Jurimetria- Ed. 2019

Conclusão: Ninguém Muda Aquilo que Ignora

Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

I. Pré-sal sociológico

Conhecer a realidade é o primeiro passo para transformá-la. A lição que subjaz a todo esforço de pesquisa empírica séria é que ninguém muda aquilo que ignora. Não há, portanto, uma incompatibilidade entre a Jurimetria e as aspirações políticas do Direito. A pesquisa empírica não quer reduzir a dimensão axiológica do Direito a um punhado de números, nem muito menos almeja substituir as decisões humanas por modelos matemáticos. Ao contrário, há complementaridade entre esses esforços, uma vez que os resultados da investigação sobre o mundo como ele é trazem informações relevantes sobre o que devemos fazer para aproximá-lo daquilo que gostaríamos que ele fosse.

Essa é uma das razões pelas quais os estudos empíricos em Direito vêm crescendo. Os juristas estão mais conscientes de que há muita coisa acontecendo nos tribunais e que o sucesso das reformas legislativas do futuro depende de bons diagnósticos a respeito dos problemas atuais. Se as leis são os medicamentos para os males da convivência social, temos de estar bastante atentos para os tribunais, que são os hospitais onde elas se manifestam. Mas, além de responder a necessidades práticas e prestar auxílio aos juristas para a tomada de decisões, a pesquisa empírica é impulsionada por um fator tecnológico importante: o surgimento de amplas bases de dados jurídicas.

Os primeiros computadores surgidos na década de 1970 ocupavam o tamanho de uma sala de estar e não eram direcionados ao uso pessoal, além de serem financeiramente inacessíveis. Apresentavam uma capacidade computacional equivalente a 1/5000 avos (ou cinco mil vezes menos) de um laptop atual à venda em uma loja de varejo comum. 1 A velocidade de aumento da sua capacidade de processamento inspirou a chamada Lei de Moore, que afirma que os computadores dobram seu desempenho a cada ano pelo mesmo custo, o que permitiu a difusão das análises estatísticas. Na sua origem, por restrições orçamentárias resultantes do custo de computadores e programadores especializados, essas análises eram restritas a grandes projetos governamentais.

Guardadas as proporções, assim como o Word popularizou os processadores de texto e transformaram cada usuário em um editor amador, programas como “Stata” e o R popularizaram os processadores de bases de dados ao facilitar o acesso de muitos usuários à análise estatística. Atualmente, um estudante de administração, de marketing, de matemática ou de Direito que …

Uma experiência inovadora de pesquisa jurídica em doutrina, a um clique e em um só lugar.

No Jusbrasil Doutrina você acessa o acervo da Revista dos Tribunais e busca rapidamente o conteúdo que precisa, dentro de cada obra.

  • 3 acessos grátis às seções de obras.
  • Busca por conteúdo dentro das obras.
Ilustração de computador e livro
jusbrasil.com.br
24 de Maio de 2022
Disponível em: https://thomsonreuters.jusbrasil.com.br/doutrina/secao/1250396005/conclusao-ninguem-muda-aquilo-que-ignora-jurimetria-ed-2019