Tutelas de Urgência e Arbitragem

Tutelas de Urgência e Arbitragem

4.2.1 - Manifestação de vontade direta: construção da convenção de arbitragem

Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

4.2.1. Manifestação de vontade direta: construção da convenção de arbitragem

Consequência direta da autonomia da vontade no processo arbitral é a possibilidade de as partes estabelecerem a forma pela qual desejam a resolução do seu conflito, por meio da convenção de arbitragem. 1

O compromisso arbitral, além de observar a forma escrita (art. 9º, Lei de Arbitragem), precisa conter, obrigatoriamente, a qualificação das partes, a qualificação dos árbitros, a matéria objeto da arbitragem e o lugar em que será proferida a sentença arbitral (art. 10, Lei de Arbitragem).

Com relação à cláusula compromissória, apesar de as partes possuírem maior liberdade, é preciso, a fim de viabilizar a instituição da arbitragem sem a necessidade de …

Uma experiência inovadora de pesquisa jurídica em doutrina, a um clique e em um só lugar.

No Jusbrasil Doutrina você acessa o acervo da Revista dos Tribunais e busca rapidamente o conteúdo que precisa, dentro de cada obra.

  • 3 acessos grátis às seções de obras.
  • Busca por conteúdo dentro das obras.
Ilustração de computador e livro
jusbrasil.com.br
13 de Agosto de 2022
Disponível em: https://thomsonreuters.jusbrasil.com.br/doutrina/secao/1293068236/421-manifestacao-de-vontade-direta-construcao-da-convencao-de-arbitragem-42-autonomia-da-vontade-tutelas-de-urgencia-e-arbitragem