Filhos para Cura – Ed. 2020

Referências

Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

ABELLAN F. Reproducción humana asistida y responsabilidad médica. Consideraciones legales y éticas sobre casos prácticos. Granada: Editorial Comares, 2001.

AGAR, Nicholas. Liberal Eugenics. In: SINGER, Peter; KUHSE, Helga (Orgs.). A Companion to Bioethics. Oxford: Blackwell, 1999, p. 171-81.

ALBANO, Lílian Maria Jose. Biodireito: os avanços da genética e seus efeitos éticos jurídicos. São Paulo: Editora Atheneu, 2004.

ALEXY, Robert. Teoria dos direitos fundamentais. São Paulo: Malheiros, 2008.

ALEMANHA. Lei fundamental da República Federal da Alemanha. https://www.btg-bestellservice.de/pdf/80208000.pdf . Acesso em: 18 jun. 2018.

ALMEIDA, Aline Mignon de. Bioética e biodireito. Rio de Janeiro: Lúmen Júris, 2000, p. 25-26.

ALMEIDA, Silmara Juny A. Chinelato. Tutela civil do nascituro. São Paulo: Saraiva, 2000.

AMARAL NETO, Francisco dos Santos. Verbete relação jurídica. In: FRANÇA, Limongi. (Coord.). Enciclopédia Saraiva do Direito. São Paulo: Saraiva, 1977. v. 64.

ANDORNO, Roberto. El derecho frente a la nueva eugenesia. Revista Chilena de Derecho, Santiago, v. 21, n. 2, p. 321-328, 1994.

ANDRADE, Manuel A. Domingues de. Teoria geral da relação jurídica. v. 1, sujeitos e objeto. Almedina: Coimbra, 2003.

AÑÓN, C. Lema. Reproducción, Poder y Derecho. Ensayo filosófico-jurídico sobre las técnicas de reproducción asistida. Madrid: Trotta, 1999.

ARGENTINA. Lei 26.994, de 1º de outubro de 2014. Institui o Código Civil y Comercial de la Nación Argentina. Disponível em: http://www.infoleg.gob.ar/infolegInternet/anexos/235000-239999/235975/norma.htm . Acesso em: 07 maio 2018.

ARNAIZ, Graciano González. Bioética: Um nuevo paradigma. De ética aplicada a ética de la vida digna. Madrid: Tecnos, 2016.

ASCENÇÃO, José de Oliveira. Intervenções no genoma humano. Validade ético-jurídica. In: ASCENÇÃO, José de Oliveira (Coord). Estudos de Direito da Bioética. Coimbra: Almedina, 2005, p. 25-47.

ASCHCROFT, Richard E. Making sense of Dignity”. Jornal of Medical Ethics, n. 31, ano 2005, p. 779-682.

AUSÍN, Txetxu. Las ideologías de la bioética, p. 161-185. In: DE LA VIEJA, Mª Tereza López. E-book. Ensayos de bioética. Salamanca: Ediciones Universidad Salamanca, 2009.

BARBOZA, Heloisa Helena. Novos temas de Biodireito e Bioética. Rio de Janeiro: Renovar, 2003.

BARBOZA, Heloisa Helena. Princípios da Bioética e do Biodireito. Disponível em: www.portalmedico.org.br/revista/bio2v8/simpo1.pdf. Acesso em: 22 jan. 2008.

BARBOZA, Heloisa Helena. Reprodução humana como direito fundamental. In: Carlos Alberto Menezes Direito; Antônio Augusto Cançado Trindade; Antônio Celso Alves Pereira. (Org.). Novas Perspectivas do Direito Internacional Contemporâneo. Rio de Janeiro: Renovar, 2008.

BARCHIFONTAINE, Christian de Paul de Rev. Pistis Prax., Teol. Pastor., Curitiba, v. 2, n. 1, p. 41-55, jan./jun. 2010. Disponível em: https://periodicos.pucpr.br/index.php/pistispraxis/article/viewFile/13499/12917 . Acesso em: 24 maio 2018.

BARRETO, Wanderlei de Paula. Arts. 1 a 39. In: ALVIM, Arruda; ALVIM, Thereza (coords.). Comentários ao Código Civil Brasileiro. V. 1. Rio de Janeiro: Forense, 2005, p.102-103.

BARRETTO, Vicente de Paulo. Bioética, biodireito e direitos humanos. Disponível em: http://www2.uerj.br/~direito/publicacoes/publicacoes/vicente_barreto/vb_8.html. . Acesso em: 19 ago. 2017.

BARROS, Suzana de Toledo. O princípio da proporcionalidade e o controle de constitucionalidade das leis restritivas de direitos fundamentais. Brasília: Editora Brasília Jurídica, 2000.

BARROSO, Luís Roberto. Legitimidade da recusa de transfusão de sangue por testemunhas de jeová. Dignidade humana, liberdade religiosa e escolhas existenciais. Parecer. São Paulo: impresso pela Associação Torre de Vigia de Bíblias e Tratados, 2010.

BEAUCHAMP, Tom L. & CHILDRESS, James F. Princípios de ética biomédica. Madri: Masson, 1989.

BELLINO, Francesco. Fundamentos da bioética: aspectos antropológicos, ontológicos e morais. Tradução Nelson Souza Canabarro. Bauru (SP): EDUSC, 1999, p. 47-48.

BER…

Uma experiência inovadora de pesquisa jurídica em doutrina, a um clique e em um só lugar.

No Jusbrasil Doutrina você acessa o acervo da Revista dos Tribunais e busca rapidamente o conteúdo que precisa, dentro de cada obra.

  • 3 acessos grátis às seções de obras.
  • Busca por conteúdo dentro das obras.
Ilustração de computador e livro
jusbrasil.com.br
24 de Maio de 2022
Disponível em: https://thomsonreuters.jusbrasil.com.br/doutrina/secao/1199104115/referencias-filhos-para-cura-ed-2020