Cartel - Responsabilidade Civil Concorrencial - Ed. 2018

Referências Bibliográficas

Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

ABRANTES-METZ, Rosa M.; FROEB, Luke M.; GEWEKE, John F.; TAYLOR, Christopher T. A variance screen for collusion. International Journal of Industrial Organization, 24, 2006.

AGUIAR DIAS, José de. Da responsabilidade civil. 11. ed. Rio de Janeiro: Renovar, 2006. v. 1.

AKERLOF, George A. The market for “lemons”: quality uncertainty and the market mechanism. The Quarterly Journal of Economics, 3, 1970.

ALEXANDER, Cindy R. On the nature of the reputational penalty for corporate crime: evidence. The Journal of Law and Economics, v. XLII (1) (PT. 2). Chicago: University of Chicago Press, 1999.

ALKMIN, Cristiane. Per se ou regra da razão? Disponível em: [ https://www.jota.info/opiniaoeanalise/colunas/coluna-da-cristiane-alkmin/per-se-ou-regra-da-razao-17022017 ].

ALPA, Guido. I fondamenti filosofici della responsabilità civile. Responsabilità civile e previdenza: Rivista Bimestrale di Dottrina, Giurisprudenza e Legislazione, v. LXI, n. 1, Milão: Dott. A. Giuffrè, 1996.

ALPA, Guido. Il danno alla persona oltre le esperienze nazionali. Una prospectiva europea. Responsabilità civile e previdenza, Rivista Bimestrale di Dottrina, Giurisprudenza e Legislazione. Milão: Giuffrè, 1998.

ALPA, Guido. Il danno biológico – percorso di um’idea. Padova: Cedam, 1987.

ALPA, Guido. La responsabilità oggettiva. Contratto e impresa: dialoghi con la giurisprudenza civile e commerciale diretti da Francesco Galgano. Ano 21. Padova: Cedam, 2005.

ALPA, Guido. Trattato di diritto civile. Milão: Giuffrè, 1999/2000.

ALPA, Guido; BESSONE, Mario. Atipicità dell’illecito – parte prima: i profili dottrinali. 2. ed. Milão: Giuffrè, 1980.

ALTERINI, Atilio Aníbal. Responsabilidad civil: limites de la reparación civil. Buenos Aires: Abeledo-Perrot, 1974. v. 1.

ALTERINI, Atilio Aníbal. La responsabilidad extracontractual en los codigos civiles del MERCOSUR. Roma e America. Diritto romano comune – Revista di Diritto dell’Integrazione e Unificazione del Diritto in Europa e in America Latina. Roma: Mucchi, 1997.

ALVIM, Agostinho. Da inexecução das obrigações e suas consequências. 4. ed. atualizada. São Paulo: Saraiva, 1972.

ASCARELLI, Tullio. Conclusão de um contrato de cartel. Ensaios e pareceres. São Paulo: Saraiva, 1952.

ASCARELLI, Tullio. Consorzi volontari tra imprenditori. 2. ed. Milão: Giuffrè, 1937.

ASCARELLI, Tullio. O contrato plurilateral. Problemas das sociedades anônimas e direito comparado. São Paulo: Saraiva, 1945.

ASCARELLI, Tullio. Os contratos de cartel e os limites de sua legitimidade no direito brasileiro. Ensaios e pareceres. São Paulo: Saraiva, 1952.

ASCARELLI, Tullio. Studi di diritto comparato e in tema di interpretazione. Milão: Giuffrè, 1952.

ASCENSÃO, José de Oliveira. O direito: introdução e teoria geral. 13. ed. Coimbra: Almedina, 2008.

ASCH, Peter; SENECA, Joseph J. Characteristics of colusive firms. The Journal of Industrial Economics, 3, 1975.

ASSIS, Araken de. Indenização do dano moral. Revista Jurídica, n. 236, ano XLV, Porto Alegre: Síntese, jun. 1997.

AZEVEDO, Álvaro Villaça. Curso de direito civil: teoria geral das obrigações. 7. ed. rev. e atual. São Paulo: ED. RT, 1998.

BANCO MUNDIAL/OCDE. Diretrizes para elaboração e implementação de política de defesa da concorrência. Trad. port. de Fabíola Moura e Priscila Akemi Beltrame. São Paulo: Singular, 2003.

BANDEIRA DE MELLO, Celso Antônio. Curso de direito administrativo. 24. ed. São Paulo: Malheiros, 2007.

BAPTISTA, Silvio Neves. Teoria geral do dano. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

BARZEL, Yoram. Measurement cost and the organization of markets. Journal of Law and Economics, 25, 1982.

BAUMOL, William J. Contestable markets: an uprising in the theory of industry structure. The american economic review, 72, 1982.

BENJAMIN, Antônio Herman V. Responsabilidade civil pelo dano ambiental. Revista de Direito Ambiental, São Paulo, ano 3, n. 9. jan.-mar. 1998.

BETTI, Emílio. Teoria geral do negócio jurídico. Trad. port. de Fernando de Miranda, Coimbra: Coimbra Ed., 1969. t. I.

BIANCA, Cesare M. La colpa come elemento constitutivo della fattispecie dell’illecit. Roma e America. Diritto romano comune – Revista di Diritto dell’Integrazione e Unificazione del Diritto in Europa e in America Latina, Roma: Mucchi, 1997.

BITTAR, Carlos Alberto. Reparação civil por danos morais: tendências atuais. Revista de Direito Civil Imobiliário, Agrário e Empresarial, v. 74, ano 19, out.-dez. 1995.

BITTAR, Eduardo C. B.; CHINELATO, Silmara Juny (coord.). Estudos de direito de autor, direito da personalidade, direito do consumidor e danos morais: homenagem ao Prof. Carlos Alberto Bittar. Rio de Janeiro: Forense, 2002.

BOUILLET, Marie-Nicolas. Cartel (verbete). Dictionnaire universel des sciences, des lettres et des arts . 14. ed. Paris: Hachette,1884.

BRIZ, Jaime Santos. La responsabilidad civil: derecho substantivo y derecho procesal. 3. ed. rev. e atual. Madrid: Montecorvo, 1981.

BRUNA, Sérgio Varella. O poder econômico e a conceituação do abuso de seu exercício. São Paulo: Ed. RT, 2001.

BUSNELLI, Francisco Donato. Ilícito civil. Trabalho e doutrina, processo jurisprudência, n.º. São Paulo: Saraiva, dez. 1996.

BUXBAUM, Hannah L. German legal culture and the globalization of competition law: a historical perspective on the expansion of private antitrust enforcement. Berkeley Journal of International Law 23, 2005.

CABANA, Roberto M. Lopez. Responsabilidad civil por daños al consumidor en el MERCOSUR. Roma e America. Diritto romano comune – Revista di Diritto dell’Integrazione e Unificazione del Diritto in Europa e in America Latina, Roma: Mucchi, 1997.

Cahali, Yussef Said (coord.). Responsabilidade civil: doutrina e jurisprudência. 2. ed. atual. São Paulo: Saraiva, 1988.

Cahali, Yussef Said. Dano moral. 3. ed. rev., ampl. e atual. São Paulo: Ed. RT, 2005.

Cahali, Yussef Said. Responsabilidade civil do estado. 3. ed. rev., atual. e ampl. São Paulo: Ed. RT, 2007.

CAPUTO, Arturo. I consozi d’imprese. Milano: Giuffrè, 1938.

CARVALHO DE MENDONÇA, José Xavier. Tratado de direito commercial brasileiro. 2. ed. Rio de Janeiro: Freitas Bastos, 1933. v. I, livro I.

CARVALHO DE MENDONÇA, José Xavier. Tratado de direito commercial brazileiro. São Paulo: Duprat e Cia., 1914. v. III, livro II.

CARVALHO DE MENDONÇA, José Xavier. Tratado de direito commercial brazileiro. Rio de Janeiro: Jornal do Commercio, 1919. v. V, livro I.

CARVALHO, Luis Gustavo Grandinetti Castanho de. Responsabilidade por dano não patrimonial a interesse difuso. Revista da EMERJ, Rio de Janeiro, v. 3, n. 9, 2000.

CARVALHO FILHO, Milton Paulo de. Indenização por equidade no novo Código Civil. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2003.

CASELTA, Daniel Costa. Responsabilidade civil por danos decorrentes da prática de cartel. Dissertação de Mestrado. Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, 2015.

CAVALIERI FILHO, Sérgio. Programa de responsabilidade civil. 6. ed. São Paulo: Malheiros, 2005.

CERQUEIRA, João da Gama. Tratado da propriedade industrial. 2. ed. São Paulo: Ed. RT, 1982. v. 2.

CHURCH, Jeffrey; WARE, Roger. Industrial organization: a strategic approach. Boston: Irwin McGraw-Hill, 2000.

COHIN, Marco R. L’abstention fautive en droit civil et pénal: étude sur la responsabilité....

Uma experiência inovadora de pesquisa jurídica em doutrina, a um clique e em um só lugar.

No Jusbrasil Doutrina você acessa o acervo da Revista dos Tribunais e busca rapidamente o conteúdo que precisa, dentro de cada obra.

  • 3 acessos grátis às seções de obras.
  • Busca por conteúdo dentro das obras.
Ilustração de computador e livro
jusbrasil.com.br
6 de Dezembro de 2021
Disponível em: https://thomsonreuters.jusbrasil.com.br/doutrina/secao/1199170055/referencias-bibliograficas-cartel-responsabilidade-civil-concorrencial-ed-2018