Tutelas de Urgência e Arbitragem

6.4.2 - Tutelas de urgência arbitrais e convenção de arbitragem - 6.4 - Duas questões adicionais perante o Judiciário

Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

6.4.2. Tutelas de urgência arbitrais e convenção de arbitragem

Conforme mencionado, a experiência mostra que a necessidade de tutela de urgência surge, na sua grande maioria, na fase em que surge o litígio. 1 Nessa fase pré-arbitral, há limitação material à competência dos árbitros, uma vez que ainda não houve a aceitação do encargo e, portanto, não existe órgão constituído (Lei de Arbitragem, art. 19).

Sabendo-se que, na ausência da jurisdição arbitral, as partes socorrem-se das cortes estatais, havia o risco de os juízes entenderem que não teriam competência para conceder medidas de urgência em razão da convenção de arbitragem (supra, n. 5.8.1). No entanto, o risco não se materializou.

Chamadas a ajudar antes da constituição dos …

Uma experiência inovadora de pesquisa jurídica em doutrina, a um clique e em um só lugar.

No Jusbrasil Doutrina você acessa o acervo da Revista dos Tribunais e busca rapidamente o conteúdo que precisa, dentro de cada obra.

  • 3 acessos grátis às seções de obras.
  • Busca por conteúdo dentro das obras.
Ilustração de computador e livro
jusbrasil.com.br
17 de Maio de 2022
Disponível em: https://thomsonreuters.jusbrasil.com.br/doutrina/secao/1293068278/642-tutelas-de-urgencia-arbitrais-e-convencao-de-arbitragem-64-duas-questoes-adicionais-perante-o-judiciario-tutelas-de-urgencia-e-arbitragem