Tutelas de Urgência e Arbitragem

2.6 - Relação entre árbitros e juízes - 2 - Considerações Iniciais

Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

2.6. Relação entre árbitros e juízes

La China, a título de provocação, começa o seu livro questionando se as jurisdições arbitral e estatal são “dois mundos, em contraste um com o outro, e em tal caso qual deve prevalecer sobre o outro, ou podem coexistir, e, se sim, como e em quais condições”. 1 Aliás, a relação entre as jurisdições é tão interessante e, em alguns casos, problemática que recebeu a sugestiva denominação de the never ending story. 2

A resposta à provocação de La China, na atual fase de desenvolvimento do instituto da arbitragem, é evidente: são dois mundos que podem e devem coexistir de forma harmônica. 3 Ambas as jurisdições, como destacado por Bruno Oppetit, mantêm relação de confiança e cooperação e estão envolvidas no mesmo conceito comum de jus…

Uma experiência inovadora de pesquisa jurídica em doutrina, a um clique e em um só lugar.

No Jusbrasil Doutrina você acessa o acervo da Revista dos Tribunais e busca rapidamente o conteúdo que precisa, dentro de cada obra.

  • 3 acessos grátis às seções de obras.
  • Busca por conteúdo dentro das obras.
Ilustração de computador e livro
jusbrasil.com.br
22 de Maio de 2022
Disponível em: https://thomsonreuters.jusbrasil.com.br/doutrina/secao/1293068216/26-relacao-entre-arbitros-e-juizes-2-consideracoes-iniciais-tutelas-de-urgencia-e-arbitragem