Comentários ao Código de Processo Civil: Artigos 369 ao 380

Referências Bibliográficas

Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Referências Bibliográficas

ABELHA, Marcelo. Breves considerações sobre a prova nas demandas coletivas ambientais. In: LEITE, José Rubens Morato; DANTAS, Marcelo Buzaglo. Aspectos processuais do direito ambiental. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2003.

ABRAHÃO, João. O valor probatório das reproduções mecânicas. RePro. n. 20. São Paulo: Ed. RT, 1980.

ADAMY, Pedro. Renúncia a direito fundamental. São Paulo: Malheiros, 2011.

AGUIAR, João Carlos Pestana de. Comentários ao Código de Processo Civil. São Paulo: Ed. RT, 1974. vol. 4.

ALEXANDRE, Isabel. Provas ilícitas em processo civil. Coimbra: Almedina, 1998.

ALEXY, Robert. Teoria da argumentação jurídica A teoria do discurso racional como teoria da justificação jurídica. Trad. Zilda Hutchinson Schild da Silva. São Paulo: Landy, 2001.

_____. Teoría de los derechos fundamentales. Trad. Ernesto Garzon Valdés. Madrid: Centro de Estudios Políticos y Constitucionales, 1993.

_____. _____. 3. reimp. Trad. Ernesto Garzon Valdés. Madrid: Centro de Estudios Políticos y Constitucionales, 2002.

ALSINA, Hugo. Tratado teórico práctico de derecho procesal civil y comercial. 2. ed. Buenos Aires: Ediar, 1961. t. III.

ALVES, Maristela da Silva. O ônus da prova como regra de julgamento – Prova Cível. Rio de Janeiro: Forense, 1999.

AMARAL, Paulo Osternack. Provas – atipicidade, liberdade e instrumentalidade. São Paulo: Ed. RT, 2015.

AMARAL SANTOS, Moacyr. Comentários ao Código de Processo Civil. 6. ed. Rio de Janeiro: Forense, 1994. vol. 4.

_____. Primeiras linhas de direito processual civil. São Paulo: Saraiva, 1990. vol. 3.

_____. Prova judiciária no cível e comercial. 3. ed. São Paulo: Max Limonad, 1968. vol. 3.

ANDRADE, Manuel A. Domingues de. Noções elementares de processo civil. Coimbra: Almedina, 1979.

_____. Teoria geral da relação jurídica. 7. reimp. Coimbra: Almedina, 1992. vol. 2.

ANDREWS, Neil. Andrews on civil procedure – court proceedings. Cambridge: Intersentia, 2013, vol. I.

ANDRIOLI, Virgilio. Commento al Codice di Procedura Civile. 3. ed. Napoli: Jovene, 1957. v. 2.

_____. _____. Napoli: Jovene, 1964. vols. 1 e 2.

_____. Prova. Novissimo digesto italiano. vol. 143. Torino: Utet.

ANTOINE, Mireille; ELOY, Marc; BRAKELAND, Jean-François. Le droit de la preuve face aux nouvelles technologies de l’information. Namur: E.Story-Scientia, 1992 (Cahiers du Centre de Recherches – Informatique et Droit, n. 7).

APRIGLIANO, Ricardo. Ordem pública e processo. São Paulo: Atlas, 2011.

ARAÚJO, Francisco Fernandes de. Requisição de informações pelo poder judiciário. RePro. n. 38. São Paulo: Ed. RT, 1985.

ARENHART, Sérgio Cruz. A tutela inibitória da vida privada. São Paulo: Ed. RT, 2000.

_____. A verdade substancial. Revista de Direito Processual Civil. Gênesis, 1996.

_____. Perfis da tutela inibitória coletiva. São Paulo: Ed. RT, 2003.

_____; MARINONI, Luiz Guilherme. Manual do processo de conhecimento. 4. ed. São Paulo: Ed. RT, 2005.

ARMELIN, Donaldo. Tutelas jurisdicionais diferenciadas. In: MARINONI, Luiz Guilherme (coord.). O processo civil contemporâneo. Curitiba: Juruá, 1994.

ARRUDA ALVIM, José Manoel. Ação incidental de falsidade ideológica de laudo pericial – Preclusão – Sentido da palavra “documento”. RePro. n. 54. São Paulo: Ed. RT, 1989.

_____. Anotações sobre a medida liminar em mandado de segurança. RePro. n. 39. São Paulo: Ed. RT, 1985.

_____. A nulidade da sentença por infração ao art. 398 do Código de Processo Civil. RePro. n. 3. São Paulo: Ed. RT, 1976.

_____. Código de Processo Civil comentado. São Paulo: Ed. RT, 1975. vols. 1 e 2.

_____. Dogmática jurídica e o novo Código de Processo Civil. RePro. n. 1. São Paulo: Ed. RT, 1976.

_____. Manual de direito processual civil. 3. ed. São Paulo: Ed. RT, 1986. vol. 2.

_____. Tratado de direito processual civil. São Paulo:Ed. RT, 1990. vols. 1 e 2.

ARRUDA ALVIM WAMBIER, Teresa. Mandado de segurança contra ato judicial. São Paulo: Ed. RT, 1989.

ASCARELLI, Tullio. Registrazione nei libri di commercio e confessione. Rivista di Diritto Processuale. Tomo I. Padova: Cedam, 1930.

ASCENÇÃO, José de Oliveira. Direito autoral. 2. ed. Rio de Janeiro: Renovar, 1997.

ATTARDI, Aldo. Le ordinanze di condanna nel giudizio ordinario di cognizione di primo grado secondo la legge di riforma. Giurisprudenza italiana, 1992.

AYALA, Patryck; MORATO LEITE, José Rubens. Direito ambiental na sociedade de risco. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2002.

BAILEY, Richard. Overcoming veriphobia – learning to love truth again. British Journal of Educational Studies. vol. 49. n. 2. Oxford: Blackwell Publishers, jun. 2001.

BAPTISTA, Francisco de Paula. Teoria e prática do processo civil e comercial. São Paulo: Saraiva, 1988.

BARASSI, Lodovico. La teoria generale delle obbligazioni. Milano: Giuffrè, 1964.

BARBI, Celso Agrícola. Ação declaratória principal e incidente. 7. ed. Rio de Janeiro: Forense, 1996.

_____. Do mandado de segurança. Rio de Janeiro: Forense, 1966.

_____. _____. 7. ed. Rio de Janeiro: Forense, 1993.

BARBOSA MOREIRA, José Carlos. Abuso dos direitos processuais. Rio de Janeiro: Forense, 2000.

_____. A Constituição e as provas ilicitamente adquiridas. Ajuris. vol. 68.

_____. A Constituição e as provas ilicitamente obtidas. In: _____. Temas de direito processual. Sexta série. São Paulo: Saraiva, 1997.

_____. A função social do processo civil moderno e o papel do juiz e das partes na direção e na instrução do processo. RePro. n. 37. São …

Uma experiência inovadora de pesquisa jurídica em doutrina, a um clique e em um só lugar.

No Jusbrasil Doutrina você acessa o acervo da Revista dos Tribunais e busca rapidamente o conteúdo que precisa, dentro de cada obra.

  • 3 acessos grátis às seções de obras.
  • Busca por conteúdo dentro das obras.
Ilustração de computador e livro
jusbrasil.com.br
25 de Maio de 2022
Disponível em: https://thomsonreuters.jusbrasil.com.br/doutrina/secao/1212797183/referencias-bibliograficas-comentarios-ao-codigo-de-processo-civil-artigos-369-ao-380