Tratado de Direito Empresarial - Vol. 7 - Ed. 2018

Bibliografia

Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Abrão, Carlos Henrique; Imhof, Cristiano. Código civil interpretado. 3. ed. São José (SC): Conceito Editorial, 2010.

Abrão, Nelson. O novo direito falimentar. São Paulo: Ed. RT, 1985.

AdC. Guia para Associações de Empresas. In: [ http://concorrencia.pt/vPT/Praticas_Proibidas/Praticas_Restritivas_da_Concorrencia/Documents/Guia%20para%20Associa%C3%A7%C3%B5es%20de%20Empresas.pdf ]. Acesso em: 21.06.2018.

Aftalión, Enrique R. Derecho penal económico. Buenos Aires: Abeledo-Perron, 1959.

Alighieri, Dante. La divina commedia, Inferno.

Almeida, Joaquim Canuto Mendes de. Processo penal, ação e jurisdição. São Paulo: Ed. RT, 1975.

Altavilla, Enrico. Manuale di procedura penale. Ed. Alberto Morano, 1935.

Alves, Joyce Ruiz Rodrigues. Conceito jurídico de ato de concentração. Apud Revista Eletrônica da Faculdade de Direito da PUC-SP, [ http://revistas.pucsp.br/index.php/red/article/download/733/516 ]. Acesso em: 13.05.2016.

Amaral, Francisco. Direito civil. 7. ed. Rio de Janeiro: Renovar, 2008. vol. 1.

Amaro, Luciano. Direito tributário brasileiro. São Paulo: Saraiva, 1997.

Amato, Giuliano. Il Potere e L’Antitrust: Il dilemma della democrazia liberale nella storia del mercato. Bolonha: Il Mulino, 1998.

Anders, Eduardo Caminati; Pagotto, Leopoldo; Bagnoli, Vicente (coords.). Comentários à Nova Lei de Defesa da Concorrencia: Lei 12.529, de 30 de novembro de 2011. São Paulo: Método, 2012.

Andrade, José Maria Arruda de. Economização do direito concorrencial e positivismo jurídico: entre teoria da decisão e das provas. Tese de Livre-Docência apresentada ao Departamento de Direito Econômico, Financeiro e Tributário da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, 2012.

______. Economização do direito concorrencial. São Paulo: Quartier Latin, 2014.

Andreucci, Ricardo Antunes. O direito penal econômico e o ilícito fiscal. Estudos e pareceres de direito penal. São Paulo: Ed. RT, 1982.

Aragão, Alexandre Santos de. Agências reguladoras. 2. ed. Rio de Janeiro: Forense, 2004.

______. Agências reguladoras e a evolução do direito administrativo econômico. 2. ed. Rio de Janeiro: Forense, 2004.

______. Competências antitruste e regulações setoriais. Revista do IBRAC. n 1. vol. 16, 2009.

Araújo Jr., José Tavares de. O papel da SEAE no novo sistema de defesa da concorrência. In: A nova Lei do CADE. Ribeirão Preto: Migalhas, 2012.

Araújo Junior, João Marcello de. Dos crimes contra a ordem econômica. São Paulo: Ed. RT, 1995.

Areeda, Phillip E. Antitrust analysis: problems, text, cases. 2. ed. Boston: Little Brown & Co., 1974.

Arendt, Hannah. Origens do totalitarismo: antissemitismo, imperialismo, totalitarismo. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.

Aristóteles. Ética a Nicômaco. São Paulo: Martin Claret, 2005.

Australian Consumer And Competition Authority. Online Vertical Restraints Special Project Report, International Competition Network Annual Meeting. 2015.

Autorità Garante della Concorrenza e del Mercato. In: [ http://www.agcm.it/en/newsroom/press-releases/2380-WhatsApp-fined-for-3-million-euro-for-having-forced-its-users-to-share-their-personal-data-with-facebook.html ]. Acesso em: 21.06.2018.

Averitt, Neil W. e Lande, Robert H. Consumer Sovereignty: A Unified Theory of Antitrust and Consumer Protection Law, ScholarWorks@University of Baltimore School of Law, 1997. Vide o sítio: [ https://pdfs.semanticscholar.org/412b/98951a1844fc360b7b6ca9e097c1fda55d66.pdf .] Acessado em 27.05.18.

Azevedo, Paulo Furquim de. Poder compensatório na concorrencial. CADE Informa n. 2, 2007.

______. Restrições verticais e concorrencial: a experiência brasileira. Textos para Discussão 264 – Julho de 2010. São Paulo: Escola de Economia de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas FVG-EESP.

______. Almeida, Silvia Faga de. Poder compensatório: coordenação horizontal na concorrencial. Área 8 – Economia Industrial e da Tecnologia Classificação JEL: L41 L13, São Paulo: FGVS.

Bagnoli, Martha Gallardo Sala. Indefinição de grupo econômico. In: Valor Econômico, 27.02.2015.

Bagnoli, Vicente. Introdução ao direito da concorrência: Brasil-Globalização-União Europeia-Mercosul-ALCA. São Paulo: Singular, 2005.

______. Direito e poder econômico: os limites jurídicos do imperialismo frente aos limites econômicos da soberania. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.

______. Direito econômico. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2013.

____. The big data relevant market in concorrenza e mercato, vol. 23/2016, edição especial Big Data e Concorrenza, Roma: Giuffrè Editore, 2016, p. 73-94.

______. Direito Econômico e concorrencial. 7. ed. São Paulo: Ed. RT, 2017.

______. (coord.) Concorrência e inovação: anais do congresso internacional para a promoção de debates acerca do Direito da Concorrência e Inovação Tecnológica diante da realidade e desafios da economia digital. São Paulo: Scortecci, 2018

______. Competition for the effectiveness of big data benefits. DOI 10.1007/s40319-015-0382-4.

______. Bastos, Alexandre A. R.; Navas, Amanda R. E. Cláusula de exclusividade: análise concorrencial a partir do caso dos créditos consignados. São Paulo: Almedina, 2014.

______. Barbosa, Susana Mesquita; Oliveira, Cristina Godoy Bernardo de. Introdução à história do direito. São Paulo: Atlas, 2014.

_____. Madi, Maria Fernanda Caporale. Concorrência na economia digital. In: [ http://www.valor.com.br/legislacao/5071190/concorrencia-na-economia-digital ].

_____; _____. Standards como eventual limite à concorrência: breve consideração acerca do cartel do cimento no Brasil. In: RDC, vol. 4, n. 2. Nov. 2016, p. 126.

_____; Navas, Amanda; Madi, Maria Fernanda Caporale. A aplicação da Lei de concorrência em casos do mercado financeiro. In: 5 anos de lei de defesa da concorrencia: gênese, jurisprudência e desafios para o futuro. São Paulo: Revista do IBRAC, 2017.

Bain, Joe Staten. Barriers to new competition – Their character and consequences in manufacturing industries. Harvard University Press, 1956.

Banco Mundial. Emprego e crescimento: a agenda da produtividade. In: [ http://documents.worldbank.org/curated/en/203811520404312395/pdf/123969-WP-PUBLIC-PORTUGUESE-P162670-EmpregoeCrescimentoAAgendadaProdutividade.pdf ]. Acesso em: 21.06.2018.

Baracho, José Alfredo de Oliveira. Processo e Constituição: o devido processo legal. Revista de Direito Público, vol. 68.

Barbosa, Denis Borges. Licenças compulsórias por abuso de patentes. Sítio: [nbb.com.br/pub/propriedade15.pdf]. Acesso em: 13.05.2016.

______. Patentes, padrões técnicos e ofertas de licença frand em direito brasileiro (abril de 2014). In: www.denisbarbosa.addr.com/arquivos/200/propriedade/patentes_padros_ofertas.pdf. Acesso em: 13.05.2016.

______. Patentes essenciais a um padrão: a alteração da política do IEEE. In: [ http://denisbarbosa.blogspot.com.br/2015/02/patent-poolsepatentes-essenciais-um.html ]. Acesso em: 13.05.2016.

______. Intellectual Property and Standards in Brazil A study prepared on support of the American Academy of Sciences – Study on IP Management and Standard-Setting Processes. In: [ http://sites.nationalacademies.org/xpedio/groups/pgasite/documents/webpage/pga_072297.pdf ]. Acesso em: 13.05.2016.

______. Contratos de licença e de tecnologia – A intervenção do INPI, 2002. In: www.egov.ufsc.br/portal/sites/default/files/anexos/27602-27612-1-PB.pdf. Acesso em: 13.05.2016.

Barreto, Tobias. Estudos de direito. 4. ed. Bahia: Livraria Progresso Editora, 1951.

Barroso, Luís Roberto. Apontamentos sobre as agências reguladoras. In: Moraes, Alexandre de. Agências reguladoras. São Paulo: Atlas, 2002.

Barroso, Roberto. Curso de direito constitucional contemporâneo. São Paulo: Saraiva, 2009.

Bastos, Celso Ribeiro; Martins, Ives Gandra. Comentários à Constituição do Brasil. 1. ed. São Paulo: Saraiva, 1989. vol. 2.

Bedaque, José Roberto dos Santos. Tutela cautelar e tutela antecipada: tutelas sumárias e de urgência. 4. ed. São Paulo: Malheiros, 2006.

Bellamy, Christopher W.; Child, Graham D. Common Market Law of Competition. 4.ed. Lonres: Sweet & Maxwell, 1993.

Bergh, Roger Van den. L’analisi economica del diritto della concorrenza. In: Frignani, A; Pardolesi; R., Griffi; A. P., Ubertazzi e L.C. (org.). Diritto antitrust italiano, vol. I, 1993.

Bertini, Cynthia. Concentração por aquisição de controle. São Paulo: Almedina, 2014.

Bittar, Eduardo C. B.; Almeida, Guilherme Assis de. Curso de filosofia do direito. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2005.

Blachucki, Mateusz. Polish Competition Law: commentary, case Law and texts. Office of Competition and Consumer Protection, Varsóvia, 2013.

Black, Henry Campbell. Black´s Law Dictionary. 6. ed. Saint Paul, Minn.: West Publishing Co., 1990.

Blumenthal, William. Reconciling the debate over merger remedies: a discussant´s proposed decision rule. George Washington Law Review, vol. 69, n. 5-6, out.-dez., 2001.

Bork. The antitrust paradox: a policy at war with itself. 10. reimpressão. Nova Iorque: The Free Press, 1993.

Bozola, Tulio Arantes, Os crimes de perigo abstrato no direito penal econômico, publicado em 10.11.2011. Cf. o sítio http://www.diritto.it/docs/32549-os-crimes-de-perigo-abstrato-no-direito-penalecon-mico .

Branco, Nelson de Azevedo; Barreto, Celso de Albuquerque. Repressão ao abuso do poder econômico. São Paulo: Atlas, 1964.

Braudel, F. Civilization and Capitalism, 15th – 18th Century. 3. vol., Nova Iorque: Harper and Row, 1981-1984.

Braun, José Maria Stampa. Introducción a la ciencia del derecho penal. Miñon: Valladolid, 1953.

Bruce, Alex. Australian competition law. 2. ed. Austrália: LexisNexis Butterworths, 2013

Bruno, Aníbal. Direito penal. 3. ed. Rio de Janeiro: Forense, vol. I, 1967.

Bulgarelli, Waldirio. Concentração de empresas e direito antitruste. 2. ed. São Paulo: Atlas, 1996.

Bundeskartellamt. Vertical restraints in the internet economy. meeting of the working group on competition law, 2013.

______________.[ http://www.bundeskartellamt.de/SharedDocs/Meldung/EN/Pressemitteilungen/2016/02_03_2016_Facebook.html?nn= "3599398]." Acesso em: 21.06.2018.

_________________.[ https://www.bundeskartellamt.de/SharedDocs/Meldung/EN/Pressemitteilungen/2017/19_12_2017_Facebook.html ]. Acesso em: 21.06.2018.

Cabanellas de las Cuevas, Guillermo. Derecho antimonopólico y de la defensa de la competencia. Buenos Aires: Heliasta, 2005.

Cabette, Eduardo Luiz Santos. Contraditório nas medidas cautelares processuais penais. Um avanço e alguns tropeços. Jus Navigandi. n. 2994. ano 16. Teresina, 12.09.2011. Disponível em: https://jus.com.br/artigos/19969 . Acesso em: 16.05.2016.

Câmara Leal, Antônio Luiz da. "Da prescrição e decadência". São Paulo: Editora Saraiva, 1939.

Campos, Francisco. Direito administrativo. 1. ed. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1943.

Cannebley, Cornelis. Enforcing antitrust against foreign enterprises. Ed. Spriger, 1981.

Capez, Fernando. Curso de direito penal. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 2001. vol. 1.

Cardozo, José Eduardo Martins; Queiroz, João Eduardo Lopes; Santos, Márcia Walquiria Batista dos (coords.). Direito administrativo econômico. São Paulo: Atlas, 2011.

Caritas in Veritate. Carta Encíclica de Sua Santidade o Papa Bento XVI sobre o desenvolvimento humano integral na caridade e na verdade. 3. ed. São Paulo: Paulus/Loyola, 2009.

Carpena, Márcio Louzada. Do processo cautelar moderno. 2. ed. Rio de Janeiro: Forense, 2005.

Carvalho, Elbruz Moreira de. Abuso do poder econômico. Rio de Janeiro: Barrister´s, 1986.

Carvalho, Luis Gustavo Grandinetti Castanho de. O processo penal em face da Constituição.Rio de Janeiro: Forense, 1998.

Carvalho, VS. M.; Ragazzo, C. E .J. (coords.). Defesa da concorrência no Brasil: 50 anos. Brasília: Cade, 2013.Carvalhosa, Modesto. Poder econômico e fenomenologia, seu disciplinamento jurídico. São Paulo: Ed. RT, 1967.

______. Direito econômico – Obras completas. São Paulo: Ed. RT, 2013.

Castro, Carlos Roberto de Siqueira. O devido processo legal e a razoabilidade das leis na nova Constituição do Brasil. Rio de Janeiro: Forense, 1989.

Cavalcanti, Themístocles Brandão. Tratado de direito administrativo. vol. III. São Paulo: Livraria Freitas Bastos, 1956.

Cavalieri Filho, Sergio. Programa de responsabilidade civil. 9. ed. revista e ampliada. São Paulo: Atlas, 2010.

Cayon, Jaime Villegas. Monopolio y competencia – las leyes antistrust de los Estados Unidos – Base de la Libertad Económica. Madri: Editorial-Libreria Jurídica Villegas, 1970.

Centesimus Annus, Carta Encíclica de Sua Santidade o Papa João Paulo II sobre os 100 anos da Encíclica Rerum Novarum. 6. ed. São Paulo: Paulinas, 2004.

Chamberlin, Edward Hastings. Monopoly and competition and their regulation. Londres: MacMillan, 1954.

Cheng, Thomas K., Abuse of administrative monopoly in China. In: Drexl, Josef; Bagnoli, Vicente (org.). State-initiated restraints of competition. Gheltenham: Ed. Edward Elgar, 2015.

Cintra, Antônio Carlos de Araújo. Motivo e motivação do ato administrativo. São Paulo: Ed. RT, 1979.

______; Grinover, Ada Pellegrini; Dinamarco, Cândido Rangel. Teoria geral do processo. São Paulo: Malheiros.

Coase, Ronald Harry. The nature of the firm. Cf. o sítio www.colorado.edu/ibs/es/alston/econ4504/readings/The%20Nature%20of%20the%20Firm%20by%20Coase.pdf. Acesso em: 16.05.2016.

Coelho, Fábio Ulhôa. Direito antitruste brasileiro. São Paulo: Saraiva, 1995.

Comissão Europeia. Competition policy brief – standard-essential patents. In: http://ec.europa.eu/competition/publications/cpb/2014/008 .

______. Compreender as políticas da União Europeia: concorrência. Direção Geral da Comunicação, 2014.

COMOGLIO, Luigi Paolo, CORRADO, Ferri e TARUFFO, Michele, Lezioni sul processo civile, 4. ed., Bolonha, ed. Il Mulino, vol. I, 2006.

Comparato, Fábio Konder. O indispensável direito econômico. Revista dos Tribunais. vol. 353. São Paulo: Ed. RT, 1968.

______. Utilitarismo e razão de mercado: Bernard Mandeville, David Hume...

Uma experiência inovadora de pesquisa jurídica em doutrina, a um clique e em um só lugar.

No Jusbrasil Doutrina você acessa o acervo da Revista dos Tribunais e busca rapidamente o conteúdo que precisa, dentro de cada obra.

  • 3 acessos grátis às seções de obras.
  • Busca por conteúdo dentro das obras.
Ilustração de computador e livro
jusbrasil.com.br
4 de Dezembro de 2021
Disponível em: https://thomsonreuters.jusbrasil.com.br/doutrina/secao/1212770515/bibliografia-tratado-de-direito-empresarial-vol-7-ed-2018