Manual de Direito Civil: Obrigações - Ed. 2013

Bibliografia

Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Bibliografia

AAVV. Münchener Kommentar zum Bürgerlichen Gesetzbuch. 5. ed. München: Beck, 2006-2009. 11 vol.

_______. _______. 3. ed. München: Beck, 1992-2005. 10 vol.

AGUIAR JUNIOR, Ruy Rosado de. Comentários ao novo Código Civil: da extinção do contrato – Arts. 472 a 480. Coord. Sálvio de Figueiredo Teixeira. Rio de Janeiro: Forense, 2011. vol. VI, t. II.

_______. Extinção dos contratos por incumprimento do devedor (resolução). 2. ed. de acordo com o Novo Código Civil. Rio de Janeiro: Aide, 2003.

ALARCÃO, Rui de. A confirmação dos negócios anuláveis. Coimbra: Atlântida, 1971.

______. Direito das obrigações. Coimbra: João Abrantes, 1983.

ALMEIDA COSTA, Mário Júlio. Aspectos modernos do direito de obrigações. In: CAETANO, Marcello (coord.). Estudos de direito civil brasileiro e português: I Jornada Luso-Brasileira. São Paulo: Ed. RT, 1980.

ALVIM, Agostinho Neves de Arruda. Da inexecução das obrigações e suas consequências. 5. ed. São Paulo: Saraiva, 1980.

AMARAL NETO, Francisco dos Santos. Os princípios jurídicos na relação obrigatória. Roma e América. Diritto Romano Comune 16/2003. Mucchi Editore.

AMORIM FILHO, Agnelo. Critério para distinguir a prescrição da decadência e para indenizar as ações imprescritíveis. Revista dos Tribunais. vol. 300. p. 7-37. São Paulo: Ed. RT, out. 1960.

______. ______. Revista dos Tribunais. vol. 744. p. 725-750. São Paulo: Ed. RT, out. 1997.

AMORTH, Giorgio. L’obbligazione solidale. Milano: Giuffrè, 1959.

ANDRADE, Manuel A. Domingues de. Teoria geral da relação jurídica. Coimbra: Almedina, 1997. vol. 1 (reimp.); 1998. vol. 2 (8. reimp.).

______. Teoria geral das obrigações. 3. ed. Coimbra: Almedina, 1966.

ANTUNES VARELA, João de Matos. Direito das obrigações. Rio de Janeiro: Forense, 1978. vol. II.

______. Das obrigações em geral. 7. ed. 2. reimp. Coimbra: Almedina, 2006.

ASSIS, Araken de. Cumprimento da sentença. Rio de Janeiro: Forense, 2006.

ARRUDA ALVIM NETTO, José Manoel de. Código de Processo Civil comentado. São Paulo: Ed. RT, 1975. vol. 2.

ARRUDA MIRANDA, Darcy de. Anotações ao Código Civil brasileiro. 3. ed. São Paulo: Saraiva, 1987. vol. I e II; 2. ed., vol. III.

AZEVEDO, Antonio Junqueira de. Bens acessórios. In: Estudos ao Prof. Washington de Barros Monteiro. São Paulo: Saraiva, 1982.

BAMBERGER, Heinz Georg; ROTH, Herbert (coords.). Kommentar zum Bürgerlichen Gesetzbuch. 2. ed. München: Verlag C.H.Beck, 2007. vol. 1.

BARASSI, Lodovico. Teoria della ratifica del contratto annullabile. Milano: Ulrico Hoepli, 1898.

BDINE JÚNIOR, Hamid Charaf. Aspectos objetivos do pagamento e alteração das circunstâncias. In: LOTUFO, Renan; NANNI, Giovanni Ettore (coords.). Obrigações. São Paulo: Atlas, 2011.

BERRUEZO, Lozano. La extinción de las obligaciones por novación. Barcelona: GASA, sem data.

BESSONE, Mario (dir.). Trattato di diritto privato. Torino: Giappichelli, 2005. vol. XIV (I contratti speciali; i contratti aleatori).

BETTI, Emilio. Teoria generale del negozio giuridico. 3. ed. Torino: UTET, 1960.

BEVILAQUA, Clóvis. Código Civil dos Estados Unidos do Brasil comentado. Rio de Janeiro/São Paulo: Francisco Alves; vol. I e II, 11. ed., 1956; vol. III e IV, 10. ed., 1955; vol. V, 9. ed., 1954; vol. VI, 9. ed., 1955.

BIANCA, C. Massimo. Diritto civile. Milano: Giuffrè, 1987-1999. 6 vol.

BOEHMER, Gustav. Grundlagen der bürgerlichen Rechtsordnung. Tübingen: J.C.B. Mohr (Paul Siebeck), 1950-1952. 2 vol.

BONFANTE, Pietro. Corso di diritto romano. Milano: Giuffrè, 1958-1959. 6 vol., vol. III a VIII de Opere complete di Pietro Bonfante.

BOURDILLAT, Jean-Jacques. Les astreintes. In: GUINCHARD, Serge; MOUSSA, Tony (dirs.). Droit et pratique des voies d’éxecution. 5. ed. Paris: Dalloz, 2007.

BREBBIA, Roberto. El daño moral. 2. ed. Cordoba: Orbir, 1967.

BURKERT, Michael. Der Einfluß von Treu und Glauben bei der Vertragsabwicklung. Tese de Doutorado em Direito, Münster, Faculdade de Direito e Ciências Políticas da Westfälischen Wilhelms-Universität, 1967.

CAMBLER, Everaldo Augusto; GONÇALVES, Carlos Roberto; MAIA, Mairan. Comentários ao Código Civil Brasileiro – Arts. 233 a 303. Coord. Arruda Alvim e Thereza Alvim. Rio de Janeiro: Forense, 2003.

CAMPOS, Diogo Leite de. Contrato a favor de terceiro. Coimbra: Almedina, 1980.

CAMPOS, Francisco. Revisão dos contratos – Teoria da imprevisão. Direito civil. Rio de Janeiro: Freitas Bastos, 1956.

CANO MARTÍNEZ DE VELASCO, José Ignacio. Mora. [S.L.]: Derecho Privado, 1978.

CARNEIRO, Maria Francisca. Avaliação do dano moral e discurso jurídico. Porto Alegre: Sergio Antonio Fabris Ed., 1998.

CARRESI, Franco. Contratto. Milano: Giuffrè, 1987. vol. II.

CARVALHO DE MENDONÇA, José Xavier. Pareceres: fallencias. Colligidos por Achilles Bevilacqua e Roberto Carvalho de Mendonça. Rio de Janeiro: Freitas Bastos, 1933.

CARVALHO DE MENDONÇA, Manuel Ignácio. Doutrina e prática das obrigações ou Tratado geral dos direitos de crédito. 4. ed. aum. e atual. por José de Aguiar Dias. Rio de Janeiro: Forense, 1956. 2 vol.

CARVALHO SANTOS, J. M. de. Código Civil brasileiro interpretado. 12. ed. Rio de Janeiro: Freitas Bastos, 1985. vol. XII.

______. ______. 11. ed. Rio de Janeiro: Freitas Bastos, 1986. vol. XIV.

______. Pareceres. Rio de Janeiro: Borsoi, 1963.

CHABAS, Cécile. L’inéxécution licite du contrat. Paris: LGDJ, 2002.

CHABAS, François. L’astreinte in droit français. Revue Trimestrielle de Droit Civil. n. LXIX. Paris: Dalloz, 1971.

CIAN, Giorgio; TRABUCCHI, Alberto (coords.). Commentario breve al Codice Civile. 9. ed. Padova: Cedam, 2009. Obra coletiva.

CÍCERO. De officiis. London: Harvard University Press, 1990 (Obras, vol. 21).

COASE, R.H. The institutional structure of production. Essays on economics and economists. Chicago/London: The University of Chicago Press, 1994.

COELHO, Fábio Ulhôa. Curso de direito civil. 4. ed. São Paulo: Saraiva, 2010. vol. 2.

COELHO DA ROCHA, M. A. Instituições de direito civil portuguez. 7. ed. Lisboa: Livraria Clássica Editora, 1907. 2 vol.

COLÁS ESCANDÓN, Ana María. La ratificación. Granada: Comares, 2000.

COMPARATO, Fábio Konder. Financiamento a consumidor com alienação fiduciária. Revista dos Tribunais. vol. 514. p. 49. São Paulo: Ed. RT, 1978.

CONTINENTINO, Múcio. Cláusula penal no direito brasileiro. São Paulo: Saraiva, 1926.

CORDEIRO, António Manuel da Rocha e Menezes. Direito das obrigações. 2. ed. rev. e atual. Lisboa: Associação Acadêmica da Faculdade de Direito de Lisboa, 1991-1994. 3 vol.

______. Direitos reais. Lisboa: Imprensa Nacional, 1979. vol. 2.

CORREA, Alexandre; SCIASCIA, Gaetano. Manual de direito romano. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 1951. vol. III.

COUTO E SILVA, Clóvis do. A teoria da base do negócio jurídico no direito brasileiro. Revista dos Tribunais. vol. 655. p. 7. São Paulo: Ed. RT, 1990.

______. Comentários ao Código de Processo Civil. São Paulo: Ed. RT, 1977. vol. XI, t. I (arts. 890 a 1045).

______. O princípio da boa-fé no direito brasileiro e português. In: CAETANO, Marcello (coord.). Estudos de direito civil brasileiro e português: I Jornada Luso-Brasileira. São Paulo: Ed. RT, 1980.

CROME, Carl. Die Abfindungscession. Festgabe der Bonner Juristische Fakültat für Paul Krüger zum Doktor-Jubiläum. Berlin: Weidmannsche Buchhandlung, 1911.

CUNHA GONÇALVES, Luiz da Cunha. Tratado de direito civil. São Paulo: Max Limonad, 1955-1968. 14 vol.

DE PAGE, Henri. Traité élémentaire de droit belge. 2. ed. Bruxelles: Bruylant, 1950. vol. III.

DELL’AQUILA, Enrico. Il diritto cinese – Introduzione e principi generali. Padova: Cedam, 1981.

DEMOGUE, René. Traité des obligations en général. Paris: Librairie Arthur Rousseau, 1923-1933. 7 vol.

DIEGO Y GUTIÉRREZ, D. F. Clemente de. Transmisión de las obligaciones. Madrid: Librería General de Victoriano Suárez, 1912.

DÍEZ-PICAZO GIMENEZ, Gema. La mora y la responsabilidad contractual. Madrid: Civitas, 1996.

DINAMARCO, Cândido Rangel. Execução civil. 7. ed. São Paulo: Malheiros, 2000.

DINIZ, Maria Helena. Código Civil anotado. 8. ed. São Paulo: Saraiva, 2002.

______. ______. 5. ed. São Paulo: Saraiva, 1999.

______. Curso de direito civil brasileiro. 24. ed. São Paulo: Saraiva, 2009. vol. 2.

______. ______. 16. ed. São Paulo: Saraiva, 2002. vol. 2.

EBERLE, Simone. Do universo cambiário para o universo obrigacional: viabilidade e requisitos do protesto de documentos de dívida. Revista de Direito Mercantil, Industrial, Econômico e Financeiro. n. 147. p. 117-143. São Paulo: Ed. RT, jul.-set. 2007.

ENGISCH, Karl. Einführung in das juristiche Denken. 8. ed. Stuttgart-Berlin-Köln-Mainz: Kohlhammer, 1983.

ENNECERUS, Ludwig; LEHMANN, Heinrich. Recht der Schuldverhältnisse. 14. ed. Tübingen: J. C. B. Mohr (Paul Siebeck), 1954.

_______; NIPPERDEY, Hans-Carl. Allgemeiner Teil des Bürgerlichen Rechts. 14. ed. Tübingen: J. C. B. Mohr (Paul Siebeck), 1959-1960. 1 vol., 2 tomos.

ESPÍNOLA, Eduardo. Questões jurídicas e pareceres (nova série). São Paulo: Companhia Editora Nacional, sem data.

______. Sistema de direito civil brasileiro. 4. ed. Rio de Janeiro: Conquista, 1960. 12 vol.

FABRÍCIO, Adroaldo Furtado. Comentários ao Código de Processo Civil. 9. ed. Rio de Janeiro: Forense, 2008. vol. VIII, t. III (arts. 890 a 945).

FAIRÉN-GUILLÉN, Víctor. Refuerzo de las órdenes judiciales por medio de medidas específicas indirectas: las astreintes y el contempt of court en el Tribunal de las Águas de Valencia. Revista de Derecho Procesal. n. 1. 1985.

FERNÁNDEZ, Gastón; BULLARD, Alfredo. Derecho civil patrimonial. Lima: Pontificia Universidad Católica del Perú/Fondo Editorial 1997.

FLUME, Werner. Allgemeiner Teil des Bürgerlichen Rechts. 4. ed. Berlin/Heidelberg/New York/Tokyo/London/Paris/Barcelona/Hong Kong/Budapest: Springer Verlag, 1992. vol. II (Das Rechtsgeschäft) (O negócio jurídico).

FULGÊNCIO, Tito. Do direito das obrigações. 2. ed. Rio de Janeiro: Forense, 1958.

FRAGA, Affonso. Instituições do processo civil do Brasil. São Paulo: Saraiva, 1940. t. I.

LIMONGI FRANÇA, Rubens. Do objeto do direito obrigacional. Revista dos Tribunais. vol. 422. p. 38. São Paulo: Ed. RT, dez. 1970.

______. Teoria e prática da cláusula penal. São Paulo: Saraiva, 1988.

GARCÍA DEL CORRAL, Ildefonso L. Cuerpo del Derecho Civil Romano. Barcelona: Jaime Molinas, 1889. t. 1 [primeira parte (Institutas-Digesto)]; t. 3 [primeira parte (Digesto)], 1897.

GARCEZ, Martinho. Da hypotheca e das acções hypothecarias. Rio de Janeiro: Jacintho Ribeiro dos Santos, 1923.

GHESTIN, Jacques (dir.). Traité de droit civil. 3. ed. Paris: Librairie Générale de Droit et de Jurisprudence, 2001. vol. III (Jacques Ghestin, Christophe Jamin e Marc Billiau, Les obligations – Les effets du contrat).

GIERKE, Otto von. Deutsches Privatrecht. Leipzig: Duncker & Humblot, 1885 (vol. 1 – Allgemeiner Teil und Personenrecht); 1905 (vol. 2 – Sachenrecht); 1917 (vol. 3 – Schuldrecht).

______. Schuld und Haftung im älteren deutschen Recht (insbesondere die Form der Schuld - und Haftungsgeschäfte). Aalen: Scientia Verlag, 1969 (reimpressão inalterada da edição de M. & H. Marcus, Breslau, 1910).

GIORGI, Giorgio. Teoria delle obbligazioni nel diritto moderno italiano. 7. ed. Firenze: Fratelli Cammelli, 1907-1911. vol. I a VIII.

GOMES, Luiz Roldão de Freitas. Da assunção de dívida e sua estrutura negocial. 2. ed. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 1998.

GOMES, Orlando. Contratos. 18. ed. Rio de Janeiro: Forense, 1999.

______. Obrigações. 17. ed. Rio de Janeiro: Forense, 2007.

______. ______. 13. ed. Rio de Janeiro: Forense, 2000.

______. ______. 11. ed. Rio de Janeiro: Forense, 1996.

GONDIM, Regina Bottentuit. Natureza jurídica da solidariedade. Rio de Janeiro: Conquista, 1958.

GONZALES, Matilde Zavala de. Resarcimiento de daños. 2. ed. Buenos Aires: Hammurabi, 1991. vol. II.

GORPHE, François. Le principe de la bonne foi. Paris: Dalloz, 1928.

GRAMATICA, Filippo. Dal diritto di punire al dovere di defesa. In: TURANO, Federico. La funzione del diritto nell’attuale momento storico. Roma: Mario Zulzoni, 1969.

GRESSAYE, J. Brethe de la. La réhabilitation du droit par l’enseignement. In: TURANO, Federico. La funzione del diritto nell’attuale momento storico. Roma: Mario Zulzoni, 1969.

GRYNMBAUM, Luc. La notion de solidarisme contractuel. In: GRYNMBAUM, Luc; NICOD, Marc...

Uma experiência inovadora de pesquisa jurídica em doutrina, a um clique e em um só lugar.

No Jusbrasil Doutrina você acessa o acervo da Revista dos Tribunais e busca rapidamente o conteúdo que precisa, dentro de cada obra.

  • 3 acessos grátis às seções de obras.
  • Busca por conteúdo dentro das obras.
Ilustração de computador e livro
jusbrasil.com.br
7 de Dezembro de 2021
Disponível em: https://thomsonreuters.jusbrasil.com.br/doutrina/secao/1212797199/bibliografia-manual-de-direito-civil-obrigacoes-ed-2013