Considerações Sobre a Lei Anticorrupção das Pessoas Jurídicas - Ed. 2015

Capítulo 134 - Prescrição

Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Capítulo 134- Prescrição

Outra matéria que demanda uma interpretação razoável é a que se contém no art. 25 que trata da prescrição. Ali se consigna o prazo de cinco anos para que se prescrevam as infrações instituídas na presente Lei, ou mais precisamente no seu art. 5º.

Trata-se de prescrição da pretensão punitiva em decorrência do devido processo penal-administrativo, que se conta da “data da ciência da infração, ou no caso da infração permanente ou continuada do dia em que tiver cessado”.

A prescrição deve ser declarada em sentença prolatada no devido processo penal-administrativo autuado e instaurado, como medida prejudicial no tocante à extinção da punibilidade. Não se pode imaginar que o fato prescricional se fora do devido pr…

Uma experiência inovadora de pesquisa jurídica em doutrina, a um clique e em um só lugar.

No Jusbrasil Doutrina você acessa o acervo da Revista dos Tribunais e busca rapidamente o conteúdo que precisa, dentro de cada obra.

  • 3 acessos grátis às seções de obras.
  • Busca por conteúdo dentro das obras.
Ilustração de computador e livro
jusbrasil.com.br
17 de Maio de 2022
Disponível em: https://thomsonreuters.jusbrasil.com.br/doutrina/secao/1256022638/capitulo-134-prescricao-consideracoes-sobre-a-lei-anticorrupcao-das-pessoas-juridicas-ed-2015