Audiências Públicas

Audiências Públicas

Audiências Públicas

Audiências Públicas

4.8 Ordem dos trabalhos e poder de polícia

4.8 Ordem dos trabalhos e poder de polícia

Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

4.8 Ordem dos trabalhos e poder de polícia

Na audiência pública, há a possibilidade de participação dos presentes, dentro do possível e da ordem.

A ordem é necessária para manter a viabilidade da participação porque ela evita a transformação da audiência pública em testemunho (individual) de todos os presentes, o que poderia perenizar a audiência. Quando não há potencial de participação não é audiência pública, mas sessão pública (open meeting). O cidadão somente presencia o ato, mas não interfere nele.

O poder de conduzir a audiência implica discricionariedade da autoridade que a preside, podendo até alterar o seu pré-regramento. Ela pode, por exemplo, alterar o tempo inicialmente previsto para os presentes apresentarem suas razões, dúvidas e críticas, podendo aumentá-lo ou diminuí-lo, tendo em vista a situação concreta, o que tornaria a audiência praticável. 1 Como se verá, isso não significa que na audiência a participação do público deva ser necessariamente oral, estando no …

Uma experiência inovadora de pesquisa jurídica em doutrina, a um clique e em um só lugar.

No Jusbrasil Doutrina você acessa o acervo da Revista dos Tribunais e busca rapidamente o conteúdo que precisa, dentro de cada obra.

  • 3 acessos grátis às seções de obras.
  • Busca por conteúdo dentro das obras.
Ilustração de computador e livro
jusbrasil.com.br
4 de Julho de 2022
Disponível em: https://thomsonreuters.jusbrasil.com.br/doutrina/secao/1256021508/48-ordem-dos-trabalhos-e-poder-de-policia-capitulo-iv-teoria-geral-das-audiencias-publicas-no-direito-administrativo-audiencias-publicas