de dados. 2. ed. São Paulo: Thomson Reuters Brasil, 2019.

DONEDA, Danilo; MENDES, Laura Schertel; SOUZA, Carlos Affonso Pereira de; ANDRADE, Norberto Nuno Gomes de. Considerações iniciais sobre inteligência artificial, ética e autonomia pessoal. In: TEPEDINO, Gustavo; MENEZES, Joyceane Bezerra de (Coord.). Autonomia Privada, Liberdade Existencial e Direitos Fundamentais. Belo Horizonte: Fórum, 2019. p. 95-116.

DONEDA, Danilo; MENDES, Laura Schertel. Recent developments of Data Protection in Brazil: from the Consumer Protection Code to “Marco Civil da Internet”. In: MARQUES, Claudia Lima; WEI, Dan. The future of International Protection of Consumers. Porto Alegre: PPGD/UFRGS, 2016. p. 254-277.

DONEDA, Danilo; VIOLA, Mario. Risco e Informação Pessoal: o Princípio da Finalidade e a Proteção de Dados no Ordenamento Brasileiro. Revista Brasileira de Risco e Seguro. Rio de Janeiro, v. 5, n. 10, out. 2009/mar. 2010.

DRECHSLER, Laura; BENITO SÁNCHEZ, Juan Carlos. The Price Is (Not) Right: Data Protection and Discrimination in the Age of Pricing Algorithms. European Journal of Law and Technology, Belfast, v. 9, issue 3, p. 1-23, 2018.

DUBUISSON, Bernard. Solidarité, segmentation et discrimination en assurances, nouveau débat, nouvelles questions. Disponível em: < https://www.courdecassation.fr/venements_23/colloques_4/2008_2484/intervention_bernard_dubuisson_11742.html> . Acesso em: 05 maio 2019.

DWORKIN, Ronald. Sovereign virtue: the theory and practice of equality. Cambridge: Harvard University Press, 2000.

EDWARD, David. Non-Discrimination as a Legal Concept. In: SCHULZE, Reiner (Ed.). Non-Discrimination in European Private Law. Tübingen: Mohr Siebeck, 2011. p. 3-7.

EICHENHOFER, Eberhard. The FADA’s research at a glance: Reasonable adjustment as a discrimination dimension in law. Human rights requirements for the General Equal Treatment Act (Allgemeines Gleichbehandlungsgesetz). Berlin, 2018. Disponível em: < https://www.antidiskriminierungsstelle.de/SharedDocs/Downloads/DE/publikationen/Factsheets/factsheet_engl_Angemessene_Vorkehrungen.pdf;jsessionid=3730EBACEC2C08378F95320B9A9C9F2E.1_cid332?__blob=publicationFile&v=1> . Acesso em: 12 dez. 2019.

EIOPA. Big data analytics in motor and health insurance: a thematic review. Luxembourg: Publications Office of the European Union, 2019.

_______. Report on the implementation of the Test Achats ruling into national legislation. Luxembourg: Publications Office of the European Union, 2019.

ESCOLA NACIONAL DE DEFESA DO CONSUMIDOR. A proteção de dados pessoais nas relações de consumo: para além da informação creditícia. Brasília: SDE/DPC, 2010.

EUROPEAN COMMISSION. Guidelines on the application of Council Directive 2004/113/EC to insurance, in the light of the judgment of the Court of Justice of the European Union in Case C-236/09 (Test-Achats). Brussels: European Union, 2012.

_______. Report on the application of Council Directive 2004/113/EC implementing the principle of equal treatment between men and women in the access to and supply of goods and services. Brussels: European Union, 2015.

EUROPEAN PARLIAMENTARY RESEARCH SERVICE. A governance framework for algorithmic accountability and transparency. Brussels: European Union, 2019. 124 p.

_______. Understanding algorithmic decision-making: Opportunities and challenges. Brussels: European Union, 2019. 104 p.

FABRIS, Monica. Survey axa-episteme: gli italiani, il labirinto dei dati e il ruolo del settore assicurativo. Italian AXA Paper n. 8 – Le sfide dei dati, Milano, p. 14-33, ott. 2016.

FACHIN, Luiz Edson. Contrato de seguro e o agravamento de risco na perspectiva do Código Civil brasileiro. In: FACHIN, Luiz Edson. Soluções práticas de direito: contratos e responsabilidade civil, v. 1. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2011.

FARIA, Maria da Glória; AZEVEDO, Mario Viola de. A proteção ao consumidor e os bancos de dados. Cadernos de Seguro, Rio de Janeiro, v. XXX, p. 56-61, 2010.

FELDMAN, Michael et al. Certifying and Removing Disparate Impact. KDD 2015 Proceedings of the 21 ACM SIGKDD International Conference on Knowledge Discovery and Data Mining, Sydney, p. 259-268, Aug. 2015.

FERRARI, Isabela; BECKER, Daniel; WOLKART, Erik Navarro. Arbitrium ex machina: panorama, riscos e a necessidade de regulação das decisões informadas por algoritmos. Revista dos Tribunais, São Paulo, ano 197, vol. 995, p. 635-655, set. 2018.

FICHTNER, Priscila. Aboa-fé qualificada nos contratos de seguro. 2008. Tese (Doutorado em Direito) – Faculdade de Direito, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2008.

FINANCE WATCH POLICY BRIEF. Insurance and discrimination: The importance of guaranteeing citizens full and equal access to the basic kinds of insurance. Brussels: Finance Watch, 2019.

FINANCIAL CONDUCT AUTHORITY. General insurance pricing practices: Interim Report – Market Study MS18/1.2 . London: FCA, 2019. 69 p.

FLANAGAN, Thomas. Insurance, Human Rights, and Equality Rights in Canada: When Is Discrimination “Reasonable?”. Canadian Journal of Political Science, Ottawa, v. 18, i. 4, p. 715-737, Dec. 1985.

FORIGO, Camila Rodrigues; MOTTA, Carolina Elisabete Puehringer Miguez de Senna. Da possibilidade de cobrança de prêmio unissex nos contratos de seguros automotivos: uma análise comparada a partir da proibição de discriminação de gênero na união europeia. Revista Faculdade de Direito da UFMG, Belo Horizonte, n. 68, p. 191-219, jan./jun. 2016.

FÓRUM SAÚDE DIGITAL. ANS responde notificação do IDEC sobre dados pessoais. Disponível em: < https://forumsaudedigital.com.br/ans-responde-notificacao-do-idec-sobre-dados-pessoais/> . Acesso em: 20 out. 2019.

FRANÇA, Danilo Sales do Nascimento. Segregação racial em São Paulo: residências, redes pessoais e trajetórias urbanas de negros e brancos no século XXI. 2017. 192 f. Tese (Doutorado em Sociologia) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017.

FRANCO, Vera Helena de Mello. Contratos: Direito Civil e Empresarial. São Paulo: RT, 2009.

FRASER, Nancy. From redistribution to recognition? Dilemmas of justice in a ‘Post-Socialist’ age. New Left Review, n.º 212, p. 68-93, July/Aug. 1995.

FRAZÃO, Ana. Dados, estatísticas e algoritmos. Disponível em: < https://www.jota.info/opiniaoeanalise/colunas/constituição-empresaemercado/dados-estatisticasealgoritmos-28062017> . Acesso em: 01 nov. 2019.

_______. Nova LGPD: ainda sobre a eficácia do direito à explicação e à oposição. Disponível em: < https://www.jota.info/opiniaoeanalise/colunas/constituição-empresaemercado/nova-lgpd-ainda-sobreaeficacia-do-direitoaexplicacaoea-oposicao-26122018> . Acesso em: 10 jul. 2019.

_______. Nova LGPD: o tratamento dos dados pessoais sensíveis. Disponível em: < https://www.jota.info/opiniaoeanalise/colunas/constituição-empresaemercado/nova-lgpdotratamento-dos-dados-pessoais-sensiveis-26092018> . Acesso em: 01 set. 2019.

FREDMAN, Sandra. Direct and Indirect Discrimination: Is there still a divide? In: COLLINS, Hugh; KHAITAN, Tarunabh (Ed). Foundations of Indirect Discrimination Law. Hart Publishing: Oxford, 2018. p. 31-56.

_______. Discrimination Law. 2. ed. Oxford: Oxford University Press, 2011.

FREY, Carl Benedikt; OSBORNE, Michael A. The future of employment: How susceptible are jobs to computerisation? Disponível em: < https://www.oxfordmartin.ox.ac.uk/downloads/academic/The_Future_of_Employment.pdf> . Acesso em: 10 maio 2019.

FRY, Hannah. Hello World: Being Human in the Age of Algorithms. W. W. Norton & Company: New York, 2018.

GAGLIANO, Pablo Stolze; PAMPLONA FILHO, Rodolfo. Novo curso de Direito Civil, vol. 4: contratos. São Paulo: Saraiva, 2018.

GALIZA, Francisco. Economia e Seguro: Uma Introdução. 3. ed. Rio de Janeiro: Escola Nacional de Seguros, 2011.

GAMA, Margarida Torres. Proibição de práticas discriminatórias. In: REGO, Margarida Lima. Temas de Direito dos Seguros: a propósito da nova Lei do contrato de seguro. Coimbra: Almedina, 2012.

GARCIA, Sandra E. U.S. Requiring Social Media Information From Visa Applicants. Disponível em: < https://www.nytimes.com/2019/06/02/us/us-visa-application-social-media.html> . Acesso em: 29 out. 2019.

GELLERT; Raphaëll; VRIES, Katja; HERT, Paul de; GUTWIRTH, Serge. A Comparative Analysis of Anti-Discrimination and Data Protection Legislations. In: CUSTERS, Bart; CALDERS, Toon; SCHERMER, Bart; ZARSKY, Tal (Ed.). Discrimination and Privacy in the Information Society: Data Mining and Profiling in Large Databases. Heidelberg: Springer, 2013. p. 61-89.

GILLIS, Talia B.; SPIESS, Jann L. Big Data and Discrimination. University of Chicago Law Review, Chicago, v. 86, n. 2, p. 459-487, Mar. 2019.

GOEDERT, Rubia Carla. Contratos de consumo: a proteção constitucional do consumidor contra a discriminação. Curitiba: Juruá, 2015.

GOLDBERG, Ilan. O contrato de seguro D&O. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2019.

_______. Reflexões a respeito do contrato de seguro. In: CARVALHOSA, Modesto (coord.). Tratado de direito empresarial, Volume IV: contratos mercantis, 2ª ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2018.

_______. Seguros obrigatórios: convém fomentá-los? Uma reflexão sobre a extinção do DPVAT. Disponível em: < https://www.conjur.com.br/2019-dez-02/direito-civil-atual-convem-fomentar-seguros-obrigatorios-reflexao-dpvat> . Acesso em: 04 dez. 2019.

GOLDENFEIN, Jake. Monitoring Laws: Profiling and Identity in the World State. Cambridge: Cambridge University Press, 2019.

GOLDIN, Claudia; ROUSE, Cecilia. Orchestrating Impartiality: The Impact of “Blind” Auditions on Female Musicians. The American Economic Review, Pittsburgh, v. 90, n. 4, p. 715-741, Sep. 2000.

GOMES, Irene; MARLI, Mônica. As cores da desigualdade. Retratos: A Revista do IBGE, Rio de Janeiro, n. 11, p. 15-19, maio 2018.

_______. IBGE mostra as cores da desigualdade. Disponível em: < https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-noticias/2012-agencia-de-noticias/noticias/21206-ibge-mostra-as-cores-da-desigualdade> . Acesso em: 03 set. 2019.

GOMES, Joaquim B. Barbosa. Ação Afirmativa & Princípio Constitucional da Igualdade: o Direito como Instrumento de Transformação Social – A experiência dos EUA. Rio de Janeiro: Renovar, 2001. 444 p.

GOODMAN, Bryce W. A Step Towards Accountable Algorithms? Algorithmic Discrimination and the European Union General Data Protection. Conference on Neural Information Processing Systems (NIPS 2016), Barcelona, n. 29, p. 1-9, 2016.

GOVE, Michael. The facts of life say leave: why Britain and Europe will be better off after we vote leave. Disponível em: < https://d3n8a8pro7vhmx.cloudfront.net/voteleave/pages/271/attachments/original/1461057270/MGspeech194VERSION2.pdf?1461057270> . Acesso em: 17 abr. 2019.

GROUTEL, Hubert et al. Traité du contrat d'assurance terrestre. Paris: LexisNesis, 2008.

GURYAN, Jonathan; CHARLES, Kerwin Kofi. Taste-based or statistical discrimination: The economics of discrimination returns to its roots. The Economic Journal, Vol. 123 Issue 572, 2013.

GRUPO DE ESTUDOS SOBRE PLANOS DE SAÚDE. Planos de saúde “falsos coletivos”: crescimento do mercado e reajuste de preços (2014-2019). Departamento de Medicina Preventiva da Faculdade de Medicina da USP. Disponível em: < https://sites.usp.br/geps/download/209/> . Acesso em: 05 mar. 2020.

GRUPO INDEPENDENTE DE PERITOS DE ALTO NÍVEL SOBRE A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL. Orientações éticas para uma IA de confiança. Bruxelas: Comissão Europeia, 2019.

GUIMARÃES, Antonio Sérgio Alfredo. Depois da democracia racial. Tempo Social: Revista de Sociologia da USP, São Paulo, v. 18, n. 2, 2006. p. 269-287.

GUPTA, Swati. Profiling, Micro-targeting and the Right to Reasonable Algorithmic Inferences. Disponível em: < https://swatigupta.tech/wp-content/uploads/2019/02/2019-02-cpdp-brussels-final.pdf> . Acesso em: 17 dez. 2019.

GUTIERREZ, Andriei. É possível confiar em um sistema de inteligência artificial? In: MULHOLLAND, Caitlin; FRAZÃO, Ana (Coord.). Inteligência Artificial e Direito: Ética, Regulação e Responsabilidade. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2019. p. 83-98.

HACKER, Philipp. Teaching Fairness to Artificial Intelligence: Existing and Novel Strategies Against Algorithmic Discrimination Under EU Law. Common Market Law Review, West Sussex, v. 55, 2018. Disponível em: < https://ssrn.com/abstract=3164973> . Acesso em: 03 dez. 2019.

HAIG, David. The Inexorable Rise of Gender and the Decline of Sex: Social Change in Academic Titles, 1945 – 2001. Archives of Sexual Behavior, New York, v. 33, i. 2, p. 87-96, April 2004.

HAMILTON, Isobel Asher. Why it’s totally unsurprising that Amazon’s recruitment AI was biased against women. Disponível em: < https://www.businessinsider.com/amazon-ai-biased-against-women-no-surprise-sandra-wachter-2018-10> . Acesso em: 15 dez 2019.

HAMZELOU, Jessica. A biased algorithm is delaying the healthcare for black people in the USA. Disponível em: < https://www.newscientist.com/article/2220880abiased-algorithm-is-delaying-healthcare-for-black-people-in-the-us> . Acesso em: 01 nov. 2019.

HAO, Karen. This is how AI bias really happens—and why it’s so hard to fix. Disponível em: < https://www.technologyreview.com/s/612876/this-is-how-ai-bias-really-happensand-why-its-so-hard-to-fix/> . Acesso em: 05 out. 2019.

HARARI, Yuval Noah. 21 lições para o século 21. Tradução de Paulo Geiger. São Paulo: Companhia das Letras, 2018.

_______. Homo Deus: a brief history of tomorrow. London: Harvill Secker, 2016.

HEEN, Mary L. Ending Jim Crow Life Insurance Rates. Northwestern journal of Law and Social Policy, v. 4, issue 2, p. 360-399, Fall 2009.

_______. Nondiscrimination in insurance: the next chapter. Georgia Law Review, v. 49, n. 1, p. 01-78, Fall 2014.

HENRARD, Kristin. Duties of reasonable accommodation on grounds of religion in the jurisprudence of the European Court of Human Rights: A tale of (baby) steps forward and missed opportunities. International Journal of Constitutional Law, Oxford, v. 14, n. 4, p. 961-983, Oct. 2016.

HERVEY, Tamara; GIL-BAZO, Marpia-Teresa. Fact Check: did the European Court of Justice increase the price of insurance for women? Disponível em: < http://theconversation.com/fact-check-did-the-european-court-of-justice-increase-the-price-of-insurance-for-women-58117> . Acesso em: 17 abr. 2019.

HILDEBRANDT, Mireille. The New Imbroglio: Living with Machine Algorithms, In: JANSSENS, Liisa (Ed). The Art of Ethics in the Information Society. Amsterdam: Amsterdam University Press, 2016. p. 55-59.

HOLLAND, Paul W. Statistics and Causal Inference. Journal of the American Statistical Association, Abingdon, v. 81, n. 396, p. 945-960, Dec. 1986.

HOLTMAAT, Rikki. Country Report: Non-discrimination – Netherlands. Brussels: European Commission, 2016. 108 p.

INFANTE RUIZ, Francisco José. El desarrollo de la prohibición de no discriminar en el derecho de contratos y su consideración en la jurisprudencia. Revista Aranzadi de Derecho Patrimonial, Cizur Menor, n. 30, p. 169-197, ene./abr. 2013.

INFORMATION COMMMISIONER’S OFFICE. What is automated individual decision-making and profiling? Disponível em: < https://ico.org.uk/for-organisations/guide-to-data-protection/guide-to-the-general-data-protection-regulation-gdpr/automated-decision-making-and-profiling/what-is-automated-individual-decision-making-and-profiling/> . Acesso em: 16 dez. 2019.

INSTITUTO BRASILEIRO DE DEFESA DO CONSUMIDOR. Carta Idec nº 576/2018/Coex. Disponível em: < https://idec.org.br/sites/default/files/carta_ans_576_2019_coex_1.pdf> . Acesso em: 18 out. 2019.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Desigualdades Sociais por Cor ou Raça no Brasil. Estudos e Pesquisas: Informação Demográfica e Socioeconômica, Rio de Janeiro, n. 41, p. 1-12, 2019.

_______. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua: Características gerais dos domicílios e dos moradores 2018. 28 p. Disponível em: < https://static.poder360.com.br/2019/05/ibge-pnad-2019.pdf> . Acesso em: 13 dez. 2019.

INSTITUTO DE TECNOLOGIA E SOCIEDADE DO RIO. Transparência e Governança nos algoritmos: um estudo de caso sobre o setor de birôs de crédito. Rio de Janeiro: ITS, 2017. 60 p.

INSURANCE EUROPE. How insurance works. Brussels: Insurance Europe, 2012. 24 p.

_______. Insurance Europe comments on profiling. Brussels: Insurance Europe, 2017. 4 p.

_______. Potential impact of the implementation of the Test-Achats ruling in the insurance sector. Brussels: Insurance Europe, 2014. 11 p.

_______. Report on the application of Council Directive 2004/113/EC implementing the principle of equal treatment between men and women in the access to and supply of goods and services. Brussels: European Commission, 2015. 12 p.

_______. Q&A on the use of big data in insurance. Brussels: Insurance Europe, 2019. 8 p.

INSURETHEBOX. What is black box car insurance? Disponível em: < https://www.insurethebox.com/telematics> . Acesso em: 04 dez. 2019.

INTERNATIONAL ASSOCIATION OF INSURANCE SUPERVISORS. Draft Issues Paper on the Use of Big Data Analytics in Insurance. Basel: IAIS, 2019. 36 p.

INTERNATIONAL CONFERENCE OF DATA PROTECTION AND PRIVACY COMMISSIONERS, 36., 2014, Balaclava. Mauritius Declaration on the Internet of Things. Disponível em: < https://edps.europa.eu/sites/edp/files/publication/14-10-14_mauritius_declaration_en.pdf> . Acesso em: 12 dez. 2019.

JENKINS, Patrick. Why gender-based car insurance is preferable to a black box spy: Men across all age groups still pay on average 15% more than women. Disponível em: < https://www.ft.com/content/0e54a5da-8148-11e8-bc55-50daf11b720d> . Acesso em: 22 abr. 2019.

JEONG, Sarah. A.I. is changing insurance: some technologies are better left in the laboratory. Disponível em: < https://www.nytimes.com/2019/04/10/opinion/insurance-ai.html> . Acesso em: 10 jul. 2019.

JERRY, Robert H.; MANSFIELD, Kyle B. Justifying Unisex Insurance: Another Perspective. American University Law Review, Washington, D.C., v. 34, p. 329-267, 1985.

JOINT COMMITTEE ON HUMAN RIGHTS. The Right to Privacy (Article 8) and the Digital Revolution. Disponível em: < http://www.statewatch.org/news/2019/nov/uk-hoc-jhrc-privacy-report.pdf> . Acesso em: 20 dez. 2019.

JONES, Rupert. Insurance industry faces scrutiny over possible indirect racial bias. Disponível em: < https://www.theguardian.com/money/2018/oct/31/insurance-regulator-look-possible-racial-bias-financial-conduct-authority> . Acesso em: 04 dez. 2019.

JÜLICHER, Tim; DELISLE, Marc. Step into “The Circle” – A close look at wearables and quantified self. In: HOEREN, Thomas; KOLANY-RAISER, Barbara. Big Data in context: legal, social and technological insights. Cham: Springer, 2018. p. 81-91.

JUNQUEIRA, Thiago. A (in) disponibilidade voluntária dos direitos da personalidade na civilística portuguesa. In: LIRA, Ricardo-César Pereira; AGUIAR, Roger Silva (Org.). O direito privado brasileiro interpretado pela Academia Brasileira de Direito Civil. Belo Horizonte: D’Placido, 2015. p. 277-309.

_______. Notas sobre a discriminação em virtude do sexo e contrato de seguro. In: MIRAGEM, Bruno; CARLINI, Angélica (Org.). Direito dos Seguros: fundamentos de direito civil, direito empresarial e direito do consumidor. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2014. p. 291-316.

______. O debate em torno do suicídio do segurado na experiência brasileira. In: VII Fórum de Direito do Seguro – IBDS. São Paulo: Roncarati, 2018.

_______. O princípio da função social do contrato e seus possíveis efeitos no seguro. In: CARLINI, Angélica; SARAIVA NETO, Pery (Org.). Aspectos Jurídicos dos Contratos de Seguro: Ano VI. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2019. p. 337-361.

_______. Os contratos aleatórios e os mecanismos de equilíbrio contratual. In: César Augusto de Castro Fiuza; Rafael Peteffi da Silva; Otavio Rodrigues Júnior. (Org.). (Re) Pensando o Direito: Desafios para a Construção de novos Paradigmas. Florianópolis: CONPEDI, 2014.

_______. Os seguros privados cobrem eventos associados a pandemias? Disponível em: < https://www.conjur.com.br/2020-abr-01/direito-civil-atual-seguros-privados-cobrem-eventos-associados-pandemias> . Acesso em: 02 abril 2020.

_______. Principios contractuales en el Derecho Civil brasileño: ha llegado el momento de redimensionarlos. In: POMBO, Eugenio Llamas. Congreso Internacional de Derecho Civil. Octavo Centenario de la Universidad de Salamanca. Valencia: Tirant lo blanch, 2018. v. 1. p. 205-210.

JUNQUEIRA, Thiago; CHALFIN, Renato. Covid-19 e postergação da LGPD: histeria ou sabedoria? Disponível em: < https://www.conjur.com.br/2020-abr-21/opiniao-covid-19-postergacao-lgpd-histeria-ou-sabedoria> . Acesso em: 22 abril 2020.

KELLER, Benno. Big Data and Insurance: Implications for Innovation, Competition and Privacy. Zurich: The Geneva Association, 2018.

KILBERTUS, Niki et al. Blind Justice: Fairness with Encrypted Sensitive Attributes. In: DY, Jennifer, KRAUSE, Andreas (Ed.). Proceedings of the 35 International Conference on Machine Learning, p. 1-15, 2018.

KING, Hope. This startup uses battery life to determine credit scores. Disponível em: < https://money.cnn.com/2016/08/24/technology/lenddo-smartphone-battery-loan/index.html> . Acesso em: 10 jun. 2019.

KLEINBERG, Jon; LUDWIG, Jens; MULLAINATHAN, Sendhil; RAMBACHAN, Ashesh. Algorithmic Fairness. AEA Papers and Proceedings, Pittsburgh, v. 108, p. 22-27, 2018.

KLEINBERG, Jon; LUDWIG, Jens; MULLAINATHAN, Sendhil; SUNSTEIN, Cass R. Discrimination In The Age Of Algorithms. NBER Working Paper No. 25548, Cambridge, p. 1-45, Feb. 2019.

KNITTEL, Christopher R.; MACKENZIE, Don; ZOEPF, Stephen. Racial and Gender Discrimination in Transportation Network Companies Yanbo Ge. NBER Working PaperNo. 22776, Cambridge, p. 1-49, Oct. 2016.

KOIKE, Beth. Operadoras querem preço variável por perfil. Disponível em: < https://valor.globo.com/empresas/noticia/2019/07/10/operadoras-querem-preco-variavel-por-perfil.ghtml> . Acesso em: 12 out. 2019.

KOKOTT, Juliane. Opinião da Advogada-Geral no Processo C-236/09. Disponível em: < https://www.conjur.com.br/dl/parecer-advogada-geral-tribunal-justiça.pdf> . Acesso em: 16 abr. 2019.

KOLDINSKÁ, Kristina. Case law of the European Court of Justice on sex discrimination 2006-2011. Common Market Law Review, Alphen aan den Rijn, v. 48, i. 5, p. 1599-1638, 2011.

KONDER, Carlos. Direitos fundamentais e relações privadas: o exemplo da distinção por gênero nos planos de previdência complementar. Interesse Público, Belo Horizonte, ano 18, n. 99, p. 47-65, set./out. 2016.

_______. O tratamento de dados sensíveis à luz da Lei 1.709/2018. In: TEPEDINO, Gustavo; FRAZÃO, Ana; OLIVA, Milena Donato. Lei Geral de Proteçâo de Dados Pessoais e suas repercussões no Direito brasileiro. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2019.

_______. Privacidade e corpo: convergências possíveis. Pensar, Fortaleza, v. 18, n. 2, p. 354-400, mai./ago. 2013.

KONDER, Carlos Nelson; SCHREIBER, Anderson. Uma agenda para o direito civil-constitucional. Revista Brasileira de Direito Civil, Rio de Janeiro, v. 10, p. 9-27, out./dez. 2016.

KOTTMANN, Dietmar; DÖRDRECHTER, Nikolai. The future of insurtech in Germany: The insurtech radar 2017. p. 24. Disponível em: < https://www.oliverwyman.de/content/dam/oliver-wyman/v2-de/publications/2017/dez/InsurTech-Radar2017_eng.pdf> . Acesso em: 10 jul. 2019.

KROHN, Philipp. Der Unisex-Unsinn. Disponível em: < https://www.faz.net/aktuell/wirtschaft/versicherungen-der-unisex-unsinn-1641284.html> . Acesso em: 10 abr. 2019.

KUSCHKE, Birgit. Disability Discrimination inInsurance. De Jure, Pretoria, v. 51, i. 1, p. 50-64, 2018.

KUSNER, Matt; LOFTUS, Joshua; RUSSELL, Chris; SILVA, Ricardo. Counterfactual Fairness. In: 31 CONFERENCE ON NEURAL INFORMATION PROCESSING SYSTEMS (NIPS), 2017, Long Beach.

LAMBERT-FAIVRE, Yvonne; LEVENEUR, Laurent. Droit des Assurances. Paris, 2011.

LE FIGARO. Assurances: la fin de la discrimination hommes-femmes. Disponível em: < http://leparticulier.lefigaro.fr/jcms/p1_1415451/assurances-la-fin-de-la-discrimination-hommes-femmes> . Acesso em: 22 abr. 2019.

LEAL, Ana Alves. Aspetos jurídicos da análise de dados na Internet (big data analytics) nos setores bancários e financeiro: proteção de dados pessoais e deveres de informação. In: CORDEIRO, António Menezes; OLIVEIRA, Ana Perestrelo de; DUARTE, Diogo Pereira. FinTech: Desafios da Tecnologia Financeira. Coimbra: Almedina, 2017. p. 75-202.

LEE, Nicol Turner; RESNICK, Paul; BARTON, Genie. Algorithmic bias detection and mitigation: Best practices and policies to reduce consumer harms. Disponível em: < https://www.brookings.edu/research/algorithmic-bias-detection-and-mitigation-best-practices-and-policies-to-reduce-consumer-harms/> . Acesso em: 05 jul. 2019.

LEEFELDT, Ed. California bans gender in setting car insurance rates. Disponível em: < https://www.cbsnews.com/news/car-insurance-california-bans-gender-asafactor-in-setting-rates/> . Acesso em: 11 abr. 2019.

_______. How “big data” gives insurers a giant edge over consumers. Disponível em: < https://www.cbsnews.com/news/how-big-data-gives-insurersagiant-edge-over-consumers/> . Acesso em: 29 out. 2019.

LEHTONEN, Turo-Kimmo; LIUKKO, Jyri. The Forms and Limits of Insurance Solidarity. Journal of Business Ethics, Dordrecht, v. 103, n. 1, p. 33-44, Apr. 2011.

LEITE, Renato; RAMOS, Pedro; CAMARGO, Ana Paula Collet; FELICÍSSIMO, Laura. Proteção de dados no setor financeiro. Disponível em: < http://baptistaluz.com.br/wp-content/uploads/2017/12/Brazil-Data-Protection-in-the-Financial-Sector_2017_PORT.pdf> . Acesso em: 14 nov. 2019.

LEMMENS, Trudo; THIERY, Yves. Insurance and Human Rights: What Can Europe Learn from Canadian Anti-Discrimination Law? In: VAN SCHOUBROECK, Caroline; COUSY, Herman (Org.). Discrimination et Assurance. Louvain-la-Neuve: Academia-Bruylant, 2007. p. 253-294.

LEMONADE. Underwriting. Disponível em: < https://www.lemonade.com/insuropedia/dictionary/insurance-underwriting/> . Acesso em: 10 jul. 2019.

LEO, Ben. Motorists fork out £1,000 more to insure their cars if their name is Mohammed. Disponível em: < https://www.thesun.co.uk/motors/5393978/insurance-race-row-john-mohammed/> . Acesso em: 01 maio 2019.

LEWINS, Kate. Going Walkabout with Australian Insurance Law: the Australian experience of reforming Utmost Good Faith. Journal of Business Law, London, Issue 1, p. 1-22, 2013.

LIPTON, Zachary C.; CHOULDECHOVA, Alexandra; MCAULEY, Julian J. Does mitigating ML’s impact disparity require treatment disparity? 32 Conference on Neural Information Processing Systems, Montreal, p. 8136-8146, 2018.

LOGAN, Angela. Compare female car insurance quotes online. Disponível em: < https://www.moneysupermarket.com/car-insurance/womens/> . Acesso em: 20 jun. 2019.

MACCARTHY, Mark. Standards of fairness for disparate impact assessment of big data algorithms. Cumberland Law Review, Birmingham, AL, v. 48, i. 1, 79 p., 2017.

MAGALHÃES, Henrique Cassalho. A tensão entre os direitos fundamentais e a autonomia privada: perspectivas teóricas no direito civil brasileiro. Civilistica.com. Rio de Janeiro, a. 8, n. 2, 2019. Disponível em: < http://civilistica.com/a-tensao-entre-os-direitos-fundamentaisea-autonomia-privada/> . Acesso em: 10 nov. 2019.

MAIA, Ana Carolina; CARVALHO, João Vinícius de França. A Espiral de Anti-Seleção no Mercado Brasileiro de Planos de Saúde Individuais. In: XVIII USP INTERNATIONAL CONFERENCE IN ACCOUNTING. Moving Accounting Forward. São Paulo: EAC/FEA/USP, 2018. p. 1-20.

MAIA, Roberta Medina. Notas sobre as declarações do segurado na fase pré-contratual: os efeitos da boa-fé objetiva sobre a cláusula perfil. Revista Trimestral de Direito Civil, Rio de Janeiro, v. 23, p. 77-104, jul.-set. 2005.

MALLET, Estevão. Igualdade e Discriminação em Direito do Trabalho. São Paulo: LTr, 2013.

MALHEIROS, Agostinho Marques Perdigão. A escravidão no Brasil: ensaio histórico-jurídico-social [online]. v. 1. Rio de Janeiro: Centro Edelstein de Pesquisas Sociais, 1866. Disponível em: < http://books.scielo.org/id/kbxjh/pdf/malheiros-9788579820724.pdf> . Acesso em: 07 nov. 2019.

MANN, Monique; MATZNER, Tobias. Challenging algorithmic profiling: The limits of data protection and anti-discrimination in responding to emergent discrimination. Big Data & Society, New York, July–Dec. 2019. p. 1-11. Disponível em: < https://journals.sagepub.com/doi/pdf/10.1177/2053951719895805> . Acesso em: 15 dez. 2019.

MARANO, Pierpaolo. Sex discrimination in private insurance contracts and the EU Law. Disponível em: < http://www.srbija-aida.org/files/Tekstovi2012/PierpaoloMARANO.pdf> . Acesso em: 15 abr. 2019.

MARINHO, André. Aplicativos dão descontos de até 30% no seguro de bons motoristas. Disponível em: < https://jornaldocarro.estadao.com.br/carros/aplicativos-dao-descontos-de-ate-30-no-seguro-de-bons-motoristas/> . Acesso em: 28 out. 2019.

MARINHO, Ricardo. Fundamentos do seguro. Disponível em: < https://www.jurisway.org.br/v2/dhall.asp?id_dh=4489> . Acesso em: 20 ago. 2019.

MARQUES, Claudia Lima. Contratos no Código de Defesa do Consumidor: o novo regime das relações contratuais, 6 ed. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2011.

MARR, Bernard. How Big Data is changing insurance forever. Disponível em: < https://www.forbes.com/sites/bernardmarr/2015/12/16/how-big-data-is-changing-the-insurance-industry-forever/ #273b0012289b>. Acesso em: 18 jul. 2019.

MARRAFON, Marco Aurélio; MEDON, Filipe. Importância da revisão humana das decisões automatizadas na Lei Geral de Proteção de Dados. Disponível em: < https://www.conjur.com.br/2019-set-09/constituição-poder-importancia-revisao-humana-decisoes-automatizadas-lgpd> . Acesso em: 01 out. 2019.

MARTEL, Letícia de Campos Velho. Adaptação Razoável: O Novo Conceito sob as Lentes de uma Gramática Constitucional Inclusiva. SUR – Revista Internacional de Direitos Humanos, São Paulo, v. 8, n. 14, p. 88-113, jun. 2011.

MARTINEZ, Pedro Romano et al. Lei do Contrato de Seguro anotada. Coimbra: Almedina, 2011.

MARTÍNEZ-PUJALTE, Carmen María Cerdá. Allgemeines gleichbehandlungsgesetz – Aproximação à nova regulamentação geral de proibição do tratamento desigual no Direito alemão, em especial seu alcance no âmbito civil. Tradução de Guillermo Pankiewicz. Meritum, Belo Horizonte, v. 3, n. 2, p. 223-270, jul./dez. 2008.

MARTINS, Guilherme Magalhães. O geopricing e geoblocking e seus efeitos nas relações de consumo. In: MULHOLLAND, Caitlin; FRAZÃO, Ana (Coord.). Inteligência Artificial e Direito: Ética, Regulação e Responsabilidade. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2019. p. 633-650.

MARTINS, Maria Inês de Oliveira. Contrato de seguro e conduta dos sujeitos ligados ao risco. Coimbra: Almedina, 2018.

_______. Da assimetria informativa ao excesso de informação: a proteção da reserva da vida privada da pessoa segura, no tocante à informação relativa à sua saúde. In: MIRAGEM, Bruno; CARLINI, Angélica. Direito dos Seguros: fundamentos de direito civil, direito empresarial e direito do consumidor (Org.). São Paulo: Revista dos Tribunais, 2014. p. 331-359.

_______. O seguro de vida enquanto tipo contratual legal. Coimbra: Coimbra Editora, 2010.

_______. Risk assessment vs. Right to privacy: the access to health information on the insurance candidate through questionnaires and the right to privacy. European Journal of Health Law, Leiden, n. 20, p. 63-78, 2013.

_______. Sobre a discriminação dos portadores de VIH-SIDA na contratação de seguros de vida. Boletim da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, Coimbra, v. 89, n. 2, p. 749-800, 2013.

MARTINS, Pedro Bastos Lobo; HOSNI, David Salim Santos. O livre desenvolvimento da identidade pessoal em meio digital: para além da proteção da privacidade? In: POLIDO, Fabrício Bertini Pasquot; ANJOS, Lucas Costa dos; BRANDÃO, Luíza Couto Chaves (Org.). Políticas, Internet e Sociedade. Belo Horizonte: IRIS, 2019. p. 46-54.

MARTINS, Thiago Penido. Discriminação nas relações contratuais. Belo Horizonte: D’Plácido, 2016.

MARTINS-COSTA, Judith. A boa-fé e o seguro no novo código civil brasileiro (virtualidades da boa-fé como cláusula geral). In: INSTITUTO BRASILEIRO DE DIREITO DO SEGURO. Anais do III Fórum de Direito do Seguro “José Sollero Filho”. São Paulo: Roncarati, 2003. p. 57-102.

_______. A boa-fé no direito privado: critérios para a sua aplicação. 2. ed. São Paulo: Saraiva Educação, 2018.

_______. Reflexões sobre o princípio da função social dos contratos. Revista Direito GV, São Paulo, v. 1, n. 1, p. 41-66, maio 2005.

MCGURK, Brendan. Data Profiling and Insurance Law. London: Bloomsbury Publishing, 2019. E-book.

MECKBACH, Greg. The danger of lying about gender for cheaper auto insurance. Disponível em: < https://www.canadianunderwriter.ca/insurance/men-pretend-women-get-break-auto-insurance-1004135174/> . Acesso em: 19 abr. 2019.

MEGNA, Michelle. Car insurance for bad credit. Disponível em: < https://www.insurance.com/auto-insurance/saving-money/car-insurance-for-bad-credit.html> . Acesso em: 10 jul. 2019.

MELLO, Celso Antônio Bandeira de. O Conteúdo Jurídico do Princípio da Igualdade. 3. ed. São Paulo: Malheiros, 2000.

MENDES, Gilmar Ferreira. Direitos fundamentais: eficácia das garantias constitucionais nas relações privadas. In: MENDES, Gilmar. Direitos Fundamentais e Controle de Constitucionalidade: Estudos de direito constitucional. 4. ed. São Paulo: Saraiva, 2012.

MENDES, Laura Schertel. Privacidade, proteção de dados e defesa do consumidor: linhas gerais de um novo direito fundamental. São Paulo: Saraiva, 2014.

_______. Transparência e privacidade: violação e proteção da informação pessoal na sociedade de consumo. 156 f. Dissertação (Mestrado em Direito) – Faculdade de Direito, Universidade de Brasília, Brasília, 2008.

MENDES, Laura Schertel; DONEDA, Danilo. Reflexões iniciais sobre a nova Lei Geral de Proteção de Dados. Revista de Direito do Consumidor, São Paulo, ano 27, v. 120, p. 469-486, nov./dez. 2018.

MENDES, Laura Schertel; MATTIUZZO, Marcela. Discriminação algorítmica: Conceito, Fundamento e Tipologia. Revista deDireito Público, Porto Alegre, v. 16, p. 39-64, nov./dez. 2019.

MENEZES, Dario. Gestão de Riscos Reputacionais: práticas e desafios. Diálogo: Revista ESPM de Comunicação Corporativa, Rio de Janeiro, v. 1, n. 1, p. 16-20, abr. 2011.

MILLER, Michael J. Disparate Impact and Unfairly Discriminatory Insurance Rates. Casualty Actuarial Society E-Forum, Arlington, VA, p. 276-288, Winter 2009.

MINISTÉRIO DA ECONOMIA. Fintechs e Sandbox no Brasil. Brasília, 2019. Disponível em: < http://www.economia.gov.br/central-de-conteudos/publicacoes/notas-informativas/2019/publicacao-spe-fintech.pdf> . Acesso em: 18 set. 2019.

MINTY, Duncan. Ethics, Data and Insurance: 4 developments worth watching. Disponível em: < https://nft.nu/sv/ethics-data-and-insurance-4-developments-worth-watching> . Acesso em: 10 jul. 2019.

_______. Why honesty and purpose will change the conduct agenda. Disponível em: < https://ethicsandinsurance.info/2019/06/25/honesty-purpose/> . Acesso em: 10 jul. 2019.

MIRAGEM, Bruno. A Lei Geral de Proteção de Dados (Lei 13.709/2018) e o direito do consumidor. Revista dos Tribunais, São Paulo, ano 108, v. 1009, nov. 2019.

_______. Curso de Direito do Consumidor. 3. ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2012.

_______. Novo paradigma tecnológico, mercado de consumo digital e o direito do consumidor. Revista de Direito do Consumidor, São Paulo, ano 28, v. 125, set./out. 2019.

_______. O direito dos seguros no sistema jurídico brasileiro: uma introdução. In: MIRAGEM, Bruno; CARLINI, Angélica (Org.). Direito dos Seguros: fundamentos de direito civil, direito empresarial e direito do consumidor. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2014.

_______. Recusa da contratação de seguro: limites para a avaliação do risco pelo segurador? Comentários à decisão do REsp 1.300.116/SP , do STJ. Revista de Direito do Consumidor, São Paulo, v. 21, n. 84, p. 347-363, out./dez. 2012.

MONTEIRO, Renato Leite. Existe um direito à explicação na Lei Geral de Proteção de Dados do Brasil? In: INSTITUTO IGARAPÉ. Artigo Estratégico, Rio de Janeiro, n. 39, p. 1-17, dez. 2018.

MONTI, Alberto. La buona fede nel contrato di assicurazione. In: ALPA, Guido. Le assicurazioni private. t. I. Torino: Utet Giuridica, 2006.

MONTONE, Januario. Planos de saúde: passado e futuro. Rio de Janeiro: Medbook, 2009.

MORAES, Maria Celina Bodin de. Na Medida da Pessoa Humana: Estudos de direito civil-constitucional. Rio de Janeiro: Renovar, 2010. 432 p.

MORAES, Maurício. Brancos têm duas vezes mais acesso a planos de saúde no Brasil que negros. Disponível em: < https://política.estadao.com.br/noticias/geral,brancos-tem-duas-vezes-mais-acessoaplanos-de-saúde-no-brasil-que-negros,799485> . Acesso em: 20 out. 2019.

_______. Negro sofre ‘discriminação institucionalizada’ no serviço de saúde, diz diretor de ONG. Disponível em: < https://www.bbc.com/portuguese/noticias/2011/11/111116_negros_saude_ciscriminacao_mm.shtml> . Acesso em: 20 out. 2019.

MOREIRA, Adilson José. O que é discriminação? 2. ed. reimp. Belo Horizonte: Letramento, 2017.

MSE NEWS. How your email address can affect your insurance premium. Disponível em: < https://www.moneysavingexpert.com/news/2018/01/email-addresses-can-affect-insurance-quotes-but-theres-more-ways-to-save-at-renewal/> . Acesso em: 10 set. 2019.

MULHOLLAND, Caitlin Sampaio. Dados pessoais sensíveis e a tutela de direitos fundamentais: uma análise à luz da lei geral de proteção de dados (lei 13.709/18). Revista de Direitos e Garantias Fundamentais, Vitória, v. 19, n. 3, p. 159-180, set./dez. 2018.

MULHOLLAND, Caitlin Sampaio; FRAJHOF, Isabella Z. Inteligência Artificial e a Lei Geral de Proteçâo de Dados Pessoais: breves anotações sobre o direito à explicação perante a tomada de decisões por meio de machine learning. In: MULHOLLAND, Caitlin; FRAZÃO, Ana (Coord.). Inteligência Artificial e Direito: Ética, Regulação e Responsabilidade. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2019. p. 265-290.

NASCIMENTO, Alexandre do. Ações afirmativas, combate ao racismo e promoção da igualdade. In: SANTOS, Ivanir dos; ROCHA, José Geraldo da (Org.). Diversidade & Ações Afirmativas. Rio de Janeiro: CEAP, 2007. 177-203 p.

NAYLOR, Michael. Insurance transformed: technological disruption. Cham: Springer, 2017.

NEGREIROS, Teresa. Teoria do Contrato: novos paradigmas. 2. ed. Rio de Janeiro: Renovar, 2006.

NEGRI, Sergio Ávila; KORKMAZ, Maria Regina. A normatividade dos dados sensíveis na Lei Geral de Proteção de Dados: ampliação conceitual e proteção da pessoa humana. Revista de Direito, Governança e Novas tecnologias, Goiânia, vol. 5, n.º 1, p. 63-85, Jan/Jun. 2019.

NISSENBAUM, Helen. Privacy as Contextual Integrity. Washington Law Review, Washington, D.C., v. 79, issue 1, p. 119-157, Feb. 2004.

NORMAN, Colin. The God That Limps: Science and Technology in the Eighties. New York: WW Norton & Company, 1981. 219 p.

OBERMEYER, Ziad et al. Dissecting racial bias in an algorithm used to manage the health of populations. Science, Washington, D.C., v. 366, i. 6464, p. 447-453, 25 Oct. 2019.

OECD. Artificial Intelligence in Society. Paris: OECD Publishing, 2019.

OLINTO, Maria Teresa Anselmo. Reflexões sobre o uso do conceito de gênero e/ou sexo na epidemiologia: um exemplo nos modelos hierarquizados de análise. Revista Brasileira de Epidemiologia, São Paulo, v. 1, n. 2, p. 161-169, 1998.

OLIVA, Milena Donato. Desafios contemporâneos da proteção do consumidor: codificação e pluralidade de fontes normativas. Revista Brasileira de Direito Civil, Rio de Janeiro, v. 16, p. 15-34, abr./jun. 2018.

OLIVA, Milena Donato; VIÉGAS, Francisco de Assis. Tratamento de dados para a concessão de crédito. In: TEPEDINO, Gustavo; FRAZÃO, Ana; OLIVA, Milena Donato (Coord.). Lei Geral de Proteçâo de Dados Pessoais e suas repercussões no Direito brasileiro. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2019. p. 561-599.

OLIVEIRA, Amanda Flávio de. Sobre a discriminação de gênero em preços de bares e assemelhados. Disponível em: < https://www.jota.info/opiniaoeanalise/colunas/livre-mercado/sobre-discriminacao-de-genero-em-precos-de-bareseassemelhados-11042019> . Acesso em: 15 jul. 2019.

OLIVEIRA, Arnaldo Filipe da Costa. Não discriminação em função do sexo no âmbito dos contratos de seguro – Nota breve sobre o pós-Acórdão “Test-Achats”, i.e., sobre o direito constituído vigente. Revista de Direito e de Estudos Sociais, Coimbra, ano LXIII, n. 4, p. 251-277, jan./dez. 2017.

O’NEIL, Cathy. Weapons of math destruction: how big data increases inequality and threatens democracy. New York: Crown Publishers, 2016.

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL (Comissão Especial de Direito de Trânsito). Nota sobre a extinção do DPVAT. Disponível em: < https://www.oab.org.br/noticia/57740/nota-sobreaextincao-do-dpvat> . Acesso em: 04 dez. 2019.

OXERA. The use of gender in insurance pricing: Analysing the impact of a potential ban on the use of gender as a rating factor. ABI Research Paper no 24, 2010, London, p. 1-91, 2010.

PACHECO, Ricardo. Matemática Atuarial de Seguros de Danos. São Paulo: Atlas, 2014.

PAES, Mariana Armond Dias. Sujeitos da história, sujeitos de direitos: personalidade jurídica no brasil escravista (1860-1888). 2014. 240 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia e Teoria Geral do Direito) – Faculdade de Direito, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014.

PAIXÃO, Marcelo; ROSSETTO, Irene; MONTOVANELE, Fabiana; CARVANO, Luiz M. (Org.). Relatório Anual das Desigualdades Raciais no Brasil; 2009-2010. Disponível em: < http://www.palmares.gov.br/wp-content/uploads/2011/09/desigualdades_raciais_2009-2010.pdf> . Acesso em: 03 set. 2019.

PALHARES, Felipe. Revisão de decisões automatizadas. Disponível em: < https://www.jota.info/opiniaoeanalise/artigos/revisao-de-decisoes-automatizadas-29092019> . Acesso em: 02 set. 2019.

PARADELLA, Rodrigo. Diferença cai em sete anos, mas mulheres ainda ganham 20,5% menos que os homens. Disponível em: < https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-noticias/2012-agencia-de-noticias/noticias/23924-diferenca-cai-em-sete-anos-mas-mulheres-ainda-ganham-20-5-menos-que-homens> . Acesso em: 01 dez. 2019.

PARLEANI, Gilbert. Commentaire des lignes directrices de la Commission européenne sur les suites de l’arrêt «Test Achats». Revue Générale du Droit des Assurances, Paris, n. 3, 2012.

PASQUALE, Frank. The Black Box Society – The secret algorithms that control money and information. Cambridge: Harvard University Press, 2015.

PASSOS, José Joaquim Calmon de. O princípio de não discriminação. Disponível em: < https://jus.com.br/artigos/2990/o-principio-de-nao-discriminacao> . Acesso em: 10 maio 2019.

PATRÍCIO, Miguel. Correlações e Causalidade: Breves Reflexões Numa Perspectiva Económica. Revista Jurídica Luso-Brasileira, Lisboa, ano 2, n. 4, p. 1347-1380, 2016.

PENA, Sérgio D. J.; BIRCHAL, Telma S. A inexistência biológica versus a existência social de raças humanas: pode a ciência instruir o etos social? Revista USP, São Paulo, n. 68, p. 10-21, dez./fev. 2005-2006.

PEREIRA, Paula Moura Francesconi de Lemos. A possibilidade de reajuste por faixa etária dos contratos de planos de saúde coletivos: os agentes da saúde suplementar são os grandes vilões? Disponível em: < https://www.migalhas.com.br/coluna/migalhas-patrimoniais/321732/a-possibilidade-de-reajuste-por-faixa-etaria-dos-contratos-de-planos-de-saúde-coletivos-os-agentes-da-saúde-suplementar-são-os-grandes-viloes> . Acesso em: 05 abril 2020.

PEREIRA, Jane Reis Gonçalves. Os imperativos da Proporcionalidade e da Razoabilidade: um panorama da discussão atual e da jurisprudência do STF. In: SARMENTO, Daniel; SARLET, Ingo Wolfgang (Coords.). Direitos Fundamentais no Supremo Tribunal Federal: balanço e crítica. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2011.

PERLINGIERI, Pietro. O Direito Civil na Legalidade Constitucional. Trad. Maria Cristina De Cicco. Rio de Janeiro: Renovar, 2008.

_______. Perfis do Direito Civil, 3ª ed. Trad. Maria Cristina De Cicco. Rio de Janeiro: Renovar, 2007.

PETER, John. The Lemonade H1 underwriting report, almost a year in. Disponível em: < https://www.lemonade.com/blog/lemonade-h1-underwriting-report-2017/> . Acesso em: 12 jun. 2019.

_______. Why we sometimes decline. Disponível em: < https://www.lemonade.com/blog/why-we-decline/> . Acesso em: 12 jun. 2019.

PETERSEN, Luiza Moreira. O risco no contrato de seguro. São Paulo: Roncarati, 2018.

PETRUCCELLI, José Luís. Raça, identidade, identificação: abordagem histórica conceitual. In: PETRUCCELLI, José Luís; SABOIA, Ana Lucia (Org.). Características Étnico-Raciais da População: Classificações e Identidades. v. 2. IBGE: Rio de Janeiro, 2013. p. 11-28.

PHILLIPS, Trevor. Algorithms are not impartial – and may penalize by race. Disponível em: < https://www.ft.com/content/c90e68a4-661d-11e6-8310-ecf0bddad227> . Acesso em: 05 dez. 2019.

PINHEIRO, Rosalice Fidalgo. A proibição de discriminação nos contratos no direito brasileiro em face da experiência europeia. Direitos Fundamentais & Justiça, Belo Horizonte, ano 8, n. 28, p. 52-81, jul./set. 2014.

PINTO, Paulo Mota. Autonomia privada e discriminação: algumas notas. In: PORTUGAL (TRIBUNAL CONSTITUCIONAL). Estudos em homenagem ao Conselheiro José Manuel Cardoso da Costa. v. II. Coimbra: Coimbra Editora, 2005.

_______. O direito ao livre desenvolvimento da personalidade. Boletim da Faculdade de Direito de Coimbra: Portugal – Brasil, ano 2000. Coimbra: Coimbra Editora, 2000.

POÇAS, Luís. O dever de declaração inicial do risco no contrato de seguro. Lisboa: Almedina, 2013.

POLIDO, Walter. Declaração de Direitos de Liberdade Econômica: as novas regras se aplicam ao Mercado de Seguros regulado? Quando terão início as mudanças? O que esperar de 2020? Disponível em: < https://www.editoraroncarati.com.br/v2/Colunistas/Walter-Polido/Declaracao-de-Direitos-de-Liberdade-Economica-as-novas-regras-se-aplicam-ao-Mercado-de-Seguros-regulado-Quando-terao-inicio-as-mudancas-O-que-esperar-de-2020.html> . Acesso em: 10 mar. 2020.

POPE, Devin G.; SYDNOR, Justin R. Implementing Anti-Discrimination Policies in Statistical Profiling Models. American Economic Journal: Economic Policy, Pittsburgh, v. 3, n. 3, p. 206-231, Aug. 2011.

PRINCE, Anya. Insurance Risk Classification in an Era of Genomics: Is a Rational Discrimination Policy Rational? Nebraska Law Review, Lincoln, v. 96, i. 3, p. 624-687, 2018.

PRINCE, Anya; SCHWARCZ, Daniel. Proxy discrimination in the age of artificial intelligence and Big Data (preliminary draft). Iowa Law Review, Iowa City, p. 1-68, forthcoming 2020. Disponível em: < https://ssrn.com/abstract=3347959> . Acesso em: 10 jul. 2019.

QUEIROZ, João Quinelato de. O direito à autodeterminação informativa na sociedade da informação: limites e liberdades no uso de dados pessoais. Revista de Mídia e Entretenimento IASP, São Paulo, ano 1, n. 2, p. 305-320, jul./dez. 2015.

RATTALMA, Marco Frigessi di. Premi “unisex” vs tariffe differenziate nel settore assicurativo: la sentenza dela Corte di Giustizia dell’Unione europea nel caso Test-Achats. Assicurazioni, Milano, anno LXXIX, n. 1, p. 3-18, gen./mar. 2012.

REBERT, Lisa; VAN HOYWEGHEN, Ine. The right to underwrite gender: The Goods & Services Directive and the politics of insurance pricing. Tijdschrift voor Genderstudies, Amsterdam, v. 18, i. 4, p. 413-431, 2015.

REGO, Margarida Lima. A segmentação do mercado para avaliação dos riscos: que futuro? In: CORREIA, Fernando Alves; MACHADO, Jónatas E. M.; LOUREIRO, João Carlos (Org.). Estudos em Homenagem ao Professor Doutor Carlos Pamplona Corte-Real. Coimbra: Almedina, 2016. p. 703-730.

_______. Contrato de Seguros e Terceiros: Estudos de Direito Civil. Coimbra: Coimbra Editora, 2010.

_______. Insurance segmentation as unfair discrimination: what to expect next in the wake of Test-Achats. Proceedings of the 16th Annual Conference of the Insurance Law Association of Serbia – Insurance law, governance and transparency: basics of the legal certainty. AIDA Serbia: Belgrade, 2015. p. 377-392.

_______. Statistics as a basis for discrimination in the insurance business. Disponível em: < https://www.academia.edu/8808545/Statistics_as_a_basis_for_discrimination_in_the_insurance_business> . Acesso em: 22 abr. 2019.

REINIG, Guilherme Henrique Lima; SOUZA, Viviane Isabel. STJ volta a afetar tema do reajuste etário nos planos de saúde. Disponível em: < https://www.conjur.com.br/2020-jan-27/stj-volta-afetar-tema-reajuste-etario-planos-saúde #_ftnref4>. Acesso em: 05 abr. 2020.

REIS, Fábio Wanderley. O mito e o valor da democracia racial. Terceiro Milênio: Revista Crítica de Sociologia e Política, v. 1, n. 1, p. 20-32, jul./dez. 2013.

RHUE, Lauren. Emotion-reading tech fails the racial bias test. Disponível em: < https://theconversation.com/emotion-reading-tech-fails-the-racial-bias-test-108404> . Acesso em: 05 out. 2019.

RIBEIRO, Amadeu Carvalhaes. Direito de Seguros: resseguro, seguro direto e distribuição de serviços. São Paulo: Atlas, 2006.

RIBEIRO, Djamila. Pequeno Manual Antirracista. São Paulo: Companhia das letras, 2019.

RIOS, Roger Raupp. Direito da antidiscriminação: discriminação direta, indireta e ações afirmativas. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2008.

RIOS, Roger Raupp; LEIVAS, Paulo Gilberto; SCHÄFER, Gilberto. Direito da antidiscriminação e direitos de minoriais: perspectivas e modelos de proteção individual e coletivo. Revista Direitos Fundamentais & Democracia, Curitiba, v. 22, n. 1, p. 126-148, jan./abr. 2017.

RIOS, Roger Raupp; SILVA, Rodrigo da. Discriminação múltipla e discriminação interseccional: aportes de feminismo negro e direito de antidiscriminação. Revista Brasileira de Ciência Política, Brasília, n. 16, p. 11-37, jan./abril 2015.

ROBERTS, Jessica L. Protecting Privacy to Prevent Discrimination. William & Mary Law Review, Williamsburg, v. 56, issue 6, p. 2097-2174, 2015.

ROCHA, José Geraldo da. Conhecer a história: pressuposto para a ação afirmativa. In: SANTOS, Ivanir dos; ROCHA, José Geraldo da (Org.). Diversidade & Ações Afirmativas. Rio de Janeiro: CEAP, 2007.

RODOTÀ, Stefano. Sociedade de Vigilância: A Privacidade Hoje. Rio de Janeiro: Renovar, 2008. 381 p.

_______. Transformações do corpo. Revista Trimestral de Direito Civil, Rio de Janeiro, v. 5, n. 19, p. 65-107, jul./set. 2014.

RODRIGUES, Eder Bomfim. A Igualdade Racial no Estado Democrático de Direito. In: SIMÃO, Calil (Coord.). Estatuto da Igualdade Racial: Comentários Doutrinários. Leme: Mizuno, 2011. p. 25-44.

RODRIGUES JR., Otavio Luiz. Direito Civil Contemporâneo: Estatuto epistemológico, Constituição e direitos fundamentais. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2019.

RODRIGUES JR., Otavio Luiz; RODAS, Sérgio. Entrevista com Paulo Mota Pinto. Revista de Direito Civil Contemporâneo, São Paulo, v. 8, ano 3, p. 379. jul./set. 2016.

ROMEI, Andrea; RUGGIERI, Salvatore. Discrimination Data Analysis: A Multi-disciplinary Bibliography. In: CUSTERS, Bart; CALDERS, Toon; SCHERMER, Bart; ZARSKY, Tal (Ed.). Discrimination and Privacy in the Information Society: Data Mining and Profiling in Large Databases. Heidelberg: Springer, 2013. p. 109-135.

ROSENVALD, Nelson; FARIAS, Cristiano Chaves de. Curso de Direito Civil, vol. 4: Contratos, 9ª ed. Salvador: Juspodivm, 2019.

ROSSETTI, Marco. Il diritto delle assicurazioni, Volume I. Milani: Cedam, 2011.

RUDKOWSKI, Lena. Molto più che “unisex”: i retroscena della sentenza Test-Achats. Assicurazioni, Milano, anno LXXIX, n. 1, p. 19-38, gen./mar. 2012.

SALAZAR, Andrea et al. Planos de saúde. São Paulo: Globo, 2002.

SALCHEGGER, Markus; WIEDENMANN, Thomas; WIDEMANN, Philipp. Risk and compliance implications of AI in the Insurance Industry. Disponível em: < https://insidenow.deloitte.lu/risk-compliance-implications-ai-insurance-industry/article/> . Acesso em: 23 out. 2019.

SAMOR, Geraldo; ARBEX, Pedro. Como o dr. consulta está tentando virar uma healthtech. Disponível em: < https://braziljournal.com/comoodr-consulta-esta-tentando-virar-uma-healthtech> . Acesso em: 11 out. 2019

SAMUEL, Sigal. A new study finds a potential risk with self-driving cars: failure to detect dark-skinned pedestrians. Disponível em: < https://www.vox.com/future-perfect/2019/3/5/18251924/self-driving-car-racial-bias-study-autonomous-vehicle-dark-skin> . Acesso em: 05 nov. 2019.

SANDBERG, Anders. Asking the right questions: big data and civil rights. Disponível em: < http://blog.practicalethics.ox.ac.uk/2012/08/asking-the-right-questions-big-data-and-civil-rights/> . Acesso em: 07 nov. 2019.

SANTOS, Diego Junior da Silva; PALOMARES, Nathália Barbosa; NORMANDO, David; QUINTÃO, Cátia Cardoso Abdo. Raça versus etnia: diferenciar para melhor aplicar. Dental Press Journal of Orthodontics, Maringá, v. 15, n. 3, p. 121-124, maio/jun. 2010.

SANTOS, Ricardo Bechara. Direito de Seguro no Novo Código Civil e Legislação Própria. Rio de Janeiro: Forense, 2008. 820 p.

SARLET, Ingo Wolfgang. Direitos fundamentais em espécie. In: SARLET, Ingo Wolfgang; MARINONI, Luiz Guilherme; MITIDIERO, Daniel. Curso de Direito Constitucional. 7. ed. São Paulo: Saraiva, 2018. p. 406-796.

_______. Teoria geral dos direitos fundamentais. In: SARLET, Ingo Wolfgang; MARINONI, Luiz Guilherme; MITIDIERO, Daniel. Curso de Direito Constitucional. 7. ed. São Paulo: Saraiva, 2018. p. 305-405.

SARMENTO, Daniel. Direito Constitucional e Igualdade Étnico-Racial. In: PIOVESAN, Flávia; SOUZA, Douglas Martins de (Coord.). Ordem Jurídica e Igualdade Étnico-Racial. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2008. p. 59-108.

_______. Direitos fundamentais e relações privadas. Rio de Janeiro: Editora Lumen Juris, 2008.

_______. A vinculação dos particulares aos direitos fundamentais no direito comparado e no Brasil. In: BARROSO, Luís Roberto (Org.). A Nova Interpretação Constitucional: Ponderação, Direitos Fundamentais e Relações Privadas. Rio de Janeiro: Renovar, 2003. p. 193-284.

SARMENTO, Daniel; GOMES, Fábio Rodrigues. A eficácia dos direitos fundamentais nas relações entre particulares: o caso das relações de trabalho. Revista do Tribunal Superior do Trabalho, Brasília, v. 77, n. 4, p. 60-101, out/dez 2011.

SCHAEFER, Fernanda. Proteção de dados de saúde na sociedade de informação: a busca pelo equilíbrio entre privacidade e interesse social. Curitiba: Juruá, 2010.

SCHERMER, Bart. Risks of Profiling and the Limits of Data Protection Law. In: CUSTERS, Bart; CALDERS, Toon; SCHERMER, Bart; ZARSKY, Tal (Ed.). Discrimination and Privacy in the Information Society: Data Mining and Profiling in Large Databases. Heidelberg: Springer, 2013. p. 137-152.

SCHIELD, Milo. Correlation, Determination and Causality in Introductory Statistics. American Statistical Association, New York, p. 1-6, Aug. 1995.

SCHMEISER, Hato; STÖRME, Tina; WAGNER, Joël. Unisex insurance pricing: consumers’ perception and market implications. The Geneva Papers on Risk and Insurance – Issues and Practice, Geneva, v. 39, n. 2, p. 322-350, Apr. 2014.

SCHREIBER, Anderson. A proibição de comportamento contraditório: tutela da confiança e venire contra factum proprium. Rio de Janeiro: Renovar, 2005.

_______. Alterações da MP 881 ao Código Civil - Parte I. Disponível em: < http://cartaforense.com.br/conteudo/colunas/alteracoes-da-mp-881-ao-código-civil---parte-i/18342> . Acesso em: 20 set. 2019.

_______. Contratos eletrônicos e consumo. In: Revista Brasileira de Direito Civil, Vol. 1, jul – set, 2014.

_______. Direito ao esquecimento e proteção de dados pessoais na Lei 13.709/2018: distinções e potenciais convergências. In: TEPEDINO, Gustavo; FRAZÃO, Ana; OLIVA, Milena Donato (Coord.). Lei Geral de Proteçâo de Dados Pessoais e suas repercussões no Direito brasileiro. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2019. p. 367-384.

_______. Direitos da Personalidade. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2013.

_______. Equilíbrio contratual e dever de renegociar. São Paulo: Saraiva, 2018.

_______. Manual de Direito Civil Contemporâneo. São Paulo: Saraiva, 2018.

_______. Novos paradigmas da responsabilidade civil: da erosão dos filtros da reparação à diluição dos danos. São Paulo: Atlas, 2012.

_______. PLV da liberdade econômica: vetos seriam bem-vindos. Disponível em: < http://www.cartaforense.com.br/m/conteudo/colunas/plv-da-liberdade-economica-vetos-seriam-bem-vindos/18346> . Acesso em: 22 nov. 2019.

_______. Proteção de Dados Pessoais no Brasil e na Europa. Disponível em: < http://www.cartaforense.com.br/conteudo/colunas/proteçâo-de-dados-pessoais-no-brasilena-europa/18269> . Acesso em: 10 out. 2019.

SCHREIBER, Anderson; KONDER, Carlos Nelson. Uma agenda para o direito civil-constitucional. Revista Brasileira de Direito Civil, Rio de Janeiro, v. 10, p. 9-27, out./dez. 2016.

SCHREIBER, Daniel. Lemonade Sets a New World Record. Disponível em: < https://www.lemonade.com/blog/lemonade-sets-new-world-record/> . Acesso em: 20 mar. 2018.

_______. Precision Underwriting: Digitization enables precision medicine - why not precision underwriting? Disponível em: < https://www.lemonade.com/blog/precision-underwriting/> . Acesso em: 10 jul. 2019.

SCHULMAN, Gabriel. Impactos do Estatuto da Inclusão da Pessoa com deficiência na saúde: “acessibilidade” aos planos de saúde e autodeterminação sobre tratamentos. In: MENEZES, Joyceane Bezerra de (Org.). Direito das pessoas com deficiência psíquica e intelectual nas relações privadas após a Convenção de Nova York e a Lei Brasileira de Inclusão. Rio de Janeiro: Processo, 2016. p. 763-794.

SCISM, Leslie. New York Insurers can evaluate your social media use – if they can prove why it’s need. Disponível em: < https://www.wsj.com/articles/new-york-insurers-can-evaluate-your-social-media-useif-they-can-prove-why-its-needed-11548856802> . Acesso em: 03 dez. 2019.

SCOTT, Joan. Gênero: uma categoria útil de análise histórica. Revista Educação e Realidade, Porto Alegre, v. 20, n. 2, p. 71-99, jul./dez. 1995.

SELBST, Andrew D.; POWLES, Julia. Meaningful information and the right to explanation. International Data Privacy Law, Oxford, v. 7, issue 4, p. 233-242, 2017.

SEWRAZ, Reena. EU Gender Directive: men paying 27% more than women for car insurance. Disponível em: < https://www.lovemoney.com/news/67983/eu-gender-directive-ruling-car-insurance-men-pay-more-women> . Acesso em: 20 abr. 2019.

SHEA, Christopher. Less Privacy Means Less Discrimination. Disponível em: < https://www.nytimes.com/2008/12/14/magazine/14Ideas-Section2-Ct005.html> . Acesso em: 12 dez. 2019.

SIEGELMAN, Peter. Adverse selection in Insurance Markets: an exaggerated threat. TheYale Law Journal, vol. 113, p. 1223-1281, 2004.

_______. Information & Equilibrium in Insurance Markets with Big Data. Connecticut Insurance Law Journal, Indianapolis, v. 21, n. 1, p. 317-338, Fall 2014.

SILVA, Cassiano Gabriel de Oliveira; RECHE, Tatiana dos Reis Silva. As diferenças entre seguradoras e as associações de proteção veicular: um enfoque jurídico. Letras Jurídicas, Belo Horizonte, v. 2, n. 2, p. 44-49, 2. sem. 2014.

SILVA, Jorge Cesa Ferreira da. A proteção contra discriminação no direito contratual brasileiro. Revista de Direito Civil Contemporâneo, São Paulo, v. 1, n. 1, p. 41-65, out./dez. 2014.

SILVA, Sidney Pessoa Madruga da. Discriminação Positiva: ações afirmativas na realidade brasileira. Brasília: Brasília Jurídica, 2005.

SILVA, Tarcízio. Racismo Algorítmico em Plataformas Digitais: microagressões e discriminação em código. In: VI SIMPÓSIO INTERNACIONAL LAVITS. Assimetrias e (in) visibilidade: vigilância, gênero e raça. UFBA: Salvador, 2019.

SILVEIRA, Daniel. Em sete anos, aumenta em 32% a população que se declara preta no Brasil. Disponível em: < https://g1.globo.com/economia/noticia/2019/05/22/em-sete-anos-aumenta-em-32percentapopulacao-que-se-declara-preta-no-brasil.ghtml> . Acesso em: 13 dez. 2019.

SOLIMANDO, Angela. Disciplina delle dichiarazioni precontrattuali nel contratto di assicurazione: Evoluzione della giurisprudenza. Assicurazioni – Rivista di Diritto, Economia e Finanza delle Assicurazioni Private, Roma, a. LXVIII, n. 1-2, p. 21-52, gen./giu. 2001.

SOUZA, Carlos Affonso Pereira de; OLIVEIRA, Jordan Vinícius. Sobre os ombros de robôs? A inteligência artificial entre fascínios e desilusões. In: MULHOLLAND, Caitlin; FRAZÃO, Ana (Coord.). Inteligência Artificial e Direito: Ética, Regulação e Responsabilidade. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2019.

SOUZA, Douglas Martins de. Título I – Disposições preliminares (art. 1 ao art. 5). In: SIMÃO, Calil (Coord.). Estatuto da Igualdade Racial: Comentários Doutrinários. Leme: Mizuno, 2011.

SOUZA, Eduardo Nunes de. Merecimento de tutela: a nova fronteira da legalidade no direito civil. Revista de Direito Privado, vol. 58, p. 75-110, abr. 2014.

SOUZA, Fábio. Quem deve decidir? Confiança na aptidão decisória como critério de definição dos limites do controle judicial das decisões administrativas. Alteridade: Curitiba, 2018. 157 p.

SOUZA, Sergio Ricardo de Magalhães. Subscrição de riscos e precificação de seguros. Rio de Janeiro: Escola Nacional de Seguros, 2016.

SULLEYMAN, Aatif. FaceApp: Selfie app accused of racism for whitening users’ skin. Disponível em: < https://www.independent.co.uk/life-style/gadgets-and-tech/news/faceapp-selfie-app-racism-filter-whitens-users-skin-viral-photo-a7701036.html> . Acesso em: 02 jul. 2019.

SUSEP. Autoseg – Sistema de Estatísticas de Automóveis da SUSEP. Disponível em: < http://www2.susep.gov.br/menuestatistica/Autoseg/menu1.aspx> . Acesso em: 20 nov. 2019.

STARKS, Mary et al. Price discrimination in financial services: How should we deal with questions of fairness? London: Financial Conduct Authority, 2018. 10 p.

SWEDLOFF, Rick. Risk classification’s Big Data (r) evolution. Connecticut Insurance Law Journal, Hartford, v. 21, n. 1, p. 339-373, Fall 2014.

_______. Regulating Algorithmic Insurance. Disponível em: < https://ssrn.com/abstract=3346753> . Acesso em: 10 jul. 2019.

TABANEZ, Helton da Silva. Arts. 1º-5º. In: LEAL, Bruno Bianco; MACHADO, Diego Pereira; SANCHES, José Roberto. Igualdade Racial: História, Comentários ao Estatuto e Igualdade Material. Rio de Janeiro: GZ, 2013.

TAKAR, Téo. Seguro de carro é quase R$ 3.000 mais caro em bairro pobre do que em rico. Disponível em: < https://economia.uol.com.br/financas-pessoais/noticias/redacao/2018/08/17/como-economizar-seguro-carro.htm> . Acesso em: 20 abr. 2019.

TARTUCE, Flávio. Direito Civil, vol. 3: teoria geral dos contratos e contratos em espécie. Rio de Janeiro: Forense, 2018.

TAUHATA, Sérgio; FURLAN, Flávia. Tecnologia revoluciona operações de seguradoras. Disponível em: < https://valorinveste.globo.com/produtos/seguros/noticia/2019/09/26/tecnologia-revoluciona-operações-de-seguradoras.ghtml> . Acesso em: 30 out. 2019.

TAYLOR, Linnet, FLORIDI, Luciano, VAN DER SLOOT, Bart (Ed.). Group Privacy: New Challenges of Data Technologies. Dordrecht: Springer, 2017.

TEIXEIRA, Lucas Borges. Entidade diz que planos de saúde avaliam cobrar mais de quem tem mais risco. Disponível em: < https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2019/08/08/planos-de-saúde-health-score-notas-pacientes.htm> . Acesso em: 22 out. 2019.

TENNYSON, Sharon. Seguro e captura regulatória. In: INSTITUTO BRASILEIRO DO DIREITO DO SEGURO. VII Fórum de Direito do Seguro: José Sollero Filho. São Paulo: Roncarati, 2018.

TEPEDINO, Gustavo. A incorporação dos direitos fundamentais pelo ordenamento brasileiro: sua eficácia nas relações jurídicas privadas. In: TEPEDINO, Gustavo. Temas de Direito Civil. tomo III. Rio de Janeiro: Renovar, 2009.

_______. Computador Bisbilhoteiro. In: TEPEDINO, Gustavo. Temas de Direito Civil. 3. ed. Renovar: Rio de Janeiro, 2004.

_______. O direito civil-constitucional e suas perspectivas atuais. In: Temas de direito civil, Tomo III. Renovar: Rio de Janeiro, 2009.

_______. Os contratos de consumo no Brasil. In: Temas de Direito Civil, Tomo II. Rio de Janeiro: Renovar, 2006.

_______. O princípio da função social no Direito Civil contemporâneo. In: NEVES, Thiago Cardoso (Coord.). Direito & Justiça Social: Por Uma Sociedade Mais Justa, Livre e Solidária – Estudos em homenagem ao Professor Sylvio Capanema de Souza. São Paulo: Atlas, 2013.

_______. Premissas metodológicas para a constitucionalização do direito civil. In: Temas de Direito Civil, 4ª ed. Rio de Janeiro: Renovar, 2008.

_______. Teoria da interpretação e relações privadas: a razoabilidade e o papel do juiz na promoção dos valores constitucionais. In: TEPEDINO, Gustavo; MENEZES, Joyceane Bezerra de (Coord.). Autonomia Privada, Liberdade Existencial e Direitos Fundamentais. Belo Horizonte: Fórum, 2019. p. 285-298.

TEPEDINO, Gustavo; BANDEIRA, Paula Greco. Fundamentos do Direito Civil, Volume 3: Contratos. Rio de Janeiro: Forense, 2020.

TEPEDINO, Gustavo; BARBOZA, Heloisa Helena; MORAES, Maria Celina Bodin de. Código Civil interpretado conforme a Constituição da Republica. Rio de Janeiro: Renovar, 2012.

TEPEDINO, Gustavo; SCHREIBER, Anderson. A boa-fé no Código de Defesa do Consumidor e no novo Código Civil. In: TEPEDINO, Gustavo (Coord.). Obrigações: estudos na perspectiva civil-constitucional. Rio de Janeiro: Renovar, 2005.

THE ECONOMIST. Risk and reward. Disponível em: < https://www.economist.com/finance-and-economics/2015/03/12/risk-and-reward> . Acesso em: 28 out. 2019.

THE NATIONAL RESEARCH PROGRAMME 75 “BIG DATA”. Big Data Ethics Recommendations for the Insurance Industry. Berne: Swiss National Science Foundation, 2019.

THE TELEGRAPH. Young women to see insurance premiums ‘double’. Disponível em: < https://www.telegraph.co.uk/finance/personalfinance/insurance/motorinsurance/9760222/Young-women-to-see-insurance-premiums-double.html> . Acesso em: 03 maio 2019.

THIERY, Yves. Discrimination Belgian report. AIDA XIV World Congress Rome 2014. Disponível em: < http://www.aida-be.org/nl/files/2013/10/AIDA-Rome-2014-Discrimination-Belgian-Report-Y.-Thiery.pdf> . Acesso em: 15 abr. 2019

THIERY, Yves; VAN SCHOUBROECK, Caroline. Discrimination law within the economic sphere of insurance classification. In: VAN SCHOUBROECK, Caroline; COUSY, Herman. Discrimination en assurance. Louvain-la-Neuve: Academia-Bruylant, 2007.

_______. Fairness and Equality in Insurance Classification. The Geneva Papers on Risk and Insurance – Issues and Practice, Geneva, v. 31, i. 2, p. 190-211, Apr. 2016.

THOMAS, Guy. Loss Coverage: Why Insurance Works Better with Some Adverse Selection. Cambridge: Cambridge University Press, 2017.

THOUVENIN, Florent et al. Big Data in the Insurance Industry: Leeway and Limits for Individualising Insurance Contracts. JIPITEC, Berlin, v. 10, i. 2, p. 209-243, Oct. 2019.

TOBLER, Christa. Indirect Discrimination: a Case Study into the Development of the Legal Concept of Indirect Discrimination under EC Law. Oxford: Intersentia, 2005.

TORELLA, Eugenia Caracciolo di. On lies and statistics: the relationship between gender equality and insurance. ERA Forum, Heidelberg, v. 12, i. 1, p. 59-70, April 2011.

TZIRULNIK, Ernesto. Direito ao seguro privado: discriminação e ação afirmativa. In: MIRANDA, Jorge; SILVA, Marco António Marques da (Coord.). Tratado Luso-Brasileiro da Dignidade da Pessoa Humana. São Paulo: Quartier Latin, 2008. p. 1221-1236.

_______. Estudos de Direito do Seguro: Regulação de Sinistro (ensaio jurídico) - Seguro e Fraude. São Paulo: Max Limonad, 1999.

TZIRULNIK, Ernesto; BOAVENTURA, Vitor. Uma indústria em transformação: o seguro e a inteligência artificial. In: MULHOLLAND, Caitlin; FRAZÃO, Ana (Coord.). Inteligência Artificial e Direito: Ética, Regulação e Responsabilidade. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2019. p. 523-540.

TZIRULNIK, Ernesto; CAVALCANTI, Flávio de Queiroz B.; PIMENTEL, Ayrton. O contrato de seguro de acordo com o Código Civil Brasileiro, 3ª ed. São Paulo: Roncarati, 2016.

UNIÃO EUROPEIA. Tribunal de Justiça da União Europeia (Grande Secção), Processo C-236/09 (Association Belge des Consommateurs Test-Achats ASBL e outros vs. Conseil des ministres), Luxemburgo, j. 01 mar. 2011.

UNITED STATES OF AMERICA. Uniform Guidelines on Employee Selection Procedure (1978). Disponível em: < http://people.tamu.edu/~w-arthur/611/Journals/Uniform%20guidelines%20%281978%29%20FR.pdf> . Acesso em: 10 dez. 2019.

_______. New York. Department of Financial Service. Insurance Circular Letter No. 1 (2019). Disponível em: < https://www.dfs.ny.gov/industry_guidance/circular_letters/cl2019_01> . Acesso em: 10 jul. 2019.

_______. US Supreme Court. City of Los Angeles Department of Water & Power v. Manhart, 435 U.S. 702, 1978. Disponível em: < https://supreme.justia.com/cases/federal/us/435/702/> . Acesso em: 13 jun. 2019.

_______. US Supreme Court. Parents involved in Community Schools v. Seattle School District No. 1 et al., 551 U.S. 701, j. 28 June 2007.

_______. US Supreme Court. Schuette, Attorney General of Michigan v. Coalition to Defend Affirmative Action, Integration and Immigrant Rights and Fight for Equality By Any Means Necessary (BAMN) et al., 572 U.S. 291, j. 22 Apr. 2014.

_______. White House – Executive Office of the President. Big Data: A Report on Algorithmic Systems, Opportunity, and Civil Rights. Disponível em: < https://obamawhitehouse.archives.gov/sites/default/files/microsites/ostp/2016_0504_data_discrimination.pdf> . Acesso em: 01 dez. 2019.

UZIALKO, Adam C. Artificial Insurance?: How Machine Learning is Transforming Underwriting. Disponível em: < https://www.businessnewsdaily.com/10203-artificial-intelligence-insurance-industry.html> . Acesso em: 10 jul. 2019.

VAN DER SLOOT, Bart. Privacy as Personality Right: Why the ECtHR’s Focus on Ulterior Interests Might Prove Indispensable in the Age of “Big Data”. Utrecht Journal of International and European Law, Utrecht, v. 31, n. 80, p. 25-50, Feb. 2015.

VAN HOYWEGHEN, Ine; HORSTMAN, Klasien; SCHEPERS, Rita. Genetic ‘Risk Carriers’ and Lifestyle ‘Risk Takers’: Which Risks Deserve our Legal Protection in Insurance? Health Care Analysis, New York, v. 15, i. 3, p. 179-193, 2007.

VAN HOYWEGHEN, Ine; MEYERS; Gert. Big Data, small solidarity?: Insurance and its new technologies of personalization, 2016. Disponível em: < https://award.iclam.org/sites/default/files/attachments/24%20TUE%201030%20Van%20Hoyweghen_Meyers.pdf> . Acesso em: 13 jun. 2019.

VARGAS VASSEROT, Carlos. Sexo y Seguro. Revista Española de Seguros: Publicación doctrinal de Derecho y Economía de los Seguros privados, Madrid, n. 138, p. 219-234, mayo/jun. 2009.

VEALE, Michael; BINNS, Reuben. Fairer machine learning in the real world: Mitigating discrimination without collecting sensitive data. Big Data & Society, Newbury Park, v. 4, issue 2, p. 1-17, July/Dec.2017.

VEIGA COPO, Abel B. Tratado del Contrato de Seguro. Navarra: Thomson Reuters, 2009.

VEIGA COPO, Abel B.; SÁNCHEZ GRAELLS, Albert. Discriminación por razón de sexo y prima del contrato de seguro. Revista de Responsabilidad Civil, Madrid, v. 4, p. 6-33, 2011.

VERONESE, Alexandre; SILVEIRA, Alessandra; LEMOS, Amanda Nunes Lopes Espiñeira. Inteligência artificial, mercado único digital e a postulação de um direito às inferências justas e razoáveis: uma questão jurídica entre a ética e a técnica. In: MULHOLLAND, Caitlin; FRAZÃO, Ana (Coord.). Inteligência Artificial e Direito: Ética, Regulação e Responsabilidade. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2019. p. 233-264.

VERONESI, Luiza Belloni. 10 mitos e verdades sobre o seguro de automóvel. Disponível em: < https://www.infomoney.com.br/minhas-financas/10-mitoseverdades-sobreoseguro-de-automovel/> . Acesso em: 13 jun. 2019.

VIDOR, Daniel Martins. Dados pessoais, Big Data e processamento em larga escala: privacidade, discriminação e profiling. Porto Alegre: Mercury LBC, 2019.

VIOLA, Mario. A manipulação genética e o contrato de seguro. In: TEPEDINO, Gustavo; FACHIN, Luiz Edson (Org.). Diálogos sobre Direito Civil. v. II. Rio de Janeiro: Renovar, 2008.

_______. Gênero e diferenciação de prêmios: reflexões sobre o princípio da igualdade. Cadernos de Seguro, Rio de Janeiro, v. especial, p. 28-31, 2014.

_______. O mercado de seguros e o tratamento de dados pessoais. In: MIRAGEM, Bruno; CARLINI, Angélica. Direito dos Seguros: fundamentos de direito civil, direito empresarial e direito do consumidor (Org.). São Paulo: Revista dos Tribunais, 2014.

_______. Privacidade e Seguro: a coleta e utilização de dados nos ramos de pessoas e de saúde. Rio de Janeiro: Funenseg, 2009.

VIOLA, Mario; DONEDA, Danilo; ANDRADE, Norberto Nuno Gomes de. Dados anônimos e tratamento de dados para finalidades distintas: a proteção de dados pessoais sob uma ótica civil-constitucional. TEPEDINO, Gustavo; FACHIN, Luiz Edson (Org.). Pensamento Crítico do Direito Civil Brasileiro. Rio de Janeiro: Juruá, 2001.

VIOLA, Mario; MATOS, Leonardo Heringer. Proteção de Dados Pessoais no Setor de Seguros: a boa-fé objetiva como fonte irradiadora de deveres e os reflexos da Lei nº 13.709/2018 na relação entre Segurado e Seguradora. Revista Jurídica de Seguros, Rio de Janeiro, v. 9, p. 36-61, nov. 2018.

WADDINGTON, Lisa. Reasonable Accommodation: Time to Extend the Duty to Accommodate beyond Disability? Nederlands Juristen Comite voor de Mensenrechten Bulletin, Leiden, jrg. 36, n. 2, p. 186-198 et seq., 2011.

WATCHER, Sandra. Data protection in the age of big data. Nature Electronics, London, v. 2, i. 1, p. 6-7, Jan. 2019.

_______. The other half of the truth: staying human in an algorithmic world. Disponível em: < https://www.oecd-forum.org/users/264249-sandra-wachter/posts/49761-the-other-half-of-the-truth-staying-human-in-an-algorithmic-world> . Acesso em: 31 out. 2019.

WACHTER, Sandra. Affinity Profiling and Discrimination by Association in Online Behavioural Advertising. Berkeley Technology Law Journal, Berkeley, v. 35, n. 2, p. 45, forthcoming 2020. Disponível em: < https://ssrn.com/abstract=3388639> . Acesso em: 03 dez. 2019.

WACHTER, Sandra; MITTELSTADT; Brent. A Right to Reasonable Inferences: Re-Thinking Data Protection Law in the Age of Big Data and AI. Columbia Business Law Review, New York, v. 2019, n. 2, p. 494-620, May 2019.

WACHTER, Sandra; MITTELSTADT, Brent; RUSSELL, Chris. Counterfactual explanations without opening the black box: automated decisions and the GDPR. Harvard Journal of Law & Technology, Cambridge, v. 31, n. 2, p. 841-887, Spring 2018.

WAGENER, Anthea Natalie. The Impact on Women on the Removal of Gender as a Rating Variable in Motor-Vehicle Insurance. Potchefstroom Electronic Law Journal, Potchefstroom, v. 16, n. 1, p. 483-505, 2013.

WALTERS, Michael A. Risk classification standards. Proceedings of the Casualty Actuarial Society, New York, v. LXVIII, part 1, n. 129, p. 1-18, May 1981.

WARREN, Samuel D.; BRANDEIS, Louis D. The right to privacy. Harvard Law Review, Cambridge, v. 4, n. 5, p. 193-220, Dec. 1890.

WELLS, Andrea. The Price of Price Optimization in Insurance. Disponível em: < https://www.insurancejournal.com/news/national/2015/11/17/389153.htm> . Acesso em: 03 set. 2019.

WEST, Kent. Gender in automobile insurance underwriting: some insureds are more equal than others. Alberta Law Review, Edmonton, v. 50, n. 3, p. 679-696, 2013.

WHEELAN, Charles. Estatística: o que é, para que serve, como funciona. Tradução de George Schlesinger. Rio de Janeiro: Zahar. 2016.

WIGET, Verena. Gender Equality in the European Union: A farce? – A Case Study on the Europeans Union’s Influence in Central Europe. Disponível em: < http://lup.lub.lu.se/luur/download?func=downloadFile&recordOId=2275512&fileOId=2275514> . Acesso em: 22 abr. 2019.

WILKIE, David. Mutuality and solidarity: assessing risks and sharing losses. Philosophical Transactions of the Royal Society B: Biological Sciences, London, v. 352, issue 1357, p. 1039-1044, 1997.

WILLIAMS, Betsy Anne; BROOKS, Catherine F.; SHMARGAD, Yotam. How Algorithms Discriminate Based on Data They Lack: Challenges, Solutions, and Policy Implications. Journal of Information Policy, University Park, v. 8, p. 78-115, 2018.

WINSTON, Joel. How insurance companies invented the data-mining of personal & medical information. Disponível em: < https://medium.com/ @MedicalReport/how-insurance-companies-invented-the-data-mining-of-personal-medical-information-19cf950d32ef>. Acesso em: 28 out. 2019.

YUDELL, Michael; ROBERTS, Dorothy; DESALLE, Rob; TISHKOFF, Sarah. Taking race out of human genetics. Science, Washington, D.C., v. 351, issue 6273, p. 564-565, 2016.

ZAMBRANO, Elizabeth; HEILBORN, Maria Luiza. Identidade de gênero. In: LIMA, Antonio Carlos de Souza (Org.). Antropologia & Direito: temas antropológicos para estudos jurídicos. Brasília: Associação Brasileira de Antropologia, 2012. p. 412-438.

ZANATTA, Rafael A. F. Perfilização, Discriminação e Direitos: do Código de Defesa do Consumidor à Lei Geral de Proteçâo de Dados Pessoais, 2019. Versão on-line.

ZANDONAI, Camila Dozza. Discriminação indireta e o estudo da teoria do impacto desproporcional nas relações de trabalho. Revista da Escola Judicial do TRT4, Porto Alegre, v. 1, n. 2, p. 91-117, jul./dez. 2019.

ZARSKY, Tal Z. Incompatible: The GDPR in the Age of Big Data. Seton Hall Law Review, Newark, v. 47, i. 4, p. 995-1020, 2017.

_______. Understanding discrimination in the scored society. Washington Law Review, Washington, D.C., v. 89, n. 4, p. 1375-1412, 2014.

ZIMMERMANN, Dennys. Seguro e Seguro-Garantia: Qualificação e Regime Jurídico. 2006. Dissertação (Mestrado em Direito) – Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2006.

ŽLIOBAITĖ, Indré; CUSTERS, Bart. Using Sensitive Personal Data May Be Necessary for Avoiding Discrimination in Data-Driven Decision Models. Artificial Intelligence and Law, Dordrecht, v. 24, p. 183-201, Oct. 2017.

ZURICH INSURANCE GROUP. Zurich announces industry-leading data commitment. Disponível em: < https://www.zurich.com/en/media/news-releases/2019/2019-0903-01> . Acesso em: 20 out. 2019.

Uma experiência inovadora de pesquisa jurídica em doutrina, a um clique e em um só lugar.

No Jusbrasil Doutrina você acessa o acervo da Revista dos Tribunais e busca rapidamente o conteúdo que precisa, dentro de cada obra.

  • 3 acessos grátis às seções de obras.
  • Busca por conteúdo dentro das obras.
Ilustração de computador e livro
jusbrasil.com.br
3 de Julho de 2022
Disponível em: https://thomsonreuters.jusbrasil.com.br/doutrina/secao/1199047678/referencias-tratamento-de-dados-pessoais-e-discriminacao-algoritmica-nos-seguros-ed-2020